Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Waldir Maranhão presta homenagem aos 35 anos da UEMA

Câmara dos deputados prestou justa homenagem à Universidade Estadual do Maranhão – UEMA, pelos seus 35 anos

Como autor do requerimento para sessão que homenageia os 35 anos da nossa Universidade Estadual do Maranhão, o deputado federal Waldir Maranhão disse que foi uma imensa alegria de receber, o magnífico Reitor da UEMA, Gustavo Pereira e alunos da Universidade na Câmara dos deputados.

O deputado tem uma vivência de décadas com a instituição em que é professor licenciado e quando foi Reitor da Universidade que presta um grandioso serviço ao povo do Maranhão.

UEMA forte é UEMA unida! Gestores, deputados, professores e alunos em momento marcante na história da Instituição! #Uema35anos

Previsão é de muita chuva em São Luís nos próximos dias

São Luís deve registrar aumento no índice pluviométrico, devendo chegar a 480 milímetros. A previsão é do Núcleo Geoambiental da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA

Mês de abril, chuvas a mil, o maranhense já está acostumado com esta frase, graças à Deus. Em São Luís não é diferente e nos próximos dias o aumento no índice de chuvas deve aumentar, de acordo com a previsão do Núcleo Geoambiental – Nugeo, da Universidade Estadual do Maranhão.

O dia de hoje (18), deve apresentar temperatura entre 25ºC e 34ºC (graus Celsius), Céu parcialmente nublado a nublado,  com pancadas de chuva e possibilidade de trovoada.

Amanhã (19), a cidade deverá apresentar tempo nublado com pancadas de chuva isolada. Esta estação deverá ser mantida até o fim da semana. 

 

UEMA realiza Educação Inclusiva há mais de 20 anos

Ações para educação inclusiva são realizadas há 20 anos na Universidade Estadual do Maranhão – UEMA

A Universidade Estadual do Maranhão – UEMA iniciou as ações para inclusão de pessoas com deficiência e/ou transtornos de desenvolvimento há cerca de 20 anos, quando criou o Núcleo Interdisciplinar de Educação Especial (Niesp). Em 2014, o núcleo foi reestruturado, tornando-se o atual NAU, Núcleo de Acessibilidade da UEMA, que visa a oportunizar a inserção e o acompanhamento educacional dos estudantes com algum tipo de deficiência, com diagnóstico de transtorno global do desenvolvimento e altas habilidades, bem como os estudantes que apresentam dificuldades de mobilidade.

A coordenadora do NAU, Marilda de Fátima Lopes, explica como são resguardados todos os direitos das pessoas com deficiência, desde a inscrição no vestibular da UEMA: “Os candidatos que registram necessidade de atendimento específico no ato da inscrição do Vestibular são acompanhados. Existe uma comissão no departamento de concursos e vestibulares responsável pela análise de toda documentação, conforme legislação, para verificar a situação do candidato que se submeterá ao pleito”, afirmou.

Após aprovação no vestibular e o ingresso na Universidade os alunos são acompanhados de modo específico pela Instituição. Atualmente na UEMA são assistidos alunos com deficiência auditiva, deficiência física, baixa visão, cegos, com transtornos de desenvolvimento, autistas, com síndrome de borderline, doença de Crohn, esquizofrenia, entre outros. Os acadêmicos são acompanhados por profissionais do Núcleo, entre pedagogos, tradutor/intérprete de libras, ledor e transcritor de Braille e educador físico especial.

Para L.C, mãe de estudante com autismo que não quis se identificar, esse tratamento é uma preocupação da UEMA em proporcionar que esses alunos tenham condições de permanecer na Universidade e de se formar com qualidade: “O que tem acontecido na UEMA e que deveria acontecer em outras instituições também é que os alunos chegam e trazem seu perfil e os professores, técnicos, de um modo geral, se adéquam a essas realidades. A inclusão não é apenas oferecer cotas, a inclusão é dizer para esse cidadão que ele terá condições de cursar com qualidade, sendo que nessa perspectiva seus direitos serão respeitados e que eles serão orientados para seus deveres, isso é o que chamamos de cidadania plena e é isso que eu tenho encontrado aqui na UEMA”, disse.

O Núcleo de Acessibilidade da UEMA oferece diversos procedimentos educacionais especiais dependendo das características do comprometimento do aluno, como apoio pedagógico (ledor, transcritor de braile, revisor, monitor especial, etc.), atendimento educacional e metodologias especializadas.

Os docentes e servidores da UEMA também são orientados pelo núcleo. O NAU oferta, ainda, cursos de libras, disciplina de libras nos cursos de licenciatura, materiais ampliados ou em braile, auxílio ópticos, tradutor/intérprete de libra, cartilhas de orientação, além de manter uma interação direta com a família do acadêmico quando o aluno apresenta maiores comprometimentos.

Segundo o diretor do curso de Engenharia da Computação da UEMA, Rogério Moreira Lima, cada vez mais a Universidade tem recebido alunos com alguma deficiência e/ou transtornos de desenvolvimento: “Nós temos trabalhado essas demandas diferenciadas juntos aos docentes e tem sido muito gratificante essa participação e interação em parceria com NAU, pois é um desafio para todos nós, no sentido da oferecer apoio a esses alunos e promover esse processo de inclusão social”, afirmou o professor.

APRUEMA sai em defesa do Reitor da Universidade Estadual do Maranhão

NOTA À COMUNIDADE UNIVERSITÁRIA DA UEMA

A Associação dos Professores da Uema (Apruema), legítima representante da classe docente da Universidade Estadual do Maranhão, em relação ao episódio publicado na mídia local e que envolveu o nome do docente sócio desta entidade, professor Gustavo Pereira da Costa, atualmente, reitor da Uema, esclarece o seguinte:

1- O professor Gustavo Pereira da Costa é um histórico sócio da Apruema e sempre cumpriu, rigorosamente, com suas funções estatutárias, além de colaborar, como gestor maior da UEMA, em ações de apoio e crescimento desta Associação;

2- No exercício da docência superior, também sempre exerceu com zelo e dedicação a sua missão de, entre outras coisas, repassar conhecimento ao seu corpo de alunos, sendo profundo conhecedor de matérias de natureza jurídica. Isto sem falar que conhece bem os projetos e programas da instituição Uema, notadamente o Vestibular Paes.Portanto, não se tem conhecimento de algum ato, na sua gestão, que venha desabonar a sua conduta moral e ética, tanto no campo pessoal quanto profissional, como professor associado desta Associação e, sobretudo, como gestor da Uema;

3- Por isso, causou perplexidade não só ao corpo de docentes sócios da Apruema, mas também à comunidade universitária da Uema, a nota publicada, no último dia 29 de março, na imprensa local, que a juíza da Primeira Vara da Fazenda Pública solicitou a prisão do reitor da Uema pelo não cumprimento de suas funções como gestor da Universidade;

4- Assim, consideramos que o ato da juíza foi abusivo, descabido e exacerbado, inclusive reconhecido pelo próprio Tribunal de Justiça do Maranhão, pois o professor Gustavo Pereira da Costa, na condição de reitor da Uema, sempre cumpriu na íntegra e com retidão as funções de gestor maior da Universidade. No caso em questão, cumpriu apenas o regulamento do Vestibular Paes, que diz que o candidato que tirar “zero” em qualquer disciplina será eliminado do concurso;

5- Por fim, a direção da Associação não só está solidária com o professor associado Gustavo Pereira da Costa, mas,também, à disposição para, na categoria de entidade representativa de classe, tomar qualquer medida de apoio e que assegure todos os seus direitos como associado da Apruema.

São Luís, 30 de março de 2017.

A DIRETORIA

Chuvas intensas nos próximos 10 dias em São Luís

Se alcançar meta, que é de 428 mm de precipitações durante o mês, março deste ano será historicamente o período com maior intensidade de chuvas

As fortes chuvas registradas ontem, quarta-feira (1), somaram 56,2 mm, segundo o Núcleo Geoambiental da Universidade Estadual do Maranhão – NUGEO. A previsão é que nos 10 primeiros dias deste mês de março se alcance mais de 150 mm, sendo que 57 mm só de amanhã até domingo

As chuvas intensas registradas na noite e madrugada de ontem, chegaram a mais de 56 mm e causaram vários transtornos na capital maranhense. Moradores das localidades do São Francisco e Renascença enfrentaram alagamentos dentro das residências e tiveram que deixar o local.

A expectativa é que apenas no mês de março, chegue a casa dos 500 mm de precipitação em São Luís.

Veja abaixo, tabela com as chuvas nas primeiras 24 horas do mês de março de 2017

Ele não tem jeito!!! Waldir Maranhão é condenado a devolver 10 milhões à UEMA

dino

O ainda Deputados Federal, Waldir Maranhão foi condenado a pagamento de multa de R$ 930 mil e à devolução de quase R$ 10 milhões aos cofres públicos por irregularidades cometidas quando foi reitor da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA, no ano de 2005.

Em voto do conselheiro-substituto Osmário Freire Guimarães aprovado por unanimidade pelo Pleno do TCE-MA, o órgão desaprovou a prestação de contas apresentada por Maranhão.

De acordo com relatório assinado por Osmário Guimarães e elaborado com base em uma análise técnica, foram encontradas diversas irregularidades, entre elas:

  • Saldo do balanço patrimonial não correspondente ao inventário físico-financeiro de bens móveis, com diferença de R$ 76 mil;
  • Saldo da conta bens imóveis conflitantes entre o equivalente ao total do inventário físico-financeiro, com diferença de mais de R$ 494,2 mil;
  • Ausência da prestação de contas de decretos do Executivo de abertura dos créditos adicionais (suplementares) e/ou portarias de alteração do Quadro de Detalhamento de Despesa (QDD) com resultado em abertura de crédito adicional;
  • Ausência de comprovação no pagamento de combustível com notas de abastecimento, evidenciando falha de controle administrativo da instituição, entre outras irregularidades.

Não sabemos mais o que ainda falta acontecer com Waldir Maranhão, já foi envolvimento na Operação Lava-jato, Operação Miquéias, Funcionário Fantasma, Filho Fantasma e agora condenação do TCE, e com tudo isso, ele ainda foi homenageado pelo governador Flávio Dino (PC do B), na Assembleia Legislativa. Ao que tudo indica, os crimes compensam para Waldir.

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache