Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Fiscalização eletrônica começa a multar amanhã (10), de novembro

A partir de amanhã, sexta-feira (10), o Sistema de Fiscalização Eletrônica de São Luís estará funcionando pra valer

A fiscalização com os radares eletrônicos garantirá segurança a motoristas e pedestres, além de organizar o bagunçado trânsito de São Luís, além de garantir o controle do trânsito. A fiscalização passa a funcionar em definitivo após um mês em caráter experimental.

Além do controle da velocidade máxima permitida que são de 60 KM/h, vários pontos da cidade, irão multar o condutar que avançar o sinal vermelho em mais de 30 semáforos, dentre eles os trechos da Avenida Daniel de La Touche, nas imediações do Colégio Adventista, do Bambuzal e da Avenida Principal do Cohajap; da Avenida Colares Moreira, próximo ao Tropical Shopping e Loja da TAM; da Avenida Castelo Branco, nas imediações da Igreja do São Francisco e do Posto Hélio Viana.

Na avenida São Luís Rei de França, os equipamentos estão instalados entre a Caixa Econômica e a Extrafarma; na Carlos Cunha, próximo ao Fórum de Justiça; na Jerônimo de Albuquerque, nas proximidades da Forquilha, entre outros pontos da cidade, todos eles com fiscalização nos dois sentidos da via.

Fiscalização da Faixa Exclusiva (Linha Azul) 

A fiscalização eletrônica fará o monitoramento nos corredores exclusivos, pelos quais somente poderão trafegar ônibus, ambulâncias, táxis com passageiro e viaturas das polícias e da SMTT. A conversão pelos corredores exclusivos somente poderá ser feita por quem for realizar a conversão à direita. O uso indevido dessas faixas exclusivas incorre em Infração gravíssima.

A fiscalização também se estende aos ônibus, pois, se os veículos saírem da faixa exclusiva serão multados pela infração cometida. Os corredores exclusivos estão implantados nas avenidas Colares Moreira, Castelo Branco, Cajazeiras e Rio Branco.

Fique ligado! Dirija dentro da lei, do contrário, você receberá sua multa em casa!

Direito de Resposta: Empresário dá sua versão sobre suposta agressão a advogado

DIREITO DE RESPOSTA

Este notável blog de notícias publicou, no início da tarde desta terça-feira, notícia informando que o sr. Murillo Coelho Neto teria desferido socos no advogado Christiano Arrivabene em razão de disputa por vaga de estacionamento.
A verdade dos fatos é que o primeiro estava pacientemente um veículo manobrar para sair da vaga, com a sinaleira devidamente ligada, quando o sujeito apontado como vítima da suposta agressão chegou e sem qualquer respeito, estacionou o veículo na vaga.
Na oportunidade, o acusado saiu do veículo e pediu para que ele retirasse o automóvel da vaga, pois já estava aguardando.
Ocorre que o sr. Christiano não teve qualquer respeito pelo seu interlocutor, informando que não iria retirar o veículo, e que o errado na situação seria a outra parte. Pois veja, o cidadão não tem qualquer respeito por terceiros e ainda se considera errado.
Na oportunidade, iniciou-se discussão verbal, com a suposta vítima sempre se portando de forma desrespeitosa, proferindo palavras de baixo calão, logo numa manhã de segunda-feira.
Conforme se vê nas imagens divulgadas indevidamente pela suposta vítima, não foi desperido nenhum golpe (soco) contra o cidadão, como falsamente é declarado, mas tão somente um empurrão, decorrente de sua atitude desrespeitosa.
Importante ressaltar que não houve a prática de qualquer sorte de delito por parte do Murillo, contudo, está havendo a prática dos tipos penais previstos nos artigos 138 e 139 do Código Penal por todos os que, desconhecendo a verdade dos fatos, disseminaram a narrativa falaciosa pelas redes sociais.
Ademais, foram capturadas imagens do local de trabalho do acusado, sendo as mesmas veiculadas indevidamente, comprometendo perigosamente as atividades da mesma, e o sustento de seu proprietário.
O sr. Murillo Coelho Neto já reside nesta cidade há 07 anos, gozando de reputação ilibada, inexistindo registro de qualquer incidente de natureza similar à esta que lhe imputam indevidamente.
Att .
Jurídico, Murillo Coelho Neto

Vídeo: Dono de agência de publicidade agride advogado com socos no Renascença

Murilo Coelho Neto é dono de uma agência de publicidade em São Luís, “merece ser denunciado e processado”, diz agredido

A discussão seguida por uma agressão, teria sido por causa de uma vaga no estacionamento em frente ao prédio Atrium Plazza localizado no Bairro Renascença, ambos queriam estacionar no mesmo local.

Segundo informações, Murilo chegou desferindo covardemente um soco no advogado Christiano Arrivabene e ainda o perseguiu, empurrando-o. O agressor é proprietário da ‘Brain – Agência de Publicidade’.
E não é só! Por uma ironia do destino as imagens que comprovam o soco, gravadas pelas câmeras de um estabelecimento em frente ao prédio que é cliente da agencia de publicidade do agressor, “não gravaram” o momento, um tanto estranho não?!

Sem contar que a própria administradora do condomínio do Edifício Atrium Plazza, a Facility, não entregou as imagens que também foram gravadas por suas câmeras sob a alegação de que as mesmas simplesmente sumiram de seus arquivos!!! Um verdadeiro absurdo!

Canindé desenvolveu importantes ações no trânsito de São Luís

Audiências públicas, criações de comitês permanentes de discussão com a comunidade foram ao longo destes anos, moldando a mobilidade urbana de São Luís

Canindé costuma fiscalizar pessoalmente as modificações viárias em São Luís

O Sistema Integrado de Transportes – SIT, que permitiu a implantação dos Terminais de Integração em pontos estratégicos em São Luís foi implantado por Canindé Barros, além disso, o Cartão Estudantil, o Cartão do Transporte, o Cartão da Criança, Cartão do Idoso e Especial, foram conquistas que foram avançando com o tempo e garantindo melhoria digna aos usuários do sistema.

Audiências públicas, criações de comitês permanentes de discussão com a comunidade foram ao longo destes anos, moldando o trânsito e o transporte de São Luís.

Profissional e técnico na área de trânsito e transportes, Canindé Barros desenvolveu importantes ações no trânsito de São Luís.

Intervenção realizada na cabeceira da Ponte Bandeira Tribuzzi

A Intervenção viária na região do Jaracati, na saída da ponte Bandeira Tribuzzi, onde os engarrafamentos eram absurdos, e as colisões eram constantes foram minimizados com as modificações nas vias.

Intervenção realizada no Retorno do Aterro do Bacanga – Benefício para 200 mil habitantes

Intervenção viária no Retorno do Bacanga, onde índices colisões eram altíssimos, diminuíram com as ações de Canindé Barros, além disso, a via de acesso a uma importante região que abriga mais de 200 mil ludovicenses, puderam dar mais dignidade e mobilidade urbana na área, garantindo assim melhorias para estudantes, trabalhadores e a comunidade em geral; sem contar que garantiu também uma melhoria do acesso ao Porto do Itaqui e Ferry Boat.

Intervenção no Retorno do Tirirical – Entrada e Saída de São Luís

A intervenção realizada no Retorno do Tirirical foi de extrema importância, uma vez que os engarrafamentos para que entrava e saia da capital ludovicense eram um pesadelo na vida das pessoas que se dirigiam ao aeroporto e à BR 135.

Intervenção na Região do Aririzal

Outra importante intervenção foi na via de acesso a outro complexo de conjuntos habitacionais, da região do Turú,  na Avenida do  Aririzal, possibilitando maior fluidez ao trânsito, os moradores daquela área dormiam pensando nos engarrafamentos matutinos e na volta para casa também era outro sufoco.

Cruzamento da Avenida Holandeses com a Avenida Litorânea

Uma região onde ocorriam acidentes com mortes, na Avenida dos Holandeses, na entrada da via de acesso à Avenida Litorânea também sofreu modificações, garantindo mais segurança para pedestres e condutores.

A ação do tempo e o desgaste natural de quem exerce um cargo de extrema importância como a mobilidade urbana de uma Capital quatrocentona que recebe influência de uma Região Metropolitana é um desafio a mais a qualquer gestor público.

As ações implementadas pela secretaria municipal de trânsito e transportes – SMTT, foram significativas, contudo, é necessário uma ampla modificação de longo prazo para resolver as problemáticas do trânsito ludovicense, e para isso, apenas boa vontade como Canindé teve até agora não basta, é necessário orçamento, arrecadação e autonomia para mudar efetivamente a mobilidade de São Luís.

A verdade é que o fácil mesmo é ser a Pedra, a vidraça que todos querem ser ou parecer ser, é um caminho sinuoso e deve-se ter prudência para não cometer injustiças.