Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Edivaldo e Canindé avançam em melhorias viárias de São Luís

Na rotatória do antigo Alpha foi realizado serviço semelhante ao bem sucedido na Forquilha; a avenida Lourenço Vieira da Silva, que leva à Cidade Operária, foi transformada em mão única a partir do terminal do São Cristóvão

Prefeito Edivaldo entregou mais uma importante intervenção no trânsito de São Luís. Canindé mostra que se tiver oportunidade e meios de fazer, ele vai longe

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) e o secretário de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, entregaram no último domingo (9), o novo complexo viário da avenida Guajajaras, no São Cristovão.

As intervenções realizadas pela SMTT substituíram a rotatória, que afogava o trânsito, e criava um imenso engarrafamento em todas a direções. Com novos sentidos, as alças e cruzamentos vão modificar por inteiro o trânsito na região.

A avenida Lourenço Vieira da Silva terá mão única, do terminal do São Cristovão até o novo cruzamento.

A partir de agora, o sentido à Cidade Operária se dará por vias paralelas à avenida Lourenço Vieira da Silva.

Canindé diz que a obra vai servir para dar maior fluidez ao trânsito da região, garantindo efetivamente uma mobilidade urbana para os moradores das muitas comunidades que vivem, trabalham e moram na região.

“O trânsito nessa região não fluía por causa da rotatória. A retirada, combinada à mudança no traçado de ruas e avenidas vão garantir a mobilidade urbana na região” explicou Canindé.

O prefeito Edivaldo garatiu que as mudanças viárias faz parte das mudanças que a prefeitura vem realizando em toda cidade vem tornando a mobilidade urbana como um dos símbolos de sua gestão.

“O trânsito já melhorou em todas as principais avenidas de São Luís, garantindo acesso rápido e seguro ao Centro, vindo de todas as direções da cidade” , disse o prefeito.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Atenção imprudentes!!! Multas vão rolar à solta a partir de 4 de agosto em São Luís

SMTT volta acertadamente com os fotosensores em São Luís; Serão instaladas também câmeras de longo alcance para punir infratores

A partir do dia 4 de agosto (sexta-feira), as avenidas da capital ludovicense voltam a funcionar com os fotosensores que punem acertadamente os condutores infratores. Desde que foram retirados os antigos, o trânsito da capital se tornou uma ‘sodoma e gomorra’, ninguém respeita os sinais, as faixas de pedestres e por aí vai.

Com a volta dos equipamentos o trânsito deverá voltar à normalidade e respeitadas as normas do Código de Trânsito Brasileiro – CTB.

Motoqueiros, quase que em sua totalidade não respeitam a sinalização de trânsito e provocam acidentes na cidade.

Semáforos mesmo abertos, gerarão multas

Com a instalação dos fotosensores, os condutores que ultrapassarem os limites de velocidade, mesmo quando o sinal estiver verde receberão multas por exceder o limite permitido nas vias de São Luís que são de 60 quilômetros por hora.

O Artigo 61 parágrafo 1º do CTB, prevê que a velocidade máxima permitida para a via será indicada por meio de sinalização, obedecidas suas características técnicas e as condições de trânsito.

§ 1º Onde não existir sinalização regulamentadora, a velocidade máxima será de:

I – nas vias urbanas:
a) oitenta quilômetros por hora, nas vias de trânsito rápido;
b) sessenta quilômetros por hora, nas vias arteriais; (É o caso de São Luís).
c) quarenta quilômetros por hora, nas vias coletoras;
d) trinta quilômetros por hora, nas vias locais;

Em tempo: as infrações mais cometidas em 2016 foram: Avançar o sinal vermelho do semáforo – fotosensor com 26.511 casos; excesso de velocidade 12.306 registros; estacionar em local ou horário proibido, com 5.137 casos; dirigir falando ao celular (4.498) e dirigir sem cinto de segurança com 4.024 multas.

E mais: Se o condutor não se conscientizar em cumprir o que diz a Lei, a conta será salgada. Valores vão de R$ 195,54 a 293,47.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Agora lascou!!! Governo Dino tira responsabilidade da SMTT em fiscalização de avenidas

Fiscalização e ocorrências de trânsito em avenidas de São Luís deixam de ser responsabilidade da secretaria de trânsito e transportes – SMTT

Além das rodovias estaduais na Região Metropolitana de São Luís, as avenidas Litorânea e Holandeses são agora de responsabilidade da Polícia Militar por meio da Companhia de Polícia Militar Rodoviária Independente (CPRv Ind.).

Fiscalização e ocorrências de acidentes de trânsito em avenidas de São Luís foram alterados por meio do governo do Maranhão e muita gente ainda desconhece.

Deficiência

A secetaria de segurança informou que a CPRV ind conta com apenas 228 homens para fiscalizar 130 rodovias em todo o Maranhão, o cálculo dá pouco mais de 1 policial por rodovia.

No total, a Companhia tem apenas 18 viaturas para efetivar a empreitada.

Ao que parece, esta é mais uma ação desastrada do governo Flávio Dino (PC do B), para tentar mostrar serviço à população.

Em tempo: Sem efetivo, eventuais acidentes que ocorrerem nas vias estaduais, demandarão de muita espera e paciência dos condutores.

E mais: Por se tratar de vias estaduais os serviços de perícias serão realizados pelo Instituto de Perícia Técnica – ICRIM, que também tem deficiências. 

Pra fechar: Será que a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes – SMTT, vai remover a sinalização que foi recentemente realizada nas duas vias ???

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

De volta!!! SMTT vai reinstalar fotosensores em São Luís

Nos últimos meses, o número de acidentes e infrações aplicadas e as não aplicadas aumentaram muito em São Luís com a imprudência dos condutores

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), vai reinstalar no próximo mês (Agosto), os fotosensores que foram retirados pela antiga empresa administradora dos radares eletrônicos nas avenidas de São Luís.

Restou comprovado que os aparelhos são mais do que necessários para a fiscalização dos condutores uma vez que sem eles, condutores estão praticando infrações de todo a espécie em ruas e avenidas da capital.  

O secretário Canindé Barros afirmou que os equipamentos serão instalados em agosto e terão plena operação. A empresa já foi contratada por meio de licitação..

 

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Prefeitura de São Luís firma parceria para intervenção de trânsito no São Cristóvão

A Prefeitura de São Luís, em parceria com o Grupo Educacional Pitágoras, vai executar novas intervenções no trânsito da capital

A Prefeitura de São Luís, em parceria com o Grupo Educacional Pitágoras, vai executar novas intervenções no trânsito da capital que vão impactar na melhoria da mobilidade urbana e garantir mais segurança para motoristas e pedestres.

O acordo de Cooperação Técnica foi firmado na tarde desta segunda-feira (10) pelo prefeito Edivaldo, a gerente de Projetos, Daniela Simões Celebroni; o diretor geral da Faculdade Pitagóras-Maranhão, Joel Oliveira Gomes e o secretário municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Canindé Barros.

Com a parceria, serão executadas modificações no traçado geométrico, reestruturação viária e intervenções com a retirada de estruturas nas avenidas Guajajaras, Lourenço Vieira da Silva e Avenida 2, no são Cristóvão.

O prefeito Edivaldo destacou a importância de mais uma parceria firmada para resolver problemas de mobilidade na cidade. “Esta é a segunda intervenção que estamos realizando para melhorar a mobilidade no trânsito de São Luís, em parceria com o grupo Pitágoras. É mais uma obra de grande importância, que vai eliminar engarrafamentos em pontos antes considerados extremamente críticos na região do São Cristóvão. Em meio à crise econômica nacional e a queda de receitas que afetam as administrações municipais de todo o pais, é importante buscar parcerias, a exemplo desta, para investimentos na cidade”, afirmou Edivaldo.

O secretário municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Canindé Barros, destacou que está é mais uma obra viária de grande relevância para melhoria do trânsito naquele setor. “O projeto a ser desenvolvido vai facilitar o fluxo de veículos e acabar os engarrafamentos no local, principalmente nos horários de pico”, disse Canindé Barros.

De acordo com o projeto, será retirada a rotatória que fica no cruzamento das avenidas Guajajaras com a Lourenço Vieira da Silva e será instalado um conjunto semafórico de dois tempos. “Essa alteração vai permitir maior fluidez ao trânsito naquele trecho, que hoje é bastante congestionado. É um complemento à obra realizada na Cohab, que está em fase de conclusão”, destaca o secretário da SMTT.

O projeto inclui a construção de um retorno de quadra, nas proximidades do Banco do Brasil. A alteração do traçado nesse local vai transformar em mão única o trecho entre o Terminal de Integração do São Cristóvão à Avenida Guajajaras.

Com a obra, quem transita no sentido Guajajaras em direção aos bairros da região, passará a fazer o retorno de quadra, passando por trás do banco, depois cruzar a Avenida Guajajaras novamente e seguir pela Avenida 2 até a Cidade Operária e outros bairros da região. Sinalização horizontal nos percursos alterados também estão incluídas no projeto de mobilidade urbana.

Com informações da Redação – Agência São Luís

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Retorno da Forquilha: SMTT implanta sinalização e via deve ser inaugurada

O Secretário Canindé Barros, fiscaliza quase que diariamente as obras do retorno da forquilha, via passa por sinalização e deve ser entregue nos próximos dias; Sentido Cohab-São Cristóvão já foi liberado

Secretário vistoriou obras do Retorno da Forquilha

O Secretário Municipal de Trânsito e Transportes de São Luís, Canindé Barros, acompanhou a implantação do sistema de sinalização no Retorno da Forquilha, via será entregue nos próximos dias. Canindé aproveitou e autorizou  a liberação do sentido Cohab-São Cristóvão para desafogar o trânsito. 

“Iniciamos a implantação da sinalização semafórica e da sinalização vertical; e as obras do cruzamento estão em fase de conclusão, estamos  fazendo a geometria da via, dividindo o fluxo sentido Cohab-Anil e sentido Cohab-São Cristóvão”, afirmou Canindé.

Com a conclusão das obras, o trânsito em toda a extensão das avenidas Guajajaras, Estrada de Ribamar sentido Anil, Jerônimo de Albuquerque e na Estrada de Ribamar (MA 201), deve fluir com mais agilidade. A Prefeitura de São Luís deverá entregar a importante obra para a população de São Luís, e atender também a demanda dos moradores de Paço do Lumiar e São José de Ribamar.

 Em tempo : A parceria da obra da Forquila é com o Governo do Estado.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

O oportunismo midiático de Duarte Júnior

Se há no governo comunista alguém que queira aparecer mais do que o governador Flávio Dino, este alguém Duarte Júnior, do Procon

Duarte Junior em mais uma ação oportunista e querendo aparecer mais do que o patrão comunista, tentou hoje (20), virar todos os holofotes da mídia para si sobre o sistema de transportes e a volta da venda de crédito de meia passagem à estudantada.

O oportunismo chegou a um ponto que ele perdeu o ‘time’ e passou vergonha nas redes sociais. Tudo porque o próprio secretário de transportes, Canindé Barros, divulgou ontem à noite que o sistema havia sido normalizado, tanto publicou antes do que Duarte, que o ‘post’ do secretário está há 19 horas, e do presidente do Procon, há apenas 2.

A gana em aparacer é tão grande que depois de tudo resolvido o nobre “GAROTO DA MÍDIA”, na vontade de ‘twittar’, tentou se cobrir de méritos indevidos, veja!!!!

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Velocidade excessiva gerou mais de 14 mil multas em São Luís

Média é de 15o multas por dia nos primeiros três meses de 2017; os dados são do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão

SÃO LUÍS – De janeiro a março deste ano, condutores de São Luís já cometeram mais de 14 mil infrações por excesso de velocidade. Média é de 159 por dia nos primeiros três meses de 2017.

Os dados são do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran). Recentemente, vários fotossensores, popularmente conhecidos como pardais, e barreiras de controle de velocidade foram retirados de algumas das principais avenidas.

Transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20% foi a infração mais cometida pelos condutores no primeiro trimestre deste ano. Dirigir em excesso de velocidade é perigoso, pois, quanto maior a velocidade do veículo, maiores são os riscos de acidentes, pois o condutor não consegue realizar frenagens de emergência em tempo hábil para evitar uma colisão. Além disso, em caso de atropelamento, quanto maior a velocidade do veículo, maiores o impacto da batida e as chances de a colisão deixar sequelas graves ou ser fatal.

Transitar em velocidade superior à máxima permitida para o local gera multa, segundo o Artigo 128 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O valor varia de acordo com a porcentagem ultrapassada do limite permitido, podendo chegar a R$ 574,61 no caso de velocidade superior acima de 50% do permitido, que é considerada infração gravíssima. Esta, aliás, foi a quinta infração mais cometida até agora.

No ranking das 10 violações às leis de trânsito mais registradas este ano, aparece ainda transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 20% até 50%, na segunda posição.

Prática

São Luís sempre foi uma cidade com registros elevados de excesso de velocidade, pois muito condutores desrespeitam a legislação de trânsito e trafegam acima da média permitida nas principais avenidas da capital. Uma prática recorrente dos motoristas é a de reduzir a velocidade ao se aproximar da fiscalização eletrônica (barreiras e fotossensores) para não serem multados e retomarem a velocidade inicial após se distanciar do equipamento.

Mas a situação ficou ainda mais grave após a retirada, pela Prefeitu­ra de São Luís, dos fotossensores instalados nos semáforos com o objetivo de coibir a ação daqueles motoristas que insistem em avançar os sinais quando fechados para o trânsito. Sem os equipamentos, não há como identificar os infratores e aplicar as devidas penalidades, o que coloca em risco não só a segurança de quem trafega nas vias, mas também a vida de pedes­tres que precisam atravessá-las.

Nas avenidas Daniel de La Touche, Litorânea e Holandeses, quase todos os pardais foram retirados. Também na dos Holandeses a barreira eletrônica está desativada, deixando os motoristas livres para cometerem infrações.

Números

11.548 multas por transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20%
2.359 multas por transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 20% até 50%
457 multas por transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 50%

Leia mais notícias em OEstadoMA

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais