Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Escândalo!!! Sócio do deputado Sérgio Frota é vendedor de ‘notas frias’, aponta polícia

Empresário pego em operação que apontou desvios milionários é sócio do deputado estadual Sérgio Frota (PSDB), presidente do Sampaio Corrêa

Prisão de organização criminosa que desviou, durante anos, milhões dos cofres públicos da prefeitura de Cachoeira Grande, pela Polícia Civil do Maranhão, revelou que um dos canais de escoamento de dinheiro público era a empresa Habitat LTDA, pertencente ao analista de sistema Cesar Roberto Mendes Ahid.

Apuração do Blog do Domingos Costa, mostra que o empresário das ‘notas frias’ é sócio do deputado estadual Sérgio Frota (PSDB), presidente do Sampaio Corrêa.

Frota e Ahid, além de mais uma terceira pessoa identificada como Genésio Bertraid Neto, formam o quadro societário da HCG, empresa de sistemas corporativos.

Sérgio Frota, se disse surpreso, ainda considerou Cesar Ahid um dos melhores analistas de sistema do Maranhão, mas avaliou que se ele cometeu alguma ilicitude “terá que responder pelos seus atos”.  “Me causa espécie essa situação, não sabia que ele tinha essa empresa, o Cesar é sócio da HCG desde 1988, tem uma vida discreta e é excelente profissional, extremamente inteligente”, finalizou o deputado.

O delegado Ricardo Moura, da Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (Seccor), disse que não houve pedido de prisão de Cesar Ahid, pelo menos neste momento, porque tanto ele, como Alexandre Simão Abreu, dono da A. S. Abreu, colaboraram com as investigações.

“Inclusive, foram eles que forneceram o caderno de anotações das propinas, importante prova material da apuração desse caso”, afirmou o delegado que também explicou o fato da prisão ter efeito de ajudar nas investigações que agora continua em nova fase.

Empresa modificou seu objeto social e desviou milhões em Cachoeira Grande.

A Habitat LTDA, com capital social  de R$ 150 mil, possui endereço de fachada na Rua Sete nº 09, quadra 04, bairro do Vinhais em São Luís. Além de Cesar Ahid possui também como sócio Celso Raposo de Campos Filho.

De acordo com o delegado da operação, foram constatados dois contratos com indícios de superfaturamento. O primeiro era firmado com a empresa Habitat, responsável em administrar condomínios. O livro-caixa da empresa contém inúmeros pagamentos de ‘honorários’ à Prefeitura de Cachoeira Grande. Mas, de acordo com fontes fidedignas, esses repasses revelam um esquema fraudulento entre a empresa e o município. Os valores generosos variam entre R$ 45 mil e R$ 120 mil.

A empresa Habitat ganhou um contrato fora dos padrões em 2012 para prestar serviços de limpeza interna e externa nos prédios públicos municipais, pelo prazo de 12 meses. No entanto, nunca realizou uma limpeza nos locais. Pela prestação de serviço, a empresa ganhou a absurda quantia de R$ 3.119.189,04. No ano seguinte, a prefeitura assinou um termo aditivo com a empresa.

Em outra transação, as investigações descobriram um contrato com uma empresa de locação de maquinário, porém as maquinas alugadas pertenciam ao sobrinho do ex-prefeito, que se encontra foragido e que recebia cerca de R$27 mil por mês.

Envolvidos

Na operação foram presos o ex-prefeito Cachoeira Grande, Francivaldo Vasconcelos Sousa e seu filho, Alexandre Vasconcelos Oliveira Souza.

Gustavo Vasconcelos Oliveira Souza, sobrinho do ex-gestor e filho do ex-deputado Pedro Vasconcelos, e o contador Pedro Henrique Silva dos Santos, estão foragidos.

No tapetão!!! Sampaio Corrêa é campeão do 2º turno do Maranhense

Depois de conquistar o direito de jogar a final em uma longa disputa judicial, Sampaio Corrêa venceu o Cordino e sagrou-se “campeão” do 2º turno do Campeonato Maranhense

Depois de vencer uma longa batalha judicial contra o Moto Club pela vantagem na semifinal do segundo turno do Campeonato Maranhense, o Sampaio Corrêa disputou, na noite desta quarta-feira (7), no Estádio Castelão, a segunda partida da final contra o Cordino, após empate por 1 a 1 no jogo de ida, disputado em Barra do Corda. Precisando da vitória, não só para garantir o troféu do returno, mas também o calendário cheio em 2018, o Sampaio aproveitou o fator casa, bateu o Cordino por 4 a 1 e confirmou o título.

Cansado Cordino

Desgaste físico atrapalhou o Cordino, afirmou o técnico Marlon Cutrim

Em entrevista à rádio Mirante AM, o técnico Marlon Cutrim criticou a batalha judicial entre Sampaio Corrêa e Moto Club, que paralisou o Campeonato Maranhense, e lamentou o cansaço do elenco do Cordino, que teve pouco tempo de descanso depois da derrota para o Tocantins, no domingo (4), pela Série D – Todo o percurso foi feito de ônibus.

“Fico triste com a falta de compreensão com a nossa equipe. Pegamos uma viagem desgastante, o desgaste físico foi muito grande. Agora a gente tem que trabalhar, temos um jogo decisivo pelo Brasileiro e vamos encarar o Sampaio na próxima quinta-feira”, disse o treinador do Cordino.

Escândalo no Futebol Maranhense!!! Regulamento foi alterado para beneficiar deputado

A Federação Maranhense de Futebol – FMF “interfrotou” o Regulamento do Campeonato Maranhense de Futebol diferente do que foi praticado em 2016. “Interfrotação” rasga o Estatuto do Torcedor, a ética e a pouca moral que a entidade ainda tinha

Algo de muito podre está ocorrendo no Futebol Maranhense, a FMF modificou a regra da competição na véspera do jogo que iria definir os finalistas. Todos estão acompanhando o desenrolar do imbróglio envolvendo a Federação Maranhense de Futebol no que diz respeito à lambança emplacada este ano.

A FMF, através de sua Vice-presidência de competições editou uma “PORTARIA” para declarar o Sampaio Corrêa como detentor de vantagem para jogar pelo empate contra o Moto Club no jogo válido pela semifinal do campeonato, que acabou empatado em 2 a 2.

Renda, Mando de Campo e vantagem de jogar pelo empate foram transferidos, via Portaria, para o tricolor.

O Moto Club de São Luís deu entrada em Mandado de Segurança, para que o Tribunal de Justiça Desportiva revisse a portaria a FMF e aplicasse o regulamento, que dá ao primeiro colocado do grupo a vantagem de jogar pelo empate.

O Sampaio foi o 2º colocado do Grupo A com 8 pontos e o Moto, o 1º do Grupo B com 6 pontos. 

A Tabela do 2º turno também beneficiou o Sampaio Corrêa, que de 4 jogos, fez 3 dentro de casa em confrontos contra o Cordino, Americano e Maranhão, todos no estádio Castelão.

Já o Moto Club teve que jogar em São José de Ribamar, no péssimo estádio do São José, o Dário Santos e depois teve que ir à Imperatriz, cerca de 1300 quilômetros no total. 

O Moto se baseou na regra contida no Regulamento, que é o mesmo do campeonato de 2016, e que ano passado a FMF deu a vantagem ao primeiro colocado dos grupos, independentemente se os segundos colocados tiveram mais pontos do que os primeiros dos outros grupos.

O Estatuto do Torcedor, em seu Artigo 9º, parágrafo 5º é bem claro, o Regulamento de todas as competições no Brasil só podem ser modificados após 2 anos de vigência do mesmo, portanto, não será uma “Portaria” que definirá o campeonato.

§ 5º É vedado proceder alterações no regulamento da competição desde sua divulgação definitiva, salvo nas hipóteses de:
I – apresentação de novo calendário anual de eventos oficiais para o ano subseqüente, desde que aprovado pelo Conselho Nacional do Esporte – CNE;
II – após dois anos de vigência do mesmo regulamento, observado o procedimento de que trata este artigo.

A FMF cometeu um crime após modificar o Regulamento e para justificar o golpe, utilizam o artifício que só agora a entidade fez uma interpretação do regulamento, fato este que é enganoso, desleal e criminoso. A interpretação do regulamento feito pela própria FMF, na qual aplicou em 2016, diz claramente que “mesmo tendo maior número de pontos o segundo colocado não terá a vantagem de jogar pelo empate, mas sim os primeiros colocados de cada grupo”.

A FMF diz que este ano, dois dias antes do jogo decisivo, baixou a portaria com a nova interpretação, contudo, o relator do Mandado de Garantia do Moto Club, Gutemberg Braga, nos campeonatos anteriores a vantagem prevista nos regulamentos sempre foi do primeiro colocado em cada grupo.

Com isso, a “Porcaria” editada da FMF gerou uma vantagem INDEVIDA ao Sampaio Corrêa criando um clima ridículo na Federação.

O deputado estadual Sérgio Frota (PSDB), largou a Assembleia Legislativa do Maranhão e se mandou para o Rio de Janeiro, para tentar mexer os ‘pauzinhos’ e dar um jeitinho brasileiro na decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva – STJD, tanto que conseguiu liminarmente suspender o Campeonato Maranhense.

A bem da verdade é que 2018, teremos eleições e se o Sampaio Corrêa não tiver calendário, os votos não aparecem,  a tábua de salvação do deputado-presidente da Bolívia Querida está em jogo. Se perder esta no STJD, Sérgio Frota não terá mais uma ‘bandeira’ para levantar, a não ser que invista pesado na Série C e faça subir o time para o Brasileirão da série B, mas esta é outra história.

O interesse agora é outro…

 

Em primeira mão!!! Secretário de Esportes vai assumir o Sampaio Corrêa

Já está tudo acertado e o Sampaio Corrêa terá um novo comando já no próximo mês, e contará com reforços para o Campeonato Brasileiro da série C

O Blog recebeu a informação que o acordo já estaria adiantado entre o atual presidente Sérgio Frota e o Secretário de Esportes e Lazer, Márcio Jardim. O acordo teria sido fortalecido pela derrota para o Internacional em pleno Estádio do Castelão e diante da sua torcida que pediu a saída do atual presidente da Bolívia Querida.

A atual gestão do Sampaio fez na tarde de ontem (9), uma varredura no elenco tricolor, mandando para casa 7 (sete), jogadores.  

Se a fonte do Blog não falhar, será uma boa notícia para a Bolívia Querida e sua imensa torcida, uma vez que com a vinda de Jardim ao clube, apoios importantes podem chegar e garantir um time competitivo, coisa que já não ocorre nos dois últimos anos.  

Rebaixado, pior campanha histórica na Série B, veja os “profissionais” do Sampaio Corrêa

Veja as caras dos “profissionais” que contribuíram diretamente para a derrocada do clube maranhense

sergiofrota

O time do Sampaio Corrêa Futebol Clube – SCFC, de 2016, além de ser rebaixado para a terceira divisão do Campeonato Brasileiro em 2017, ficará marcado nos anais do futebol brasileiro como o pior time da segunda divisão desde a era dos pontos corridos. Hoje, segunda-feira (14), a comissão de futebol do clube foi demitida pelo principal responsável das glórias e também desgraças da “Bolívia Querida”.

Com uma campanha vexatória, o Sampaio Corrêa durante as 36 rodadas disputadas pelo campeonato, somou apenas 27 dos 108 pontos até aqui disputados. Confusões extra-campo, escândalos em compra e venda de terreno do clube, agressões físicas e verbais, orgias, cachaçadas e muito antiprofissionalismo marcaram a vida do clube neste ano que deve ser esquecido.

Veja abaixo, a relação nominal e as caras dos “profissionais” que contribuíram diretamente para a derrocada do clube maranhense.

Goleiros: Jean, Naylson e Rodrigo Ramos

goleiros-scfc

Zagueiros: Alex Baiano, Breno, Héverton, Luiz Otávio, Marques, Mimica, Paulo Sérgio e Wagner Fogolari

zagueiros-scfc

Laterais: Eder Sciola, Esquerdinha, Guilherme Lucena, Itapera, Rafael Estevam e Ruhan

laterais-scfc

Volantes: Carlos Copetti, Diego Lorenzi, Diogo Orlando, Tássio

volantes-scfc

Meias: Cleitinho, Daniel Barros, Enercino, Felipe Costa, Fernandinho, Gustavo Marmentini, Hiltinho, Lucas Sotero e Rayllan

meias-scfc

Atacantes: Edgar, Felipe Paulista, Henrique, Pimentinha e Thiago Santos atacantes-scfc

Flávio Araújo é o novo técnico do Sampaio Corrêa

Campeão brasileiro da Série D em 2012, pelo tricolor, o “Rei do Acesso” substituirá Wagner Lopes

Flávio

Menos de 24 horas depois da saída de Wagner Lopes, o Sampaio Corrêa anunciou, por meio de seu site oficial, a contratação de um velho conhecido para comandar a equipe no restante da temporada. Depois de uma negociação intensa, que se estendeu até a madrugada desta quarta-feira (3), a diretoria da Bolívia Querida confirmou o retorno de Flávio Araújo, o “Rei do Acesso”, que irá para a sua terceira passagem pelo clube maranhense e será o quarto treinador tricolor no ano. Flávio, que não treina uma equipe desde julho, quando se demitiu do Cuiabá, será apresentado oficialmente na tarde desta quinta-feira (4), no CT José Carlos Macieira.

Acostumado a brigar por acessos e títulos no Sampaio Corrêa, Flávio Araújo encontrará uma situação inédita nesta terceira passagem pelo Tricolor. Depois de perder o título estadual para o rival Moto Club e ser eliminado precocemente da Copa do Brasil e da Copa do Nordeste, o Sampaio amarga a última posição do Campeonato Brasileiro Série B, com apenas 12 pontos em 18 jogos. A diferença para o Bragantino, equipe de pior campanha entre as que estão fora da zona do rebaixamento da Segundona, é de oito pontos.

Assim como o Sampaio Corrêa, Flávio Araújo também busca uma recuperação nesta temporada. No início deste ano, Flávio foi contratado pelo Fortaleza, depois de levar o River (PI) à decisão do Campeonato Brasileiro Série D em 2015, mas foi alvo de críticas por parte da torcida do Tricolor do Pici e deixou o comando da equipe em março, mesmo com um aproveitamento de 69%. Depois do Fortaleza, Flávio Araújo não conseguiu evitar o rebaixamento do Mogi Mirim no Campeonato Paulista e teve um desempenho irregular no comando do Cuiabá, que disputa a Série C.

História vitoriosa no Sampaio Corrêa

Considerado um dos maiores treinadores da história do Sampaio Corrêa, Flávio Araújo, de 53 anos, iniciou a sua trajetória pelo Tricolor em março de 2012, credenciado por grandes campanhas com Icasa e América-RN, que subiram para a Série B em 2009 e 2011, respectivamente. Flávio precisou de pouco tempo para cair nas graças da torcida do Sampaio: além de faturar o Campeonato Maranhense, o Bolivão conquistou o título invicto do Campeonato Brasileiro Série D, terceiro título nacional de sua história, e confirmou presença na Série C de 2013.

Logo depois do título brasileiro, Flávio Araújo acertou transferência para o Remo, mas não ficou muito tempo na equipe paraense e retornou ao Sampaio Corrêa em maio de 2013, pouco antes da primeira partida do Tubarão no Campeonato Brasileiro Série C. Em mais uma campanha histórica, o treinador cearense conduziu o Sampaio a mais um acesso, desta vez para a Série B de 2014, e foi vice-campeão da Terceira Divisão, após perder a decisão para o Santa Cruz.

Já em 2014, Flávio Araújo conquistou mais um título maranhense pelo Sampaio Corrêa, liderou a equipe em uma campanha de destaque na Copa do Brasil, com direito a uma vitória sobre o Palmeiras no Estádio Castelão, e manteve o Tubarão em uma posição de destaque nas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro Série B, mas o desgaste entre treinador e diretoria acabou resultando no desligamento de Flávio Araújo. Mesmo depois de ter deixado o Sampaio, o técnico cearense até hoje é idolatrado por grande parte da torcida da Bolívia Querida.

Com informações do Imirante

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache