Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Canindé Barros acerta em rever erros e diz que objetivo do monitoramento não é multar

Acertadamente, o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, anunciou o cancelamento das autuações em duplicidade e eventuais erros

Este Blog já fez reiteiradas matérias sobre o “trânsito animal” que São Luís vive cotidianamente, motociclistas atropelando pedestres, carros atropelando motociclistas, motoclistas atropelando os carros, acidentes, mortes e infrações de todas a espécie, enfim, muita confusão. Acertadamente, a SMTT instala câmeras de vídeo-monitoramento para punir os que estão à margem do Código de Trânsito Brasileiro – CTB.

O vídeo-monitoramento em São Luís é mais do que necessário em face de muitos condutores, principalmente motociclistas não respeitarem as leis, efetuam ultrapassagens proibidas, não respeitam a faixa de pedestres, por exemplo, neste momento que faço esta postagem, uma senhora de 60 anos de idade acaba de ser colhida por um “motoqueiro”, no bairro do João Paulo, na faixa de pedestre em frente à escola São Vicente de Paulo.

Canindé Barros, acertou ao corrigir os erros eventuais e já determinou o cancelamento das autuações emitidas em duplicidade e as autuações geradas em um trecho da faixa da Avenida Colares Moreira, nas imediações da saída da Lagoa da Jansen, no Renascença, a empresa responsável por prestar o serviço, foi notificada pela secretaria.

Ele explicou que os condutores não precisam se preocupar em relação às multas registradas de forma inadequada. “A infração existiu, mas por conta desse problema técnico com a impressão das multas, determinamos o cancelamento de todas as multas que foram geradas em duplicidade. Até o início da próxima semana, as infrações serão automaticamente retiradas do sistema”, esclareceu o titular da SMTT.

O secretário afirmou, também que o sistema de fiscalização eletrônica instalado em São Luís é um dos mais modernos do país.

 

“O sistema de fiscalização eletrônica instalado em São Luís é um dos mais modernos do país. Os fotossensores observam o uso incorreto das faixas de ônibus, a ultrapassagem da velocidade permitida e o avanço de sinal vermelho em dezenas de pontos dos principais corredores urbanos da cidade.”O cumprimento dessas leis é uma postura que contribui para a promoção de um trânsito mais seguro para todos”, concluiu o secretário.

 

SMTT acerta em fiscalização eletrônica no trânsito de São Luís

Imprudência de motociclistas e condutores de veículos devem cair com as fiscalizações eletrônicas instaladas em São Luís – quem não se enquadrar vai perder dinheiro

O trânsito de São Luís parece que vai tomar um rumo mais humanizado com a implantação da fiscalização eletrônica. Talvez agora, motociclistas sejam mais prudentes e não avancem o sinal vermelho, condutores dos carros, possam parar aos pedestres, quando estiverem na faixa – coisas assim eram quase que inexistentes na Capital.

A fiscalização eletrônica era mais do que necessária para coibir a violência no trânsito de São Luís, que parecia não ter leis e muito menos punição. A partir de agora, quem não se enquadrar nas Leis do Código Trânsito Brasileiro – CTB, vai ser penalizado no bolso e quem sabe, parar atrás das grades.

O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, afirmou que a Prefeitura de São Luís terá maior controle sobre o fluxo de veículos nas vias públicas da capital, por meio do novo sistema de monitoramento de trânsito que já está em fase prévia de operação.
“O Centro de Controle de Operações de Trânsito é uma ferramenta que estamos implantando para garantir mais controle do trânsito da cidade, tornando-o mais seguro, moderno e organizado”, afirmou o titular da SMTT.
Segundo Canindé, a divulgação do trabalho executado pelo Centro de Controle tem como finalidade informar a população sobre a implantação do sistema e o início da operacionalização do serviço, para que os condutores tenham conhecimento prévio do moderno sistema, que passará funcionar na cidade nos próximos dias.

Absurdo!!! Empresários querem aumentar passagem para R$ 4,16, entenda por que é ilegal

Os empresários querem aumentar a passagem para R$ 4,16. Transporte em São Luís é licitado; Prefeitura diz que não aumenta mais do que R$ 3,10 e discussão deve ir à Justiça 

O tema foi, é e sempre será polêmico quando se trata de aumento de tarifa no transporte coletivo, seja em São Luís ou em qualquer lugar do Brasil, principalmente por se tratar de impacto no bolso de trabalhadores, estudantes, pais e mães de famílias.

Em São Luís, o transporte coletivo público foi licitado e a competência são dos consórcios que operam o sistema, contudo, compete ao poder público municipal, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte – SMTT, gerir, planejar, supervisionar, fiscalizar o serviço público de transporte coletivo urbano.

Está previsto nas cláusulas contratuais do contrato de concessão, o REAJUSTE das tarifas e  com as alterações tarifárias, os níveis I e II, que correspondem ao sistema não integrado, passam a custar para o usuário do setor a quantia de R$ 2,70. Já o sistema integrado passou de R$ 2,90 para R$ 3,10.

Mas, o Sindicato dos empresários, SET, afirma que mesmo após o anunciado reajuste de tarifas do transporte público, o sistema ainda pode parar porque o aumento não é o suficiente para a categoria.

De acordo com o SET, em virtude dos investimentos após a licitação, a tarifa adequada seria de R$ 4,16.

Portanto, como a Prefeitura de São Luís não vai conceder aumento além de R$ 3,10, o que vai acontecer é que o dirimir das cláusulas contratuais vai parar na justiça. Com mandado de segurança para um, liminar para outro, e assim caminhará a discusssão do transporte coletivo de São Luís.

São Luís mais segura no trânsito com a nova sinalização eletrônica

“A fiscalização eletrônica traz maior segurança ao trânsito, dando tranquilidade tanto para o motorista quanto para o passageiro”

Com a fiscalização que começou a funcionar na última sexta-feira (10), em caráter definitivo, o poder público municipal monitora o trânsito da cidade através de fotossensores, além de câmeras para detectar, entre outras infrações, o uso de celular na direção, formação de fila dupla, avanço de sinal, estacionamento irregular e o não uso do cinto de segurança. Equipamentos como barreiras eletrônicas, para redução de velocidade em trechos específicos, também estão integrados ao sistema de monitoramento do trânsito da capital.

“A fiscalização eletrônica traz maior segurança ao trânsito, dando tranquilidade tanto para o motorista quanto para o passageiro”, ressaltou o taxista William Abreu, 32 anos. A categoria está entre os beneficiados com a implantação do novo sistema de fiscalização eletrônica no trânsito, já que a instalação de fotossensores nas vias permitiu a criação de uma faixa exclusiva para ônibus, ambulâncias, táxis com passageiro e viaturas das polícias e da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT).

O secretário municipal de Trânsito e Transporte, Canindé Barros, destaca que os benefícios da nova fiscalização eletrônica vão trazer maiores seguranças ao trânsito da capital. “O cumprimento das leis de trânsito, especialmente a atenção aos limites de velocidade, é uma postura que contribui para a promoção de um trânsito mais seguro para todos. Por isso, estamos estimulando os condutores para esse respeito à sinalização. Essa é uma ação que também faz parte do projeto de reestruturação do sistema de trânsito e transporte da cidade”, afirmou o secretário.

FAIXAS EXCLUSIVAS

Outras estratégias, como a da faixa exclusiva, que permite que veículos específicos circulem com mais eficiência, também integram essa nova configuração do trânsito da capital. Além de beneficiar os condutores dos veículos específicos, as faixas exclusivas – implantadas nas avenidas Colares Moreira, Castelo Branco, Cajazeiras e Rio Branco – favorecem os usuários do transporte coletivo. Para os passageiros, as vantagens incluem a possibilidade de um menor tempo de viagem.

Para Frank Sousa, 36 anos, a fiscalização do uso correto da faixa exclusiva favorece a conscientização dos condutores. “A fiscalização contribui, principalmente, para educar os condutores no trânsito. É assim, com respeito, que a faixa exclusiva terá maior eficácia, favorecendo a fluidez no trânsito”, disse.

Os fotossesores estão localizados em trechos da Avenida Daniel de La Touche, nas imediações do Colégio Adventista, do Bambuzal e da Avenida Principal do Cohajap; da Avenida Colares Moreira, próximo ao Tropical Shopping e Loja da TAM; da Avenida Castelo Branco, nas imediações da Igreja do São Francisco e do Posto Hélio Viana. Também podem ser encontrados na São Luís Rei de França, na altura da Caixa Econômica e da Extrafarma; na Carlos Cunha, próximo ao Fórum de Justiça; na Jerônimo de Albuquerque, nas proximidades da Forquilha, entre outros pontos da cidade.

Fiscalização eletrônica começa a multar amanhã (10), de novembro

A partir de amanhã, sexta-feira (10), o Sistema de Fiscalização Eletrônica de São Luís estará funcionando pra valer

A fiscalização com os radares eletrônicos garantirá segurança a motoristas e pedestres, além de organizar o bagunçado trânsito de São Luís, além de garantir o controle do trânsito. A fiscalização passa a funcionar em definitivo após um mês em caráter experimental.

Além do controle da velocidade máxima permitida que são de 60 KM/h, vários pontos da cidade, irão multar o condutar que avançar o sinal vermelho em mais de 30 semáforos, dentre eles os trechos da Avenida Daniel de La Touche, nas imediações do Colégio Adventista, do Bambuzal e da Avenida Principal do Cohajap; da Avenida Colares Moreira, próximo ao Tropical Shopping e Loja da TAM; da Avenida Castelo Branco, nas imediações da Igreja do São Francisco e do Posto Hélio Viana.

Na avenida São Luís Rei de França, os equipamentos estão instalados entre a Caixa Econômica e a Extrafarma; na Carlos Cunha, próximo ao Fórum de Justiça; na Jerônimo de Albuquerque, nas proximidades da Forquilha, entre outros pontos da cidade, todos eles com fiscalização nos dois sentidos da via.

Fiscalização da Faixa Exclusiva (Linha Azul) 

A fiscalização eletrônica fará o monitoramento nos corredores exclusivos, pelos quais somente poderão trafegar ônibus, ambulâncias, táxis com passageiro e viaturas das polícias e da SMTT. A conversão pelos corredores exclusivos somente poderá ser feita por quem for realizar a conversão à direita. O uso indevido dessas faixas exclusivas incorre em Infração gravíssima.

A fiscalização também se estende aos ônibus, pois, se os veículos saírem da faixa exclusiva serão multados pela infração cometida. Os corredores exclusivos estão implantados nas avenidas Colares Moreira, Castelo Branco, Cajazeiras e Rio Branco.

Fique ligado! Dirija dentro da lei, do contrário, você receberá sua multa em casa!

Atenção imprudentes!!! Novos fotossensores terão tecnologia mais moderna

Até mesmo as faixas exclusivas para ônibus serão monitoradas; instalação dos equipamentos iniciou no dia (4), e estará completa em 30 dias

Os 30 novos fotossensores que começaram a ser instalados na capital maranhense terão uma tecnologia mais moderna. É o que garante a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), que será responsável pela manutenção dos equipamentos. De acordo com a pasta municipal, até mesmo as faixas preferenciais dos ônibus fixadas em vias como a Avenida Colares Moreira, por exemplo, serão monitoradas.

Ainda segundo a pasta, o objetivo da inclusão dos equipamentos nessas faixas é verificar o cumprimento das leis de trânsito, em especial, o uso dos chamados “retornos de quadra”. De acordo com a SMTT, em alguns pontos, os motoristas infringem as regras de conduta e realizam retornos em locais irregulares.

Além de verificar possíveis infrações dos condutores, os novos fotossensores deverão ser mais resistentes às ações de corrosão, especialmente em uma cidade como São Luís, com forte influência das correntes marítimas. As câmeras, de acordo com o secretário titular da SMTT, Canindé Barros, serão interligadas a uma central de monitoramento elaborada especialmente para verificar as imagens produzidas pelas câmeras. “Vamos ter aqui na Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte uma Central de Controle de Operações que vai permitir o monitoramento em tempo real dos principais corredores de transportes”, frisou o gestor.

Outro trecho que deverá contar com os equipamentos será a Forquilha (na antiga rotatória de acesso a bairros como o Maiobão e Planalto Anil), que sofreu recentemente a intervenção do poder público para modificação da trajetória. A preocupação é evitar que os motoristas desobedeçam ao avanço do sinal vermelho, uma das infrações mais comuns no trânsito de São Luís.

Relembre

Os novos equipamentos – cuja instalação elétrica está a cargo da empresa Sigvias Instalações e Construções Ltda – começaram a ser fixados na sexta-feira (4). A primeira via a receber os dispositivos foi a avenida Daniel de La Touche, no conjunto semafórico situado ao lado de uma escola particular e a poucos metros do Elevado da Cohama. De acordo com a SMTT, se trata de um dos trechos mais críticos e sujeitos a acidentes da cidade. Somente na avenida Daniel de La Touche, serão três fotossensores instalados. Além destas vias, outras deverão receber os equipamentos, como as avenidas Jerônimo de Albuquerque, dos Africanos e Guajajaras.

A pasta confirmou ainda que os motoristas somente estarão expostos ao pagamento de multas, em caso de infrações flagradas pelos novos fotossensores, em até 30 dias.

Os antigos equipamentos de controle de velocidade de veículos foram retirados em abril deste ano por iniciativa da Arco Sinal (então empresa gestora), que alegou à época falta de pagamento por parte do Município.

Após a retirada da Arco Sinal, o Município (por meio da Central de Licitações) abriu certame para a seleção da nova empresa. Em junho deste ano, foi assinado o contrato entre a Prefeitura e o Consórcio LV.

Com informações de O Estado

De volta!!! SMTT vai reinstalar fotosensores em São Luís

Nos últimos meses, o número de acidentes e infrações aplicadas e as não aplicadas aumentaram muito em São Luís com a imprudência dos condutores

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), vai reinstalar no próximo mês (Agosto), os fotosensores que foram retirados pela antiga empresa administradora dos radares eletrônicos nas avenidas de São Luís.

Restou comprovado que os aparelhos são mais do que necessários para a fiscalização dos condutores uma vez que sem eles, condutores estão praticando infrações de todo a espécie em ruas e avenidas da capital.  

O secretário Canindé Barros afirmou que os equipamentos serão instalados em agosto e terão plena operação. A empresa já foi contratada por meio de licitação..

 

 

Prefeitura de São Luís firma parceria para intervenção de trânsito no São Cristóvão

A Prefeitura de São Luís, em parceria com o Grupo Educacional Pitágoras, vai executar novas intervenções no trânsito da capital

A Prefeitura de São Luís, em parceria com o Grupo Educacional Pitágoras, vai executar novas intervenções no trânsito da capital que vão impactar na melhoria da mobilidade urbana e garantir mais segurança para motoristas e pedestres.

O acordo de Cooperação Técnica foi firmado na tarde desta segunda-feira (10) pelo prefeito Edivaldo, a gerente de Projetos, Daniela Simões Celebroni; o diretor geral da Faculdade Pitagóras-Maranhão, Joel Oliveira Gomes e o secretário municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Canindé Barros.

Com a parceria, serão executadas modificações no traçado geométrico, reestruturação viária e intervenções com a retirada de estruturas nas avenidas Guajajaras, Lourenço Vieira da Silva e Avenida 2, no são Cristóvão.

O prefeito Edivaldo destacou a importância de mais uma parceria firmada para resolver problemas de mobilidade na cidade. “Esta é a segunda intervenção que estamos realizando para melhorar a mobilidade no trânsito de São Luís, em parceria com o grupo Pitágoras. É mais uma obra de grande importância, que vai eliminar engarrafamentos em pontos antes considerados extremamente críticos na região do São Cristóvão. Em meio à crise econômica nacional e a queda de receitas que afetam as administrações municipais de todo o pais, é importante buscar parcerias, a exemplo desta, para investimentos na cidade”, afirmou Edivaldo.

O secretário municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Canindé Barros, destacou que está é mais uma obra viária de grande relevância para melhoria do trânsito naquele setor. “O projeto a ser desenvolvido vai facilitar o fluxo de veículos e acabar os engarrafamentos no local, principalmente nos horários de pico”, disse Canindé Barros.

De acordo com o projeto, será retirada a rotatória que fica no cruzamento das avenidas Guajajaras com a Lourenço Vieira da Silva e será instalado um conjunto semafórico de dois tempos. “Essa alteração vai permitir maior fluidez ao trânsito naquele trecho, que hoje é bastante congestionado. É um complemento à obra realizada na Cohab, que está em fase de conclusão”, destaca o secretário da SMTT.

O projeto inclui a construção de um retorno de quadra, nas proximidades do Banco do Brasil. A alteração do traçado nesse local vai transformar em mão única o trecho entre o Terminal de Integração do São Cristóvão à Avenida Guajajaras.

Com a obra, quem transita no sentido Guajajaras em direção aos bairros da região, passará a fazer o retorno de quadra, passando por trás do banco, depois cruzar a Avenida Guajajaras novamente e seguir pela Avenida 2 até a Cidade Operária e outros bairros da região. Sinalização horizontal nos percursos alterados também estão incluídas no projeto de mobilidade urbana.

Com informações da Redação – Agência São Luís

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache