Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Vídeos: Flávio Dino apoiou candidaturas de acusadas de cobrar propina

Flávio Dino (PC do B), deu apoio partidário e eleitoral a personagens como Simone Limeira e Rosângela Curado

O governo Flávio Dino (PCdoB) tem se notabilizado pela quantidade de propina que seus agentes cobram de empresas e prestadores de serviços, segundo denúncia dos próprios achacados e de investigações da Polícia Federal.

Chama atenção também que, mesmo denunciados, os propineiros do governo Flávio Dino acabam recebendo uma espécie de salvo-conduto do próprio governador comunista, que entrega apoio político a esses personagens.

O governo já começou envolvido em escândalo deste tipo. Em 2015, a então auxiliar da Secretaria de Educação, Simone Limeira, foi denunciada por um líder indígena de ter cobrado propina de R$ 8 mil para liberar o transporte escolar nas tribos da região de Grajaú.

O indígena chegou a mostrar extratos e depósitos na conta da auxiliar comunista.

E o que fez Flávio Dino? Deu a ela a legenda do PCdoB para concorrer à Prefeitura de Grajaú.

A outra denúncia envolve a também ex-auxiliar comunista Rosângela Curado. Pilhada na Operação Pegadores da Polícia Federal, Curado teve reveladas conversas que mostram a cobrança de 10% de propina de empresas prestadoras de serviços da Secretaria de Saúde.

Afastada do governo desde 2015 – em condições obscuras – a ex-auxiliar continuou a mandar em unidades de saúde, até ser presa pela Polícia Federal.

E o que fez Flávio Dino com ela?

Deu apoio da legenda do PCdoB à sua candidatura a prefeita de Imperatriz, e ainda foi para vários comícios…

Com informações da Coluna Estado Maior

Flávio Dino nomeou Lenijane Rodrigues na saúde; ela era a responsável pela folha, diz PF

Segundo a PF, Lenijane, conhecida como ‘Jane’ é integrante da organização criminosa que desviou dinheiro da saúde; ela foi nomeada por Flávio Dino 

Nomeada pelo governador Flávio Dino (PC do B), no primeiro mês de sua gestão, Lenijane Rodrigues é pessoa de confiança do governador e era responsável pela folha de pagamento na Secretaria de Saúde. Segundo afirma a Polícia Federal, ela é integrante da Organização Criminosa que desviou dinheiro da saúde dos maranhenses.

Para a PF, Jane Rodrigues, que é também cunhada do todo poderoso secretário de comunicação e articulação política do Maranhão,  Márcio Jerry (PC do B), atuava em desvios de verbas públicas federais enviadas à pasta por meio do Fundo Estadual de Saúde entre o período de 2015 a 2017.

A funcionária de confiança do governador Flávio Dino, também, aparece na relação das 424 pessoas que compunha a “folha complementar”, ou seja, além do salário pago pela secretaria de saúde, ela recebia pagamentos extras de R$ 3 mil, segundo consta nos autos.

Corrupção sem freio no governo Flávio Dino PC do B

Principal membro do governo Flávio Dino (PC do B), Márcio Jerry tem duas pessoas diretamente ligadas a ele no esquema desbaratado pela Polícia Federal

R$ 50 mil foi a quantia bloqueada na conta da cunhada de Márcio Jerry, Jane Rodrigues

A Operação Pegadores, da Polícia Federal, revelou uma estranha proximidade dos gabinetes e pessoas muito próximas do governador Flávio Dino com os malfeitos descobertos na Secretaria de Saúde.

Seu principal auxiliar, presidente do seu partido, amigo de longas datas e lugar-tenente de suas ações políticas e pessoais, jornalista Márcio Jerry, aparece como vínculo direto de pelo menos dois personagens da trama.

A enfermeira Keilane Silva, tida como amiga de Márcio Jerry, motivo pelo qual recebeu contracheque de R$ 13 mil em Imperatriz, foi o pivô da investigação. Ainda em 2015, surgiu a notícia de que a amiga de Jerry recebia um alto salário como enfermeira em Imperatriz apenas pelo fato de ter relação com o secretário.

Operação teve início em 2015, as investigações se voltaram ao contracheques de Keilane Silva

Foi a partir dela que a Polícia Federal decidiu investigar o esquema.

Mas o supersecretário de Flávio Dino tem gente ainda mais próxima envolvida no esquema. Sua cunhada, Jane Rodrigues, que teve R$ 50 mil bloqueados pela Justiça Federal e é apontada como um dos cabeças da lista de funcionários fantasmas da SES. Casada com um dos irmãos de Jerry, Jane se aproxima do gabinete de Flávio Dino por meio do cunhado, principal auxiliar do governador.

A trama descoberta pela Polícia Federal bota, portanto, o esquema da Operação Pegadores no principal gabinete do Palácio dos Leões, por intermédio de Márcio Jerry, o homem de confiança do comunista.

Com informações de Estado Maior, de O EstadoMaranhão

 

Operação Pegadores: Rosângela Curado vai falar…

Estima-se que o depoimento de Curado possa durar cerca de 20 horas, para esclarecer o ‘modus operandi’ da Organização Criminosa implantada na Saúde do Maranhão, segundo acusou a PF

Rosângela Curado é literalmente, o braço direito do governador do Maranhão

A ex-secretária de Saúde assumiu a pasta no começo do governo Flávio Dino (PC do B), era mulher forte no início e depois foi repentinamente demitida, até hoje não se sabe os reais motivos, talvez a operação da Polícia Federal consiga esclarecer os reais motivos.

Corre à boca miúda, que a aliada do governador Flávio Dino, Rosângela Curado que está presa na cela da Polícia Federal, vai depor hoje (17), aos membros responsáveis pela operação que apontou desvios milionários na gestão comunista. Estima-se que o depoimento dela possa durar cerca de 20 horas, para esclarecer o ‘modus operandi’ da Organização Criminosa implantada na saúde do Maranhão, segundo a PF e a Controladoria Geral da União.

Mulher que operava os “empregos”, Curado deve explicar amplamente como e o porquê a enfermeira Keilane Silva, recebia mensalmente mais de R$ 14 mil (Quatorze Mil Reais), e dentre outros funcionários que recebiam sem nem pisar nas Unidades de Saúde.

Em tempo: há quem diga que a indicação da enfermeira Keilane Silva, seja indicação pessoal de um super-secretário do governo Flávio Dino

E mais: para receber um salário ‘pomposo’ deste tem que ser uma enfermeira muito boa.

Pra fechar: será que Curado vai delatar???

Confira os nomes dos presos pela PF em operação contra o governo Flávio Dino

Polícia Federal liberou documentos sobre a ‘Operação Pegadores’. Foram 17 mandados de prisões preventivas e outros 28 pedidos de busca e apreensão

PEDIDOS DE PRISÃO PREVENTIVA

ANTÔNIO JOSÉ MATOS NOGUEIRA

CHISLEANE GOMES MARQUES

MARIANO DE CASTRO SILVA

LUIZ MARQUES BARBOSA JÚNIOR

ROSÂNGELA APARECIDA DA SILVA BARROS  (Rosângela Curado)

 

PEDIDOS DE PRISÃO TEMPORÁRIA (5 DIAS)

ANTÔNIO AUGUSTO SILVA ARAGÃO (ARAGÃO DO IDAC)

BENEDITO SILVA CARVALHO

FLÁVIA GEORGIA BORGES GOMES

IDEIDE LOPES DE AZEVEDO SILVA

MARCUS EDUARDO ALVES BATISTA

MIGUEL MARCONI DUAILIBE GOMES

OSIAS DE OLIVEIRA SANTOS FILHO

PAULO GUILHERME SILVA CURADO

PÉRICLES SILVA FILHO

WALDINEY FRANCISCO SARAIVA

WARLEI ALVES DO NASCIMENTO

KARINA MÔNICA BRAGA AGUIAR

Em primeira mão!!! Enfermeira que recebia mais de R$ 13 mil motivou ação da PF

Segundo a PF, as investigações da ‘Operação Pegadores’, se deram em virtude da enfermeira Keilane Silva Carvalho, que recebia salário de R$ 13.189,07 na UPA de Imperatriz

Segundo os delegados da Polícia Federal, notícias denunciadas pelos blogs, acerca da funcionária que recebia mais de R$ 13 mil reais, motivou as investigações onde foram relacionadas 424 pessoas que recebiam pagamentos via Oscip’s e não exerciam as funções.

Na época, a denúncia que a servidora recebia salário acima dos demais enfermeiros repercutiu bastante nas redes sociais e nos blogs maranhenses. A denúncia do pagamento exorbitante pago à enfermeira pela Oscip “Bem Viver” caiu como uma veradeira bomba no governo Flávio Dino (PC do B).

Em tempo: A investigação é a partir de 2015, e encontrou irregularidades em contratos firmados pelo governo Flávio Dino, com as organizações sociais Bem Viver, IDAC e Corpore.

E mais: À epoca foi veiculado pela imprensa que a indicação da enfermeira que recebia R$ 13.189,07 (Treze Mil, Cento e oitenta e nove reais), era do secretário de Articulação Política e Comunicação, Márcio Jerry.

Pra Fechar: pudera, para receber uma quantia desta tinha que ser ligada a alguém forte no governo Flávio Dino

 

Ex-secretária de saúde do governo Flávio Dino foi presa na ‘Operação Pegadores’

A ex-secretária adjunta de Saúde, Rosângela Curado está entre os presos na Operação Pegadores, deflagrada na manhã de hoje pela Polícia Federal

A ex-secretária adjunta de Saúde, Rosângela Curado estaria entre as pessoas presas durante a Operação Pegadores, deflagrada na manhã de hoje pela PF. Ela concorreu em Imperatriz nas eleições municipais do ano passado tendo apoio do atual governador do Estado, Flávio Dino.

Além dela, também estaria entre os presos o médico Mariano de Castro, que seria diretor do Samu em Caxias. Em mensagem no Twitter agora há pouco, o secretário de saúde, Carlos Lula, informou que está neste momento na sede do órgão.

Veja a Nota da Secretaria de Estado da Saúde sobre mais um escândalo no órgão

Sobre a nova fase de investigação da Polícia Federal, deflagrada nesta quinta-feira (16), no âmbito da Secretaria de Estado da Saúde (SES), o Governo do Maranhão declara que:

1. Os fatos têm origem no modelo anterior de prestação de serviços de saúde, todo baseado na contratação de entidades privadas, com natureza jurídica de Organizações Sociais, vigente desde governos passados.

2. Desde o início da atual gestão, tem sido adotadas medidas corretivas em relação a esse modelo. Citamos:
a) instalação da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), ente público que atualmente gerencia o maior número de unidades de saúde, reduzindo a participação de Organizações Sociais.
b) determinação e realização de processos seletivos públicos para contratação de empregados por parte das Organizações Sociais.
c) aprovação de lei com quadro efetivo da EMSERH, visando à realização de concurso público.
d) organização de quadro de auditores em Saúde, com processo seletivo público em andamento, visando aprimorar controles preventivos.

3. Desconhecemos a existência de pessoas contratadas por Organizações Sociais que não trabalhavam em hospitais e somos totalmente contrários a essa prática, caso realmente existente.

4. Todos os demais fatos, supostamente ocorridos no âmbito das entidades privadas classificadas como Organizações Sociais, e que agora chegam ao nosso conhecimento, serão apurados administrativamente com medidas judiciais e extra judiciais cabíveis aos que deram prejuízo ao erário.

5. A SES não contratou empresa médica que teria sido sorveteria. Tal contratação, se existente, ocorreu no âmbito de entidade privada.

6. Apenas um servidor, citado no processo, está atualmente no quadro da Secretaria e será exonerado imediatamente. Todos os demais já haviam sido exonerados.

7. A atual gestão da Secretaria de Estado da Saúde está totalmente à disposição para ajudar no total esclarecimento dos fatos.

Governo da mudança: Upa’s são fechadas por falta de dinheiro no interior do Maranhão

Construídas no governo passado, Unidades de Pronto Atendimento – UPA’s estão sendo fechadas por falta de dinheiro no interior do Maranhão

O prefeito de Estreito, Cícero Neco, 0 Cicinho, encaminhou à Câmara de Vereadores da cidade um documento por meio do qual confirma que fechará a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) construída no município.

No comunicado, o prefeito diz que nunca conseguiu apoio, nem do governo federal e muito menos  do governo Flávio Dino (PC do B), o que o impossibilitou de manter a UPA em funcionamento.

Do mesmo modo estão outras unidades no estado, como a de Peritoró (em fechamento), Matões do Norte (fechada).

Ainda de acordo com o levantamento do Blog, atualmente existem cerca de 8 mil funcionários de hospitais e UPAs do Estado  com trabalho sem carteira assinada e, portanto, sem os direitos trabalhistas respeitados.

A gestão passada garantia um repasse mensal de R$ 100 mil para que as prefeituras mativessem a unidade em funcionamento, dentro do município, de modo a  garantir à população acesso a atendimentos básicos de saúde interligados à rede estadual de hospitais de pequena, média e alta complexidade.

Na gestão atual, o repasse financeiro foi cortado e o povo sofre com a falta de estrutura.

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache