Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Aprovado R$ 62 Milhões para propaganda no governo Flávio Dino

A Assembleia Legislativa aprovou ontem (20), um orçamento de R$ 61,9 milhões para a comunicação de Flávio Dino (PC do B), em 2018

No ano que vem o governo Flávio Dino gastará com propaganda, por meio da Secretaria de Estado da Comunicação e Assuntos Políticos (Secap), que tem o supersecretário, Márcio Jerry, o valor de R$ 61,9 milhões. O valor é maior que os R$ 58,9 milhões gastos com propaganda em 2017.

Governo Dino ultrapassa orcçamento previsto

Se você pensa que este valor é absurdo, saiba que todos os anos o governo comunista extrapola os orçamentos previstos, foi assim em 2016, 2017 e 2018 os gastos deverão chegar a casa dos R$ 80 milhões,  por meio de créditos suplementares.

No primeiro ano de gestão, os gastos ultrapassaram R$ 20 milhões.

Em 2016 foi aprovado pela Assembleia Legislativa, R$ 43,8 milhões, contudo, o total gasto foi de R$ 66,7 milhões.

Este ano (2017), os gastos previstos e aprovados foram de R$ 58,9 milhões, mas a Secap gastou R$ 81,26 milhões, após suplementações.

Ao final do governo comunista, os gastos com propaganda chegarão à casa de R$ 300 milhões. Este montante daria para construir muitas escolas, reformas de hospitais e reforço na segurança.

 

Escândalo!!! Governo Flávio Dino livra a Vale de pagar impostos no Maranhão

Com anuência dos deputados estaduais que rezam a cartilha do governador Flávio Dino, a Assembleia Legislativa livrou a Vale do Rio Doce de pagar imposto no Maranhão

Os deputados estaduais que recebem dinheiro por meio de emendas do governo estadual, aprovam tudo o que o governo Flávio Dino (PC do B) manda. Isso o povo do Maranhão já sabe, foi assim no aumento do ICMS, que aumentou a conta de energia, aumentou os combustíveis, gás de cozinha, internet, Tv a cabo e a conta do celular.

Foi assim na COBRANÇA de impostos para os pequenos comerciantes.

Foi assim na ISENÇÃO de impostos para o grupo Mateus e grande comerciantes.

O mais novo pacote de maldades dos deputados estaduais foi a não criação da Taxa de Exploração Mineral, por meio do Projeto de Lei Nº. 006 / 2015, de autoria do deputado estadual Max Barros, que institui a taxa de Controle, Monitoramento e Fsicalização das atividades de transporte, manuseio, armazenagem, e aproveitamento de Recursos Minerários e o Cadastro estadual de Controle, Monitoramento e Fiscalização das atividades de Recursos Minerários.

Se aprovada a taxa, ontem (20), como já ocorre em outros estados, o imposto iria garantir aos cofres do estado, cerca de R$ 250 milhões por ano.

Mas o que fez o governador do Maranhão, que vem atropelando o empresariado estadual com impostos e cobranças pesadas, abrir mão de mais uma arrecadação desta para o estado????

Por que o governador Flávio Dino, que massacra os maranhenses com impostos pesadíssimos que aumentou a conta de luz, a conta da internet, a conta da Sky, aumentou a gasolina e o etanol, abrir mão de cobrar a Companhia Vale do Rio Doce ????!!!

Em tempo: por que um governo comunista abriria mão de uma cobrança de taxas para uma empresa que explora recursos minerais e explora os trabalhadores???

E mais: algo de muito estranho aconteceu, o Projeto de Lei já tramitava desde 2015, em todas as comissões daquela casa. Ano que vem tem eleição.

Assembleia Legislativa do Maranhão presta justa homenagem a Othelino Filho

Othelino Filho foi diretor de comunicação da Casa Legislativa, e é pai do deputado estadual Othelino Neto

O jornalista mantinha um Blog

Corpo do jornalista Othelino Filho será velado hoje (15), na sede do Legislativo Maranhense, e tem previsão de chegada às 17 horas. Ele faleceu em São Paulo, onde tentava se recuperar de cirurgia cardíaca.

Othelino era pai do deputado Othelino Neto (PC do B), atualmente vice-presidente da Assembleia Legislativa.

Com forte atuação política, Othelino Filho foi diretor de comunicação do Legislativo Maranhense, exercendo a profissão nos principais jornais de São Luís.

O enterro de Othelino deve ocorrer amanhã, sábado (16), às 10h.

O Blog se enluta em consternação à família, amigos e demais entes queridos.

 

Bomba: Vídeo da Deputada Ana do Gás ameaçando a diretora da UPA para manter sua irmã que é mais uma funcionária Fantasma na Saúde do Maranhão

O blog recebeu um vídeo que mostra claramente a deputada Ana do Gás tentando coagir e forçar a diretora da UPA do Parque Vitória, a Dr Camila Maia a assinar a folha de presença do hospital.
Em uma parte da conversa a deputada ameaça ir até o Secretário Lula para obrigar a diretora do hospital a assinar a lista de presença da unidade de saúde aonde sua Irmã é lotada, outro fato interessante é que a parlamentar Ainda acusa a diretora de tá acobertando outras pessoas nessa mesma unidade de saúde.

O Ministério Público tem que apurar esse fato e investigar esse escândalo, pois deve ter muito mais funcionários fantasmas irmãs, irmãos, primas, sobrinhos e etc, ligados à parlamentares aliados do da atual gestão, veja o vídeo:

Secretário Canindé Barros vai se filiar no PTC

Canindé Barros é um dos secretários de maior destaque na gestão do prefeito Edvaldo Holanda Júnior e irá se filiar ao PTC – Partido Trabalhista Cristão, cerimônia que acontecerá dia primeiro de dezembro no hotel Abbeville.


O secretário que responde pela pasta Municipal de Trânsito e Transportes de São Luís, poderá ser um grande trunfo e aumentar a força do partido tanto no âmbito municipal como estadual, tido como um secretário presente e conseguido ao longo dessa gestão fazer mais de trinta intervenções inteligentes culminando com a diminuição de engarrafamentos em áreas críticas de São Luís, é o grande responsável por uma maior fluidez nas avenidas e ruas da capital maranhense.

O secretário fiscalizando as intervenções

Com esse fortalecimento de partido o PTC terá um bom quadro pra disputar as eleições que virão pela frente.

 

Mulher de confiança do governador, Curado cobrava propina no governo Flávio Dino

Rosângela Curado cobrava PROPINA na Secretaria de Saúde do Maranhão, Flávio Dino, sabia de tudo, afirmam os áudios interceptados pela Polícia Federal

Rosângela é (era) o braço forte de Flávio Dino em Imperatriz, ela é (era) mulher de confiança

Interceptações telefônicas obtidas pela Polícia Federal, mostram que Curado chegava a cobrar até 10% do valor de contratos firmados por empresas e Oscip’s. Relatório da PF, encaminhado à Justiça com pedido de prisão dos investigados na Operação Pegadores, aponta que a subsecretária de confiança do governador Flávio Dino (PC do B), realizava as cobranças de propina.

De acordo com o diálogo interceptado pela polícia entre José Inácio Guará e um homem identificado como Joe, eles falam abertamente que as articulações tinham aval do Palácio dos Leões, quanto a atuação de Curado – Carta Branca.

“No instante que ele, (Flávio Dino) deu uma declaração de que fechou com Madeira, a candidatura de (Clayton Noleto), que ela que ia ser a candidata, eu acho que ela começou a enfraquecer, né? [sic]”, comentou Joe.

José Inácio Guará respondeu: “Ela está tomando 10% de todo mundo. Aí ela já se queimou, já”, disse e completou: “Já, ela foi tomando de… já foi pra São Paulo, arrumou duas empresas lá já. Já saíram em bloco. Ela tá tirando 10% de todo mundo, ta tomando dinheiro de quem quer acertar atrasado, tá um inferno”, completou.

No diálogo, Guará afirma que o governador Flávio Dino (PC do B) sabia dos esquemas e crimes cometidos por Curado.

“E Flávio Dino já sabe. Por isso ele fechou com ele. Eu já sabia que ela ia dançar, que já tinha dançado”, afirmou.

“É cara…”, reagiu Joe.

“Sabe, ele (Flávio Dino), ainda falou: ‘essa mulher é uma louca, essa mulher é uma louca’, não sei o que. Ela se queimou, ela era candidata”, disse.

‘Ajeitar’ – No relatório, a PF afirma que poderia cogitar que Guará estava apenas maldizendo uma servidora pública – na ocasião, subsecretária de Saúde do Maranhão -, sem que houvesse maiores elementos que pudessem comprovar a prática.

Ocorre que num diálogo entre a pedetista e Luiz Marques, Curado utiliza as expressões “ajudar” e “ajeitar”, que evidenciariam a cobrança de propina.

“Quem me ligou agora foi o Ricardo, viu”, disse Luiz Marques.

“É um vagabundo. Não quer ajudar ninguém”, respondeu Curado.

“Arrochei hoje o prego. Aí eu falei. Perguntou quando é que eu vou pra lá, eu falei dia 19. Só lá, perto do começo do mês que vem, aí ele disse que antes disso ele vinha aqui. Aí eu sei que a Corpore ta com frescura com ele, o Invisa também, entende?”, continuou Luiz Marques.

“Deixa, ele não quer ajeitar”, enfatizou Rosângela Curado.

 

Atenção Ministério Público!!! Corrupção desenfreada na ‘Lei de Incentivo” no governo Flávio Dino

Projetos capitaneados pelas leis de incentivos à Cultura e ao Esporte, são os maiores desvios de dinheiro público e de finalidades no governo Flávio Dino (PC do B)

Fundações, Institutos e Empresas fantasamas se revesam no recebimento do dinheiro que serviria para ser empregado, por meio de renúncia fiscal do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), a partir do faturamento da empresa patrocinadora. Ocorre que no Maranhão, a lei perdeu a finalidade, há comprovações que o dinheiro serviu para pagar empresas de comunicações como foram os casos escandalosos da TV Difusora e TV Guará que o governo Flávio Dino aprovou projeto de incentivo ao Campeonato Maranhense, nos anos de 2016 e 2017.

No governo comunista, a LEI Nº 9.436, de 15 de Agosto de 2011, que dispõe sobre a concessão de incentivo fiscal (Remissão) para contribuinte de ICMS que financiar projeto esportivo é utilizada pelo próprio governo do estado para realizar obras que deveriam ser bancadas com recursos próprios.

O caso declarado foi a reforma da Quadra Poliesportiva do bairro da Liberdade, em que o governador Flávio Dino utilizou o dinheiro da Companhia Energética do Maranhão – CEMAR, para custear a obra.  O mesmo ocorreu na reforma da Quadra da Escola Cintra, no bairro do Anil, que foi realizada com o dinheiro de remissão fiscal do Grupo Mateus. O Blog está levantando mais casos absurdos utilizados com a “lei do esporte” praticados pelo governo do estado e encaminhará ao Ministério Público do Maranhão.

O Blog levantou também, documentos e dados relativos à cultura, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, que é um instrumento de fomento e difusão da produção cultural no Estado, instituído por meio da Lei 9.437, de 15 de agosto de 2011. A Lei Estadual de Incentivo à Cultura funciona nos mesmos moldes da Lei Federal, também conhecida por Lei Rouanet, que permite que empresas e cidadãos possam investir em cultura.

Ocorre que o governador do Maranhão está realizando obras públicas com o dinheiro que era para ser investido em projetos de difusão cultural em todo o estado. Era para ser mais ou menos assim, com o Certificado em mãos, o produtor cultural ou a instituição que entrou com o projeto ganha o direito de captar recursos junto às empresas patrocinadoras. As empresas, por sua vez, recebem o benefício fiscal sobre o valor do incentivo.

Há provas irrefutáveis que o próprio governo, por meio de uma “instituição” utiliza estes recursos para fazer obras, foi assim nas reformas do Convento das Mercês; Centro de Criatividade Odylo Costa Filho; Casa de Cultura Josué Montello e muitas outras “reformas” que estão sendo fabricadas na gestão do comunista. Como mostram as imagens extraídas do próprio site do governo do estado na entrega das obras. 

A Lei de Incentivo à Cultura é bem clara em seu objetivo, onde diz que a “concessão do benefício destina-se a os projetos que visem à democratização do acesso, divulgação e preservação da memória cultural, bem como ao desenvolvimento de atividades artísticas destinadas a cultura”.

Campeonato Maranhense de Futebol – Federação Maranhense de Futebol – Instituto Maranhense de Futebol 

Apenas com o estadual, já foram gastos cerca de R$ 4 milhões – Dinheiro foi parar nas contas do Instituto Maranhense de Futebol – IMF, parte do dinheiro irrigou as TV’s Guará e Difusora, empresas estas de comunicação que são co-irmãs do governo Flávio Dino.

Este Blog trouxe com exclusividade, a documentação do IMF, que foi criado pelo próprio presidente da Federação Maranhense de Futebol, onde o próprio figura como presidente do instituto que tem como único propósito receber o dinheiro da lei de incentivo ao esporte.

Fraude na Isenção Fiscal

O Blog recebeu a documentação de um produtor cultural que não quer ser identificado, afirmando que empresas de grandes portes, por meio de agenciadores estão captando produtores com certificados para realizar fraude com a remissão de créditos fiscais.

Os documentos demonstram claramente o indício de fraude, o “modus operandi” seria assim: uma associação, um instituto apresenta um projeto de cunho cultural, à Secretaria de Estado da Cultura e Turismo, para ser aprovado por uma banca da Lei de Incentivo à Cultura, e após ser avalizado, recebe um certificado de mérito cultural com o valor que pode ser captado, e negocia por um preço menor do que o permitido, ou seja, se o instituto tem certificado de R$ 400 mil, o empresário paga a metade e obtém o crédito / remissão fiscal do valor inteiro.

Em tempo: O incentivo fiscal vai o contribuinte do imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias – ICMS, com estabelecimento credenciado pela Secretaria de Estado da Fazenda – SEFAZ, que apoiar financeiramente projetos culturais e esportivos.

E mais: Indiciado na Operação Lava Jato, o governador do Maranhão é alvo também de várias denúncias de corrupção em seu governo, foi assim com as propinas aos indígenas; aluguéis camaradas; escândalo com fundações na Saúde e muitos outros aindo por vir.

Se continuar assim, Lava-jato e parte da imprensa vão acabar com o País

Espetacularização da imprensa, principalmente o Jornal Nacional e parte do judiciário brasileiro estão a serviço de quem mesmo??? Áudio bomba se tornou ao fim do dia, um verdadeiro ‘traque’ 

A parte que supostamente envolveu o presidente Michel Temer no áudio diz bem claramente “mantenha isso, viu”. A gravação clandestina do Presidente da República, que efetivamente não ficou comprovado com a divulgação do áudio, dizia que Temer estava se referindo a uma propina paga a Eduardo Cunha pelo seu silêncio. Na verdade, o que deu a entender, é que Joesley Batista disse que estava mantendo um bom relacionamento com o Cunha, e o Temer disse: “Mantenha isso, viu”.

O presidente Michel Temer disse que a “Montanha pariu um rato”, se referindo a espetacularização por parte imprensa e da própria investigação que não veio a público dar mais detalhes.

Na verdade, a informação “bombástica” restou mais para o Senador Aécio Neves do que para o próprio presidente Temer. A boataria que se espalhou durante o dia, deixou um recado bem claro aos brasileiros, – O resultado de todo este espetáculo foi o fechamento da Bolsa de São Paulo (fato que não ocorria a mais de uma década), queda de ações da Petrobras, Eletrobras, bancos brasileiros e outras estatais.

Por outro lado, a cotação do dólar subiu como um foguete e chegou a um aumento de quase 10% em poucas horas e quem paga a conta de todo este circo é população brasileira – a economia que estava com ares de recuperação despencou na mesma proporção.

Se membros do judiciário (Juízes e Ministros) não perderem o narcisismo, o superego e a prepotência em que tratam uma ação séria como a “Operação Lava-Jato”, com vazamentos seletivos, áudios quebrados, vídeos em partes, informações desencontradas, prende-solta, acusa-desacusa e o pior de tudo, que estas informações chegam em partes para a imprensa que no afã de obter audiência / acessos, não tem a mínima responsabilidade com o país e com o povo brasileiro, são tão criminosos quanto os investigados.

No Brasil, o princípio de Montesquieu acabou, os poderes não tem mais o mínimo de harmonia e ao que se parece, estão numa ‘guerra de corda’ que não tem mais fim.

Restou claro, o circo armado pela “Operação Carne Fraca”, o que seria uma “Bomba Nuclear”, e se espalhou na imprensa mundial, ao longo das investigações se chegou ao entendimento que na verdade, o fato foi pontual, e a espetacularização fez o Brasil perder Bilhões em dólares.

As perguntas necessárias são: Quem está por trás de todas estas ações ???  O porquê de tanta espetacularização ??? Quem está por trás destes vazamentos seletivos ???

Em tempo: Quem realmente perde com todo este circo é o povo brasileiro.

E mais: A Operação Lava-jato está parecendo a “Guerra dos Cem Anos”, em que no final, deixou um saldo de milhares de mortos em ambos os lados, e uma devastação sem precedentes nos territórios e na produção agrícola da Europa, até hoje, depois de quase 600 anos, não se estabeleceu.

 

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache