Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Jornal da Globo: Delator afirma que fazia pagamentos mensais ao PDT de Carlos Lupi

Trechos da delação premiada de Carlos Miranda, ex-assessor do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, preso desde novembro de 2016, apresentados ontem pelo Jornal Nacional, revelaram que em 2012, o auxiliar recebeu a ordem de repassar R$ 100 mil/mês ao PDT

Em delação premiada, Carlos Miranda afirma que pagava para uma pessoa de nome Senhor Loureiro, que seria tesoureiro do PDT, que as entregas eram feitas na sede do partido pelos funcionários do doleiro Renato Chebar e que os pagamentos foram feitos de 2012 até março de 2014. Carlos Lupi e o PDT declararam que nunca tiveram nenhum tipo de relação com o delator e que jamais receberam qualquer tipo de vantagem.

Trechos da delação premiada de Carlos Miranda, ex-assessor do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, preso desde novembro de 2016, apresentados ontem pelo Jornal Nacional, revelaram que em 2012, o auxiliar recebeu a ordem de Wilson Carlos, então secretário de Governo na gestão de Cabral, para fazer pagamentos mensais de R$ 100 mil ao PDT, para Carlos Lupi, que preside o PDT nacional desde 2004. Carlos Miranda é apontado como “operador financeiro”, “gerente da propina” e “homem da mala”.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Vídeo!!! Indicada pelo governador Flávio Dino e presa pela PF, diz que vai abrir o verbo

Indicada pelo governador Flávio Dino (PC do B), como ordenadora de despesa na Secretaria de Saúde, Rosângela Curado, que foi presa pela Polícia Federal e até aqui se manteve em silêncio – agora vai falar tudo, de Weverton Rocha a Flávio Dino… 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Direito de Resposta!!!

DIREITO DE RESPOSTA

Venho através deste, ESCLARECER a matéria veiculada neste blog, hoje (24) de agosto de 2017 às 11:14, intitulada como “Desconforto: Presidente da UMES de São Luís é humilhado em congresso do PDT “ .

Queria iniciar primeiramente dizendo que fiz parte da organização do evento, assim como vários dirigentes da entidade (UMES), e que se fizeram presente nos três dias de Congresso, contribuindo para que fosse o maior de toda história da JSPDT, e conseguimos reunir delegação de várias partes do país, os mesmos voltaram aos seus estados rasgando elogios pela organização que foi o evento.

Gostaria de ressaltar que sou filiado ao PDT e estou presidente da União Municipal dos Estudantes – UMES, eleito em congresso, entidade esta que teve em sua história como presidente também o hoje deputado federal e presidente estadual do partido, Weverton Rocha e o vereador e presidente do Diretório Municipal, Raimundo Penha, motivo este que muito nos orgulha em hoje ocupar um cargo tão importante que é a presidência desta conceituada entidade.

Diante disso tive uma grande participação junto com minha diretoria neste congresso, a maior citação eu tive quando através da minha e da contribuição dos colegas conseguimos ter um maranhense, jovem de luta, eleito Vice-Presidente nacional da JSPDT, o companheiro Rafael Olivera.

Não me prendo a esse tipo de orgulho, sou desprendido de valores como ser citado em evento, e sim espero que o reconhecimento venha com o trabalho prestado à classe estudantil a qual represento.

Quero finalizar dizendo que me sinto honrado em ter ajudado a construir e participar XVI CONJUS, o maior Congresso que o PDT já teve em toda sua história e que foi na minha terra, na minha cidade, no meu estado que tanto amo.

Saudações Estudantis!!!

Marcelo Matos – Presidente da UMES

 

Nota do Blog – reiteramos que a fonte que esteve presente ao Congresso, presenciou os fatos e nos informou a situação, nossos colaboradores são parte inalienável na contribuição diária do nosso trabalho, assim como muitos outros, os acontecimentos do cotidiano em nosso município, estado e país, são postados, muitas das vezes, devido o que nos foi repassado, de certo que também faz parte de nossa missão, garantir o direito de resposta a quem quer que seja, para que seja restabelecido também, o pensamento do contraditório.

Garantimos ainda a publicação da Nota, sem qualquer alteração, correção ortográfica, ou seja, publicada na íntegra.

“Inaudita altera pars” Não seremos assim e reiteramos as nossas postagens jamais sem ouvir a outra parte.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Vídeo: Weverton Rocha e Raimundo Penha convidam para encontro nacional da JSPDT

Acontece hoje (18), o Encontro Nacional da Juventude do PDT. No vídeo, o deputado federal Weverton Rocha e o vereador de São Luís, Raimundo Penha, convocam as juventudes para se fazer presente

São Luís vai receber, hoje (18), amanhã (19) e domingo (20) de agosto, jovens do Partido Democrático Trabalhista (PDT) de todo o país para o XVI Congresso Nacional da Juventude Socialista Jerry Abrantes (Conjus).

O evento acontecerá na Casa do Maranhão e tem abertura prevista para as 19h desta sexta-feira, depois do painel “Do Partido que temos para o Partido que queremos”. Estarão presentes o presidente do PDT, Carlos Lupi, o vice-presidente e pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes e o presidente do PDT no Maranhão, deputado federal Weverton Rocha.

Essa será a primeira vez que a Juventude do PDT se reúne no Maranhão. “Pela primeira vez, São Luís sediará o Conjus, o que é uma grande honra para nós do PDT do Maranhão. Os jovens pedetistas de todo o Brasil terão espaço para debater o País que desejam e os caminhos para alcançá-lo, superando a crise e rea¬firmando valor do ativismo político para a solução dos problemas coletivos”, destacou Weverton Rocha.

“Nossa Ilha Rebelde, #SãoLuís, é a capital da Juventude Socialista! É a primeira vez que o Maranhão recebe o Congresso Nacional da Juventude Socialista, o #Conjus. Vamos fazer deste evento, o meu último como membro do direção nacional, inesquecível”, disse o vereador Raimundo Penha.

“Venham conosco e sejam todos bem-vindos e se preparem para grandes debates. E, para quem é de fora, aproveitem nossa cidade que é linda”, finalizou, Penha.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Em menos de 10 anos, Weverton se tornou um dos homens mais poderosos da política maranhense, diz Estado Maior

 ESTADO MAIOR, Edição de hoje  31 / 03 /2017

Weverton Rocha se transformou, em menos de 10 anos, num dos homens mais poderosos da política maranhense

O Palácio dos Leões comemorou – discreto, mas entusiasmado – o revés do deputado federal e líder do PDT no Maranhão, Weverton Rocha, que virou réu em ação no Supremo Tribunal Federal, ainda por causa da sua atuação no polêmico desmonte do Ginásio Costa Rodrigues, durante o governo Jackson Lago (PDT).

A felicidade dos leoninos, sobretudo do núcleo mais próximo ao governador Flávio Dino, se dá pelo fato de ser Weverton, hoje, o que se chama na política de “inimigo íntimo” – aquele que está vinculado a um projeto, mas não faz parte pessoal do projeto.

Desde que deixou o governo Jackson Lago, Weverton Rocha se transformou, em menos de 10 anos, num dos homens mais poderosos da política maranhense. Controla, com mão de ferro, e força nacional, um dos partidos com o maior tempo na propaganda eleitoral gratuita. Além disso, tem sob sua batuta dezenas de prefeitos, vários deputados estaduais e vereadores, e até mesmo deputados federais, que seguem fielmente suas orientações políticas.

Além disso, é tido como controlador de um dos maiores grupos de comunicação do Maranhão, com tentáculos em vários municípios e uma centena de jornalistas alinhados. Por tudo isso é visto como uma ameaça interna ao projeto de poder do governo comunista de Flávio Dino.

Pré-candidato a senador, o pedetista seria um entrave ao desejo do governador, de ter em sua chapa os aliados Waldir Maranhão (PP), fiel cumpridor de missões, e José Reinaldo Tavares (PSB), espécie de padrinho político da vida pública de Flávio Dino.

Por tudo isso o Palácio dos Leões só faltou soltar foguete em comemoração ao revés do pedetista.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Weverton Rocha avança rumo a uma candidatura consolidada ao Senado Federal

Weverton tem ampliado sua base eleitoral e já conquistou importantes apoios em mais de 50 municípios maranhenses 

Weverton discurso para membros do Partido Comunista do Brasil – PC do B

O Deputado Federal Weverton Rocha (PDT),  tem construído um alicerce bastante consolidado rumo à sua candidatura ao Senado Federal. O pré-candidato tem conversado com a classe política maranhense pelos quatro cantos do estado.

Tem se destacado nesta caminhada, o apoio de membros que tem o poder de decisão nas siglas partidárias, em suas conversas com a extensa base política, Weverton já tem o apoio formal de membros do PCdoB, PT, PSDB, DEM, PSC, PTB e do PEN. Além do PDT, partido no qual é um dos comandantes a nível nacional.

Se continuar neste ritmo acelerado, o pré-candidato ao Senado contará com uma grande coligação de candidatos a deputados estaduais e federais o que lhe garantiria um imenso palanque em todos os rincões do Maranhão.

O deputado federal participou ontem (27), das comemorações aos 95 anos do Partido Comunista do Brasil e disse que agradece a confiança dos membros do partido e que a história de lutas do PC do B se coincide com a história da democracia brasileira.

Como garra,  juventude e coragem não lhe faltam, e com a imensa militância do PDT, tudo indica que o projeto de chegar ao Senado Federal está mais perto do que distante.

Em tempo: Aos 37 (trinta e sete) anos, Weverton poderá se consolidar como o Senador mais jovem que o  estado do Maranhão já teve.

E mais: Lobão quando foi eleito a primeira vez ao Senado tinha 51 anos, em 1986; João Alberto tinha 63 anos quando se elegeu ao Senado, em 1998; Roseana quando se elegeu ao Senado em 2003, tinha 50; Cafeteira já tinha 67, quando se elegeu pela primeira vez, em 1991.

Para fechar: Roberto Rocha, Senador eleito, em 2014, tinha 50 anos quando assumiu em 2015.

Fim: Faltam 18 semanas ou 559 dias para o dia 7 de outubro de 2018.

 

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Deu no Blog de Décio Sá: “Espeto de pau” custa 6 vezes mais do que o licitado

O Blogueiro Décio Sá (in memoriam), por diversas vezes denunciou a construção do “Espeto de Pau”, que nada mais é do que a sede das Promotorias de Justiça da capital. Até hoje o prédio está em reforma, ninguém foi punido

promotorias

O Blog fez uma releitura de umas publicações antigas do Blog de Décio Sá, e resolveu fazer uma análise da proposta do deputado federal Weverton Rocha (PDT), a proposta do partido que foi aprovada em primeiro turno, lista as situações em que juízes e promotores poderão ser processados, com pena de 6 meses a 2 anos de reclusão. A legislação atual já prevê o crime de abuso de autoridade, mas é mais genérica. Entre as condutas que passariam a ser crime a atuação dos magistrados com motivação político-partidária e a apresentação pelo MP de ação de improbidade administrativa contra agente público “de maneira temerária”.

Pegando como exemplo a sede das promotorias de justiça da capital, que até hoje ninguém foi penalizado ou sequer citado nos grandes indícios de corrupção na reforma  e ampliação da estrutura do prédio que desde 2007, ou seja, quase 10 anos está em “reforma”. No total,  já foram consumidos, segundo as ultimas tomadas de preços, cerca de R$ 8 milhões, de uma obra com valor inicial orçada em menos de R$ 1 Mi.

De 2007, até hoje muito papel sobre o “espeto de pau” se produziu no Ministério Público. Foram produzidas Notas de Empenho, Notas Fiscais – tudo atestado pela seção de Obras, Engenharia, Arquitetura – sindicância e processos administrativos na PGJ, mas o silêncio dominou a cena.

Obra esta sarcasticamente apelidada por Décio Sá, de “Espeto de Pau”, este “elefante branco” vai completar 10 anos de idade, sem que o judiciário maranhense desse um pio, contrário ou a favor. Fosse uma obra encabeçada por um membro do executivo, já teriam o afastado, pedido de prisão, o escambau.

Quero, portanto, salientar que NINGUÉM, nem o Ministério Público, Juízes, Desembargadores e ou, Ministros estão acima da lei, onde a Constituição Federal de 1988, preconiza em seu artigo 5º, que  “Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade”.

Nestes 10 anos, as promotorias de justiça da capital já rodaram quase a São Luís inteira, pagando aluguéis com o dinheiro do contribuinte.

E o que ficou para trás nesses últimos anos, será empurrado para debaixo do tapete de quando o prédio estiver pronto. Talvez agora, se a Lei do Abuso for cumprida à rigor, alguém pode ser penalizado por esta vergonha pública financiada com dinheiro do contribuinte.
Porquê será que Juízes, promotores e o judiciário em geral, são contra a proposta?????
Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Todos são iguais perante a lei!!! Deputado Weverton Rocha agiu corretamente

“A primeira medida deste pacote deveria ser o fim dos privilégios e abusos de poder da categoria deles. Não pode haver castas”, disse Weverton Rocha

weverton-rocha

A Câmara dos Deputados aprovou por 450 votos a favor, 1 contra e 3 abstenções na madrugada de hoje (30), o texto-base do Projeto de Lei (PL) 4.850/16, que trata das medidas de combate a corrupção. No total, foram apresentadas e rejeitadas 12 emendas ao projetos, pelo deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), e 16 destaques a pontos do texto. Todas os destaques foram aprovados pelos deputados e a matéria segue agora para o Senado.

Um tema que gerou bastante polêmica foi o levantado pelo deputado Weverton Rocha (PDT), foi o que previa a inclusão no texto da previsão de CRIME DE RESPONSABILIDADE a Juízes e Promotores, o que hoje não era previsto. O PDT chegou a apresentar uma emenda ao projeto com esse conteúdo, mas o texto precisa ser votado. A proposta chegou a constar no relatório de Lorenzoni, mas foi retirada após o deputado se reunir com integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato.

Durante a apresentação do relatório no plenário, Lorenzoni excluiu a emenda com o argumento de que, apesar de haver a previsão constitucional para crimes de responsabilidade, o texto não cabia no mérito do projeto. Diante do rumor, integrantes da força-tarefa da Lava Jato soltaram uma nota em que manifestaram repúdio contra a previsão de crime de responsabilidade para juízes e promotores.

Na nota, os integrantes da Lava Jato classificaram a proposta como uma tentativa de “aterrorizar procuradores, promotores e juízes em seu legítimo exercício da atividade de investigação, processamento e julgamento de crimes, especialmente daqueles praticados nas mais altas esferas de poder”.

Apesar da manifestação, a aprovação da emenda foi defendida por vários deputados, com o argumento de que juízes e membros do Ministério Público se comportam como agentes políticos. Ao final da votação, a proposta, primeiro destaque a ser votado, foi aprovada por 313 votos a favor, 132 contra e 5 abstenções. “A primeira medida deste pacote deveria ser o fim dos privilégios e abusos de poder da categoria deles. Não pode haver castas”, disse o líder do PDT, Weverton Rocha (MA).

Entre os principais pontos do projeto está o que criminaliza a prática de utilização de recursos não contabilizados formalmente, o chamado caixa dois. Pela proposta, o candidato, o administrador financeiro que incorrer na prática poderá sofrer uma pena de dois a cinco anos de prisão, e multa. As penas serão aumentadas de um terço se os recursos forem provenientes de fontes vedadas pela legislação eleitoral ou partidária.

A possível anistia ao caixa dois foi um dos temas que mais gerou polêmicas no projeto, contudo, não foi aprovada nenhuma emenda com este intuito.

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache