Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Escândalo! Flávio Dino é acionado no MP por causa de funcionária fantasma que recebe R$ 9 mil

Governador Flávio Dino foi representado no Ministério Público, por peculato

O governador Flávio Dino (PC do B), foi representado por peculato na Procuradoria Geral de Justiça – PGJ, por manter uma servidora fantasma na Secretaria de Estado da Saúde. Trata-se de Alana Valéria Lopes Coelho Almeida, assessora especial da SES

Allana é advogada e mantém relação próxima com Carlos Lula, secretário de saúde, ela já ocupou vários cargos na gestão comunista e atualmente recebe mais de R$ 9 mil do governo sem trabalhar, enquanto se dedica a tocar um restaurante de sua propriedade.

A denúncia foi feita na manhã de hoje (29), pelo deputado estadual Sousa Neto (Pros), na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado alertou para o ato de improbidade que está sendo cometido pelo governador Flávio Dino, configurado pelo pagamento de alto salário a uma servidora sem que essa esteja comparecendo ao local de trabalho, mesmo com a declaração feita pelo próprio governador de que o Estado enfrenta grave crise financeira.

Sousa Neto afirmou que desde antes do início do atual governo, Allana trabalhava em um escritório advocatício que tinha também Carlos Lula em seu quadro de profissionais. “Os dois mantêm um vínculo de amizade e de trabalho muito forte”, assinalou Sousa Neto.

O deputado recorda que em 13 de janeiro de 2015, quando transcorria, ainda, a segunda semana do governo comunista, Carlos Lula foi nomeado secretário-adjunto da  Casa Civil. No mesmo dia, Allana foi nomeada para a mesma pasta. Depois, continuando a coincidência, no dia 2 de setembro, o governador exonera Carlos Lula e Allana Valéria. Nessa mesma data, Flávio Dino nomeou Carlos Lula subsecretário estadual de Saúde e Allana para o cargo de assessora especial, simbologia isolada, cuja remuneração é maior”, relatou o deputado.

O deputado revelou que a fonte das denúncias são servidores da própria SES, que estão trabalhando muito em troca de um mísero salário e se dizem indignados por saber que uma servidora fantasma ganha muito mais do que eles. “Isso é uma imoralidade para nós, maranhenses, para o povo sofrido do Maranhão, e principalmente para o governador, que diz que não tem um centavo nos cofres públicos”, classificou, lamentando o caos na rede estadual de saúde, enquanto o governo concede tamanho privilégio a uma funcionária que não trabalha e paga um super salário ao secretário Carlos Lula.

O parlamentar revelou, ainda, outra denúncia que recebeu em seu gabinete, de que a Allana Valéria Lopes Coelho Almeida é dona de um restaurante. “Além de receber do erário público sem comparecer à secretaria, ela tem uma empresa”, revela Sousa Neto, informando que isso o motivou a fazer uma representação no Ministério Público contra Flávio Dino, Carlos Lula e Allana Coelho Almeida para exigir a restituição de todo o valor recebido indevidamente pela representada, que chega atualmente à cifra R$ 77.021,84.

Assista abaixo ao pronunciamento de Sousa Neto:

Segue abaixo, os documentos que atestam a denúncia feita por Sousa Neto:

Com informações do Blog do Daniel Matos

 

 

 

 

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Escola Digna: Estudantes vão às ruas em protesto contra o governo Dino e PM atira bombas

Estudantes saíram da Escola Pio XII, na Vila Palmeira e fecharam a Avenida dos Franceses em protesto contra o governo Flávio Dino

Estudantes do Centro de Ensino Pio XII, revoltados com o descaso do governo do Maranhão, saíram em passeata pela avenida dos Franceses, na Vila Palmeira, na manhã desta terça-feira (29), eles reclamam falta de infraestrura, bebedouros, e principalmente a falta de professores.

Com faixas e cartazes, os manifestantes interditaram os dois lados  da pista, e policiais militares partiram para o confronto com os adolescentes, com spray de pimenta e bombas de gás lacrimogênio, e tomaram o controle da manifestação, o trânsito foi liberado por volta das 9 horas.

Os estudantes se sentem prejudicados, uma vez que gastam com transporte diariamente, e várias vezes ficam sem aula devido à insuficiência da educação no Maranhão Faltam professores de filosofia, história, química.

Outro agravante que eles reclamam é a escola não tem infraestrutura e com a proximidade do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e os estudantes já se sentem prejudicados. Eles relatam que não existem escolas dignas no Maranhão, apenas na propaganda, relatou a estudante Ana Carolina.

“O governador deveria vir visitar a nossa escola, pois, o que ele fala todo dia na propaganda não condiz com a verdade, queria que ele visse a cozinha de nossa escola”, disse a estudante Rebbeca.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Após insistência do Blog, governador Flávio Dino dispensa juros e multas do IPVA

Governador Flávio Dino voltou atrás e editou decreto dispensando 100% dos juros e multas sobre o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores – IPVA

 

Este Blog criticou, em postagens anteriores os juros e multas abusivos praticados pelo governo Flávio Dino (PC do B), ontem (24), o governador voltou atrás e editou decreto dispensando 100% dos juros e multas sobre o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores – IPVA.

As postagengens anteriores mostraram que os juros e multas eram abusivos e muita gente não teria como quitar os débitos com o fisco estadual, chegando a ter que vender o carro para pagar as dívidas, com a medida muita gente deve se regularizar e andar em dia com o seu veículo.

Clique e veja as postagens anteriores:

Escândalo!!! Quem atrasar o pagamento do IPVA no governo Dino, vai pagar 30% em juros e multas

Atenção!!! Proprietários de veículos que não pagarem IPVA vão perder o bem no Maranhão

O Blog entende que o governador Flávio Dino acertou em cheio em voltar atrás e não cobrar os altos encargos sobre o imposto. Medida deve contemplar muitos proprietários de veículos.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Vídeo!!! Helicóptero da polícia militar continua sendo usado por Flávio Dino

Nem mesmo após o escândalo de aluguéis milionários de jatinhos sem licitação pelo governo Flávio Dino (PC do B), levou os membros do governo a deixarem de utilizar o helicóptero Centro Tático Aéreo – CTA.

O vídeo, mostra o governador e o secretário Márcio Jerry, saindo do helicóptero em mais uma andança pelo Maranhão.

O governador e criticava duramente o uso da aeronave, segundo ele, mandaria a aeronave para combater o crime na região tocantina, até hoje…

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Esculhambação!!! Secretaria de segurança do Maranhão proíbe entrar em delegacias trajando roupas inadequdas

O governo Flávio Dino (PC do B), proíbe agora até os cidadãos de bem ingressarem em Delegacias, se estiverem trajando determinados tipos de roupas. Para quê isso?

Agora foi o fim da picada!!! Na delegacia do Ipase / Bequimão, para se entrar na órgão para registrar uma ocorrência, tem que ter traje esporte fino, quem for assaltado e estiver de bermuda ou camiseta e precisar de uma emergência na delegacia de polícia, tem que ir para casa, tomar um banho, se arrumar, para depois poder adentrar nas dependências da órgão de segurança.

Tudo isso porque a delegacia estabeleceu este critério que não permite o cidadão entrar na delegacia portando determinados trajes, em pleno século 21!!!

Além do mais, a geografia deixa claro que o Brasil, país tropical, tem uma faixa litorânea de dimensões continentais, e várias cidades do país possuem uma média de altas temperaturas o ano inteiro, como é o caso do Maranhão.

Usar roupas leves é uma rotina, faz parte da cultura de nosso, e não pode ser empecilho para que o cidadão deixe de receber do servidor público um atendimento de emergência, ainda mais em se tratando de vítima de assalto, que em São Luís, os números são alarmantes.

Até de sunga uma pessoa deve ter direito de ingressar em uma delegacia ou mesmo num quartel para prestar queixa, desde que a situação evidencie que o atraso na recepção importe em prejuízo, e que não se trata de atitude de desacato por parte de quem procura o serviço público.

As delegacias devem sempre estar aberts aos cidadãos que pagam e caro a conta e a quem se encontra aflito após sofrer, por exemplo, um roubo ou estupro, e não faz sentido fechar as portas para essas pessoas por conta de alguns centímetros de pano a mais.

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Absurdo! Irmã da sócia de hospital fantasma negou indenização da SES e paciente morreu

Irmã da sócia da Clínica Eldorado, nomeada pelo governador Flávio Dino (PC do B), negou indenização pela Secretaria de Saúde e paciente morreu 

O advogado Tobias Klohn relatou em seu perfil no Facebook que um de seus clientes morreu antes de a Secretaria de Estado da Saúde (SES) cumprir uma decisão judicial que lhe beneficiava devido a uma série de adiamentos promovidos pela assessora jurídica da pasta, Janyr Carvalho de Araújo.

A servidora, como se sabe, é irmã de uma das sócias da Clínica Eldorado, a juíza Janaína Araújo de Carvalho, que coordena a Central de Inquéritos de São Luís. O estabelecimento está alugado para a própria SES por R$ 90 mil mensais – mesmo fechado.

A mesma Secretaria, no entanto, não pagou indenização devida ao cliente do advogado, segundo o testemunho público dele.

“Essa mesma assessora há 1 ano, me dizia que o Estado não iria cumprir uma decisão judicial em prol de um cliente, primo, que tanto precisava de sua efetiva obediência. O argumento utilizado por ela foi de que se tratava de dinheiro público e que o Estado faria uma nova avaliação médica no paciente, o quê jamais ocorreu, resultando na morte daquele jovem cidadão que só queria viver”, escreveu.

 

Com informações do Blog de Gilberto Léda

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Governo Flávio Dino quer expulsar delegados da Polícia Civil de prédio em São Luís

Em Notificação, governo Dino fala até em usurpação do imóvel pela ADEPOL

O Governo Flávio Dino (PC do B), notificou extrajudicialmente a Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Maranhão – ADEPOL, para que no prazo máximo de 30 (trinta) dias, entregue o prédio de propriedade do governo estadual, que estava cedido em caráter de comodato à entidade. 

Segundo a Notificação Extrajudicial, o fato se dá em vista do término da vigência do Contrato de comodato firmado entre o Estado do Maranhão e a ADEPOL, cujo objeto é o imóvel de propriedade do Estado, situado na Rua da Palma, n. 322, Centro, nesta Capital.

No final, da Notificação o governo Dino ratifica as sanções cabíveis, em caso de não cumprimento, o executivo fala em Usurpação do imóvel pela entidade.

Desta feita, tratando-se de imóvel de propriedade do Estado, cuja cessão à ADEPOL expirou em 10 de maio de 2002, a permanência da ocupação pela Associação representada por Vossa Senhoria caracteriza ato de esbulho, a desafiar a adoção das medidas judiciais cabiveis.

Veja abaixo, o teor da notificação:

ESTADO DO MARANHÃO
PROCURADORIA GERAL DO ESTADO
PROCURADORIA DO PATRIMÔNIO E DO MEIO AMBIENTE.

NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL

Tendo em vista o término daTendo em vista o término da vigência do Contrato de comodato firmado entre o Estado do Maranhão e a ADEPOL, cujo objeto é o imóvel de propriedade do Estado, situado na Rua da Palma, n. 322, Centro, nesta Capital, NOTIFICO Vossa senhoria, na qualidade de representante legal da Associação dos Delegados de Policia Civil do Maranhão, reiterando os oficios e notificações encaminhadas pela Secretaria Adjunta de Gestão, Modernização e Patrimônio, para que, em até 30 (trinta dias), a contar do recebimento desta Notificação, efetue a devolução do imóvel identificado para supra, mediante entrega das chaves na sede da Secretaria Adjunta situada na Av. Jerônimo de Albuquerque, s/n, Centro Administrativo do Estado, Edificio Clodomir Milet, 5° Andar.

Ressalte-se que a Secretaria de Segurança Pública reiterou por meio do Oficio 1906/2016 GAB/SSP a necessidade de retomada do imóvel, com o objetivo de instalar o seu Arquivo Geral.

Desta feita, tratando-se de imóvel de propriedade do Estado, cuja cessão à ADEPOL expirou em 10 de maio de 2002, a permanência da ocupação pela Associação representada por Vossa Senhoria caracteriza ato de esbulho, a desafiar a adoção das medidas judiciais cabiveis. vigência do Contrato de comodato firmado entre o Estado do Maranhão e a ADEPOL, cujo objeto é o imóvel de propriedade do Estado, situado na Rua da Palma, n. 322, Centro, nesta Capital, NOTIFICO Vossa senhoria, na qualidade de representante legal da Associação dos Delegados de Policia Civil do Maranhão, reiterando os oficios e notificações encaminhadas pela Secretaria Adjunta de Gestão, Modernização e Patrimônio, para que, em até 30 (trinta dias), a contar do recebimento desta Notificação, efetue a devolução do imóvel identificado para supra, mediante entrega das chaves na sede da Secretaria Adjunta situada na Av. Jerônimo de Albuquerque, s/n, Centro Administrativo do Estado, Edificio Clodomir Milet, 5° Andar.

Ressalte-se que a Secretaria de Segurança Pública reiterou por meio do Oficio 1906/2016 GAB/SSP a necessidade de retomada do imóvel, com o objetivo de instalar o seu Arquivo Geral.

Desta feita, tratando-se de imóvel de propriedade do Estado, cuja cessão à ADEPOL expirou em 10 de maio de 2002, a permanência da ocupação pela Associação representada por Vossa Senhoria caracteriza ato de esbulho, a desafiar a adoção das medidas judiciais cabiveis.

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Escândalo!!! Quem atrasar o pagamento do IPVA no governo Dino, vai pagar 30% em juros e multas

Quem não pagar em dia o IPVA no governo Flávio Dino (PC do B), poderá pagar até 30% a mais do valor devido com juros e multas

Donos de veículos que perderam o prazo para pagar o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), deste ano (2017), arcarão com juros e multas salgadas que podem chegar a 30% do valor do imposto devido. 

De acordo com Portaria do Governo Flávio Dino, o valor da multa aumenta 0,33% por dia de atraso, além do reajuste baseado na Selic (taxa básica de juros). Quanto mais tempo passa, mais dinheiro o cidadão terá que tirar do bolso para quitar os débitos.

Governo Flávio Dino, suja o nome dos devedores no SPC e SERASA 

O proprietário de veículo que não pagou o imposto no prazo deve acertas as contas com o fisco estadual, com o número do Renavam e o CPF do proprietário. O pagamento pode ser feito no caixa eletrônico, no guichê ou pela internet.

Vale lembrar que o contribuinte só poderá receber o licenciamento se o IPVA estiver quitado e, ao circular irregularmente, poderá ter o carro apreendido.

Após o prazo para o licenciamento do veículo, se continuar com o IPVA sem pagamento ou se existir outra pendência (multas de trânsito, seguro obrigatório etc.), o proprietário estará impedido de licenciar.

Em tempo: Cerca de 500 mil proprietários de veículos já efetuaram o pagamento do licenciamento em 2017.

E mais: Restam ainda, 800 mil proprietários que não pagaram o imposto no Maranhão.

Pra fechar: A frota de veículos no Maranhão e de contribuintes são 1.570.000 (Um milhão, quinhentos e setenta mil).  

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais