Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Escândalo!!! Maior obra de Flávio Dino, Barragem do Bacanga consumiu milhões do contribuinte

A maior obra do governo comunista foi aditivada em 3 vezes e nunca foi entregue à população

A reforma da Barragem do Bacanga foi orçada inicialmente em R$ 7.500.321, 47 (sete milhões e quinhentos mil, trezentos e vinte e um reais e quarenta e sete centavos), após quase 4 anos, já foram gastos, segundo o próprio governo comunista, mais de R$ 10 Milhões.

Esta é talvez a maior obra do governo comunista em todo o estado do Maranhão. Ela iniciou em novembro de 2015 e até hoje (10), de janeiro de 2018, a mesma nunca foi entregue.

O Contrato foi assinado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura – SINFRA, que tem como titular Clayton Noleto, e com a Empresa LOTIL ENGENHARIA, que já recebeu três aditivos, o PRIMEIRO de R$ 1.371.693,25 (um milhão trezentos e setenta e um mil seiscentos e noventa e três reais e vinte e cinco centavos).

O SEGUNDO na quantia de R$ 2.377.409,84 (dois milhões trezentos e setenta e sete mil quatrocentos e nove reais e oitenta e quatro centavos).

Em tempo: se já não bastasse toda esta dinheirama gasta com uma obra que nunca termina, outro órgão também gastou dinheiro público para uma mesma obra já contratada.

E mais: como é que um órgão do mesmo governo vai gastar dinheiro em uma obra que já está sendo realizada a peso de ouro pela Sinfra???

Pra fechar: a próxima postagem sobre este assunto será amanhã (11). 

 

 

Cadê o dinheiro??? Governo Flávio Dino consegue “rolar” dívidas com o BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), renegociou cerca de R$ 1 bilhão da dívida do Maranhão; com isso, o estado ganhou uma prorrogação de 10 anos nos pagamentos, incluindo um prazo de carência de 4 anos

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), conseguiu renegociar cerca de R$ 1 bilhão da dívida do Estado do Maranhão, ainda com base na Lei Complementar nº 156 de 28 de dezembro de 2016 – que estabelece o Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal, incluindo as dívidas dos entes federativos com o BNDES. Com a renegociação, o estado do Maranhão ganhou uma prorrogação de 10 anos nos pagamentos, incluindo um prazo de carência de 4 anos.

A dívida renegociada pelo governo Dino, corresponde aos empréstimos que o executivo tem com o banco, para inclusive, jogar borra de asfalto em vários municípios maranhenses, o dinheiro foi aprovado pelo governo passado para garantir infraestrutrura, por meio do Programa Viva Maranhão, da ordem de R$ 2,8 bilhões.

Além do Maranhão, o governo Temer concedeu a renegociação das dívidas para outros 13 estados, totalizando em R$ 9 bilhões.

Em tempo: esta dinheirama que o estado do Maranhão usa para colocar asfalto eleitoreiro nos municípios, restará a dívida para outros governos. 

E mais: bem que o governo Flávio Dino poderia abater a dívida com o dinheiro gastos com propaganda.

Pra fechar: ao longo da gestão comunista (4 anos), serão gastos mais da metade deste valor, apenas com propaganda.

Vídeo: Cansados de esperar pelo governo Flávio Dino, agricultores constroem estrada com dinheiro do próprio bolso

Em 2015, o governo comunista gastou R$ 5 milhões numa operação de tapa buracos que não durou 3 meses, com um asfalto de péssima qualidade

Mesmo pagando os impostos mais caros do Brasil, maranhenses vivem com o descaso das obras públicas do governo Flávio Dino (PC do B). Em Balsas, produtores rurais se reuniram por meio da Associação Maranhense de Produtores de Algodão – AMAPA e estão fazendo o serviço que era obrigação do governo do estado.

O caso envolve a pavimentação do trecho chamado ‘anel da soja’ no sul do estado. O último trecho, com cerca de 3o Km, construído pelos produtores rurais foi entregue na última sexta-feira (8). A obra durou somente 4 meses e custou apenas R$ 25 mil por quilômetro, ou seja, menos da metade do tempo e pouco mais de 25% do valor dos serviços, se o governo do estado estivesse à frente das obras, e o melhor, de boa qualidade.

“Ano passado nós fizemos 20 quilômetros e este ano estamos entregando mais 30, e a ideia é ir avançando neste ritmo de qualidade de estrada”, disse Rubens Divino, um dos responsáveis pela obra.

Em tempo: em 2015, o governo comunista gastou R$ 5 milhões numa operação de tapa buracos que não durou 3 meses, com um asfalto de péssima qualidade. 

E mais: caminhoneiros denunciam que foi apenas uma “enganação”, o asfalto que disseram que colocaram.

Corrupção sem freio no governo Flávio Dino PC do B

Principal membro do governo Flávio Dino (PC do B), Márcio Jerry tem duas pessoas diretamente ligadas a ele no esquema desbaratado pela Polícia Federal

R$ 50 mil foi a quantia bloqueada na conta da cunhada de Márcio Jerry, Jane Rodrigues

A Operação Pegadores, da Polícia Federal, revelou uma estranha proximidade dos gabinetes e pessoas muito próximas do governador Flávio Dino com os malfeitos descobertos na Secretaria de Saúde.

Seu principal auxiliar, presidente do seu partido, amigo de longas datas e lugar-tenente de suas ações políticas e pessoais, jornalista Márcio Jerry, aparece como vínculo direto de pelo menos dois personagens da trama.

A enfermeira Keilane Silva, tida como amiga de Márcio Jerry, motivo pelo qual recebeu contracheque de R$ 13 mil em Imperatriz, foi o pivô da investigação. Ainda em 2015, surgiu a notícia de que a amiga de Jerry recebia um alto salário como enfermeira em Imperatriz apenas pelo fato de ter relação com o secretário.

Operação teve início em 2015, as investigações se voltaram ao contracheques de Keilane Silva

Foi a partir dela que a Polícia Federal decidiu investigar o esquema.

Mas o supersecretário de Flávio Dino tem gente ainda mais próxima envolvida no esquema. Sua cunhada, Jane Rodrigues, que teve R$ 50 mil bloqueados pela Justiça Federal e é apontada como um dos cabeças da lista de funcionários fantasmas da SES. Casada com um dos irmãos de Jerry, Jane se aproxima do gabinete de Flávio Dino por meio do cunhado, principal auxiliar do governador.

A trama descoberta pela Polícia Federal bota, portanto, o esquema da Operação Pegadores no principal gabinete do Palácio dos Leões, por intermédio de Márcio Jerry, o homem de confiança do comunista.

Com informações de Estado Maior, de O EstadoMaranhão

 

Polícia Federal!!! Terceirizada da saúde no governo Flávio Dino faz ‘operação’ no fim de semana

Empresa criada no governo Flávio Dino, investigada pela Polícia Federal funcionou durante todo o dia de sábado (18) e domingo (19), pela manhã 

Desde que foi desencadeada a Operação Pegadores, que apontou desvios no dinheiro da saúde do governo Flávio Dino (PC do B), empresa que presta serviços funcionou intensamente durante o fim de semana (Sábado e Domingo), foi um verdadeiro entra e sai na sede da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) – empresa criada pelo Governo Dino para gerenciar as unidades de saúde.

As imagens foram feitas e encaminhas ao Blog, onde se comprova a intensa movimentação na sede da empresa.

Em tempo: o que estes funcionários faziam durante todo o fim de semana na sede da Emserh????

E mais: só a Polícia Federal por meio da Operação Pegadores, para esclarecer esta movimentação.

 

 

 

Operação Pegadores: Rosângela Curado vai falar…

Estima-se que o depoimento de Curado possa durar cerca de 20 horas, para esclarecer o ‘modus operandi’ da Organização Criminosa implantada na Saúde do Maranhão, segundo acusou a PF

Rosângela Curado é literalmente, o braço direito do governador do Maranhão

A ex-secretária de Saúde assumiu a pasta no começo do governo Flávio Dino (PC do B), era mulher forte no início e depois foi repentinamente demitida, até hoje não se sabe os reais motivos, talvez a operação da Polícia Federal consiga esclarecer os reais motivos.

Corre à boca miúda, que a aliada do governador Flávio Dino, Rosângela Curado que está presa na cela da Polícia Federal, vai depor hoje (17), aos membros responsáveis pela operação que apontou desvios milionários na gestão comunista. Estima-se que o depoimento dela possa durar cerca de 20 horas, para esclarecer o ‘modus operandi’ da Organização Criminosa implantada na saúde do Maranhão, segundo a PF e a Controladoria Geral da União.

Mulher que operava os “empregos”, Curado deve explicar amplamente como e o porquê a enfermeira Keilane Silva, recebia mensalmente mais de R$ 14 mil (Quatorze Mil Reais), e dentre outros funcionários que recebiam sem nem pisar nas Unidades de Saúde.

Em tempo: há quem diga que a indicação da enfermeira Keilane Silva, seja indicação pessoal de um super-secretário do governo Flávio Dino

E mais: para receber um salário ‘pomposo’ deste tem que ser uma enfermeira muito boa.

Pra fechar: será que Curado vai delatar???

Ex-secretária de saúde do governo Flávio Dino foi presa na ‘Operação Pegadores’

A ex-secretária adjunta de Saúde, Rosângela Curado está entre os presos na Operação Pegadores, deflagrada na manhã de hoje pela Polícia Federal

A ex-secretária adjunta de Saúde, Rosângela Curado estaria entre as pessoas presas durante a Operação Pegadores, deflagrada na manhã de hoje pela PF. Ela concorreu em Imperatriz nas eleições municipais do ano passado tendo apoio do atual governador do Estado, Flávio Dino.

Além dela, também estaria entre os presos o médico Mariano de Castro, que seria diretor do Samu em Caxias. Em mensagem no Twitter agora há pouco, o secretário de saúde, Carlos Lula, informou que está neste momento na sede do órgão.

Veja a Nota da Secretaria de Estado da Saúde sobre mais um escândalo no órgão

Sobre a nova fase de investigação da Polícia Federal, deflagrada nesta quinta-feira (16), no âmbito da Secretaria de Estado da Saúde (SES), o Governo do Maranhão declara que:

1. Os fatos têm origem no modelo anterior de prestação de serviços de saúde, todo baseado na contratação de entidades privadas, com natureza jurídica de Organizações Sociais, vigente desde governos passados.

2. Desde o início da atual gestão, tem sido adotadas medidas corretivas em relação a esse modelo. Citamos:
a) instalação da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), ente público que atualmente gerencia o maior número de unidades de saúde, reduzindo a participação de Organizações Sociais.
b) determinação e realização de processos seletivos públicos para contratação de empregados por parte das Organizações Sociais.
c) aprovação de lei com quadro efetivo da EMSERH, visando à realização de concurso público.
d) organização de quadro de auditores em Saúde, com processo seletivo público em andamento, visando aprimorar controles preventivos.

3. Desconhecemos a existência de pessoas contratadas por Organizações Sociais que não trabalhavam em hospitais e somos totalmente contrários a essa prática, caso realmente existente.

4. Todos os demais fatos, supostamente ocorridos no âmbito das entidades privadas classificadas como Organizações Sociais, e que agora chegam ao nosso conhecimento, serão apurados administrativamente com medidas judiciais e extra judiciais cabíveis aos que deram prejuízo ao erário.

5. A SES não contratou empresa médica que teria sido sorveteria. Tal contratação, se existente, ocorreu no âmbito de entidade privada.

6. Apenas um servidor, citado no processo, está atualmente no quadro da Secretaria e será exonerado imediatamente. Todos os demais já haviam sido exonerados.

7. A atual gestão da Secretaria de Estado da Saúde está totalmente à disposição para ajudar no total esclarecimento dos fatos.

Absurdo!!! Governo Flávio Dino desperdiça milhões em propaganda

Imagem revela o desperdício do dinheiro público com jornais de propaganda do governo Flávio Dino (PC do B)

População não acredita nas propagandas mentirosas e joga fora jornais do governo

Este flagrante de desperdício de dinheiro público foi feito pelo titular do Blog, em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande, em São Luís. Um grupo de pessoas entregando jornais com propaganda do governo do estado e as pessoas mal recebiam e descartavam ao chão.

Um verdadeiro desperdício com dinheiro do povo maranhense, gastando milhões em propaganda e vai tudo literalmente para o ralo.

Em tempo: gastos em publicidade no governo Flávio Dino já chegam à casa dos R$ 300 milhões.

E mais: até o final da gestão, estão previstos gastos na ordem de meio bilhão de reais. É muita propaganda paga com dinheiro do contribuinte.

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache