Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

“Novos cangaceiros” explodem a 36ª agência bancária no Maranhão em 2016

36 é o número de agências bancárias explodidas só este ano no Maranhão, sendo cinco, apenas neste mês de agosto

BB

A 36ª agência bancária foi explodida na madrugada de ontem (15), no Maranhão. O alvo dos criminosos desta vez foi o Banco do Brasil no município de Barreirinhas. Foi a 5ª agência destruída pelos “novos cangaceiros” que se espalhou pelo estado.

Fortemente armados, eles fuzilam com armas de grosso calibre, os Batalhões da Polícia Militar das cidades com o claro intuito de intimidar três ou quatro soldados que compõem o batalhão, sem armamento, sem preparo, o governo do estado observa atônito toda a beligerância do bando.

Eles fazem os moradores reféns, incendeia partes da cidade durante a ação, um verdadeiro terror se instalou pelo Maranhão. As ações dos “cangaceiros”, são sempre com um bando de três vezes o número do efetivo do batalhão das cidades.

Com um armamento de guerra, fuzis 556, morteiros e dinamites eles amedrontam por onde passam e a vida bucólica e rotineira de moradores de municípios maranhenses até então tranquilos está totalmente modificada, eles já temem até mesmo bater papo nas portas de suas casas.

A secretaria de segurança pública do Maranhão se esforça para tentar dar uma resposta à sociedade, porém, todo o esforço é minúsculo em face as ações extremamente organizadas destes bandos.

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Professores da rede estadual farão manifestação na porta dos leões

Professores

O Movimento de Resistência dos Professores – MRP, está convocando a classe dos professores da rede pública estadual para um Ato público, que será realizado amanhã, terça-feira (16), às 15 horas, na frente do Palácio dos Leões, contra o governo do estado, comandado por Flávio Dino (PC do B).

As pautas das reivindicações são contra a NEGAÇÃO DE DIREITOS, MELHORIAS NAS CONDIÇÕES DE ENSINO e a VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR.

Até hoje o governo do estado não implantou o Piso Nacional da categoria. Veja, abaixo, a nota do MRP.

Atenção Profissionais da EDUCAÇÃO ESTADUAL-MA

No último dia 12/08 aconteceu uma PARALISAÇÃO DOS EDUCADORES. Esta foi convocada pela diretoria do SINPROESEMMA e, em tese, objetivava protestar e cobrar do governo a garantia de direitos e a valorização dos educadores.
Nesse momento pós ato, é necessário analisarmos a manifestação e verificar se seus objetivos foram alcançados.
1- As escolas da rede estadual deixaram de funcionar nesse dia? Afirmamos que SIM, 100%;
2 – A maioria do professorado participou das manifestações publicas? A resposta é NÃO.
3 – Os funcionários de escolas foram à luta? Lamentavelmente pouquíssimos apareceram.
Diante do exposto precisamos pontuar que:

1 – Em parte isso se deu porque os educadores já não acreditam mais na diretoria do sindicato;
2 – Isso tambem é reflexo da inexistência de uma açãou mobilizadora da diretoria do sindicato e por trás disso existe toda uma intenção de blindar o governador aliado Quem viu na TV ou no rádio a divulgação dessa paralisação?
3 – Os núcleos regionais e/ou municipais do sinproesemma há tempos não fazem seu papel e isso ocorre, principalmente, pq a maioria deles foi abandonada pela diretoria ESTADUAL.
Quantos núcleos disponibilizaram estrutura para os professores na manifestação de ontem?
4 – Em São Luís, não se viu nas faixas e panfletos do sindicato uma única crítica ao governador e muito menos neles se observa qual percentual de reajuste salarial é defendido pra nossa categoria.
Essas e outras questões contribuem para a fragilização da nossa luta.
Ontem, aqui na Capital, centenas de professores e alguns funcionários de escolas repudiaram de forma veemente a fala pro governo da presidenta do sondicato. Não satisfeitos com as criticas e diante da exigência da convocação de uma ASSEMBLÉIA GERAL para a deflagração da greve, os dirigentes do sindicato fugiram da manifestação pública.
O professorado permaneceu na praça e fez o debate juntamente com o M.R.P. Na ocasião foi aprovado a realização de uma espécie de operação tartaruga na educação. Na próxima semana os professores só deverão trabalhar meio turno. Agindo assim pressionaremos governo e diretoria do sindicato, demonstraremos pra sociedade que a realidade da educação estadual não é a que o governo vende em sua campanha midiática e poderemos evitar que contabilizemos 8 meses sem reajuste.
Na sexta feira realizaremos no sindicato dos bancários uma Assembleia de base do sinproesemma, a partir das 16h. Nela avaliaremos a semana de luta, o resultado da reunião do dia 18/08, sindicato X governo e tambem avaliaremos as consequências da aprovação do PLP 257 e PEC 241 para o servidor público.

Atenciosamente
Coordenação do M.R.P

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Vereador Pedro Lucas já havia alertado sobre redefinição de MA’s em São Luís

image

No mês de julho, o vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) já havia alertado para a necessidade de uma redefinição do Plano Rodoviário do Maranhão. Ele pretende apresentar uma indicação para que o Governo do Estado faça isso.

O objetivo do vereador é evitar, a partir da nova Lei dos Faróis, punições desnecessárias a motoristas que trafegam dentro da área urbana da capital.

“Essa chega a ser uma obrigatoriedade sem qualquer fundamento ou lógica, visto que temos MA’s que interligam avenidas e não São Luís a outra cidade. Imagine sair da Avenida Carlos Cunha, entrar na Via Expressa e, se não estiver de farol aceso, o cidadão ser multado? Temos que ser práticos. A Via Expressa integra o percurso de milhares de pessoas que por ali passam todos os dias e, portanto, compõe a malha viária de dentro de São Luís. É por esse motivo que assim que retornar do nosso recesso, na indicação que farei ao governador, pedirei a redefinição das MA’s que cortam a cidade para que ninguém seja punido desnecessariamente”, afirmou Pedro Lucas.

A ausência de agentes da SMTT disciplinando o trânsito nas avenidas Jerônimo de Albuquerque, Guajajaras e Holandeses tem tornado o trânsito um CAOS nessas três vias.

A retirada dos agentes ocorreu depois que, por conta da edição da Lei nº 13.290, de 16 de maio de 2016 – determinando a obrigatoriedade dos faróis baixos acesos em rodovias -, tornou-se de conhecimento público que as três avenidas são, na verdade, rodovias estaduais, sendo assim, cabe ao governo do estado, por meio da Companhia de Polícia Militar Rodoviária Independente (CPRv Ind.), que já não tinha efetivo para atender a demanda das vias já conhecidas.

Esses limites são definidos por uma lei anterior à dos faróis: a Lei Estadual nº 10.043, de 7 de abril de 2014, que regulamenta o Plano Rodoviário do Estado do Maranhão.

Foi com base nessa lei, aprovada em 2014, que trata do Plano Rodoviário do Maranhão, que o titular da SMTT, Canindé Barros, retirou a fiscalização dos agentes de trânsito destas três avenidas, uma vez que elas são de competência estadual.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Pinheiro: Zé Genesio desmascara Othelino Neto, Marcelo Tavares e Márcio Jerry

 image
Os citados acima sempre usaram o falso discurso que são contra oligarquias, contra os coronelismos e blá blá blá , o mas engraçado de tudo isso que os mesmo tentam modificar e implantar o que bem melhor lhe convém com discurso ultrapassado e demodê de libertação.
O ex-prefeito e ex-deputado José Genésio fez um desabafo contundente ao Jornalista Robert Lobato, ontem, segunda-feira, 8.
Zé Genésio está revoltado com o fato do governador Flávio Dino ter chamado o seu filho Luciano ao Palácio dos Leões para convencê-lo a desistir da candidatura a prefeito de Pinheiro.
Feito uma fera quando vê suas crias ameaçadas por predadores, Zé Genésio não poupou ninguém e detonou desde Flávio Dino, passando por Márcio Jerry, Marcelo Tavares, até chegar no deputado Othelino Neto.
“Flávio Dino torturou um jovem que não tem ainda grandes experiências no jogo da política. Como é que um governador que foi juiz federal, deputado federal e que eu ajudei em Pinheiro onde ninguém o conhecia, teve a coragem de trancafiar Luciano no Palácio dos Leões para obrigá-lo a desistir de ser candidato com o argumento de que não há segurança jurídica da candidatura dele só porque apresentaram uma resolução partidária que sequer foi assinada pelo presidente do PP? Não posso aceitar essa safadeza de Márcio Jerry, desse falso e gigolô de governo chamado Marcelo Tavares e do canalha do Othelino, que corre o risco de apanhar do povo de Pinheiro no meio da rua se aparecer por aqui”, afirmou um Zé Genésio revoltado, cujos adjetivos seriam verdadeiramente outros, ditos ao celular, o horário não permite publicá-los.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Flávio Dino quer censurar blog’s e perfis na redes sociais

Depois de já ter processado vários blogueiros, a exemplo do editor do Atual7, o governador Flávio Dino conseguiu agora, por meio da justiça, censurar perfis nas redes sociais que fazem oposição a sua forma desastrada de governança

723_flavio

Há um abismo entre ser apenas um candidato a um mandato eletivo e ser um gestor, eleito para administrar pelo bem comum. E o governador do Maranhão, Flávio Dino, (PCdoB), a cada dia mostra as diferenças entre essas duas fases da sua vida política. O comunista, que quando candidato defendia com unhas e dentes a liberdade de expressão, agora mostra que, como gestor, deve censurar.

Essa foi a decisão de Flávio Dino ao entrar com ação na Justiça para que perfis em redes sociais com sátiras ao seu governo fossem retirados do ar. O governador alega que os perfis foram criados na época das eleições para atacar sua honra e por isso devem deixar de existir.

O problema é que esses perfis, na verdade, pelo menos a maioria, foram criados após decisões do agora gestor Flávio Dino em relação ao funcionalismo público. Em várias contas na rede social Facebook, as decisões de Dino eram confrontadas diariamente com o seu discurso de candidato.

Para o governador do Maranhão, ser questionado com humor significa desonra e isso justificaria a censura. O complicado para o comunista é que quando candidato até reproduzia postagens de perfis falsos de seus adversários políticos. O governador Flávio Dino mantém como seu funcionário comissionado o criador de um perfil falso feito somente para ridicularizar os seus adversários políticos.

Quando é a favor do governador e contra seus desafetos, é liberdade de expressão. Quando o alvo das sátiras é Dino, é desonra, e isso ultrapassa a liberdade que cada cidadão tem ao se expressar. Assim entendeu o juiz Clésio Cunha, que determinou a retirada dos perfis, afirmando que eles extrapolam referências aceitáveis “ao homem público da qualidade intelectual do governador”. Assim é fácil. Para ele, tudo; para os demais, nada.

Com informações de Estado Maior

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Governo Flávio Dino suspende medicamentos especiais para doentes

FEME

Mães de crianças que precisam do leite PKU, utilizado no tratamento de quem tem a fenilcetonúria, reclamam a falta desse aminoácido há mais de um ano. A doença é considerada grave e provoca lesões irreversíveis no cérebro.

Sem a fórmula os pacientes têm sintomas como baixa imunidade, queda de cabelos, perda da força intelectual, convulsões epiléticas, problemas na pele e também nos olhos.

Em todo estado, são 37 pacientes que dependem dessa medicação. Antes, a fórmula era fornecida gratuitamente pela Farmácia Estadual de Medicamentos Especializados – FEME, mas desde o ano passado que esses pacientes não são atendidos.

A dona de casa Zilene de Jesus Pereira Batalha Ferreira revela que os seus dois filhos dependem da fórmula para continuar a viver. Ela acrescenta que está preocupada com a ausência do leite PKU na alimentação dos filhos. “É muito prejudicial para a saúde deles. A minha filha não anda. Meu outro filho fica muito abatido sem esse PKU”, finalizou.

O governo Flávio Dino vai contabilizando seu pacote de maldades para com o povo maranhense, não é a primeira vez que pais e mães de famílias reclamam por falta de medicamentos especiais.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Governo da Lambança: Humberto Coutinho vai comandar o estado do Maranhão

humberto
O presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho (PDT) será governador do Maranhão interinamente na próxima semana. Humberto irá assumir o governo por três dias. Isto porque o governador Flávio Dino se ausentará por este período, por motivo ainda não divulgado.
Já o vice-governador, Carlos Brandão, estará em missão na China. Assim, o próximo na linha sucessória passa a ser o presidente do poder legislativo estadual.

Com informações do Blog de Clodoaldo Correa

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Escândalo!!! Governo Flávio Dino vai quebrar o estado

Divida do Maranhao
O Estado do Maranhão na gestão Flavio Dino (PC do B) represou as dívidas do estado em  R$ 682 milhões em dívidas com seus fornecedores entre os meses de janeiro a abril deste ano. A informação é do jornal Folha de São Paulo, com dados do Tesouro Nacional. Foi publicada na madrugada de hoje (11) na matéria intitulada ‘Dívida com fornecedores mais do que dobrou em sete estados’.
Na média, diz o diário, ocorreu um aumento de 82% na dívida reconhecida e não paga pelos estados este ano, em relação ao mesmo período (primeiro quadrimestre) de 2015. A matéria especifica o percentual de represamento do estado do Maranhão, que figura como o sexto que mais represou dividas, atrás apenas dos estados do Rio de Janeiro, Bahia, Distrito Federal, Rio Grande do Sul e Paraná.  “devo, não nego; pago quando puder”.
O governador do Maranhão, Flavio Dino (PC do B), aumentou as taxas e impostos da arrecadação estadual e também aumentou os gastos da máquina pública com cargos comissionados e serviços terceirizados. O estado acumula dividas também com fornecedores e trabalhadores.

Divida do Maranhao 2

E mais: De acordo com a reportagem, Maranhão, Roraima e Mato Grosso do Sul não apresentaram ao Sistema do Tesouro Nacional relatórios sobre a execução orçamentária deste ano ou de 2015, o que inviabilizou uma análise mais aprofundada de seu desempenho.

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache