Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Operação Pegadores: Rosângela Curado vai falar…

Estima-se que o depoimento de Curado possa durar cerca de 20 horas, para esclarecer o ‘modus operandi’ da Organização Criminosa implantada na Saúde do Maranhão, segundo acusou a PF

Rosângela Curado é literalmente, o braço direito do governador do Maranhão

A ex-secretária de Saúde assumiu a pasta no começo do governo Flávio Dino (PC do B), era mulher forte no início e depois foi repentinamente demitida, até hoje não se sabe os reais motivos, talvez a operação da Polícia Federal consiga esclarecer os reais motivos.

Corre à boca miúda, que a aliada do governador Flávio Dino, Rosângela Curado que está presa na cela da Polícia Federal, vai depor hoje (17), aos membros responsáveis pela operação que apontou desvios milionários na gestão comunista. Estima-se que o depoimento dela possa durar cerca de 20 horas, para esclarecer o ‘modus operandi’ da Organização Criminosa implantada na saúde do Maranhão, segundo a PF e a Controladoria Geral da União.

Mulher que operava os “empregos”, Curado deve explicar amplamente como e o porquê a enfermeira Keilane Silva, recebia mensalmente mais de R$ 14 mil (Quatorze Mil Reais), e dentre outros funcionários que recebiam sem nem pisar nas Unidades de Saúde.

Em tempo: há quem diga que a indicação da enfermeira Keilane Silva, seja indicação pessoal de um super-secretário do governo Flávio Dino

E mais: para receber um salário ‘pomposo’ deste tem que ser uma enfermeira muito boa.

Pra fechar: será que Curado vai delatar???

Confira os nomes dos presos pela PF em operação contra o governo Flávio Dino

Polícia Federal liberou documentos sobre a ‘Operação Pegadores’. Foram 17 mandados de prisões preventivas e outros 28 pedidos de busca e apreensão

PEDIDOS DE PRISÃO PREVENTIVA

ANTÔNIO JOSÉ MATOS NOGUEIRA

CHISLEANE GOMES MARQUES

MARIANO DE CASTRO SILVA

LUIZ MARQUES BARBOSA JÚNIOR

ROSÂNGELA APARECIDA DA SILVA BARROS  (Rosângela Curado)

 

PEDIDOS DE PRISÃO TEMPORÁRIA (5 DIAS)

ANTÔNIO AUGUSTO SILVA ARAGÃO (ARAGÃO DO IDAC)

BENEDITO SILVA CARVALHO

FLÁVIA GEORGIA BORGES GOMES

IDEIDE LOPES DE AZEVEDO SILVA

MARCUS EDUARDO ALVES BATISTA

MIGUEL MARCONI DUAILIBE GOMES

OSIAS DE OLIVEIRA SANTOS FILHO

PAULO GUILHERME SILVA CURADO

PÉRICLES SILVA FILHO

WALDINEY FRANCISCO SARAIVA

WARLEI ALVES DO NASCIMENTO

KARINA MÔNICA BRAGA AGUIAR

Em primeira mão!!! Enfermeira que recebia mais de R$ 13 mil motivou ação da PF

Segundo a PF, as investigações da ‘Operação Pegadores’, se deram em virtude da enfermeira Keilane Silva Carvalho, que recebia salário de R$ 13.189,07 na UPA de Imperatriz

Segundo os delegados da Polícia Federal, notícias denunciadas pelos blogs, acerca da funcionária que recebia mais de R$ 13 mil reais, motivou as investigações onde foram relacionadas 424 pessoas que recebiam pagamentos via Oscip’s e não exerciam as funções.

Na época, a denúncia que a servidora recebia salário acima dos demais enfermeiros repercutiu bastante nas redes sociais e nos blogs maranhenses. A denúncia do pagamento exorbitante pago à enfermeira pela Oscip “Bem Viver” caiu como uma veradeira bomba no governo Flávio Dino (PC do B).

Em tempo: A investigação é a partir de 2015, e encontrou irregularidades em contratos firmados pelo governo Flávio Dino, com as organizações sociais Bem Viver, IDAC e Corpore.

E mais: À epoca foi veiculado pela imprensa que a indicação da enfermeira que recebia R$ 13.189,07 (Treze Mil, Cento e oitenta e nove reais), era do secretário de Articulação Política e Comunicação, Márcio Jerry.

Pra Fechar: pudera, para receber uma quantia desta tinha que ser ligada a alguém forte no governo Flávio Dino

 

Escândalo!!! Polícia Federal deflagra operação em secretaria do governo Flávio Dino

Governo Flávio Dino (PC do B) é marcado por escândalos de corrupção; PF deflagrou agora, a operação ‘Pegadores’ por causa de desvios de recursos na saúde do Maranhão

Trabalhadores da Saúde protestam

Trabalhadores da Saúde em constantes protestos

A Polícia Federal deflagrou nesta manhã de quinta-feira (16), a Operação Pegadores, que investiga desvios de recursos públicos federais por meio de fraudes na contratação e pagamento de pessoal firmados pelo Governo do Estado do Maranhão.

A operação conta com o apoio do Ministério Público Federal, do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e da Receita Federal do Brasil.

Cerca de 130 policiais Federais cumprem 45 mandados judiciais, expedidos pela Juíza Federal Paula Souza Moraes da 1ª Vara Criminal Federal da Seção Judiciária do Maranhão. Estão sendo cumpridos 17 mandados de prisão temporária e 28 mandados de busca e apreensão em São Luís/MA, Imperatriz/MA, Amarante/MA, além do bloqueio judicial e sequestro de bens no total de R$18.000.000,00. (Dezoito Milhões de Reais).

As investigações indicaram a existência de cerca de 400 pessoas que teriam sido incluídas indevidamente nas folhas de pagamentos dos hospitais estaduais, sem que prestassem qualquer tipo de serviços às unidades hospitalares. Os beneficiários do esquema seriam familiares e pessoas próximas a gestores públicos e de diretores das organizações sociais.

O montante dos recursos públicos federais desviados por meio de tais fraudes supera a quantia de R$ 20.000.000,00 (Vinte Milhões). Contudo o dano aos cofres públicos pode ser ainda maior, pois os desvios continuaram a ser praticados mesmo após a deflagração de diversas outras fases da Operação Sermão aos Peixes.

Foi detectado também que uma empresa registrada como sendo uma sorveteria passou por um processo de transformação jurídica e se tornou, da noite para o dia, em uma empresa especializada na gestão de serviços médicos. Essa empresa foi utilizada para a emissão de notas fiscais frias, que teriam permitido o desvio de R$ 1.254.409,37.

Os investigados responderão na medida de suas participações pelos crimes de peculato, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa, dentre outros.

 

Agora lascou!!! Sem fazer nada pelo Maranhão, Flávio Dino vira cidadão piauiense

Sem nada para mostrar no Maranhão e muito menos no Piauí, governador foi de  jatinho da Heringer se tornar cidadão piauiense

Sem grandes obras para mostrar aos maranhenses, o governador Flávio Dino (PC do B), virou cidadão do Piauí, nesta segunda-feira (13), após receber um título sem pé nem cabeça, já que o também governador do Piauí parece que não tem muito o que fazer no estado.

No Maranhão, Flávio Dino que se revesa em inaugurar obras deixadas pela gestão passada e inaugurar umas reformas de escolas e colocar asfalto “sonrizal” em municípios onde tem aliados, que realiza uma gestão de medíocre a incompetente e agora é cidadão piauiense sem colocar um prego numa barra de sabão, fato é que ao contrário do estado que “governa”, não é de sua atribuição.

Toma lá da cá

Sem ter o que mostrar ao povo maranhense, Dino tenta se mostrar como um líder nacional, tenta passar a ideia de liderança, de articulador político, coisa que não tem a menor afinidade. Até mesmo quando tenta parecer popular a coisa sai forçada, como foi no mais recente caso da “pedalada”. Como se nã bastasse, Flávio está em plena campanha de sua reeleição pelo Maranhão afora.

Mas tudo isso se justifica no “toma lá, dá cá” camarada, o governador Flávio Dino obrigou seus deputados aliados na Assembleia Legislativa do Maranhão, a conceder ao governador piauiense, a medalha do Mérito Legislativo Manuel Beckman, a maior honraria do Poder Legislativo do Maranhão, e também foi condecorado com a mais importante honraria do Executivo maranhense através da Medalha da Ordem dos Timbiras, no grau Grã Cruz.

O povo nem sabe disso, cabe a nós apenas divulgar, lamentar e lembrar ao governador do Maranhão que há muito o que fazer.

Em tempo: quanto custou este título de cidadão aos cofres do contribuinte????

E mais: em quê um título de cidadão do Piauí vai melhorar a vida dos maranhenses ???

Migalhas comunistas fazem deputados estaduais se matarem por causa de uma ‘Patrol’

Uma briga de “foice e martelo” fazem deputados estaduais brigarem pela titularide de motoniveladora (Patrol), ao município de Porto Franco

Os deputados estaduais Léo Cunha (PSC) e Rogério Cafeteira (PSB), quase vão às vias de fato por causa das migalhas “lançadas” pelo governo Flávio Dino (PC do B), ocorre que ambos brigam pelas redes sociais para ser o “pai” de uma máquina motoniveladora que foi doada pelo governo do estado ao município de Porto Franco.

Cafeteira, que é líder do governo Flávio Dino, soube que o pedido do deputado Léo Cunha teria sido atendido e partiu para o ataque, pelo visto conseguiu, Cunha nem apareceu na entrega da “maquininha”.

O governo comunista proporciona, deliberadamente, estes abusos, não libera emendas dos que são contra seus desmandos, não entrega obras e maquinários onde os seus críticos tem base eleitoral e quando decide entregar uma “maquininha” para um município é aquela confusão.

“Quando fizer o bem, faça-o aos poucos. Quando for praticar o mal, é fazê-lo de uma vez só”. Nicolau Maquiavel

Associação de Delegados de Polícia condena retaliação do governo Flávio Dino

ADEPOL acusa governo comunista de perseguir trabalhadores que denunciam a falta de estrutura nas delegacias

Associação acusa o governo Flávio Dino de abusos de autoridade, censura e intimidação

A Associação dos Delegados do Maranhão (Adepol) divulgou moção de repúdio  contra o governo Flávio Dino (PC do B), segundo eles, condenando “abusos e desvios de finalidade” praticados pelo atual secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, e manifesta total solidariedade aos delegados Gustavo Tavares Barbosa de Matos, Virgínia Loiola Beserra e Fábio Silva Cordeiro Pessoa.

De acordo com a Nota, Portela determinou a abertura de processos administrativos contra os delegados e também a remoção de Virgínia Loiola e Fábio Cordeiro “em retaliação pelo exercício da profissão e liberdade de expressão”.

Acusações

O delegado Gustavo Barbosa responde a processo disciplinar por informar ao Ministério Público em Imperatriz que o Sistema Integrado de Gestão Operacional (Sigo) não funciona. Já Virgínia Loiola foi removida do serviço onde atuava, vejam só, por causa de uma publicação em sua página do facebook, onde denuncia as péssimas condições de trabalho.  Contra Fábio Cordeiro pesa o fato de ter sido despejado do imóvel em que funcionava a Delegacia de Peritoró, mesmo tendo comunicado o atraso de um ano no pagamento do imóvel à Secretaria de Segurança.

Para a Adepol, o secretário Jefferson Portela alega que os três delegados comprometeram a instituição policial com suas ações e está “usando de subterfúgios para aplicar punição sem previsão legal, atingindo de morte a honra e a dignidade de pais e mães de família”.

“Numa sociedade livre, ninguém está acima de crítica. Não há verdadeira democracia se as pessoas são livres apenas para concordar, nunca para discordar. Não há liberdade se as pessoas são livres apenas para calar e consentir, nunca para divergir”, ressalta a moção de repúdio.

A Associação dos Delegados afirma que o governo comunista faz CENSURA, é AUTORITÁRIO e INTIMIDA a categoria funcional dos delegados de polícia civil do Maranhão.

Vídeo Escândalo!!! Senador diz que Flávio Dino recebeu propina da JBS

Segundo o Senador Roberto Rocha (PSDB), delação de Ricardo Saud, da JBS, afirma que grupo deu PROPINAS a 16 governadores, sendo que apenas 15 apareceram os nomes.

Ainda segundo o Senador, como mostra o vídeo, o 16º nome é o do governador Flávio Dino do PC do B, partido este que recebeu cerca de R$ 13 milhões em propinas. 

Veja o vídeo da CPMI da JBS e J&F