Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Caso de polícia!!! FMF altera CRC de contadora durante o fim de semana no portal da CBF

Portal da Confederação Brasileira de Futebol – CBF, com o balancete da Federação Maranhense de Futebol – FMF, foi alterado no fim de semana

Presidente da FMF Antônio Américo

Após denúncias incontestáveis que a Federação Maranhense de Futebol – FMF, fraudou balancete encaminhado à Confederação Brasileira de Futebol – CBF, a entidade maranhense conseguiu modificar o número do Conselho Regional de Contabilidade da contadora que assina a auditoria externa.

No primeiro envio do balancete da FMF publicado no dia 30 de abril, no Portal da CBF, com a fraude a Waldereis assina o balancete com o CRC de uma outra pessoa, de número 7764/0. Ocorre que após denúncia deste Blog, a entidade maranhense, sabe-se Deus, como, conseguiu modificar o erro e a CBF amanheceu com um outro balancete, agora, com o registro de conselho quem realizou a auditoria externa.

Veja nos links abaixo, a modificação no Portal da CBF

Dia 30/04/2018 https://cdn.cbf.com.br/content/201804/20180430162101_0.pdf

Dia 17/05/2018            https://cdn.cbf.com.br/content/201805/20180517145744_0.pdf

Veja os prints feitos pelo Blog no Portal da CBF

Print realizado no dia 16 de maio às 09:37

Print realizado no dia 21 de maio às 07:31

O Blog tentou contato por telefone com o presidente da Federação Maranhense de Futebol, mas não obteve êxito.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Escândalo!!! Fraude na prestação de contas da FMF usa CRC de contadora do Mato Grosso

Federação Maranhense de Futebol apresentou sua prestação de contas à Confederação Brasileira de Futebol com um registro profissional fraudado

A contadora Junilma Souza teve seu registro de contabilidade utilizado na prestação e contas da FMF – ela mora no Mato Grosso do Sul

O Blog denunciou ontem (17), a fraude cometida na prestação de contas da Federação Maranhense de Futebol – FMF, em que utilizou registro de conselho de contabilidade diferente, de quem assinou a “auditoria externa” da entidade como manda a Confederação Brasileira de Futebol – CBF.

Falsidade ideológica, fraude em balancetes e prestação de contas são apenas os que mais chamam atenção. Fatos estes que levariam os dirigentes da FMF, a serem banidos do futebol.

Na “prestação de contas” da FMF, no Portal da CBF, quem assina a Nota Técnica da Auditoria Externa da FMF, trata-se de Waldereis Almeida Soares CRC 7463/0, contudo, a entidade maranhense de futebol utilizou o número do Conselho Regional de Contabilidade -CRC, de uma outra pessoa, a da Junilma Cristine Silva de Souza 7764/0 , que mora há cerca de 15 anos, no Mato Grosso do Sul, na cidade de Campo Grande.

O caso é correlato ao do presidente afastado do Moto Club de São Luís, Célio Sérgio, pelo Tribunal de Justiça Desportista – TJD maranhense.

Uma fonte informou ao Blog que dirigentes e ex-dirigentes corruptos e presos na CBF, são aliados incondicionais do presidente da FMF, Antônio Américo e as denúncias aqui neste Blog nã vã avançar em nada.

Contudo, o Blog encaminhará as graves denúncias ao Ministério Público do Maranhão, à delegacia de defraudações e por último, a denúncia à propria CBF.

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Exclusivo!!! Federação Maranhense de Futebol deve sofrer intervenção da CBF

O Blog fez uma investigação na “Prestação de Contas” da Federação Maranhense de Futebol – FMF, exercício 2017. 

“Auditoria Externa” contratada pela FMF deve ser anulada e contém fraude

Um verdadeiro escândalo sem precedentes na história do futebol maranhense está prestes a explodir na Federação Maranhense de Futebol -FMF, e será divulgado aqui neste Blog.

Falsidade ideológica, fraude em balancetes e prestação de contas são apenas os que mais chamam atenção. Fatos estes que levariam o atual dirigente da FMF, Antônio Américo, a ser banido do futebol.

Analisando a “prestação de contas” no Portal da CBF, conforme imagem acima, um fato chamou a atenção do Blog, a federação-mãe do futebol maranhense, teria contratado uma “auditoria externa”, como determina a Confederação Brasileira de Futebol – CBF, contudo, que quem assina a Nota Técnica da Auditoria Externa da FMF, trata-se de Waldereis Almeida Soares CRC 7463/0. E o escândalo vem justamente aí, a Auditoria Externa utilizou o número do Conselho Regional de Contabilidade -CRC, de uma outra pessoa, a da Junilma Cristine Silva de Souza 7764/0 , que mora há cerca de 15 anos, no Mato Grosso do Sul, na cidade de Campo Grande.

Veja no site da CBF

https://cdn.cbf.com.br/content/201804/20180430162101_0.pdf

A FMF, encaminhou a sua prestação de contas à Confederação Brasileira de Futebol, com os balancetes da auditoria externa com assinada por uma pessoa com o CRC de outra – É o mesmo que um médico consultar um paciente e dar uma receita médica com carimbo de outro médico.

O Blog investigou e faz uma análise sucinta da prestação de contas da FMF e até sexta-feira (18), termina de estourar mais este escândalo envolvendo a federação de futebol maranhense.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

OPERAÇÃO CARTOLA!!! Juíza manda liberar sigilo das informações

Decisão é da Juíza da 4ª Vara Criminal da Capital, Andréa Galdino. Apenas partes interessadas, como STJD e CBF, podem ter acesso ao conteúdo 

As partes interessadas na ‘Operação Cartola’ que apontou esquema de manipulação de resultados no futebol paraibano, já podem ter acesso ao conteúdo das interceptações telefônicas realizadas pela Polícia Civil. A decisão da difusão das escutas é da juíza Andréa Galdino, da 4ª Vara Criminal de João Pessoa. Além dos investigados, partes interessadas no processo investigativo também podem ter acesso às interceptações.

O deputado estadual Sérgio Frota (PR), é uma destas partes interessadas na ação, uma vez que foi interceptado nas ligações telefônicas entre os dirigentes do Botafogo-PB, Breno Morais e Zezinho, conforme divulgou com exclusividade o Portal Correio, do estado da Paraíba.

O titular do Blog desde ontem tenta entrar em contato com deputado Sérgio Frota e não obtém êxito. Ele ficou de lançar uma Nota, mas até o presente momento silenciou sobre o caso.

Conforme divulgamos ontem (15), em primeira mão no estado do Maranhão, a informação do Portal Correio, em que o deputado teria contato direto com  o presidente e vice, do Botafogo-PB,  na qual ele articulam um contato com o árbitro Ranilton de Oliveira. Sérgio Frota pediu para a conversa continuar à noite e se prostou a resolver o problema.

O Blog recebeu de uma fonte, parte das 1678 folhas da ‘Operação Cartola’ e analisa sua divulgação, que como repetimos, está disponível apenas às partes interessadas.

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Vixe!!! Antônio Américo provoca jornalista e expõe Weverton Rocha a escândalo

Presidente da FMF, Antônio Américo foi provocar o jornalista Zeca Soares e expôs o deputado Weverton Rocha em escandaloso contrato com a TV Difusora

O jornalista e blogueiro Zeca Soares, divulgou um print de um “deboche”, que o presidente da FMF, Antônio Américo enviou a ele com a seguinte mensagem no whatsapp: “Zeca, bom dia. “Absurdamente”, primeiro jogo da final do cearense foi ontem, às 21:45, Ceará X Fortaleza”.

E acrescentou: “Detalhe: transmissão pelo Esporte Interativo, Sky e também pela TV Verdes Mares, afiliada Globo, para Fortaleza”

Só que Américo não contava com a resposta de Zeca Soares, que explicitou claramente a diferença do Campeonato Maranhense em relação ao Cearense, veja!

“Bem, preciso dizer a Américo que lá no Ceará a TV Verdes Mares pagou pelo televisionamento do Campeonato Cearense R$ 800 mil para o Ceará e R$ 800 mil para o Fortaleza. Só para os dois foi R$ 1,6 milhões. Os demais clubes, cada um recebeu R$ 120 mil”.

Profundo conhecedor do futebol maranhense, ao contrário de Antônio Américo, Zeca Soares foi além e expôs o contrato escandaloso num esquema entre o Instituto na qual Américo também figura como presidente, o governo do comunista e a TV Difusora, arrendada pelo deputado federal Weverton Rocha, amigo e candidato do governador Flávio Dino ao Senado para transmitir os jogos.

“A FMF, por exemplo que foi a proponente do projeto por meio do Instituto Maranhense de Futebol – IMF, de cara levou R$ 150 mil (10%) do montante liberado pelo governador. O Sampaio foi quem mais recebeu R$ 150, mesmo eliminado na primeira fase. O Moto teve apenas R$ 120 mil e o Imperatriz R$ 115 mil, nesse convênio, assim como contrato com o Esporte Interativo que parecem estar guardados mesmo numa caixa preta” afirmou o jornalista Zeca Soares.

Na resposta mais do que clara, Zeca Soares severou que os dirigentes que estão à frente da federação de de futebol ainda não sabem o que precisa se fazer com o futebol maranhense volte a crescer.

“Acho que essas informações são mais do que suficientes para entender que a FMF, infelizmente, ainda não sabe o que precisa fazer para que o nosso futebol volte a crescer. Estes, presidente Américo não são fatos, mas bons argumentos para quem conhece o mínimo de futebol. Se, ao contrário de buscar um novo embate, você tivesse optado pelo silêncio, teria feito melhor”, finalizou Zeca Soares.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Vídeo! Em meio a muito chopp, whisky e churrasco, presidente da FMF faz campanha em Imperatriz

Federação Maranhense de Futebol – FMF é alvo de investigações do Ministério Público, Assembleia Legislativa do Maranhão e Superintendência de combate à corrupção

O presidente da Federação Maranhense de Futebol – FMF, Antônio Américo foi à Imperatriz na abertura do Campeonato Maranhense de Futebol, em que o time da casa empatou em 2 a 2 com o Moto Club.

Por lá, Antônio Américo, aproveitou e convocou futuros eleitores da sua reeleição na FMF, com uma mesa regada a muito chopp, whisky e churrasco, para pedir votos para permanecer à frente do órgão. Ele já está desde 2011 na federação de futebol maranhense.

Este Blog já fez uma série de graves denúncias sobre a gestão de Américo, vamos relembrar.

01. Ele próprio criou e figura também como presidente de um Instituto para administrar os milhões que já entraram na Federação.

02. A mudança de interpretação escandalosa de um regulamento do campeonato maranhense, durante o andamento da competição.

03. Pagou R$ 900 mil para o Sistema de Comunicação Difusora, para televisionar os jogos do Campeonato Maranhense que nunca foram ao ar.

Agora Américo torra dinheiro da Federação Maranhense de Futebol para fazer campanha aberta em Imperatriz. Segundo uma fonte, a conta passou dos R$ 5 mil.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache