Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Crime eleitoreiro! Sérgio Frota usa estrutura do Sampaio Corrêa em pré-campanha

Sérgio Frota e Josimar de Maranhãozinho usam o Sampaio Corrêa para fazerem campanha aberta 

Maqueado de “escolinha de futebol”, o deputado estadual Sérgio Frota (PSDB),  lança amanhã, sábado (5), no Residencial Terra Livre – Parque Vitória, a sua campanha a reeleição, e pasmem os senhores vai ter distribuição de brindes, sorteio de camisas, cestas básicas e ingressos.

O evento contará com a presença também de outro candidato, o poderoso Josimar de Maranhãozinho (PR), que é candidato a deputado federal.

Vai faltar mesmo apenas as bandas de shows para garantir o showmício de Frota e Maranhãozinho, a chapa está formada.

Em tempo: o Ministério Público Eleitoral – MPE, no Maranhão dorme em berço esplêndido.

E mais: o que diabos um lançamento de escolinha de futebol tem a ver com distribuição de brindes, camisas e cestas básicas????

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

“Deputado pescador” antecipa eleição em Federação de Pescadores

A eleição que deveria acontecer no dia 15 de agosto de 2018 – data que encerra o mandato da atual diretoria – agora está marcado para o mês de maio, em data e local, estrategicamente, ainda preservados pelo deputado Edson Araújo

Após a série de postagens do Blog do Domingos Costa que denunciam a ‘bandalheira’ na atuação da Federação das Colônias de Pescadores do Estado do Maranhão – FECOPEMA, o presidente da entidade o deputado estadual Edson Araújo (PSL) decidiu antecipar a eleição para escolha da nova diretoria.

O pleito que deveria acontecer no dia 15 de agosto de 2018 – data que encerra o mandato da atual diretoria – agora está marcado para o próximo mês de maio, em data e local, estrategicamente, ainda preservados pelo parlamentar.

Uma Ata registrada nesta quarta-feira (19) no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas Cantuária de Azevedo, em São Luís (microfilme 59718, imagem, abaixo), releva a “realização” de uma Assembleia Geral Extraordinária do último 7 de março (com inicio as 8h30) numa sala do Edifício Orienta Consultoria, no Renascença I, na capital maranhense, que segundo o deputado Edson, serviu para discutir e aprovar a mudança da data da eleição da Federação das Colônias. Veja !!!

 

A desculpa inventada pelo parlamentar é que a escolha para um novo mandato na entidade pesqueira ficaria muito próximo das eleições partidárias deste ano. “Na abertura dos trabalhos o presidente da Federação fez uma ampla explanação para os presentes sobre a necessidade de antecipar o pleito eleitoral da referida entidade, tento em vista que a data prevista para ocorrer a eleição da Diretoria, Conselho de Representantes e Conselho Fiscal aconteceria em data muito próxima das eleição partidárias de 2018”, diz trecho da Ata, que segundo a FECOPEMA, foi aprovado com a participação 80% do total de Colônias filiadas.

– Suspeita de fraude

Embora a Ata registrada diga que teve participação de 80% das Colônias de Pescadores filiadas, a verdade é outra. O Blog, que enviou emissário no último evento público da FECOPEMA, no dia 27 de março, mostrou que das mais de 170 Colônias filiadas, apenas algo em torno de 60 marcaram presença no encontro, o que representa aproximadamente 30%, número não suficiente para aprovar a mudança da eleição.

A prova pode ser tirada no post: “Dep. Edson Araújo passa por vexame durante encontro da FECOPEMA”. Na plateia do evento, os registros fotográficos provam a presença pequena de participantes.

O evento da Fecopema do dia 27 de março foi um fracasso de público, mas a Ata registrada diz o contrário, e ainda, registrou presença até de quem não compareceu…

O mais grave é que na Súmula de presença da Assembleia Geral aparecem nomes de 86 presidentes de Colônias espalhadas por todo o Maranhão. Já na Ata, são exatamente 93 assinaturas. Onde encontraram tanta gente, já que no evento não participaram essa quantidade de pessoas?

Outro agravante é que um Edital sem numeração, publicado na edição do dia 20 de março no minúsculo jornal Extra  – sete dias antes da reunião -, a FECOPEMA convoca seus filiados para deliberar sobre a antecipação do pleito eleitoral da entidade. Acontece que o Blog teve acesso exclusivo ao documento com toda a programação do dia (será publicado em outro post), e nele, não constava discussão ou qualquer deliberação acerca de antecipação da eleição da entidade.

Isto é, a suspeita que é a Ata registrada no cartório Cantuária de Azevedo, ontem (18), bem como o Edital de convocação, sejam parte de uma grande farsa que visa, unicamente, reconduzir Edson Araújo a mais um mandato no controle da Fecopema.

O plano é simples… estabelecer chapa única de modo a não permitir a formação de concorrentes que, eventualmente, podem causar algum tipo de ameaça a Edson Araújo. Para o deputado seria um desastre perder a sua “galinha dos ovos de ouro”, que arrecada milhões e ainda tem retorno político eleitoral garantido.

O parlamentar e sua turma esperam, obviamente, mais uma recondução à frente da entidade por via de aclamação, quando existe apenas um candidato.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Veja como o deputado Edson Araújo e o filho usam o ‘Seguro Defeso’ arrecadando milhões

Fecopema, controlada por pai e filho não presta conta de milhões recolhido como taxa obrigatória, quando na verdade, é opcional ao pescador

Deputado-presidente da FECOPEMA, Edson Araújo e seu filho, Wolmer

Dando prosseguimento a uma série de postagens sobre o esquema milionário de arrecadação ilegal da Federação das Colônias de Pescadores do Estado do Maranhão (FECOPEMA), o Blog do Domingos Costa trouxe mais revelações sobre a entidade. O deputado estadual Edson Araújo (PSL), é o atual presidente e seu filho, Wolmer de Azevedo Araujo – assessor Jurídico e também funcionário da Câmara dos Deputados, no gabinete da deputado federal Julião Amin (PDT). Veja na matéria como eles usam o benefício do seguro-defeso para recolher muito dinheiro.

Wolmer e seu pai, atuam há anos coagindo Colônias de Pescadores espalhadas por mais de 170 municípios maranhenses afim de apoio político, contribuições financeiras além de percentual de “pró-labore” pagos pelos sócios. Desses, o artifício criado pela dupla que mais gera vantagem é, com certeza, a invenção da “taxa sindical” cobrada de cada pescador que se habilita para receber o seguro-defeso.

A principal arma eleitoral e financeira de Edson Araújo e seu filho é, portanto, o “seguro-defeso”, ou seguro-desemprego do pescador artesanal (SDPA), assistência financeira temporária concedida aos pescadores profissionais artesanais que, durante o período de defeso de determinada espécie, são obrigados a paralisar a sua atividade para preservação da espécie, e em retribuição recebem salários do Governo Federal.

De acordo com dados do Governo Federal, o Seguro-Defeso no Maranhão tem uma repercussão muito grande, movimentando cerca de R$ 700 milhões anualmente através do programa. A habilitação e concessão do benefício – antes de responsabilidade do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) – ficaram a cargo da Previdência Social. O pagamento do seguro é de quatro a Assembleia Legislativa do Maranhãocinco parcelas, enquanto a proibição da pesca é de seis meses.

Usando desse programa, Wolmer e Edson Araújo cobram o valor de R$ 45,00 (quarenta e cinco reais) de cada um dos 160 mil “pescadores” colonizados no Maranhão e habilitados para fim de recebimento no seguro, muitos desses, é bem verdade, apenas de fachada.

A cada ano a FECOPEMA vem recebendo uma verdadeira fortuna por meio da atuação das suas quase duas centenas de filiadas, entretanto, não presta conta de nenhum centavo recebido. Pior ainda, nenhum órgão de controle e fiscalização de recursos públicos, tal como Ministério Público e Tribunal de Contas têm acompanhado o caso, que aliás, é gravíssimo.

Embora o pagamento da  taxa seja opcional, a FECOPEMA trata o valor como obrigatório e condicionante a quem quer receber o seguro defeso. A determinação é sempre a seguinte: Se não pagar a contribuição sindical não vai renovar a documentação em nenhum órgão, e portanto, não receberá o seguro”, esta é a explicação repassada aos dirigentes de Colônias pela Federação.

Então, no instante que o pescador – ou falso pescador – chega a qualquer uma das tantas Colônias filiadas a FECOPEMA para se habilitar no programa, logo recebe um boleto com seu devido código de barra, ao efetuar o pagamento junto a um correspondente bancário, o dinheiro vai direto para a conta da entidade controlada por Wolmer e seu pai.

A soma, anualmente, é uma verdadeira fortuna!

Os Araújos são verdadeiros profissionais do ramo e agem sempre do mesmo ‘modus operandi’. E quem não é aliado ou se nega rezar na cartilha da dupla é covardemente boicotado. Um verdadeiro jogo de chantagem!

Isso, sem contar o esquema de “intervenção” por meio das já famosas “juntas governativas”, quando a Colônia deixa de gerar renda ou causa algum transtorno político, a FECOPEMA dissolve a direção da entidade e indica a bel prazer uma nova composição.

Mas, sobre esse outro esquema, contarei no próximo post.

Até la…

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Deputado Rogério Cafeteira é alvo de investigação da Polícia Federal

A PF investiga denúncias envolvendo o deputado estadual Rogério Cafeteira (PSB); por causa de movimentações financeiras atípicas

As movimentações do deputado, consideradas suspeitas, foram informadas pelo relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e encaminhadas à Receita Federal, Ministério Público Federal e à Polícia Federal.

Atendendo a pedido da Procuradoria Regional da República, que tem competência para investigar e denunciar deputados estaduais, a PF abriu inquérito e investiga se houve ilícitos nas transações bancárias do parlamentar.

Líder do governo Flávio Dino (PCdoB) na Assembleia, Cafeteira já prestou, inclusive, depoimento na Superintendência da Polícia Federal do Maranhão e mantém sob extremo sigilo o caso.

O Conselho de Controle de Atividades Financeiras – COAF, é o órgão responsável pela prevenção e combate a prática do crime de lavagem de dinheiro.

Se for denunciado, Rogério Cafeteira pode ser enquadrado no artigo 1º da Lei 9613 (Lavagem de dinheiro) – “Ocultar ou dissimular a natureza, origem, localização, disposição, movimentação ou propriedade de bens, direitos ou valores provenientes, direta ou indiretamente, de infração penal”.

Outra Investigação
Em 2011, o deputado Rogério Cafeteira foi investigado pela Polícia Federal, decorrente do esquema de super faturamento de obras de assentamento do Incra no Maranhão. A PF acabou descobrindo, mas o delegado que estava à frente do caso, Pedro Meireles, achacava para tentar tirar Rogério da investigação.

Com informações do Blog do Neto Ferreira

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Escândalo!!! Deputado amigo de Flávio Dino fala de esquema nas UPA’s

“Lula (secretário de saúde), não é para devolver (UPA), até a segunda ordem, liga para o governador que ele sabe” 

Durante a conversa, o deputado Levi Pontes (PC do B), abre jogo e deixa escapar que deve segurar o funcionamento da UPA de Chapadinha até dezembro (Após as eleições). Chama o governador de Filho da Puta e diz que faz campanha aberta para Flávio Dino com “retrato” de macho até no quarto.

“Botar retrato de macho dentro de casa, até no meu quarto de dormir eu tirei o da mulher e botei o dele. Não é possível que esse filho da puta (Flávio Dino) não me ajude […] Mão lavada, lava a outra. Se eu tô ajudando ele, então ele tem que me ajudar. Não tem comida de graça”.

Veja abaixo, o áudio em que o deputado amigo do governador condiciona fechamento ou não da Unidade de Pronto Atendimento de Chapadinha e afirmando que já está tudo acertado e que o governador sabe de tudo.

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Prefeitura de Pinheiro emite nota de pesar pelo falecimento de Humberto Coutinho

Prefeitura de Pinheiro emite Nota de Pesar pelo falecimento do deputado estadual Humberto Coutinho

É com muita tristeza que o prefeito Luciano, em nome da Prefeitura de Pinheiro, recebeu a notícia do falecimento do Deputado Estadual e Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Humberto Coutinho (PDT), na noite desta segunda-feira (1).

“Lamentamos profundamente a perda desse grande homem, médico e político; durante toda sua vida pública Humberto Coutinho sempre foi um exemplo de ética e integridade; oferecemos nossas condolências a sua esposa a Dra. Cleide Coutinho, seus filhos George e Georgia e toda a família enlutada, que Deus possa confortar e fortalecer os seus corações nesse momento tão difícil” .

João Luciano

Prefeito de Pinheiro.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Câmara Municipal de São Luís lamenta morte do deputado Humberto Coutinho

O Presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum, emitiu Nota de Falecimento do deputado estadual Humberto Coutinho

O Presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum, emitiu Nota de Falecimento do deputado estadual Humberto Coutinho. Ele se solidariza com a família neste momento de dor e comoção e lamentando o falecimento do político, ocorrido hoje (31).

Segue a nota da Câmara Municipal de São Luís

A Mesa Diretora do Poder Legislativo Ludovicense, representada por seu presidente, o vereador Astro de Ogum, externa sua consternação pelo falecimento do deputado estadual Humberto Coutinho, que tomou assento no parlamento maranhense por cinco legislaturas. Aproveita para se solidarizar com seus familiares e amigos.

Astro de Ogum

Presidente da Câmara Municipal de São Luís

São Luís, 31 de dezembro de 2017.

Líder político

Bastante comovido com a notícia do falecimento, o vereador Astro falou da importância da liderança política de Coutinho para o Maranhão. Lembrou ainda a sua formação profissional, um médico a serviço da sociedade, exercendo a medicina, pelo INSS de Caxias, na Casa de Saúde de Maternidade de Caxias, hospital que criou, junto com sua esposa, Cleide Coutinho.

Humberto ingressou-se na política, em 1988, pelo PFL, ao ser eleito vereador de Caxias. Em 1990, foi eleito deputado estadual.

Em 1992 e 2000, candidatou-se duas vezes a prefeito de Caxias, não sendo eleito.

Em 1994, foi reeleito deputado estadual.

Em 2002, foi reeleito deputado estadual.

Em 2004, foi eleito prefeito de Caxias.

Em 2008, foi reeleito prefeito de Caxias.

Em 2014, foi eleito deputado estadual, sendo o mais votado.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Wellington discute impactos da construção de oito barragens no Rio Balsas

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) realizou importante audiência pública no município de Balsas

As visitas e a audiência foram acompanhadas pela representante do Ministério Público, Secretário Municipal de Meio Ambiente, empresários locais, presidente do Instituto de Defesa do Rio Balsas, representantes dos ribeirinhos, pescadores, sindicatos rurais, vereadores locais.

Durante a audiência, a população externou a insatisfação com a forma como o Governo tem tratado o Rio Balsas.

“O Rio Balsas é o que temos de mais precioso. É de lá que muitas famílias ribeirinhas tiram seu sustento. É essa água que utilizamos! Queremos sim que as autoridades tomem providências para proteger nosso rio e não queremos barragem”, desabafou Raimundo Nonato, morador antigo de Balsas.

Após ouvir os relatos dos moradores e inspecionar “in loco”, o Rio Balsas, o deputado Wellington elencou alguns pontos, entre eles a urgência de se avaliar os impactos ambientais.

“É necessário que tenhamos a mente que a construção de algo hoje trará consequências no amanhã, sendo uma delas no quesito ambiental. Visitamos alguns pontos do Rio Balsas e podemos constatar o despejo direto de esgoto, por exemplo. Já solicitamos o Estudo e Relatório de Impacto Ambiental referente à instalação das barragens e até agora não obtivemos resposta. Não se pode apenas implantar as barragens de qualquer forma, ignorando os impactos e, ainda, as condições atuais do Rio Balsas. Aguardamos o posicionamento da Secretaria de Meio Ambiente”, disse Wellington.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache