Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

CORPO DE BOMBEIROS FORTALECE PLANO DE AÇOES CONTRA INCÊNDIOS FLORESTAIS NO PERIODO DE ESTIAGEM

image image image
O Governo do Estado do Maranhão planeja ações de prevenção e combate aos incêndios florestais na área da Amazônia Legal em 2016. No segundo semestre, o tempo mais seco, comum em parte do estado, torna o ambiente mais vulnerável ao surgimento de focos de incêndio nas grandes vegetações. Diante desse cenário, o governador Flávio Dino, determinou que as medidas, contidas em planejamento anual, fossem colocadas em prática, no intuito de prevenir e potencializar as respostas a esses incêndios que tanto causam prejuízos aos maranhenses e ao valioso bioma amazônico presente na região.

Na semana passada, representantes dos corpos de bombeiros dos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins, Mato Grosso e do Maranhão, estiveram presentes no Ministério do Meio Ambiente, em Brasília, para traçar metas sobre a criação da força-tarefa permanente de combate aos incêndios florestais e cobrar apoio a uma luta que não é somente dos estados que compõe a Amazônia legal, mas também da União, inclusive. A meta é ampliar o compromisso em defender a Floresta Amazônica e toda sua biodiversidade, ecossistema indispensável ao planeta.

Em abril deste ano, já havia sido criada a Força Operacional de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais, comandantes dos Corpos de Bombeiros Militares dos nove estados que integram a Amazônia Legal, estabeleceram a ampliação nas ações de prevenção e combate aos focos de incêndio nas vegetações amazônicas, através da criação de uma “Força interestadual” que terá a capacidade de atuar, de forma especializada, nas ocorrências de incêndios por toda a região de floresta amazônica.

O termo de cooperação técnica em estudo, prevê que as corporações usem suas forças operacionais e administrativas no sentido de combater, de maneira integrada, as queimadas que ocorrem no rico bioma amazônico, problemática que ultrapassa as divisas dos estados e perpassa pela autonomia de diversos governantes.

Por orientação do secretário de segurança pública Jefferson Portela, o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), em parceria com a secretaria de meio ambiente (SEMA), já vem trabalhando diversas ações de mapeamento e planejamento que irão contribuir para uma melhor resposta operacional às queimadas neste ano.

De acordo com o coronel Célio Roberto, comandante geral do CBMMA, o governador Flávio Dino e o secretário de segurança pública Jefferson Portela determinaram que fosse colocado em prática um consistente plano para a preservação das florestas maranhenses. O assunto foi debatido em uma das reuniões do gabinete de gestão integrada, e engloba ações que vão desde atuação das delegacias de meio ambiente contra a extração ilegal de madeira até o emprego de profissionais diretamente na extinção de focos de incêndios florestais.

Além de outras ações, a corporação está promovendo cursos de capacitação específicos para o combate a incêndios nessa região mais afetada. “Estamos atentos para a aproximação do período de estiagem, nos próximos dias, 31 bombeiros militares deverão concluir o curso de prevenção e combate a incêndio florestal (CPCIF). Esses profissionais estarão capacitados para atuarem nas ações de defesa e preservação do nosso bioma Amazônico” declarou o comandante.

Ranking
De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (Inpe), no ano passado, o número de queimadas no Brasil aumentou em 27,5%. Ao todo, o país teve quase 235 mil incêndios em 2015 contra 184 mil no ano anterior. Os três primeiros estados do ranking brasileiro com maior índice de queimadas fazem parte da Amazônia Legal: Pará (44.774 registros), Mato Grosso (32.984 registros) e Maranhão (30.096 registros), respectivamente.

No Acre, em Rondônia e Roraima, as queimadas já começam em junho. No Maranhão, há maior incidência nos meses de agosto, setembro e outubro.

Reserva Arariboia
No ano passado, o Corpo de Bombeiros do Maranhão combateu um incêndio de grandes proporções na Reserva Arariboia, na região central do Maranhão. O Governo do Estado decretou situação de emergência em onze terras da reserva indígena. Durante 49 dias, 124 homens se empenharam para impedir alastramento do fogo e reduzir os impactos negativos às comunidades indígenas e à vegetação local.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Mastruz com Leite na Kathedral

image
Mastruz com Leite a melhor banda de forró de todos os tempos promete agitar a Kathedral.
Sexta feira dia 22 tem Forró Mastruz com Leite cantando seus eternos sucessos ao vivo na Kathedral.
A maior de Forró de todos os tempos está de volta.
E mais a super Banda Forró Top animando a galera com muito Forró das Antigas.
Quando: dia (22/07) Sexta-feira
Onde: Kathedral
Venda de ingressos antecipados:
Bilheteria Digital
Visotica Tropical e Rio Anil
100% Vídeo Calhau e Cohama
Preço: R$40,00

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

De novo: Justiça determina bloqueio do WhatsApp em todo o Brasil

image

Parece notícia velha, mas não é: a Justiçado Rio de Janeiro determinou nesta terça-feira (19) o bloqueio do WhatsApp em território nacional. A decisão partiu da juíza de fiscalização Daniela Barbosa Assunção de Souza, da Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro. Esta é a terceira vez que o aplicativo de mensagens será bloqueado pela Justiça brasileira.

De acordo com a GloboNews, o motivo foi o mesmo dos bloqueios anteriores: o WhatsApp não cumpriu uma decisão judicial para fornecer informações para uma investigação policial, desta vez em Caxias, na Baixada Fluminense. O Facebook foi notificado três vezes para interceptar as mensagens, mas teria se recusado a colaborar e se limitou a enviar um e-mail em inglês, “em total desprezo às leis nacionais”, segundo a juíza.

O mecanismo de funcionamento do WhatsApp dificulta a colaboração com a Justiça. De acordo com o serviço, as mensagens enviadas pelos usuários são armazenadas apenas temporariamente nos servidores, sendo apagadas assim que o destinatário recebe o conteúdo. Além disso, em abril, o WhatsApp adotou criptografia de ponta a ponta em seus aplicativos, portanto, nem a própria empresa tem acesso às mensagens enviadas pelos usuários.
Na decisão, a juíza informa que não solicitou o envio de mensagens passadas ou o armazenamento de dados, medidas que o WhatsApp já informou não poder cumprir. Em vez disso, a Justiça pediu que o aplicativo desabilitasse a chave de criptografia, desviando as mensagens em tempo real, ou que o Facebook desenvolvesse uma tecnologia que permitisse o acesso às mensagens.
As operadoras ainda não informaram se vão bloquear o WhatsApp no país. Segundo a GloboNews, as empresas de telefonia foram notificadas da decisão por volta das 11h30.
Como sabemos, sempre que o WhatsApp é bloqueado no Brasil, o concorrente Telegram ganha milhões de usuários no país.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Wellington acolhe sugestões de alunos e professores para administrar São Luís

“Temos mais de 20 anos de experiência como gestor na iniciativa privada. E essa experiência é que queremos levar à Prefeitura de São Luís”. Wellington do Curso

wellington

O pré-candidato a prefeito de São Luís, deputado Wellington do Curso (PP), recebeu sugestões de alunos, professores, apoiadores e amigos para o Plano de Governo Progressista que está sendo construído para a capital maranhense. O encontro aconteceu na manhã do ultimo domingo (17), no auditório do Curso Wellington do Monte Castelo.

Entre os itens apresentados pelo grupo, estão a melhora urgente do transporte público coletivo, o asfaltamento das vias urbanas, a construção de creches e escolas, a criação de rotas alternativas no trânsito, o foco na conservação ambiental e desenvolvimento sustentável, a humanização nos Socorrões e a utilização da Guarda Municipal no serviço de segurança pública, principalmente nos bairros mais carentes.

“É muito importante a participação da população do desenvolvimento de nossa cidade. Acreditamos que as políticas públicas têm de feitas assim: integradas, factíveis, participativas e voltadas para esse futuro que vai acontecer logo. A experiência das pessoas é fundamental para essa nova gestão, esse novo jeito de fazer política, para esse futuro que a gente quer construir, de uma São Luís cada vez mais forte. Queremos propiciar aos cidadãos ludovicenses uma qualidade de vida mais adequada e de longo prazo, que possa ir além dos quatro anos de nossa administração”, se comprometeu o pré-candidato Wellington.

Ele aproveitou o encontro para reforçar a experiência que tem como gestor e pontuar que, como tem atuado desde o início do mandato parlamentar, manterá o olhar voltado aos que mais precisam.

“Temos mais de 20 anos de experiência como gestor na iniciativa privada. E essa experiência é que queremos levar à Prefeitura de São Luís. Desde que a população nos confiou o voto para o Legislativo, nosso trabalho tem sido voltado para o que continuaremos a fazer no Executivo. Porque entendemos muito claramente que ser prefeito nada mais é do que fazer o temos feito desde o início do mandato eletivo: servir a população”, frisou. “Vou ser prefeito de São Luís para servir, para cuidar das pessoas, dar atenção à elas. Vou ser prefeito de São Luís para fazer com que as políticas públicas saiam do papel e cheguem efetivamente à população, que aconteçam. Em nossa gestão, o ludovicense será finalmente respeitado e priorizado”, acrescentou.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Mais um líder comunitário executado em São Luís

homicidio

O presidente da Associação de Moradores do bairro Tibirizinho, localizado na Zona Rural de São Luís, o senhor José de Ribamar Rocha, 57 anos, conhecido na comunidade como “Gongo Assado” foi executado com vários tiros, a vítima foi assassinada na porta de sua residência. A polícia está investigando o caso e não descarta a hipótese de que Ribamar, tenha sido morto por contrariar interesses dos criminosos que atuam na região. Segundo informações, antes de executarem a vítima, os criminosos teriam passado em uma moto pelo local.

Exercer o cargo de líder comunitário na capital ludovicense tem sido muito difícil, a violência tem tomado proporções fora da escala neste governo Flávio Dino (PC do B), sem que o mesmo tome providencias, já foram 6 (seis) execuções de lideres comunitários.

Em janeiro do ano passado o líder comunitário Pedro Wilson de Moraes, “Pedro Sardinha”, foi executado a tiros no bairro do Coroadinho, dentro da Associação onde ministrava cursos para crianças daquela comunidade.

Em outubro também do ano passado a vitima foi Ivanildo da Silva Coutinho, conhecido como “Ivanildo Bananeiro”. Ele era presidente da Associação de Moradores da Vila Aparecida e foi morto a tiros em um bar.

Também em outubro traficantes ordenaram a morte de Ana Claudia Barros, 53 anos, líder comunitária da Vila União.

 Já em abril deste ano, um outro líder comunitário da área do Coroadinho, identificado como José Conceição Pereira, foi executado a tiros dentro de sua residência naquele bairro.

No início deste mês criminosos executaram a tiros o presidente da Associação de Moradores da Vila Funil, Almir Silva dos Santos, 76 anos

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Consórcio de Flávio Dino para ganhar prefeitura já discute nomes de secretariado

Candidatos do Consorcio

Ainda nem começou as convenções partidárias, que se iniciará daqui há dois dias e se findará em 5 de agosto, o consórcio liderado pelo governador Flavio Dino (PC do B) já discute nomes para compor o secretariado de um eventual novo governo Edivaldo Holanda Junior (PDT).

Com tantas composições partidárias, o atual gestor contará com o apoio de 17 siglas partidárias e seus membros, já se engalfinham pelos cargos de primeiro e segundo escalões.

O Partido Socialista Brasileiro – PSB, para compor com Edivaldo, impõe a liberação de duas (2) secretarias de peso, fala-se da SEMOSP e retorno a SEMAPA. O Democratas – DEM, impôs a permanência de seu indicados na Secretaria Municipal de Meio Ambiente – SEMMAM. O Partido Comunista do Brasil – PC do B, ficará com a Secretaria Municipal de Educação – SEMED e ainda discute outra pasta. O Partido Democrático Trabalhista – PDT, partido do prefeito, ficaria com a Secretaria Municipal de Saúde – SEMUS e com mais quatro outras pastas menores, a exemplo de Secretaria Municipal de Governança Participativa – SEMGOP e Secretaria Municipal de Desporto e Lazer – SEMDEL.

Outros partidos aliados ao consorcio dinista impõe espaços numa eventual reeleição do prefeito, são cargos que vão desde o primeiro escalão até os menores cargos na prefeitura de São Luís, talvez seja por isso, com esta ampla rede partidária, que a atual gestão não conseguiu efetivar as mudanças prometidas durante a campanha de 2012, e agoniza altos índices de rejeição.

O ainda prefeito Edivaldo Holanda Junior, devido a este emaranhado de partidos, terá o maior tempo de propaganda eleitoral no rádio e televisão, cerca de 4 minutos, porém, se insistir em mais promessas vazias, poderá cair ainda mais na opinião do eleitorado da capital e nem chegar ao segundo turno.

Um “Plano B”, declarado semana passada pelo escriba do governador, o secretario de tudo no governo, Marcio Jerry, expõe que outros nomes fazem parte deste projeto consorciado, tais como Eliziane Gama (PPS), Bira do Pindaré (PSB) e Eduardo Braide (PMN).

O eleitor deve ficar atento a estas alianças, pois são elas que engessam a máquina pública e os benefícios não chegam efetivamente no seu objetivo maior que e a população, que sofre com falta de investimentos em obras públicas, como saneamento e infraestrutura.

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Pedro Lucas quer redefinição de MA’s em São Luís

image

O objetivo do vereador é evitar punições desnecessárias a motoristas, a partir da Lei 13.290/16, que obriga o uso do farol aceso durante o dia nas estradas.
Em conversa com jornalistas, o vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB), afirmou que tão logo retorne do recesso parlamentar, vai apresentar uma indicação ao governador Flávio Dino, para que o Executivo redefina as MA’s dentro de São Luís. O objetivo do vereador é evitar punições desnecessárias a motoristas, a partir da Lei 13.290/16, que obriga o uso do farol aceso durante o dia nas estradas.
“Essa chega a ser uma obrigatoriedade sem qualquer fundamento ou lógica, visto que temos MA’s que interligam avenidas e não São Luís a outra cidade. Imagine sair da Avenida Carlos Cunha, entrar na Via Expressa e, se não estiver de farol aceso, o cidadão ser multado? Temos que ser práticos. A Via Expressa integra o percurso de milhares de pessoas que por ali passam todos os dias e, portanto, compõe a malha viária de dentro de São Luís. É por esse motivo que assim que retornar do nosso recesso, na indicação que farei ao governador, pedirei a redefinição das MA’s que cortam a cidade para que ninguém seja punido desnecessariamente”, afirmou Pedro Lucas.
A obrigatoriedade do uso de farol aceso durante o dia está em vigor desde o dia 8 de julho, quando terminou o prazo para que motoristas se adaptassem à nova medida.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Em Agosto: Professores da rede estadual programam greve geral

Greve dos Professores
Os professores da rede estadual de ensino estão programando greve geral a partir do mês de agosto, eles reclamam das péssimas condições de trabalho e também pelo não cumprimento da lei do piso nacional  de 11,36%, a ser implantado pelo governo do estado do Maranhão.
O governador Flavio Dino (PC do B) já disse pelo twitter que não tem a mínima condição em conceder o reajuste para quem quer que seja e que não vai transformar o estado, no Rio de Janeiro. Segundo dados do Tesouro Nacional, Dino já represou dívidas com fornecedores na ordem de R$ 1 Bi e aumentou consideravelmente a folha de pagamentos de pessoal.
A Greve Geral está sendo proposta pelo Grupo de Resistência dos Professores, uma vez que, o sindicato da classe é pelego e recebe ordens do governador.

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais