Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Lei de incentivo: CEMAR patrocinará Moto Club e Sampaio no Brasileirão

O patrocínio da Companhia Energética do Maranhão – CEMAR,  para os clubes foi concretizado na manhã desta quarta-feira (27). Moto e Sampaio receberão nos próximos dias, dois milhões e seiscentos mil reais (R$ 2.600.000) para investirem nas campanhas do Campeonato Brasileiro das séries B e D.

Cemar

O Sampaio Corrêa ficará com R$ 2 milhões e o Moto Club com R$ 600 mil. Os recursos devem cair nas contas dos clubes em uma semana. Isso foi possível por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, criado no governo Roseana Sarney.

O atual governo validou os projetos e os clubes puderam “correr atrás” do dinheiro. Assim, a CEMAR investe nos clubes e ganha isenção fiscal. O Estado ganha também pelo fato de incentivar investimentos em uma área importante no desenvolvimento social: o entretenimento, que gera empregos direta e indiretamente. Aspecto fundamental ainda mais neste momento que se busca sair de uma crise financeira nacional.

Assinaram o convênio pela Companhia Energética, o vice-presidente de Operações, Sérvio Túlio, e o diretor de Gente e Gestão e Finanças, Humberto Nogueira. O diretor de Comunicação e Marketing, Luís Carlos Cardoso, também participou da solenidade.

Para o Sampaio, o dinheiro serve para aliviar a despesa com o alto custo de um time na Série B. Para o Moto, vai ser fundamental para aumentar a força do time nesta reta importante da Série D e tentar subir para a Série C. O problema para este jogo de domingo é o pouco tempo para confirmar reforços. No entanto, para o jogo de volta, dia 7 de agosto, contra o Águia de Marabá-PA, os reforços devem estar à disposição.

Mas um detalhe chamou atenção. A diferença dos valores entre os clubes. A justificativa de que o Sampaio está na Série B e o Moto na Série D pode ser usada para justificar esta diferença, mas é bem aí que acredito que está o erro, pois quem está na Série B recebe um apoio milionário por direitos de transmissão. Na Série D, o máximo que os clubes tem pela CBF é auxílio com hospedagem, alimentação e viagem.

Para o Moto, este dinheiro serve também para clarear a pré-temporada para o próximo ano, pois a Série D vai até outubro deste ano.

Com informações do Blog do João Ricardo

Categoria: Esporte
Tag:

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*