Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Agora lascou!!! Governo Dino tira responsabilidade da SMTT em fiscalização de avenidas

Fiscalização e ocorrências de trânsito em avenidas de São Luís deixam de ser responsabilidade da secretaria de trânsito e transportes – SMTT

Além das rodovias estaduais na Região Metropolitana de São Luís, as avenidas Litorânea e Holandeses são agora de responsabilidade da Polícia Militar por meio da Companhia de Polícia Militar Rodoviária Independente (CPRv Ind.).

Fiscalização e ocorrências de acidentes de trânsito em avenidas de São Luís foram alterados por meio do governo do Maranhão e muita gente ainda desconhece.

Deficiência

A secetaria de segurança informou que a CPRV ind conta com apenas 228 homens para fiscalizar 130 rodovias em todo o Maranhão, o cálculo dá pouco mais de 1 policial por rodovia.

No total, a Companhia tem apenas 18 viaturas para efetivar a empreitada.

Ao que parece, esta é mais uma ação desastrada do governo Flávio Dino (PC do B), para tentar mostrar serviço à população.

Em tempo: Sem efetivo, eventuais acidentes que ocorrerem nas vias estaduais, demandarão de muita espera e paciência dos condutores.

E mais: Por se tratar de vias estaduais os serviços de perícias serão realizados pelo Instituto de Perícia Técnica – ICRIM, que também tem deficiências. 

Pra fechar: Será que a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes – SMTT, vai remover a sinalização que foi recentemente realizada nas duas vias ???

Márcio Jardim libera certificados da Lei de Incentivo para Moto Club e MAC

A parceria voltou a ser tratada entre os clubes e o secretário de Esporte e Lazer, Márcio Jardim

Secretário Márcio Jardim entrega Certificado de Mérito do Esporte que permite buscar recursos financeiros amparados pela Lei de Incentivo ao Esporte

Clubes maranhenses vão fazer uma nova tentativa junto ao governador Flávio Dino para tentar firmar uma parceria para o Campeonato Brasileiro de Futebol.

Muita gente acha que os clubes vão de fato pedir dinheiro ao governo, mas não vejo assim. Os clubes de futebol têm uma mídia muito grande e o futebol em si é uma fonte geradora de milhares de empregos.

Com as arrecadações pequenas nos jogos e sem nenhuma ajuda da iniciativa privada que não apóia o futebol maranhense, com raras excessões, a única saída para os clubes é bater na porta do poder público, mas esse caminho está cada vez mais complicado mediante ao cenário atual de crise.

Após ser dado como certo que o governo não provaria o projeto dos clubes pela Lei de Incentivo, o assunto voltou a ser tratado entre os clubes e o secretário de Desporto e Lazer (Sedel), Márcio Jardim.

Os clubes alegam que foi apresentado um valor menor do que estimavam e que desde o início da competição já vem divulgando a marca do Governo do Maranhão nos uniformes.

Em contato com o secretário Márcio Jardim, ele disse que não existe valor menor, mas proporcional ao número de jogos. “O projeto propunha x valor para a quantidade de jogos. Nós faremos correspondente ao returno”, adiantou. Ele acrescentou que nesta sexta-feira deve começar a liberar os certificados.

O valor do Moto Club seria de R$ 250 mil e do MAC R$ 150. O Sampaio não apresentou projeto à Sedel.

Vale destacar também, que a Sedel não vem recolhendo dos clubes um centavo sequer ao Fundo estadual do Esporte dos custos do Castelão.

Além disso, os clubes recolhem com o aluguel dos pontos de bares e lanchonetes no estado. Isso também é uma ajuda aos clubes e que não tem sido divulgado por ninguém, nem mesmo pela Sedel.

Diga-se de passagem tudo isso era liberado também na gestão do ex-secretário Joaquim Haickel, no governo Roseana como forma de ajudar os clubes.

Mas por outro lado é importante destacar a situação das equipes, que mesmo diante de tanta dificuldade ainda foram ao mercado e buscaram reforços essa semana para tentar quem sabe o acesso que será importante para levar o nome do Maranhão cada vez mais longe.

Com informações do Blog de Zeca Soares

Nomeado por Flávio Dino foi alvo da Polícia Federal no Porto do Itaqui

Diretor de Engenharia José Eugênio Mendonça Araújo Cavalcante foi nomeado pelo governador Flávio Dino (PC do B) em janeiro de 2015

Um dos alvos na ‘Operação Draga’ realizada pela Polícia Federal, nesta quarta-feira, 12, é o diretor de engenharia da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), José Eugênio Mendonça de Araújo Cavalcante.

Ele é da confiança do governador Flávio Dino (PC do B) e foi nomeado em janeiro de 2015, juntamente com esposa do ex-diretor do Detran José Nunes, a financeira de “confiança” da EMAP, Danielle Câmara Fernandes Nunes.

Segundo a PF, José Eugênio não foi preso, contudo, está proibido de entrar na Emap e exercer seu cargos por 90 dias.

Em tempo: A PF informou que detectou problemas sérios na execução da obra, entre 18 de dezembro de 2014 e 13 de março de 2015.

 

Imagens fortes! Justiceiros cortam mão de assaltante na Santa Clara em São José de Ribamar

Onda de ‘Justiceiros’ crescem no Maranhão, principalmente na Região Metropolitana de São Luís

Vários vídeos circulam pelas redes sociais mostrando “punições” a pessoas que teriam cometido assaltos em áreas comandadas por organizações criminosas. A prova disso é que vários muros são pinchados informando a ‘Lei do Crime” em muitas comunidades.

Este vídeo foi no bairro da Santa Clara, localizado na divisa entre São José de Ribamar e São Luís, onde uma pessoa, que ainda não foi identificada teve a mão cortada com facão e ainda foi ameaçado por um homem armado, que não aparece no vídeo.

 

Insegurança total!!! Comerciante é baleado no centro de São Luís

Incapacidade do estado em garantir segurança faz mais uma vítima em São Luís; Comerciante foi baleado na cabeça pelos assaltantes 

Um comerciante identificado como Ariosvaldo, dono de uma ourivesaria foi baleado na cabeça, durante um assalto em seu comércio. Ele estava sozinho no estabelecimento quando foi abordado por dois desgraçados que estavam armados.

A vítima reagiu e chegou a travar uma luta corporal com um dos assaltantes que estava armado, e o comparsa atirou na cabeça do comerciante. O comerciante foi conduzido por populares para o hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I.

Aumento na Conta de Luz! Deputados do governo Flávio Dino rejeitam redução e conta vai aumentar

Orientados pelo governo Flávio Dino (PC do B), deputados estaduais rejeitaram proposta de redução de imposto sobre a conta de energia, com isso, Conta de Luz do maranhense vai AUMENTAR

Deputados estaduais orientados pelo governo Flávio Dino (PCdoB), rejeitaram, ontem (26), em votação na Assembleia Legislativa, uma proposta que se tivesse sido aprovada, poderia garantir um congelamento no aumento da conta de energia dos maranhenses.

O AUMENTO na conta de energia elétrica no Maranhão poderá chegar à casa dos 20%, ou seja, quem paga atualmente R$ 100,00 (Cem Reais), com a conta de energia, passará a pagar R$ 120,00 (Cento e Vinte Reais). 

A proposta em favor da população maranhense era que se aprovada pelos deputados, o governador Flávio Dino revogaria dispositivos da Lei Nº 10.542/2016, de autoria do próprio governo Dino, que aumentou o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre a energia elétrica no Maranhão.

Ocorre que a mando do próprio Governo Flávio Dino, os deputados estaduais aprovaram em abril, o aumento da alíquota do imposto na conta de energia dos maranhenses. 

Os deputados aliados do goverandor Flávio Dino, no entanto, sequer permitiram a aprovação de uma mera sugestão.

Votaram a favor da proposta que CONGELARIA o aumento na conta de luz: César Pires (PEN); Max Barros (PRP); Sousa Neto (PROS); Andrea Murad (PMDB), Eduardo Braide (PMN) Nina Melo (PMDB) e Wellington do Curso (PP)

Votaram a FAVOR DA CONTA DE LUZ dos maranhenses: Ana do Gás (PC do B), Antônio Pereira (DEM), Bira do Pindaré (PSB), Cabo Campos (DEM), Dr. Levi Pontes (PC do B), Edivaldo Holanda (PTC), Edson Araújo (PSB), Fábio Braga (SD), Fábio Macedo (PDT), Francisca Primo (PC do B), Glalbert Cutrim (PDT), Humberto Coutinho (PDT), Rafael Leitoa (PDT), Júnior Verde (PRB), Othelino Neto (PC do B), Paulo Neto (PSDC), Professor Marco Aurélio (PC do B), Raimundo Cutrim (PC do B), Ricardo Rios (SD), Rogério Cafeteira (PSB), Stênio Resende (DEM), Valéria Macedo (PDT), Zé Inácio (PT), Vinicius Louro (PR), Graça Paz (PSL), Hemetério Weba (PV), Rigo Teles (PV), Sérgio Vieira (PEN), Josimar de Maranhãozinho (PR), Léo Cunha (PSC), Sérgio Frota (PSDB) e Roberto Costa (PMDB)

SECTUR emite nota e afirma que está mantida a Festa de São Marçal

A Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur) informa que está mantido o apoio ao tradicional festejo de São Marçal

 

Nota de Esclarecimento

A Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur) informa que está mantido o apoio ao tradicional festejo de São Marçal, realizado todos os anos no bairro do João Paulo. A secretaria informa ainda que os recursos já foram repassados e que toda infraestrutura de organização do evento como, palco, iluminação, som etc, será realizada pela Sectur.

Como em todos os anos a Festa de São Marçal integra os investimentos dos festejos juninos do Governo do Estado que, além da realização dos arraiais oficiais apoia os arraiais de bairros e os festejos tradicionais como: Festival de Zabumbas, Encontro de Gigantes, Encontro de Miolos de Boi e Encontros de Bumba Meu Boi na Capela de São Pedro na Madre Deus.

Wellington do Curso quer CPI da saúde no Maranhão

Por que só o IDAC? E as outras Oscips e Os? Elas também precisam ter suas contas investigadas

Durante sessão plenária na tarde de ontem, segunda-feira (12), o deputado estadual Wellington do Curso (PP), apresentou proposta de instalação da CPI da saúde no Maranhão. O pronunciamento foi feito com o objetivo de apurar indícios de desvios de recursos públicos federais destinados ao sistema de saúde do estado do Maranhão. Segundo a Polícia Federal, a quantia desviada chega à casa de R$ 1 Bilhão.

Ao defender a proposta, Wellington destacou o papel de um deputado enquanto fiscal e disse que apurar a aplicação dos recursos é o mínimo que a Assembleia Legislativa pode fazer.

“Nós ouvimos a população do Maranhão e, por onde passamos, há reclamações quanto aos hospitais públicos, quanto à precariedade nos serviços públicos de saúde. Fica o questionamento? Onde o recurso é aplicado? Quanto ao recente caso do IDAC, o Governo informou que iria investigar a prestação de contas. Ora, a Polícia Federal afirmou que o IDAC apresentava nota fiscal de empresas de fachada na prestação de contas. Por que só o IDAC? E as outras Oscips e Os? Elas também precisam ter suas contas investigadas. O mínimo que essa Assembleia Legislativa pode fazer é auxiliar nessa investigação. Esse é o nosso papel e é isso que justifica a instauração de uma CPI. Caso contrário, estaremos sendo partícipes de todos os casos em que pacientes morrem em hospitais por falta de atendimento”, pontuou Wellington

De acordo com investigações da Polícia Federal, o Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (IDAC) recebia milhões de reais dos cofres públicos, repassados pela Secretaria de Estado de Saúde do Maranhão. Essa verba se destinaria à administração de algumas unidades hospitalares estaduais. No entanto, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) detectou uma grande quantidade de saques vultosos e em espécie realizados por um funcionário da organização social.

Do montante desviado, os saques chegavam a R$ 200 mil cada vez, que seriam distribuídos entre agentes políticos locais, que facilitavam a obtenção de contratos públicos pela organização.

Em tempo: Quantos deputados estaduais irão acompanhar o deputado Wellington????

E mais: Será que os deputados Antônio Pereira, Andréa Murad e Sousa Neto assinariam a proposta???

Pra fechar: Com estes escândalos, o governo Flávio Dino vai fazendo uma espécie de depuração na saúde e “encaixando” organizações ligadas ao governo estadual, após os esquemas desbaratados pela PF, a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares – EMSERH assume os contratos a mando do governo do estado, foi assim com a Bem Viver e agora com o IDAC. De olho nesta empresa.