Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Construção da Av. Guajajaras e o cruzamento da Forquilha, veja quanto custou nos governos Roseana e Dino

O Blog fez um levantamento dos valores em R$, da construção da Avenida Guajajaras e o cruzamento da Forquilha, nos governos Roseana e Flávio Dino

Guajajaras e Cruzamento da Forquilha, separados pelo tempo e pela grandeza

Em seus primeiros mandatos, Roseana e Flávio Dino imprimiram um ritmo de reformas em São Luís, obras que melhoraram a vida dos maranhenses, mas o contribuinte, que paga a conta, sabe quanto custaram a construção da avenida Guajajaras no governo Roseana e o cruzamento da Forquilha, no governo Dino????

Então vejamos: Construída em 1996, com uma extensão de 3,8 Km, a Avenida Guajajaras tem 3 rotatórias e custou R$ 8,4 milhões aos cofres públicos no governo Roseana.

Já o Cruzamento construído e inaugurado, na gestão Flávio Dino tem uma extensão de 15 mil metros quadrados, ou seja, 1,5 Km de extensão, e custou aos cofres públicos, R$ 8,5 milhões.

Levando-se em consideração os 20 anos que se distanciam uma obra da outra, elas são absurdamente desproporcionais em se tratando de envergadura do tempo e espaço da mobilidade urbana, a construção da Guajajaras e a construção do cruzamento da Forquilha, nos mostra que nestes 20 anos, não avançamos neste quesito, e que o cruzamento terá que em pouco tempo passar por novas modificações geométricas.

Em tempo: Obras que resultem em melhorias de mobilidade urbana, tem que necessariamente, ter durabilidade comprovada de pelo menos 20 anos. Isto é uma norma aprovada pelo Ministério das Cidades.

E mais: Em outras postagens elencaremos aqui mais duas obras realizadas nas gestões de Roseana e Flávio Dino, para que o contribuinte saiba o que se fez com o dinheiro público em obras que precisam durar, no mínimo 20 anos.

Pra fechar: Nos referimos à “durabilidade”, no sentido de fluidez do tráfego.

P.S: O Blog não entrou no mérito de conversão monetária do valor do Real em 1996 e 2017.

 

Categoria: Cultura, Política
  • Igor diz:

    Política à parte, essa comparação é absurda. Se formos atualizar o valor da obra, ela reajustaria quase 400% tomando por base o índice INCC, ficando em torno de 38 milhões.

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*