Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Governo da mudança: Upa’s são fechadas por falta de dinheiro no interior do Maranhão

Construídas no governo passado, Unidades de Pronto Atendimento – UPA’s estão sendo fechadas por falta de dinheiro no interior do Maranhão

O prefeito de Estreito, Cícero Neco, 0 Cicinho, encaminhou à Câmara de Vereadores da cidade um documento por meio do qual confirma que fechará a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) construída no município.

No comunicado, o prefeito diz que nunca conseguiu apoio, nem do governo federal e muito menos  do governo Flávio Dino (PC do B), o que o impossibilitou de manter a UPA em funcionamento.

Do mesmo modo estão outras unidades no estado, como a de Peritoró (em fechamento), Matões do Norte (fechada).

Ainda de acordo com o levantamento do Blog, atualmente existem cerca de 8 mil funcionários de hospitais e UPAs do Estado  com trabalho sem carteira assinada e, portanto, sem os direitos trabalhistas respeitados.

A gestão passada garantia um repasse mensal de R$ 100 mil para que as prefeituras mativessem a unidade em funcionamento, dentro do município, de modo a  garantir à população acesso a atendimentos básicos de saúde interligados à rede estadual de hospitais de pequena, média e alta complexidade.

Na gestão atual, o repasse financeiro foi cortado e o povo sofre com a falta de estrutura.

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*