Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Em reunião na Secult, escolas de samba batem o martelo e decidem não desfilar

Após reunião na Secretaria Municipal de Cultura – SECULT, agremiações ratificaram a decisão e assinaram acordo para não desfilar na Passarela do Samba este ano

Representantes das Escolas de Samba do Maranhão estiveram reunidos ontem (8), na Secretaria Municipal de Cultura de São Luís, e chegaram ao entendimento que devido as formas do regimento feito pela secretaria, as agremiações não tem a menor possiblidade de desfilar na Passarela do Samba, no Anél Viário de São Luís.

Montagem da Passarela do Samba será iniciada no próximo dia 12 (Sexta-feira), e a programação continua com o impasse – é melhor que não se gaste dinheiro para uma montagem de passarela que não será utilizada.

Segundo o presidente da escola de samba ‘Favela’, João Moraes, já se despedindo e esperando que o carnaval de passarela seja discutido o ano todo, e já falando em 2019.

“É com enorme pesar, e muita dor no coração, que anunciamos a impossibilidade da Realização do Desfile na Passarela do Samba, infelizmente implicações legais, sobretudo na mudança na forma de repasses, nos inviabiliza, em razão do curto prazo que dispomos até o carnaval, de fazermos o grandioso espetáculo que a favela do Samba sempre protagoniza na Passarela do Samba, temos que discutir o Carnaval o ano todo, esperamos que para 2019 nossas reivindicações de melhoria para o investimento nessa magnífica festa, sejam aceitas”, disse.

O presidente da Favela ainda falou em mudanças no modelo atual, valorização e moralização.

“Precisamos mudar esse modelo, esse é o momento! Vamos para a rua levar o espetáculo da Favela do Samba, conhecido e aplaudido por todos! Nossa luta é pela valorização e pela moralização”, finalizou João Moraes.

Segue abaixo, Ata de Reunião entre os membros do poder público e agremiações. 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache