Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Com fortes digitais comunistas, PF realiza mais uma operação tiro no pé

A cada operação da Polícia Federal, o órgão perde um pedaço da sua já pouca credibilidade. Ação espalhafatosa de ontem, não prendeu ninguém e foi mal interpretada pela imprensa e pela sociedade em geral, como de praxe, tal qual a ‘operação carne fraca’

A Polícia Federal a cada operação perde um pedaço da sua já pouca credibilidade. No Maranhão, a operação nomenclaturada de ‘Turing’, mostrou mais uma vez a derrocada da instituição, isto porque, o órgão não consegue êxitos nas operações, são vazamentos, informações privilegiadas, vazamentos seletivos, más interpretações textuais e sem dúvidas o culto ao personalismo.

As operações quando não são precedidas de vazamentos, são cultuadas sempre com uma coletiva de imprensa para mostrar os procedimentos das ações, são prisões que não prendem, são conduções coercitivas que não tem o porquê de existir e depoimentos que não esclarecem nada, até prisões preventivas sem o mínimo de prevenção aos “indiciados”.

A operação policial federal de ontem (21), na capital maranhense, que segundo a Superintendência de Polícia Federal do Maranhão, utilizou 20 viaturas, mais de 80 agentes e 3 delegados, e que tudo indica que também vazou, desta feita a membros do governo do estado do Maranhão, que é comandado pelo comunista Flávio Dino. Isso porque chamou bastante atenção o fato de um membro do seu governo, até 11 dias antes da operação “Turing” ter sido preso e encabeçado como membro da Organização Criminosa – OCRIM.

No dia de ontem, vimos muitos membros do próprio governo e políticos de toda espécie, eufóricos com a “prisão” que NÃO PRENDEU absolutamente ninguém, todos prestaram depoimentos e foram liberados, uns nas primeiras horas após a operação e outros, antes das 22 horas.

O que se viu foi uma “operação” mais uma vez espalhafatosa e midiática numa clara tentativa de intimidar a imprensa livre e Constitucional. Se o principal objetivo da ação policial foi tentar colocar antolhos e amordaçar quem quer que seja, este Blog mais uma vez ratifica, a população maranhense não é tola, tanto não é que escolheu uma mudança. Tanto não é, que da mesma forma que optou por mudar, pode mudar novamente e assim consecutivamente.

A Polícia Federal, desde a ‘Operação Lava-Jato’, passando pela ‘Carne Fraca’ até a ‘Turing’, no Maranhão, tem muitas coisas efetivas para esclarecer e para mostrar para a população que o dinheiro do contribuinte não está sendo derramado com operações ‘quijotescas’, que não levam a lugar algum e que são mal interpretadas pela imprensa e a população em geral.   

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais
Categoria: Filipe Mota
  • Jorge dos Santos Silva diz:

    Eu gostaria que a polícia fosse 100% independente para investigar todo mundo. Pôs, tem muitos praticando o mau pra se dá bem, quem sofre são os trabalhadores honestos que não tem nada há ver com essas patifarias cometidas esses corruptos, marginais responsáveis pelos os crimes em nosso país. A polícia faz o trabalho dela, investiga prende, tudo conforme a lei. E a justiça, o que que faz?

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache