Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Vídeo: Cansados de esperar pelo governo Flávio Dino, agricultores constroem estrada com dinheiro do próprio bolso

Em 2015, o governo comunista gastou R$ 5 milhões numa operação de tapa buracos que não durou 3 meses, com um asfalto de péssima qualidade

Mesmo pagando os impostos mais caros do Brasil, maranhenses vivem com o descaso das obras públicas do governo Flávio Dino (PC do B). Em Balsas, produtores rurais se reuniram por meio da Associação Maranhense de Produtores de Algodão – AMAPA e estão fazendo o serviço que era obrigação do governo do estado.

O caso envolve a pavimentação do trecho chamado ‘anel da soja’ no sul do estado. O último trecho, com cerca de 3o Km, construído pelos produtores rurais foi entregue na última sexta-feira (8). A obra durou somente 4 meses e custou apenas R$ 25 mil por quilômetro, ou seja, menos da metade do tempo e pouco mais de 25% do valor dos serviços, se o governo do estado estivesse à frente das obras, e o melhor, de boa qualidade.

“Ano passado nós fizemos 20 quilômetros e este ano estamos entregando mais 30, e a ideia é ir avançando neste ritmo de qualidade de estrada”, disse Rubens Divino, um dos responsáveis pela obra.

Em tempo: em 2015, o governo comunista gastou R$ 5 milhões numa operação de tapa buracos que não durou 3 meses, com um asfalto de péssima qualidade. 

E mais: caminhoneiros denunciam que foi apenas uma “enganação”, o asfalto que disseram que colocaram.

Em primeira mão!!! Weverton deve ficar fora da disputa ao Senado em 2018

Processo em julgamento no STF, contra Weverton Rocha (PDT), pode deixá-lo inelegível e fora da eleição de 2018

O Blog foi informado que o deputado Weverton Rocha teria sido condenado, na última quinta-feira (7), pelo eminente Ministro Alexandre de Moraes, a 19 anos de reclusão, o processo corre em segredo de justiça. A se confirmar, pelo Supremo Tribunal de Federal (STF), a condenação do deputado pelos crimes dos artigos 312, § 1º, do Código Penal, e 89 e 92 da Lei nº 8.666/93, o pretenso candidato ao Senado Federal pelo Maranhão estará fora da disputa.

Art. 312 – Apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio: Pena – reclusão, de dois a doze anos, e multa.
§ 1º – Aplica-se a mesma pena, se o funcionário público, embora não tendo a posse do dinheiro, valor ou bem, o subtrai, ou concorre para que seja subtraído, em proveito próprio ou alheio, valendo-se de facilidade que lhe proporciona a qualidade de funcionário.
Art. 89. Dispensar ou inexigir licitação fora das hipóteses previstas em lei, ou deixar de observar as formalidades pertinentes à dispensa ou à inexigibilidade:
Pena – detenção, de 3 (três) a 5 (cinco) anos, e multa.
Art. 92. Admitir, possibilitar ou dar causa a qualquer modificação ou vantagem, inclusive prorrogação contratual, em favor do adjudicatário, durante a execução dos contratos celebrados com o Poder Público, sem autorização em lei, no ato convocatório da licitação ou nos respectivos instrumentos contratuais, ou, ainda, pagar fatura com preterição da ordem cronológica de sua exigibilidade, observado o disposto no art. 121 desta Lei: Pena – detenção, de dois a quatro anos, e multa.

A denúncia foi recebida em sua totalidade, em março deste ano 

Os fatos, remetem aos anos de 2008 e 2009, quando o acusado Weverton esteve exercendo o cargo de Secretário de Esporte e Juventude do Estado do Maranhão, e se conectam às imputações dos crimes licitatórios dos artigos 89 e 92 da Lei 8.666/93 e, ainda, do crime de peculato do artigo 312, § 1º, do CP. Isso pela narrativa de suposta subtração de recursos públicos:na qual o acusado teria autorizado a liquidação do pagamento do aditivo contratual sem observância das cautelas legais à empresa Maresia Ltda, responsável pela obra, cujos valores teriam sido desviados por um dos sócios, ou “proprietário de fato”, em proveito próprio dizem com dispensa de licitação e com um aditivo do respectivo contrato administrativo, apontados como irregulares, pertinentes a obras no Ginásio Costa Rodrigues, na cidade de São Luís/MA.

Em tempo: sondagens do Blog, dão conta que o próprio governador Flávio Dino (PC do B), já teria esta informação privilegiada. 

E mais: Nas próximas horas teremos mais desdobramentos sobre o caso, que está sobre segredo de justiça.

 

 

Lula é Maranhão e Maranhão é Lula

Waldir Maranhão contará com um cabo eleitoral de peso na disputa por uma das duas vagas a Senador, ninguém menos que o ex-presidente Lula

Lula e Maranhão, juntos são imbatíves, o primeiro pelo Brasil e o segundo pelo Maranhão

O bordão do Pré-Candidato a Senador, o deputado Waldir Maranhão, é um mantra que vai dando certo, A última pesquisa realizada pelo Vox Populi, deu Lula (PT) na cabeça, com 65% de intenções de votos,seguido na lanterna pelo Bolsonaro (PSC) com 11%, Marina (REDE) 6%, Ciro(PDT) 5%, Alckmin(PSDB) 3%, Eduardo Jorge(PV) 1% e Luciana Gerno(PSOL) 1%.

Lembrando que Lula tem quase o dobro de intenção de votos, que teve o governador Flávio Dino (PCdoB) 37% em empate técnico com Roseana Sarney (PMDB) 35%. Ou seja, Dino vai precisar e muito do apoio do PT para se reeleger.

Ao que tudo indica, existe um grande possibilidade do homem que anulou o impeachment quando esteve na presidência da Câmara Federal, sair candidato pelo Partido dos Trabalhadores e não pelo AVANTE, seu atual partido. As negociações para a sua filiação em grande estilo ao PT, estão bem avançadas.

Waldir Maranhão que ainda nem lançou a sua Pré-Candidatura oficialmente, aparece com 18% das intenções de votos, acima de Weverton Rocha ( PDT) 16% e Márcio Jardim (PT) 9%.

Se for o candidato do PT ao Senado, Lula vem pessoalmente abraçar a campanha de Waldir, aí é correr para o abraço. Parece que o deputado maranhense profetizou quando criou o seu bordão: “Lula é Maranhão e Maranhão é Lula”

Com informações do Brasil 247

 

Tentativa de golpe na Assembleia Legislativa do Maranhão

Proposta encaminhada por membro aliado do governo Flávio Dino (PC do B), Roberto Costa (PMDB), quer evitar que em caso de vacância da presidência, atual vice assuma, sem que haja eleição

A proposta está em pauta na Alema, e que em caso de vacância do cargo de presidente, por exemplo, quem deve assumir definitivamente, é o vice, sem que para isso ocorra uma nova eleição para o cargo.

A proposta é defendida pelos deputados estaduais que rezam a cartilha do governo Flávio Dino, e tal medida beneficiaria diretamente o deputado estadual Othelino Neto (PC do B), que já comemora a aprovação nos bastidores.

Coube ao deputado Roberto Costa, levar a tática comunista para ser apreciada. Projeto de Resolução Legislativa pretende alterar as regras de substituição de cargos vagos na Mesa Diretora daquela Casa Legislativa.

A ideia é que os cargos sejam assumidos, assim que haja vacância, pelos vice-presidente, segundo vice-presidente e por assim em diante.

Em tempo: Abre o olho, deputado Fábio Macedo!!!

E mais: O Blog já havia antecipado, em primeira mão, que a disputa pela cadeira de Humberto Coutinho, ia ser na Foice, Martelo, Rosas e Espinhos… 

Gestão de Luciano, em Pinheiro é eficiente e transparente, afirma Tribunal de Contas

De acordo com o Tribunal de Contas do Maranhão, prefeitura de Pinheiro é modelo em gestão fiscal e tributária 

De acordo com Tribunal de Contas do Maranhão – TCE, órgão que tem como função constitucional fiscalizar a contabilidade financeira, orçamentária, operacional e patrimonial das entidades da administração direta e administração indiretas estaduais, emitiu certidão da Prefeitura de Pinheiro no dia 8 de novembro de 2017 com validade até 07 de janeiro de 2018 colocando-a como modelo de gestão fiscal e tributária municipal eficiente/competente conforme certidão:

A atual gestão do prefeito Luciano, segundo TCU, cumpre rigorosamente com os preceitos Constitucionais Tributários orçamentários no tocante a distribuição e destinação de recursos públicos designados à EDUCAÇÃO, SAÚDE SERVIÇOS PÚBLICOS ENTRE OUTROS, visto que, o Município cumpre pontualmente com o que preconiza a Lei Complementar 101/2000 e o artigo 212 da Constituição Federal.

O levantamento do Tribunal verificou que Pinheiro aplicou 25,42% na manutenção e desenvolvimento do ensino, do total de recursos recebidos do FUNDEB, destinou 71,1% ao pagamento dos profissionais do magistério da educação básica em efetivo exercício na rede pública e aplicou 22,98% em ações e serviços públicos de saúde e aplicou em despesa total com pessoal 53,62% da Receita Corrente Líquida obedecendo com todas as exigências legais estabelecidas.

Cumpre-se destacar que além da excelente gestão tributária da Prefeitura, o Tribunal de Contas do Estado destacou que Pinheiro cumpriu com todas as exigências de TRANSPARÊNCIA da administração Municipal bem como das destinações dos recursos públicos, primordiais para a captação de recursos através de Convênios Estaduais e Federais. Segundo o prefeito Luciano Genésio tal reconhecimento do Tribunal de Contas através da certidão

O prefeito comemorou e diz que isso é fruto de um trabalho que vem sendo desenvolvido ao longo de sua gestão.

“é fruto do trabalho, empenho e competência de toda a equipe de governo que labora incansavelmente pelo povo de Pinheiro”, comentou o prefeito Luciano.

Secretário Canindé Barros vai se filiar no PTC

Canindé Barros é um dos secretários de maior destaque na gestão do prefeito Edvaldo Holanda Júnior e irá se filiar ao PTC – Partido Trabalhista Cristão, cerimônia que acontecerá dia primeiro de dezembro no hotel Abbeville.


O secretário que responde pela pasta Municipal de Trânsito e Transportes de São Luís, poderá ser um grande trunfo e aumentar a força do partido tanto no âmbito municipal como estadual, tido como um secretário presente e conseguido ao longo dessa gestão fazer mais de trinta intervenções inteligentes culminando com a diminuição de engarrafamentos em áreas críticas de São Luís, é o grande responsável por uma maior fluidez nas avenidas e ruas da capital maranhense.

O secretário fiscalizando as intervenções

Com esse fortalecimento de partido o PTC terá um bom quadro pra disputar as eleições que virão pela frente.

 

Mulher de confiança do governador, Curado cobrava propina no governo Flávio Dino

Rosângela Curado cobrava PROPINA na Secretaria de Saúde do Maranhão, Flávio Dino, sabia de tudo, afirmam os áudios interceptados pela Polícia Federal

Rosângela é (era) o braço forte de Flávio Dino em Imperatriz, ela é (era) mulher de confiança

Interceptações telefônicas obtidas pela Polícia Federal, mostram que Curado chegava a cobrar até 10% do valor de contratos firmados por empresas e Oscip’s. Relatório da PF, encaminhado à Justiça com pedido de prisão dos investigados na Operação Pegadores, aponta que a subsecretária de confiança do governador Flávio Dino (PC do B), realizava as cobranças de propina.

De acordo com o diálogo interceptado pela polícia entre José Inácio Guará e um homem identificado como Joe, eles falam abertamente que as articulações tinham aval do Palácio dos Leões, quanto a atuação de Curado – Carta Branca.

“No instante que ele, (Flávio Dino) deu uma declaração de que fechou com Madeira, a candidatura de (Clayton Noleto), que ela que ia ser a candidata, eu acho que ela começou a enfraquecer, né? [sic]”, comentou Joe.

José Inácio Guará respondeu: “Ela está tomando 10% de todo mundo. Aí ela já se queimou, já”, disse e completou: “Já, ela foi tomando de… já foi pra São Paulo, arrumou duas empresas lá já. Já saíram em bloco. Ela tá tirando 10% de todo mundo, ta tomando dinheiro de quem quer acertar atrasado, tá um inferno”, completou.

No diálogo, Guará afirma que o governador Flávio Dino (PC do B) sabia dos esquemas e crimes cometidos por Curado.

“E Flávio Dino já sabe. Por isso ele fechou com ele. Eu já sabia que ela ia dançar, que já tinha dançado”, afirmou.

“É cara…”, reagiu Joe.

“Sabe, ele (Flávio Dino), ainda falou: ‘essa mulher é uma louca, essa mulher é uma louca’, não sei o que. Ela se queimou, ela era candidata”, disse.

‘Ajeitar’ – No relatório, a PF afirma que poderia cogitar que Guará estava apenas maldizendo uma servidora pública – na ocasião, subsecretária de Saúde do Maranhão -, sem que houvesse maiores elementos que pudessem comprovar a prática.

Ocorre que num diálogo entre a pedetista e Luiz Marques, Curado utiliza as expressões “ajudar” e “ajeitar”, que evidenciariam a cobrança de propina.

“Quem me ligou agora foi o Ricardo, viu”, disse Luiz Marques.

“É um vagabundo. Não quer ajudar ninguém”, respondeu Curado.

“Arrochei hoje o prego. Aí eu falei. Perguntou quando é que eu vou pra lá, eu falei dia 19. Só lá, perto do começo do mês que vem, aí ele disse que antes disso ele vinha aqui. Aí eu sei que a Corpore ta com frescura com ele, o Invisa também, entende?”, continuou Luiz Marques.

“Deixa, ele não quer ajeitar”, enfatizou Rosângela Curado.

 

A pedido do TSE, hackers tentam invadir sistema de urna eletrônica no Brasil

Hacker’s terão 3 dias para tentar invadir Urnas Eletrônicas que são utilizadas nas eleições do Brasil  

Entre os dias 28, 29 e 30 deste mês de novembro, das 9h às 18h, o Tribunal Superior Eleitorar (TSE), realizará testes públicos, onde hackers poderão tentar invadir e fraudar a urna eletrônica usada nas eleições.

Os investigadores que tiveram a sua inscrição selecionada para participar do Teste Público de Segurança da Urna Eletrônica de 2017 poderão inspecionar os códigos-fonte do sistema eletrônico de votação na próxima segunda-feira (27).

Os interessados deverão comparecer ao Centro de Divulgação das Eleições (CDE), no terceiro andar do edifício-sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, das 9h às 18h. Conforme estabelecido no Edital do TPS/2017, somente terão acesso aos códigos-fonte os investigadores inscritos que assinem um termo de confidencialidade, caso já não o tenham feito no momento da pré-inscrição.

Além da inspeção dos códigos-fonte, também será feita a preparação do ambiente de testes. Os participantes inscritos poderão configurar o ambiente de trabalho, equipamentos e outros dispositivos necessários para a realização dos planos de teste que foram apresentados.

O plano de teste consiste no detalhamento do “ataque” que os investigadores pretendem simular, embasado em normas, artigos, publicações e outros trabalhos técnicos e científicos. Nesta edição do TPS foram apresentados 12 planos de teste, cinco dos quais visam encontrar inconsistências no software da urna eletrônica. Os outros sete focarão em ataques tanto ao sistema quando às possíveis vulnerabilidades do equipamento, em tentativas de interferir no registro ou transmissão do voto.

Durante os três dias de testes, os investigadores terão acesso, por meio de ações controladas, aos softwares da urna eletrônica e sistemas correlatos, com o objetivo de identificar vulnerabilidades e falhas relacionadas à violação da integridade ou do anonimato dos votos de uma eleição, além de apresentar sugestões de melhoria.

O evento é parte integrante do ciclo de desenvolvimento dos sistemas eleitorais de votação, apuração, transmissão e recebimento de arquivos, que serão objetos dos testes. As possíveis melhorias apresentadas, aprovadas e passíveis de contribuição e aperfeiçoamento do sistema de votação serão aproveitadas já na eleição municipal deste ano.

TPS 2017

O Teste Público de Segurança de 2017 começará na terça-feira (28), às 9 horas.  Os trabalhos se estenderão até a quinta-feira (30), quando serão encerrados pelo presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes. No encerramento serão divulgados os resultados encontrados pelos investigadores.

Para acompanhar o TPS 2017 não é necessário credenciamento prévio, bastando se apresentar à segurança do TSE e se identificar como convidado.

O TSE aprovou todas as 26 inscrições recebidas com os planos de invasão. Entre eles destaca-se um que propõe a inserção de um software malicioso no cartão de memória flash da urna para alterar o software de inicialização das mesmas e desviar os votos digitados.

A iniciativa é louvável, o único problema é que, segundo especialistas, a duração dos testes é pouco tempo para tentar quebrar a SEGURANÇA de um sistema que ficará vulnerável por 20 dias. Nesse período, 14 mil funcionários temporários contratados pelo TSE terão acesso às urnas com o fim de instalar a versão final do sistema de votação e distribuí-las nas zonas eleitorais.

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache