Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Cai o secretário de saúde do governo Flávio Dino

Lula incorreu por incompetência, ou por deficiência do próprio órgão, uma vez que era ordenador de despesas e deixou a pasta pagar um imóvel que não funciona

Lula, à esquerda e Marcos Pacheco à direita e o sucateamento da pasta da saúde no Maranhão

Depois de exonerar o ex-secretário da pasta, por incompetência, o Marcos Pacheco, virou assessor especial. Uma fonte acaba de informar que o governador Flávio Dino (PC do B), colocará o atual secretário, Carlos Lula, também como assessor especial – a sua exoneração já está pronta.

O fim da gestão de Lula à frente do orgão chegou esta semana, após novas denuncias de corrupção na pasta. O secretário não deu conta do recado e deixou as coisas rolarem à solta.

Pecou por incompetência, ou por deficiência do próprio órgão, uma vez que é ordenador de despesas e deixou a pasta pagar por um imóvel que nunca funcionou.

E assim, encerra-se a passagem do advogado Carlos Lula na Secretaria de Estado da Saúde, sem nada efetivamente para mostrar, assim como o ex-gestor.

Em tempo: para o lugar de Lula, deve asumir, cumulativamente, o secretário de educação, Felipe Camarão.

E mais: quem deve entrar na guilhotina, nos próximos dias é o secretário de infraestrutura, Clayton Noleto, que vem assinando embaixo, as obras de reformas nos aluguéis fantasmas  e camaradas.

 

 

Vídeo: Escândalo de corrupção no governo Flávio Dino repercute na Globo

Escândalo de corrupção no governo Flávio Dino (PC do B), repercutem diariamente na Rede Globo

Escândalo de corrupção no governo Flávio Dino (PC do B), repercutiu fortemente na Rede Globo, os já famigerados aluguéis fantasmas e camaradas, SEM LICITAÇÃO, já fazem parte desta adminstração combalida do governador comunista.

Desta vez, alé dos muitos já costatados as irregularidades e improbidades adminstrativas, foi a vez de um aluguel há mais de 1 ano e que ainda está com as portas fechadas, onde era para funcionar um Hospital.

O prédio foi alugado e pago pelo governo Dino, desde agosto de 2016, e já consumiu R$ 990.000,00 dos cofres públicos sem prestar um atendimento a ninguém.

Se nã bastasse toda esta corrupção, imoralidade e ilegalidade, o imóvel particular, que nunca funcionou está recebendo uma ampla reforma, também paga com o nosso dinheiro, no valor de R$ 903.165,36.

Em tempo: É sobretudo, mais um escândalo no governo Flávio Dino.

E mais: O Ministério Público do Maranhão, finge que nada vê, nada ouve e que nada houve.

Direito de Resposta: Empresário dá sua versão sobre suposta agressão a advogado

DIREITO DE RESPOSTA

Este notável blog de notícias publicou, no início da tarde desta terça-feira, notícia informando que o sr. Murillo Coelho Neto teria desferido socos no advogado Christiano Arrivabene em razão de disputa por vaga de estacionamento.
A verdade dos fatos é que o primeiro estava pacientemente um veículo manobrar para sair da vaga, com a sinaleira devidamente ligada, quando o sujeito apontado como vítima da suposta agressão chegou e sem qualquer respeito, estacionou o veículo na vaga.
Na oportunidade, o acusado saiu do veículo e pediu para que ele retirasse o automóvel da vaga, pois já estava aguardando.
Ocorre que o sr. Christiano não teve qualquer respeito pelo seu interlocutor, informando que não iria retirar o veículo, e que o errado na situação seria a outra parte. Pois veja, o cidadão não tem qualquer respeito por terceiros e ainda se considera errado.
Na oportunidade, iniciou-se discussão verbal, com a suposta vítima sempre se portando de forma desrespeitosa, proferindo palavras de baixo calão, logo numa manhã de segunda-feira.
Conforme se vê nas imagens divulgadas indevidamente pela suposta vítima, não foi desperido nenhum golpe (soco) contra o cidadão, como falsamente é declarado, mas tão somente um empurrão, decorrente de sua atitude desrespeitosa.
Importante ressaltar que não houve a prática de qualquer sorte de delito por parte do Murillo, contudo, está havendo a prática dos tipos penais previstos nos artigos 138 e 139 do Código Penal por todos os que, desconhecendo a verdade dos fatos, disseminaram a narrativa falaciosa pelas redes sociais.
Ademais, foram capturadas imagens do local de trabalho do acusado, sendo as mesmas veiculadas indevidamente, comprometendo perigosamente as atividades da mesma, e o sustento de seu proprietário.
O sr. Murillo Coelho Neto já reside nesta cidade há 07 anos, gozando de reputação ilibada, inexistindo registro de qualquer incidente de natureza similar à esta que lhe imputam indevidamente.
Att .
Jurídico, Murillo Coelho Neto

Agora!!! Aprovado o ‘distritão’ e ‘fundo eleitoral’ bilionário

Texto aprovado em comissão altera o sistema eleitoral e cria um fundo com dinheiro público para financiar campanhas. Proposta seguirá agora para análise, em dois turnos, no plenário da Câmara

Rapaz estes caras no Congresso Nacional estão brincando com o povo brasileiro, aprovaram agora há pouco em comissão especial, relatório que cria o “distritão” e o fundo com dinheiro público para custear as campanhas deles mesmos.

A Proposta de Emenda à Constituição relacionada à reforma eleitoral concluiu a votação do relatório que estabelece o “distritão” para as eleições de 2018 e cria um fundo para bancar as campanhas com dinheiro público.A proposta segue agora para análise do plenário da Câmara, onde será submetido a duas votações e, para ser votado no Senado, precisará do apoio mínimo de 308 dos 513 deputados.

Para as mudanças passarem a valer já nas eleições de 2018, o projeto precisa ser aprovado na Câmara e no Senado até 7 de outubro, por isso o Congresso Nacional corre contra o tempo.

Como funciona o ‘distritão’:

Cada estado ou município vira um distrito eleitoral;

São eleitos os candidatos mais votados dentro do distrito;

Não são levados em conta os votos para partido ou coligação;

Na prática, torna-se uma eleição majoritária, como já acontece na escolha de presidente da República, governador, prefeito e senador.

Quanto vai custar o “Fundo de Financiamento de Campanha” 

Estima-se que os gastos com as campanhas eleitorais, a partir de 2018, custarão cerca de R$ 4 Bilhões, o dinheiro vai sair dos bolsos do contribuinte.

Vídeo: Dono de agência de publicidade agride advogado com socos no Renascença

Murilo Coelho Neto é dono de uma agência de publicidade em São Luís, “merece ser denunciado e processado”, diz agredido

A discussão seguida por uma agressão, teria sido por causa de uma vaga no estacionamento em frente ao prédio Atrium Plazza localizado no Bairro Renascença, ambos queriam estacionar no mesmo local.

Segundo informações, Murilo chegou desferindo covardemente um soco no advogado Christiano Arrivabene e ainda o perseguiu, empurrando-o. O agressor é proprietário da ‘Brain – Agência de Publicidade’.
E não é só! Por uma ironia do destino as imagens que comprovam o soco, gravadas pelas câmeras de um estabelecimento em frente ao prédio que é cliente da agencia de publicidade do agressor, “não gravaram” o momento, um tanto estranho não?!

Sem contar que a própria administradora do condomínio do Edifício Atrium Plazza, a Facility, não entregou as imagens que também foram gravadas por suas câmeras sob a alegação de que as mesmas simplesmente sumiram de seus arquivos!!! Um verdadeiro absurdo!

Vídeo: veja como funciona esquema de ‘aluguéis fantasmas’, no governo Flávio Dino

Governo Flávio Dino (PC do B), tem escancarado modalidade de pagamentos com dispensa de licitação em aluguéis que na prática não funcionam nada

O ‘modus operandi’ é sempre o mesmo, o governo Flávio Dino (PC do B), aluga um imóvel por um preço maior do que o praticado no mercado e com DISPENSA DE LICITAÇÃO, e o pior, o governo ainda gasta mais dinheiro público para adequar ou reformar o prédio alugado.

Foi assim, com o imóvel do membro do partido do governador, Jean Carlos, que também era empregado na Empresa Maranhense de Administração Portuária – EMAP.

Fato idêntico foi também no aluguel de um outro imóvel para abrigar a delegacia do menor infrator, na avenida das Cajazeiras, no centro de São Luís, denunciado com exclusividade por este Blog, reveja:

Mais escândalo!!! Governo do Maranhão paga R$ 45 mil por mês em aluguel de imóvel que não funciona

As provas do descaso com o dinheiro público na gestão comunista são evidentes e mesmo assim o Ministério Público do Maranhão, não dá uma manifestação de interesse sobre o caso.

Este é o terceiro caso comprovado, em que o governo Flávio Dino contrata sem licitação e paga imóvel sem utilizá-lo, constatando evidente improbidade administrativa do gestor.

Antes de assumir o governo do Maranhão, Flávio Dino condenava este tipo de aluguel fantasma, denunciando e combatendo nas redes sociais, agora, ele faz pior, na gestão passada, o valor era de R$ 150 mil, no governo dele, já ultrapassa R$ 2 milhões, veja abaixo.

Em tempo: o mesmo ocorre com o aluguel de jatinhos, onde já foram gastos milhões do contribuinte maranhense, sem ocorrencia de licitação.

E mais: o governador alega, só agora, após quase 3 anos à frente do executivo maranhense, que o estado está falido e sem dinheiro, também com gastos infundados e desnecessários, queria o quê????

 

 

Governo do Maranhão gasta o dobro do Rio de Janeiro com aluguel de Jatinhos

No Maranhão, o governo comunista já pagou, pelo mesmo serviço, com apenas um Jatinho, quase o dobro e sem licitação, cerca de R$ 4,6 milhões

O Jornal Nacional, mostrou reportagem, ontem (10), o escândalo do governo Pezão, do estado do Rio de Janeiro, acerca dos gastos com o aluguel de um jatinho executivo. Segundo edital de licitação do governo do Rio, a gestão de Luiz Fernando Pezão (PMDB), vai gastar até R$ 2,5 milhões em viagens durante um ano.

No Maranhão, o governo comunista já pagou, pelo mesmo serviço, com apenas um Jatinho, quase o dobro e sem licitação, cerca de R$ 4,6 milhões.

Mas, para o governador do Maranhão, que está delatado na Operação Lava-jato, como recebedor de propinas da Odebrecht, isso não é nada, enquanto no Maranhão, ele vai construindo praças, pintando muros de escolas e colocando asfalto “sonrisal” nas ruas está tudo bem.

 

 

Governo Flávio Dino quer expulsar delegados da Polícia Civil de prédio em São Luís

Em Notificação, governo Dino fala até em usurpação do imóvel pela ADEPOL

O Governo Flávio Dino (PC do B), notificou extrajudicialmente a Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Maranhão – ADEPOL, para que no prazo máximo de 30 (trinta) dias, entregue o prédio de propriedade do governo estadual, que estava cedido em caráter de comodato à entidade. 

Segundo a Notificação Extrajudicial, o fato se dá em vista do término da vigência do Contrato de comodato firmado entre o Estado do Maranhão e a ADEPOL, cujo objeto é o imóvel de propriedade do Estado, situado na Rua da Palma, n. 322, Centro, nesta Capital.

No final, da Notificação o governo Dino ratifica as sanções cabíveis, em caso de não cumprimento, o executivo fala em Usurpação do imóvel pela entidade.

Desta feita, tratando-se de imóvel de propriedade do Estado, cuja cessão à ADEPOL expirou em 10 de maio de 2002, a permanência da ocupação pela Associação representada por Vossa Senhoria caracteriza ato de esbulho, a desafiar a adoção das medidas judiciais cabiveis.

Veja abaixo, o teor da notificação:

ESTADO DO MARANHÃO
PROCURADORIA GERAL DO ESTADO
PROCURADORIA DO PATRIMÔNIO E DO MEIO AMBIENTE.

NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL

Tendo em vista o término daTendo em vista o término da vigência do Contrato de comodato firmado entre o Estado do Maranhão e a ADEPOL, cujo objeto é o imóvel de propriedade do Estado, situado na Rua da Palma, n. 322, Centro, nesta Capital, NOTIFICO Vossa senhoria, na qualidade de representante legal da Associação dos Delegados de Policia Civil do Maranhão, reiterando os oficios e notificações encaminhadas pela Secretaria Adjunta de Gestão, Modernização e Patrimônio, para que, em até 30 (trinta dias), a contar do recebimento desta Notificação, efetue a devolução do imóvel identificado para supra, mediante entrega das chaves na sede da Secretaria Adjunta situada na Av. Jerônimo de Albuquerque, s/n, Centro Administrativo do Estado, Edificio Clodomir Milet, 5° Andar.

Ressalte-se que a Secretaria de Segurança Pública reiterou por meio do Oficio 1906/2016 GAB/SSP a necessidade de retomada do imóvel, com o objetivo de instalar o seu Arquivo Geral.

Desta feita, tratando-se de imóvel de propriedade do Estado, cuja cessão à ADEPOL expirou em 10 de maio de 2002, a permanência da ocupação pela Associação representada por Vossa Senhoria caracteriza ato de esbulho, a desafiar a adoção das medidas judiciais cabiveis. vigência do Contrato de comodato firmado entre o Estado do Maranhão e a ADEPOL, cujo objeto é o imóvel de propriedade do Estado, situado na Rua da Palma, n. 322, Centro, nesta Capital, NOTIFICO Vossa senhoria, na qualidade de representante legal da Associação dos Delegados de Policia Civil do Maranhão, reiterando os oficios e notificações encaminhadas pela Secretaria Adjunta de Gestão, Modernização e Patrimônio, para que, em até 30 (trinta dias), a contar do recebimento desta Notificação, efetue a devolução do imóvel identificado para supra, mediante entrega das chaves na sede da Secretaria Adjunta situada na Av. Jerônimo de Albuquerque, s/n, Centro Administrativo do Estado, Edificio Clodomir Milet, 5° Andar.

Ressalte-se que a Secretaria de Segurança Pública reiterou por meio do Oficio 1906/2016 GAB/SSP a necessidade de retomada do imóvel, com o objetivo de instalar o seu Arquivo Geral.

Desta feita, tratando-se de imóvel de propriedade do Estado, cuja cessão à ADEPOL expirou em 10 de maio de 2002, a permanência da ocupação pela Associação representada por Vossa Senhoria caracteriza ato de esbulho, a desafiar a adoção das medidas judiciais cabiveis.