Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Insegurança total!!! Até o momento, 360 assaltos a coletivos em São Luís

De 1º de janeiro até hoje, (7) de julho foram registrados, em São Luís, 360 assaltos a coletivos

Os números são do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, na qual contabilizou as estatísticas dos seis primeiros meses de 2017, referentes a assaltos dentro de coletivos na Grande São Luís.

No mesmo período do ano passado (seis meses) foram contabilizados 307 assaltos dentro de coletivos. Este ano o aumento real foi 53 veículos a mais. 

As localidades com maior incidência de assaltos foram: Terminal da Praia Grande; Centro; Turu, nas proximidades do Rio Anil Shopping, e a BR-135, com pontos críticos na área do Maracanã e Estiva. 

O governo do Maranhão, na gestão Flávio Dino (PC do B) está impotente às ações dos bandidos, estes dados são referentes apenas a assaltos aos coletivos, se analisarmos os assaltos às pessoas, homicídios, latrocínios e outros crimes, estes dados são aterrorizantes. 

 

Lula Fylho é o pivô do mal-estar entre vereadores

A confusão entre os vereadores Beto Castro (SDD) e Honorato Fernandes (PT) é só a ponta do “iceberg” de uma confusão muito maior que está por vir

A todo tempo durante a discussão gástrica entre Castro e Fernandes, o nome do ainda secretário de governo na administração Edivaldo Holanda (PDT), era mencionado. O vereador Beto Castro afirmou que o Honorato é um verdadeiro leva e traz do secretário e tenta desestabilizar a gestão municipal do prefeito, a todo tempo negociando em nome dos vereadores da casa.

A todo tempo, por meio das redes sociais, o secretário Lula Filho faz postagens com indiretas e às vezes até diretas, contra os vereadores de São Luís, e esta soberba, vem aos poucos, destruindo a harmonia entre o legislativo e o executivo, coisa que o prefeito ao longo da primeira gestão vem garantindo com muita tranquilidade, contudo, por devaneios de um peça sem envergadura política e sem respaldo popular tentar a todo custo manchar.

Não é de hoje que o titular da SEMGOV vem causando discórdia entre os poderes, tentando mandar mais que o próprio prefeito de São Luís que foi eleito e legitimado pela população de São Luís.

Em tempo: O prefeito Edivaldo Júnior precisa tomar uma posição firme e correta nesta situação de enxame que está criada entre os vereadores e o secretário Lula Fylho.

E mais: As muitas denúncias contra o secretário-empresário já estão na Promotoria de Fazenda, do Ministério Público do Maranhão.

Justiça mantém delegado, equipe e advogado na cadeia

Thiago Filipine, Glauber Santos e Silvia Helena, do 1º DP de Açailândia, e o advogado Erick Nascimento, participaram ontem de audiência de custódia

A prisão do delegado titular do 1º Distrito Policial de Açailândia, Thiago Gardoni Filipine, assim como de sua equipe – o investigador Glauber Santos da Costa, a escrivã Silvia Helena Alves e o carcereiro Mauricélio da Costa Silva, e do advogado Erick Nascimento Carosi foi mantida pelo Poder Judiciário. Ontem, eles participaram da audiência de custódia, que ocorreu no Fórum Desembargador Sarney Costa, no Calhau, presidida pelo juiz da 1ª Vara Criminal, Francisco Ronaldo Maciel.

“Ficou mantido a prisão do delegado e dos outros envolvidos”, afirmou o juiz. A audiência começou ainda no período da manhã e se estendeu até o começo da noite de ontem. Um dos primeiros a ser ouvido foi o delegado, seguido dos outros policiais.

Thiago Filipini e sua equipe vão continuar presos em uma das celas da Delegacia de Polícia Civil da Cidade Operária, enquanto, o advogado Erick Carosi, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Acusação

O delegado e sua equipe, assim como o advogado Erick Carosi, foram presos no último dia 28, na cidade de Açailândia, acusados de organização criminosa e corrupção. Ainda de acordo com as informações do delegado geral da Polícia Civil, Lawrence Melo, a cúpula da Secretaria de Segurança Pública (SSP) foi informada, no começo deste ano, por meio de uma denúncia do Ministério Público de Açailândia, de que o grupo vinha cometendo atos criminosos.

A SSP, de imediato, determinou que o caso fosse investigado pela equipe da Superintendência de Combate à Corrupção (Seccor) e acabou constatando que várias irregularidades estavam sendo cometidas pelo delegado Thiago Filipini, com a participação de sua equipe de policiais e do advogado Erick Nascimento Carosi.

Eles estariam realizando prisões na cidade e, para liberar os suspeitos, na maioria das vezes acordado com a presença do advogado Erick Nascimento, era cobrado determinado valor, dependendo da situação financeira do detido. O grupo também efetuava prisões de pessoas sem qualquer procedimento contra elas, que eram soltas mediante pagamento.

A polícia solicitou ao Poder Judiciário a prisão preventiva dos acusados e os mandados foram cumpridos. Todos os envolvidos foram presos em Açailândia e removidos para São Luís.

Com informações de O Estado

Insegurança total!!! Comerciante é baleado no centro de São Luís

Incapacidade do estado em garantir segurança faz mais uma vítima em São Luís; Comerciante foi baleado na cabeça pelos assaltantes 

Um comerciante identificado como Ariosvaldo, dono de uma ourivesaria foi baleado na cabeça, durante um assalto em seu comércio. Ele estava sozinho no estabelecimento quando foi abordado por dois desgraçados que estavam armados.

A vítima reagiu e chegou a travar uma luta corporal com um dos assaltantes que estava armado, e o comparsa atirou na cabeça do comerciante. O comerciante foi conduzido por populares para o hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I.

Vídeo: Escola Digna do governo Flávio Dino é alvo de denúncia no Bom Dia Brasil

Bom Dia Brasil!!! Escola digna do governo Flávio Dino (PC do B), não chegou a Bela Vista do Maranhão. Ministério Público Federal investiga desvios de recursos na gestão do prefeito Urias de Oliveira, que é do mesmo partido do governador

 

Polícia prende jornalista suspeita de passar informações a organização criminosa

Segundo investigação, Luana Don estava em organização chamada ‘sintonia dos gravatas’, responsável por transmitir as ordens emanadas pela cúpula da organização criminosa

Policiais da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) do Rio prenderam na manhã desta terça-feira (4) a jornalista e advogada Luana de Almeida Domingos, de 32 anos, conhecida como Luana Don. Segundo investigações das polícias civis de Rio e São Paulo, ela passava informações dos líderes da maior facção criminosa do país. A prisão contou com apoio da Polícia Civil de São Paulo.

Luana foi presa em Ilhabela, na rua Manoel Guerra do Amaral, em uma residência que era utilizada como seu esconderijo. A ação contou com o apoio da Polícia Civil de São Paulo. Ela possuía mandado de prisão preventiva pelos crimes de corrupção ativa e por integrar organização criminosa. Até sua prisão, ela era considerada uma das mais procuradas do Estado de São Paulo, com recompensa de R$ 50 mil por informações que levassem à sua prisão.

A jornalista e advogada já havia trabalhado entre 2012 e 2015 como repórter de uma rede de televisão em São Paulo. A Desarme a estava investigando porque ela já morou no Rio de Janeiro e, segundo informações, é possivel que estivesse passando informações da facção para atuação deste grupo no Rio de Janeiro. Luana será apresentada na Divisão de Capturas (DECADE) na capital paulista nesta terça-feira.

Atenção Ministério Público!!! Corrupção desenfreada na ‘Lei de Incentivo” no governo Flávio Dino

Projetos capitaneados pelas leis de incentivos à Cultura e ao Esporte, são os maiores desvios de dinheiro público e de finalidades no governo Flávio Dino (PC do B)

Fundações, Institutos e Empresas fantasamas se revesam no recebimento do dinheiro que serviria para ser empregado, por meio de renúncia fiscal do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), a partir do faturamento da empresa patrocinadora. Ocorre que no Maranhão, a lei perdeu a finalidade, há comprovações que o dinheiro serviu para pagar empresas de comunicações como foram os casos escandalosos da TV Difusora e TV Guará que o governo Flávio Dino aprovou projeto de incentivo ao Campeonato Maranhense, nos anos de 2016 e 2017.

No governo comunista, a LEI Nº 9.436, de 15 de Agosto de 2011, que dispõe sobre a concessão de incentivo fiscal (Remissão) para contribuinte de ICMS que financiar projeto esportivo é utilizada pelo próprio governo do estado para realizar obras que deveriam ser bancadas com recursos próprios.

O caso declarado foi a reforma da Quadra Poliesportiva do bairro da Liberdade, em que o governador Flávio Dino utilizou o dinheiro da Companhia Energética do Maranhão – CEMAR, para custear a obra.  O mesmo ocorreu na reforma da Quadra da Escola Cintra, no bairro do Anil, que foi realizada com o dinheiro de remissão fiscal do Grupo Mateus. O Blog está levantando mais casos absurdos utilizados com a “lei do esporte” praticados pelo governo do estado e encaminhará ao Ministério Público do Maranhão.

O Blog levantou também, documentos e dados relativos à cultura, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, que é um instrumento de fomento e difusão da produção cultural no Estado, instituído por meio da Lei 9.437, de 15 de agosto de 2011. A Lei Estadual de Incentivo à Cultura funciona nos mesmos moldes da Lei Federal, também conhecida por Lei Rouanet, que permite que empresas e cidadãos possam investir em cultura.

Ocorre que o governador do Maranhão está realizando obras públicas com o dinheiro que era para ser investido em projetos de difusão cultural em todo o estado. Era para ser mais ou menos assim, com o Certificado em mãos, o produtor cultural ou a instituição que entrou com o projeto ganha o direito de captar recursos junto às empresas patrocinadoras. As empresas, por sua vez, recebem o benefício fiscal sobre o valor do incentivo.

Há provas irrefutáveis que o próprio governo, por meio de uma “instituição” utiliza estes recursos para fazer obras, foi assim nas reformas do Convento das Mercês; Centro de Criatividade Odylo Costa Filho; Casa de Cultura Josué Montello e muitas outras “reformas” que estão sendo fabricadas na gestão do comunista. Como mostram as imagens extraídas do próprio site do governo do estado na entrega das obras. 

A Lei de Incentivo à Cultura é bem clara em seu objetivo, onde diz que a “concessão do benefício destina-se a os projetos que visem à democratização do acesso, divulgação e preservação da memória cultural, bem como ao desenvolvimento de atividades artísticas destinadas a cultura”.

Campeonato Maranhense de Futebol – Federação Maranhense de Futebol – Instituto Maranhense de Futebol 

Apenas com o estadual, já foram gastos cerca de R$ 4 milhões – Dinheiro foi parar nas contas do Instituto Maranhense de Futebol – IMF, parte do dinheiro irrigou as TV’s Guará e Difusora, empresas estas de comunicação que são co-irmãs do governo Flávio Dino.

Este Blog trouxe com exclusividade, a documentação do IMF, que foi criado pelo próprio presidente da Federação Maranhense de Futebol, onde o próprio figura como presidente do instituto que tem como único propósito receber o dinheiro da lei de incentivo ao esporte.

Fraude na Isenção Fiscal

O Blog recebeu a documentação de um produtor cultural que não quer ser identificado, afirmando que empresas de grandes portes, por meio de agenciadores estão captando produtores com certificados para realizar fraude com a remissão de créditos fiscais.

Os documentos demonstram claramente o indício de fraude, o “modus operandi” seria assim: uma associação, um instituto apresenta um projeto de cunho cultural, à Secretaria de Estado da Cultura e Turismo, para ser aprovado por uma banca da Lei de Incentivo à Cultura, e após ser avalizado, recebe um certificado de mérito cultural com o valor que pode ser captado, e negocia por um preço menor do que o permitido, ou seja, se o instituto tem certificado de R$ 400 mil, o empresário paga a metade e obtém o crédito / remissão fiscal do valor inteiro.

Em tempo: O incentivo fiscal vai o contribuinte do imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias – ICMS, com estabelecimento credenciado pela Secretaria de Estado da Fazenda – SEFAZ, que apoiar financeiramente projetos culturais e esportivos.

E mais: Indiciado na Operação Lava Jato, o governador do Maranhão é alvo também de várias denúncias de corrupção em seu governo, foi assim com as propinas aos indígenas; aluguéis camaradas; escândalo com fundações na Saúde e muitos outros aindo por vir.

Cemar desmente governo Flávio Dino acerca do cancelamento dos arraiais

O governo Flávio Dino (PC do B), se reveza em mentiras e meias verdades tudo no intuito de DESINFORMAR a população a cada passo mal dado, e olha que são muitos

O grupo equatorial energia e a Companhia de Energética do Maranhão – CEMAR, emitiram nota de esclarecimento onde desmentem mais um passo em falso do governo Flávio Dino, desta feita, acerca dos acometimentos de fortes chuvas na tarde/noite de ontem (2), em São Luís. No comunicado, os grupos abaixo assinados, afirmaram que “mesmo com as fortes chuvas e descargas atmosféricas, o fornecimento de energia esteve normal”, salvo em alguns poucos pontos isolados, mas, que na Praça Maria Aragão, Praça Nauro Machado / Centro Histórico, Ipem / Calhau e Parque da Vila Palmeira / Vila Palmeira, o fornecimento de energia sequer foi suspenso. 

Portanto, a desculpa dada pelo governo do estado para suspender a programação deveria ser outra, quem sabe colocar a culpa em São Pedro, como muitas vezes já o fizeram. 

O governo Flávio Dino está muito parecido com o governo Jackson Lago (in memoriam), onde o “cabeça” da administração era o que menos mandava, daí a péssima administração.

Veja, abaixo, a nota oficial do governo do estado – Pega na Mentira!!!

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache