Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Ministério Público!!! E-mail de secretário serve de contato em empresas que débitos sumiram na SEMFAZ

E-mail do secretário municipal de governo, Lula Fylho, aparece como contato das empresas em que os débitos desapareceram da Secretaria Municipal de Fazenda de São Luís – SEMFAZ

O ainda secretario municipal de governo, Lula Fylho, não tem mais as mínimas condições morais para continuar à frente do cargo que exerce na gestão do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT). O Blog mostrou ontem (26), que documentos comprovam que débitos de empresas em que Lula Fylho figura como sócio, simplesmente “desapareceram” no fisco municipal. 

Uma consulta no site da receita mostra ainda que além de ser sócio nas empresas, o E-mail do secretário aparece como contato, como mostram as imagens abaixo. As informações no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas devem ser rapassados ao endereço: lulafylho@gmail.com 

Aumento na Conta de Luz! Deputados do governo Flávio Dino rejeitam redução e conta vai aumentar

Orientados pelo governo Flávio Dino (PC do B), deputados estaduais rejeitaram proposta de redução de imposto sobre a conta de energia, com isso, Conta de Luz do maranhense vai AUMENTAR

Deputados estaduais orientados pelo governo Flávio Dino (PCdoB), rejeitaram, ontem (26), em votação na Assembleia Legislativa, uma proposta que se tivesse sido aprovada, poderia garantir um congelamento no aumento da conta de energia dos maranhenses.

O AUMENTO na conta de energia elétrica no Maranhão poderá chegar à casa dos 20%, ou seja, quem paga atualmente R$ 100,00 (Cem Reais), com a conta de energia, passará a pagar R$ 120,00 (Cento e Vinte Reais). 

A proposta em favor da população maranhense era que se aprovada pelos deputados, o governador Flávio Dino revogaria dispositivos da Lei Nº 10.542/2016, de autoria do próprio governo Dino, que aumentou o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre a energia elétrica no Maranhão.

Ocorre que a mando do próprio Governo Flávio Dino, os deputados estaduais aprovaram em abril, o aumento da alíquota do imposto na conta de energia dos maranhenses. 

Os deputados aliados do goverandor Flávio Dino, no entanto, sequer permitiram a aprovação de uma mera sugestão.

Votaram a favor da proposta que CONGELARIA o aumento na conta de luz: César Pires (PEN); Max Barros (PRP); Sousa Neto (PROS); Andrea Murad (PMDB), Eduardo Braide (PMN) Nina Melo (PMDB) e Wellington do Curso (PP)

Votaram a FAVOR DA CONTA DE LUZ dos maranhenses: Ana do Gás (PC do B), Antônio Pereira (DEM), Bira do Pindaré (PSB), Cabo Campos (DEM), Dr. Levi Pontes (PC do B), Edivaldo Holanda (PTC), Edson Araújo (PSB), Fábio Braga (SD), Fábio Macedo (PDT), Francisca Primo (PC do B), Glalbert Cutrim (PDT), Humberto Coutinho (PDT), Rafael Leitoa (PDT), Júnior Verde (PRB), Othelino Neto (PC do B), Paulo Neto (PSDC), Professor Marco Aurélio (PC do B), Raimundo Cutrim (PC do B), Ricardo Rios (SD), Rogério Cafeteira (PSB), Stênio Resende (DEM), Valéria Macedo (PDT), Zé Inácio (PT), Vinicius Louro (PR), Graça Paz (PSL), Hemetério Weba (PV), Rigo Teles (PV), Sérgio Vieira (PEN), Josimar de Maranhãozinho (PR), Léo Cunha (PSC), Sérgio Frota (PSDB) e Roberto Costa (PMDB)

Vídeo: Pagamento de propinas a vereadores em Porto Franco

Áudio compromete seriamente o prefeito. Ele foi gravado durante encontro com os vereadores Nalva Veras, Rubens Sá, Felipe Aguiar, Elias Pastinha, Semeão Sobral Vilela, e Gedeon Gonçalves 

O prefeito de Porto Franco, Nelson Horácio Macedo Fonseca (PSD), conhecido por Dr Nelson, foi gravado por um grupo de vereadores, segundo eles, o prefeito tentou suborná-los.

A gravação compromete seriamente o médico que durante um encontro com os vereadores Nalva Veras, Rubens Sá, Felipe Aguiar, Elias Pastinha, Semeão Sobral Vilela, e Gedeon Gonçalves num restaurante no município de Imperatriz, teria oferecido dinheiro para que o grupo apoiasse ações da prefeitura.

Diante da conversa gravada, os vereadores Nalva, Rubens e Felipe denunciaram o prefeito ao Ministério Público do Maranhão por tentativa de suborno.

Escândalo!!! Débitos de empresas ligadas a secretário somem da SEMFAZ de São Luís

Algo de muito podre está acontecendo na Secretaria Municipal de Fazenda de São Luís – SEMFAZ , ocorre que empresas ligadas ao Secretário de governo Lula Fylho, estão com baixas de débitos com o fisco

Informações dão conta que empresas ligadas ao empresário-secretário municipal de governo, Luiz Carlos de Assunção Lula Fylho, que misteriosamente, teve débitos tributários ‘baixados’ dos sistemas do órgão arrecadador municipal, conforme documentos obtidos pelo blogdodavimax.com.br

De acordo com as informações, essas “baixas-indevidas” seriam de débitos de natureza tributária (IPTU, ISS, Alvará, ITBI, dentre outros). Este caso pode ser um caso sério de polícia e as denúncias devem ser encaminhadas ao Ministério Público para investigar a maneira como estes débitos sumiram da fazenda municipal. 

As dívidas tributárias “baixadas”, são referentes ao período de janeiro de 2012 a maio de 2017.

As empresas são a Sucesso Assessoria e Marketing Esportivo Ltda. – Por Acaso Grill; e o Instituto de Desenvolvimento Profissional e Pessoal – ME, cujo nome de fantasia é Fator – Consultoria, Planej e Treinamento Empresarial. A primeira possuía débitos que variavam entre R$ 1,5 mil à R$ 1,9 mil, enquanto que os débitos da segunda, eram entre R$ 8,3 mil à R$ 9,5 mil.

A sócia do Secretário de governo, no “Por Acaso Grill”, é sua esposa, Janaina Falcão Bastos Lula, que é também diretora da Escola de Governo do Maranhão (EGMA). Ela, por sua vez, tinha participação no Instituto de Desenvolvimento Profissional. As dívidas das duas firmas com a administração pública — da qual o secretário faz parte — somavam mais de R$ 10 mil, contudo, desapareceram misteriosamente do sistema tributário do fisco municipal.

Escândalo!!! Sócio do deputado Sérgio Frota é vendedor de ‘notas frias’, aponta polícia

Empresário pego em operação que apontou desvios milionários é sócio do deputado estadual Sérgio Frota (PSDB), presidente do Sampaio Corrêa

Prisão de organização criminosa que desviou, durante anos, milhões dos cofres públicos da prefeitura de Cachoeira Grande, pela Polícia Civil do Maranhão, revelou que um dos canais de escoamento de dinheiro público era a empresa Habitat LTDA, pertencente ao analista de sistema Cesar Roberto Mendes Ahid.

Apuração do Blog do Domingos Costa, mostra que o empresário das ‘notas frias’ é sócio do deputado estadual Sérgio Frota (PSDB), presidente do Sampaio Corrêa.

Frota e Ahid, além de mais uma terceira pessoa identificada como Genésio Bertraid Neto, formam o quadro societário da HCG, empresa de sistemas corporativos.

Sérgio Frota, se disse surpreso, ainda considerou Cesar Ahid um dos melhores analistas de sistema do Maranhão, mas avaliou que se ele cometeu alguma ilicitude “terá que responder pelos seus atos”.  “Me causa espécie essa situação, não sabia que ele tinha essa empresa, o Cesar é sócio da HCG desde 1988, tem uma vida discreta e é excelente profissional, extremamente inteligente”, finalizou o deputado.

O delegado Ricardo Moura, da Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (Seccor), disse que não houve pedido de prisão de Cesar Ahid, pelo menos neste momento, porque tanto ele, como Alexandre Simão Abreu, dono da A. S. Abreu, colaboraram com as investigações.

“Inclusive, foram eles que forneceram o caderno de anotações das propinas, importante prova material da apuração desse caso”, afirmou o delegado que também explicou o fato da prisão ter efeito de ajudar nas investigações que agora continua em nova fase.

Empresa modificou seu objeto social e desviou milhões em Cachoeira Grande.

A Habitat LTDA, com capital social  de R$ 150 mil, possui endereço de fachada na Rua Sete nº 09, quadra 04, bairro do Vinhais em São Luís. Além de Cesar Ahid possui também como sócio Celso Raposo de Campos Filho.

De acordo com o delegado da operação, foram constatados dois contratos com indícios de superfaturamento. O primeiro era firmado com a empresa Habitat, responsável em administrar condomínios. O livro-caixa da empresa contém inúmeros pagamentos de ‘honorários’ à Prefeitura de Cachoeira Grande. Mas, de acordo com fontes fidedignas, esses repasses revelam um esquema fraudulento entre a empresa e o município. Os valores generosos variam entre R$ 45 mil e R$ 120 mil.

A empresa Habitat ganhou um contrato fora dos padrões em 2012 para prestar serviços de limpeza interna e externa nos prédios públicos municipais, pelo prazo de 12 meses. No entanto, nunca realizou uma limpeza nos locais. Pela prestação de serviço, a empresa ganhou a absurda quantia de R$ 3.119.189,04. No ano seguinte, a prefeitura assinou um termo aditivo com a empresa.

Em outra transação, as investigações descobriram um contrato com uma empresa de locação de maquinário, porém as maquinas alugadas pertenciam ao sobrinho do ex-prefeito, que se encontra foragido e que recebia cerca de R$27 mil por mês.

Envolvidos

Na operação foram presos o ex-prefeito Cachoeira Grande, Francivaldo Vasconcelos Sousa e seu filho, Alexandre Vasconcelos Oliveira Souza.

Gustavo Vasconcelos Oliveira Souza, sobrinho do ex-gestor e filho do ex-deputado Pedro Vasconcelos, e o contador Pedro Henrique Silva dos Santos, estão foragidos.

Luís Fernando inicia tratativas para implantar 3º Colégio Militar em São José de Ribamar

Acompanhado do comandante geral da Polícia Militar do Maranhão, Cel. Pereira, Luís Fernando visitou na última sexta-feira (23), as instalações onde será instalado o Colégio Militar

Luís Fernando e coronel “Pereirão” no Parque Vitória onde será instalado o Colégio Militar

O prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando (PSDB), definiu ações iniciais para a instalação do Colégio Militar, no bairro do Parque Vitória, após sua primeira pasagem à frente da prefeitura de Ribamar, com a construção de 3 Liceus Ribamarenses, o município receberá também a terceira escola militar. As duas primeiras foram implantadas no início deste ano, na sede do município e a outra no Parque Jair.

Acompanhado do comandante geral da Polícia Militar do Maranhão, Cel. Pereira, o prefeito Luis Fernando visitou na última sexta-feira (23) as instalações da escola municipal do Parque Vitória, onde será instalado o Colégio Militar Tiradentes e o terreno, localizado ao lado da escola, que vai abrigar a Companhia de Polícia da área.

“Convidamos hoje o coronel Pereira para conhecer as instalações da escola, acomodações e demais espaços, tanto interno quanto externo. A partir desse movimento vamos agora estabelecer o protocolo para a assinatura do termo que vai celebrar a parceria, onde a prefeitura por meio da secretaria de educação assume a parte pedagógica, e a cúpula da polícia militar assume a administrativa”, explicou o prefeito.

Segurança – Na oportunidade, o prefeito visitou ainda o terreno onde será construído, pela prefeitura, um prédio para abrigar a Companhia de Polícia do Parque Vitória, subordinada ao Batalhão de Polícia do Cohatrac.

“Além da escola militar que vai formar as nossas crianças e jovens com disciplina e programas voltados à cidadania, também visitamos o terreno que vai abrigar a companhia. Não tenho dúvida que a parceria estabelecida, Prefeitura e a Polícia Militar, vai trazer inúmeros benefícios para a população, sobretudo nas áreas da segurança e educação”, concluiu.

Brasil mostra tua cara!!! Coordenador da Lava-jato está vendendo palestras por R$ 40 mil

Deltan Dallagnol está sendo oferecido por empresa privada como palestrante, cobrando R$ 40 mil reais por apresentação. Ontem (25), lançou livro no Domingão do Faustão

 

Deltan Dallagnol em uma de suas palestras

A Corregedoria Nacional do Ministério Público (CNMP) instaurou na última quarta-feira (23), procedimento para investigar a venda de palestras pelo procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba.

A polêmica começou após o jornal Folha de São Paulo mostrar que uma empresa estava oferecendo palestras do procurador por R$ 40 mil em seu site. A página foi retirada do ar, em seguida, e substituída por uma mensagem afirmando que a oferta não havia sido autorizada pelo palestrante.

A empresa informou ainda que se retrata “por qualquer tipo de prejuízo e/ou situação que tenha vindo a causar ao Sr. Deltan Dallagnol”.

A representação foi feita pelos deputados federais do PT Paulo Pimenta (RS) e Wadih Damous (RJ) no começo desta semana e, de acordo com a Folha, será analisada pelo corregedor nacional Cláudio Henrique Portela do Rego sem prazo estabelecido. Segundo o CNMP, Portela participa de diligências no Estado de Goiás e só deve retornar a Brasília na próxima semana.

O corregedor tem três alternativas: arquivar o caso, abrir uma sindicância, ou abrir um Processo Administrativo Disciplinar (PAD). Se o PAD for aberto, uma comissão será montada dentro de um prazo para investigar, ouvir Dallagnol e preparar um relatório. Finalizado esse processo, o assunto entra na pauta de julgamento do plenário.

Os deputados responsáveis pela representação pediram que o procurador apresente a lista dos clientes que contrataram suas palestras desde 2014, os valores de cada palestra e a declaração dos clientes à Receita Federal.

A Procuradoria ainda disse ao jornal que a maioria das palestras prestadas para grandes públicos pelo procurador é gratuita e que em 2016 os valores foram destinados a entidade filantrópica – que não foi nomeada -, no total de R$ 219 mil.

 

 

Escândalo na Federação Maranhense de Futebol

Polêmica agora é por conta que o Sampaio Corrêa teria jogado em pelo menos dois jogos, com atleta suspenso por cartão

Representação do Cordino afirma que o zagueiro Fredson do Sampaio Corrêa teria atuado com três cartões amarelos. A acusação diz que Fredson levou cartão amarelo contra o MAC em (12/04/2017), Moto Club (20/04/2017) e no primeiro jogo da decisão do segundo turno contra a próprio equipe de Barra do Corda (29/04/2017).

Depois de um “estranho” corre-corre a FMF alegou que o jogador em questão advertido pelo árbitro foi o zagueiro Alex, “ERRONEAMENTE” anotado para Fredson na súmula.

A FMF fez a retificação, invalidando o cartão anotado para o Fredson, que, desta forma, atuou de forma regular nos jogos que esteve em campo.

O Diretor de Competições da Federação CONFIRMOU que o jogador atuo pelo Sampaio Corrêa de forma IRREGULAR.

Isso é mais um escândalo patrocinado pela forma CORRUPTA que a Federação Maranhense de Futebol – FMF é administrada.