Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

CEMAR: Nota de Esclarecimento

Nota de Esclarecimento

A Cemar vem a público repudiar a conduta adotada pelos eletricistas durante o atendimento realizado ontem, dia 17 de abril, na sede do Moto Club de São Luís. A Companhia reitera que não aprova esse tipo de comportamento por parte de seus colaboradores, tampouco de suas empresas fornecedoras.

Cabe informar, ainda, que a Cemar preza pela qualidade dos serviços prestados e que a Companhia já adotou as medidas administrativas que o caso requer.

Por fim, a Companhia esclarece que todos os colaboradores próprios e fornecedores são constantemente orientados a não praticar esse tipo de conduta e que, nesta oportunidade, receberam o devido reforço desta diretriz.

Assessoria de Imprensa da Cemar

Sumiu dinheiro!!! Governo Dino repassou R$ 1,5 milhão para FMF e prestação de conta não bate

Planilhas com despesas da Federação Maranhense de Futebol – FMF, mostra que gastos somam R$ 1.239.000 (Hum milhão, duzentos e trinta e nove mil reais), resta saber para onde foi os R$ 261.000 (Duzentos e Sessenta Mil), que não aparecem na planilha, onde está o dinheiro, governador Flávio Dino????

Antônio Américo, Presidente da FMF e do Instituto de Futebol

O Governo Flávio Dino (PC do B), repassou R$ 1,5 milhão para a Federação Maranhense de Futebol – FMF,  distribuir entre clubes e emissora de TV para a transmissão dos jogos, como patrocínio da competição com o projeto Maranhão Solidário. O dinheiro seria para ajuda aos clubes de futebol, mas, deste valor, apenas R$ 800 mil chegaram aos clubes, conforme mostra a planilha publicada com exclusividade pelo Portal Guará, VEJA ABAIXO.

De acordo com a planilha financeira, os R$ 800 mil foram divididos com os clubes, a saber: Sampaio Corrêa (R$ 150 mil), Moto Club e Maranhão (R$ 120 mil, cada), Imperatriz e Cordino (R$ 115 mil, cada), Bacabal, São José e Santa Quitéria (R$ 60 mil cada).

Dos R$ 700.000 (Setecentos Mil), que restaram foram repassados, R$ 200.000 (Duzentos Mil Reais), para a TV Difusora, que transmitiu 3 (três) jogos – restando portanto, R$ 500.000 (Quinhentos Mil Reais).

Em relação à Planilha, chama bastante atenção, os gastos R$ 194.000 (Cento e Noventa e Quatro Mil Reais) que, de acordo com o relatório financeiro da FMF, foram gastos com ‘Despesas de Logística, pessoal, staffs, material e produção’ durante o campeonato maranhense.

O que seria esta logística? Pessoal? Staffs? Material e produção durante o campeonato? Nossa reportagem vai tratar estes itens por partes.

O primeiro será logistica. A logística é o planejamento de vários itens importantes da competição, como armazenamento, distribuição e manutenção de vários tipos de materiais utilizados no evento. Mas o que a Federação gastou para isso? Qual foi a logística que ela utilizou? A confecção de uma tabela imperfeita e desigual? Material de escritório, impressão, digitadores, vice-presidentes e outros? Isso tem que ser esclarecido!

O segundo tópico é o pessoal. Mas que pessoal é esse? Funcionários da FMF? Seguranças, zeladores, maqueiros, fiscais? Pois tudo isso é pago pelos clubes mandantes dos jogos como despesa de borderô. Ou seja, se eles gastaram com isso, recebem de volta dos clubes.

O próximo é o Staff. Staff é um termo inglês que significa “pessoal”, no sentido de equipe ou funcionários. O termo é utilizado para designar as pessoas que pertencem ao grupo de trabalho de uma organização particular. Ou seja, Staff é o mesmo que “Pessoal”, o que já foi pago no item acima.

Material e produção durante o campeonato. Nada disso foi visto durante o Estadual.

Mas uma pergunta fica: se foi gasto R$ 194 mil com isso tudo, por qual o motivo que os clubes tem pagar isso no borderô? Se esse dinheiro não é da Federação, por que ele tem que voltar para a entidade?

Com todas essas despesas anunciadas no relatório da FMF, a soma deu R$ 1.194 milhão, sobrando R$ 306 mil, sendo que foram 3% para o fundo ao esporte – uma quantia de R$ 45 mil, mas ainda sobra R$ 261.000 (Duzentos e Sessenta Mil), que não aparecem na planilha, onde está o dinheiro, governador Flávio Dino????

Vídeo: Absurdo!!! Funcionários da CEMAR denigrem a imagem do Moto Club de São Luís

Vídeo ‘pulverizado’ por funcionários da Companhia Energética do Maranhão – CEMAR, denigrem gratuitamente o Moto Club de São Luís 

A Companhia Energética do Maranhão – CEMAR, deverá responder judicialmente, pelo fato ocorrido na manhã da última segunda-feira (16), em que seus funcionários acabaram por constranger o clube, espalhando pelas redes sociais, vídeo em que afirma ter cortado a energia por falta de pagamento.

Eles estavam em um veículo da CEMAR, Uno Way, de cor branca, placas QND 9357.

O Código de Defesa do Consumidor é bem claro acerca de cobranças de dívidas, veja o que diz o Artigo 42 do CDC.

CDC – Lei nº 8.078 de 11 de Setembro de 1990

Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências.

Art. 42. Na cobrança de débitos, o consumidor inadimplente não será exposto a ridículo, nem será submetido a qualquer tipo de constrangimento ou ameaça.

Parágrafo único. O consumidor cobrado em quantia indevida tem direito à repetição do indébito, por valor igual ao dobro do que pagou em excesso, acrescido de correção monetária e juros legais, salvo hipótese de engano justificável.

Art. 42-A. Em todos os documentos de cobrança de débitos apresentados ao consumidor, deverão constar o nome, o endereço e o número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas – CPF ou no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – CNPJ do fornecedor do produto ou serviço correspondente. (Incluído pela Lei nº 12.039, de 2009).
Consulta ao Portal da Cemar garante que o clube não tem dívidas com a companhia, veja abaixo!

Corrupção: CBF enrolada, FMF pior ainda, marca eleição na surdina

Antônio Américo, utiliza o ‘modus operandi’ da Confederação Brasileira de Futebol – CBF, na qual membros do mesmo grupo quando não são presos, se perpetuam no poder. Eleição da entidade será no próximo domingo (22)

Após escândalos de corrupção em que o ex-presidente da Federação Maranhense de Futebol – FMF, Alberto Ferreira foi afastado pelo Ministério Público, o interventor que assumiu, Antônio Américo, caminha pela mesma linha torta.

Sem transparência e com contratos de publicidade suspeitos, criação de Instituto para arrecadar dinheiro público e uma caixa-preta de esquemas nebulosos são parte da atual federação de futebol no Maranhão.

Antônio Américo, se utilizando do mesmo ‘modus operandi’ da Confederação Brasileira de Futebol – CBF, na qual membros do mesmo grupo quando não são presos, se perpetuam no poder, aqui no Maranhão, Américo, que já está no cargo há 6 anos, marcou a eleição da entidade para o próximo domingo (22), portanto sem tempo hábil para a inscrição de uma chapa de oposição.

Um verdadeiro escândalo sem precedentes esta federação de futebol do Maranhão, que precisa de uma ação enérgica do Ministério Público, GAECO, bem como instituições que defendem o interesse público

Vixe!!! Antônio Américo provoca jornalista e expõe Weverton Rocha a escândalo

Presidente da FMF, Antônio Américo foi provocar o jornalista Zeca Soares e expôs o deputado Weverton Rocha em escandaloso contrato com a TV Difusora

O jornalista e blogueiro Zeca Soares, divulgou um print de um “deboche”, que o presidente da FMF, Antônio Américo enviou a ele com a seguinte mensagem no whatsapp: “Zeca, bom dia. “Absurdamente”, primeiro jogo da final do cearense foi ontem, às 21:45, Ceará X Fortaleza”.

E acrescentou: “Detalhe: transmissão pelo Esporte Interativo, Sky e também pela TV Verdes Mares, afiliada Globo, para Fortaleza”

Só que Américo não contava com a resposta de Zeca Soares, que explicitou claramente a diferença do Campeonato Maranhense em relação ao Cearense, veja!

“Bem, preciso dizer a Américo que lá no Ceará a TV Verdes Mares pagou pelo televisionamento do Campeonato Cearense R$ 800 mil para o Ceará e R$ 800 mil para o Fortaleza. Só para os dois foi R$ 1,6 milhões. Os demais clubes, cada um recebeu R$ 120 mil”.

Profundo conhecedor do futebol maranhense, ao contrário de Antônio Américo, Zeca Soares foi além e expôs o contrato escandaloso num esquema entre o Instituto na qual Américo também figura como presidente, o governo do comunista e a TV Difusora, arrendada pelo deputado federal Weverton Rocha, amigo e candidato do governador Flávio Dino ao Senado para transmitir os jogos.

“A FMF, por exemplo que foi a proponente do projeto por meio do Instituto Maranhense de Futebol – IMF, de cara levou R$ 150 mil (10%) do montante liberado pelo governador. O Sampaio foi quem mais recebeu R$ 150, mesmo eliminado na primeira fase. O Moto teve apenas R$ 120 mil e o Imperatriz R$ 115 mil, nesse convênio, assim como contrato com o Esporte Interativo que parecem estar guardados mesmo numa caixa preta” afirmou o jornalista Zeca Soares.

Na resposta mais do que clara, Zeca Soares severou que os dirigentes que estão à frente da federação de de futebol ainda não sabem o que precisa se fazer com o futebol maranhense volte a crescer.

“Acho que essas informações são mais do que suficientes para entender que a FMF, infelizmente, ainda não sabe o que precisa fazer para que o nosso futebol volte a crescer. Estes, presidente Américo não são fatos, mas bons argumentos para quem conhece o mínimo de futebol. Se, ao contrário de buscar um novo embate, você tivesse optado pelo silêncio, teria feito melhor”, finalizou Zeca Soares.

Presidente da FMF, Antônio Américo agora é ‘persona non grata’ em São Luís

A Câmara Municipal de São Luís aprovou por unanimidade, ‘Moção de Repúdio’ contra o presidente da Federação Maranhense de Futebol

Em sessão ordinária realizada ontem (3), a Câmara Municipal de São Luís aprovou por unanimidade uma ‘Moção de Repúdio’ contra o presidente da Federação Maranhense de Futebol, Antônio Américo. O autor da proposição, Vereador Marcial Lima (PEN), justificou que o presidente da FMF, de maneira caluniosa e injuriosa, em função de suas atividades como parlamentar.

O vereador Marcial Lima se sentiu agredido verbalmente por Américo por meio da imprensa, e a ação atacou também a Casa Legislativa de São Luís. Na moção foi solicitado o pronunciamento do presidente da entidade esportiva.

Marcial também encaminhou Representação e Denúncias ao Ministério Público do Maranhão para investigar as contas da Federação e do Instituto Maranhense de Futebol – IMF, que recebe verbas públicas por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

“Vamos solicitar também as contas da Federação Maranhense de Futebol – FMF, bem como do Instituto Maranhense de Futebol – IMF, para fazer um levantamento sério de como anda o futebol do Maranhão”, disse Marcial.

Absurdo!!! Membro da FMF chama torcedores de quadrilheiros

Torcedores registraram Boletim de Ocorrência e entrarão com queixa-crime contra o diretor da Federação Maranhense de Futebol e também contra a entidade

Advogado da FMF será Réu em ações criminais, interposto por torcedores maranhenses

Outro torcedor que foi agredido pelo advogado é vereador Marcial Lima (PEN), o mesmo entrará também com processo criminal contra Márcio Biguá e articula uma moção de “Persona Non Grata” contra o advogado da FMF.

Em documento público da FMF, dirigente afirmou à Polícia que as torcidas do Moto Club de São Luís, são conhecidas por sua violência desmedida e destemida. Afirmou ainda que os mesmos são quadrilheiros, ao relatar que o chamamento da PM seria para evitar a ocorrência de crimes diversos, tais como: dano, lesão, corporal, formação de quadrilha, etc.

O que se viu na verdade, foi uma clara tentativa de intimidação da FMF, que culminou com a não ida das Torcidas Organizadas. Os que estiveram presentes foram senhores e senhoras de bem, não vinculados às torcidas organizadas. Boa parte estão registrando boletins de ocorrências contra a FMF e o advogado da entidade, Márcio Biguá, que deverá ser Réu em ações criminais.

Democracia motense: torcedores vão à Justiça, Ministério Público e fazem manifestação na FMF

Torcedores entrarão com pedido de Ação Civil Pública no Ministério Público e medida cautelar na Justiça; Torcidas Organizadas se uniram e farão prostesto na FMF

Um grande movimento pelas redes sociais promete modificar por inteiro as decisões da Federação Maranhense de Futebol – FMF, as torcidas organizadas se uniram e vão protestar nesta segunda-feira (26), a partir das 15h, no Palácio dos Esportes em São Luís e prometem ocupar a sede da federação.

Ministério Público e Justiça

Outro grupo de torcedores motenses encaminharam um Pedido de Ação Civil Pública, ao Ministério Público Estadual e a Promotora Lítia Cavalcante, prometeu receber uma comissão ainda nesta semana, para SUSPENDER a PORTARIA Nº 05/2018 – DCO, que marcou os horários das finais na partida de IDA no dia 05/04/2018 (quinta), às 21:45 horas; e a partida de VOLTA, para o dia 08/04/2018 (domingo), às 18:00 horas;

Este calendário saiu da cabeça de ninguém menos do que Hans Nina, que marcou a primeira partida entre Moto e Imperatriz, para quinta-feira (5), de abril, às 21h45, no Estádio Castelão.

A torcida do Moto Club, afirma que não vai aceitar e vai atuar em todas as instâncias para modificar esta atrocidade praticada pelo diretor de competições da FMF.

 

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache