Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Depois de 3 anos, usando e abusando politicamente, Dino libera helicóptero para Imperatriz

Promessa de campanha para enviar o helicóptero do CTA  para Imperatriz, só veio agora, no final da gestão comunista

Além de gastar milhões com aluguéis de jatinhos, num contrato escandaloso com a Heringer Taxi Aéreo, o governador Flávio Dino (PC do B), depois de usar e abusar do helicóptero do Centro Tático Aéreo (CTA), enfim vai cumprir uma promessa de campanha, mesmo restando pouco mais de 1 ano para o término de seu mandato.

Durante os últimos 3 anos, o helicóptero do CTA serviu ao governador do Maranhão para visitar prefeitos aliados pelo estado, levando consigo uma cambada de asseclas em viagens que só trouxeram mais despesas aos contribuintes.

Em Imperatriz, a base será instalada no quartel do 3º Batalhão da Policia Militar da cidade e deve contar com uma aeronave, um piloto e uma equipe de operadores que já estão passando por um processo de qualificação.

O poder de abrangência da base será de 100 milhas náuticas, o que corresponde ao atendimento de 29 municípios e cerca de 1 milhão de habitantes, em até uma hora, a partir da base.

As instalações ainda contam com um amplo hangar que terá acomodação para aeronave, reserva de armamentos, departamento administrativo e alojamentos. Com a nova estrutura, o Maranhão já conta com duas bases fixas do CTA, sendo a central localizada em São Luís.

 

Luciano Genésio recebe prêmio entre os 100 melhores prefeito do Brasil

Prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (Avante), recebeu prêmio de destaque do ano entregue pela União Brasileira de Divulgação – UBD

O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, recebeu comenda na cidade de Recife, em Pernambuco, onde foi avaliado entre os 100 melhores gestores municipais do Brasil.

“Quero compartilhar este momento com todos os pinheirenses que acreditam no nosso trabalho e ajudam a construir uma Nova História!!! Agradeço primeiramente a Deus, minha Família, aos Vereadores que consolidam apoio a nossa gestão e todos que fazem parte dela”, agradeceu o prefeito.

Luciano disse ainda que está feliz em ser reconhecido e avaliado entre os 100 melhores prefeitos do país e lembrou que na federação temos mais de 5 mil cidades.

“Estamos avaliado entre os 100 melhores Prefeito do Brasil”, finalizou, Luciano Genésio.

Escândalo!!! Juíz que responde a vários processos vai ser desembargador do TRE

Membro do Judiciário Maranhense figura como Réu em vários processos na justiça, procedimentos vão de grilagem de terras a denúncias no CNJ

 

Ao que tudo indica, o juíz Clésio Coelho Cunha vai ser o mais novo desembargador do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, pesa contra o juíz, processos por grilagem de terras no interior do estado, processos contra seus atos, no Conselho Nacional de Justiça – CNJ e muitos outros processos que figura como Réu.

Há também processos contra o juíz Clésio Cunha, por parte da invasão de terras de propriedade da AMBEV S.A.

Outro processo tramitando na justiça maranhense, da qual o magistrada faz parte e também figura como Réu, é da senhora Neli Roseno Machado, que acusa o juíz de ter se apropriado indevidamente de um terreno que lhe pertence, veja abaixo.

O Juíz responde ainda, um Procedimento Ordinário Disciplinar na Corregedoria Nacional de Justiça – CNJ, por seus atos na função de magistrado. De acordo com o processo,  apresentado pelo Ministério Público do Maranhão, Clésio “violou o dever de imparcialidade que é previsto no artigo 8º do Código de Ética da Magistratura, atuando às margens dos deveres da ética, da moralidade e da probidade que devem nortear a conduta funcional não apenas dos membros do Poder Judiciário, mas de todo e qualquer funcionário público”.

Com toda esta ficha corrida é incrivel como o juíz ainda deve ser desembargador eleitoral no Maranhão, o Blog posta amanhã (14), novos processos em que o juíz figura como réu.

 

 

O poder das redes sociais: Baterista do Pink Floyd compartilha vídeo de cantor piauiense

Piauiense contou ao G1 que ficou emocionado ao saber que Nick Mason assistiu à sua performance

O baterista do Pink Floyd, Nick Mason, compartilhou em sua página no Facebook, um vídeo do piauiense José da Cruz Silva, o Gleyfy Brauly, em que ele tenta cantar um dos clássicos da banda: “Another Brick In The Wall”

“Os fãs são mais rápidos que eu, eles que me avisaram, eu fiquei muito emocionado quando soube”, disse o piauiense, natural de Coivaras, cidade a 68 km de Teresina.

No vídeo que foi compartilhado por Nick e milhares de pessoas, o baterista destacou que “Quando o som é tão bom, você não precisa saber todas as palavras”, disse o baterista. Além de Nick Mason, o DJ brasileiro Alok também compartilhou uma versão de Gleyfy para “Never Let Me Go”.

Escândalo na Série C: Responsável pela “entrega” do Sampaio Corrêa pode pegar 6 anos de prisão e multa pesada

O site UOL Esportes levantou uma suspeita que muitos maranhenses já sabiam: a entrega do jogo Sampaio x Botafogo

Com as frases comprometedoras “Esse jogo é 100% de Satisfação Garantida” e “Não importa o que Aconteça você sairá feliz do estádio”, os erros infantis do marketing do clube tricolor maranhense evidenciam a entrega do jogo, por meio da famosa “Mala Preta”.

Fora estas evidências, fontes informam que a cota de participação da Copa do Nordeste de 2018, que abasteceria o caixa do Botafogo – PB, será “fracionada” ao Sampaio Corrêa, que arrecadará ao longo da competição, cerca de R$ 2 milhões.

Algo de muito podre está acontecendo no futebol do Maranhão, o presidente do Sampaio, deputado estadual Sérgio Frota (PSDB), criou uma Associação que já arrecadou milhões com a Lei de Incentivo ao Esporte, criada no governo Roseana Sarney (PMDB) e totalmente desfigurada e com desvios de funções no governo Flávio Dino (PC do B).

O presidente da Federação Maranhense de Futebol – FMF, criou também um Instituto que já faturou milhões dos cofres públicos, via Lei de Incentivo, e distribuiu o diheiro entre os grupos de comunicação TV Guará e Difusora, sem que as emissoras transmitissem um jogo sequer.

A mudança no regulamento do Campeonato Estadual foi mais um escândalo que precisa ser investigado.

Veja o que diz o Estatuto do Torcedor sobre a entrega de resultados 

Vale lembrar que pela expressão popularesca futebolística a “mala preta” é o ato de prometer algum ganho financeiro para determinada equipe deixar o adversário vencer (“entregar o jogo”), para que esta, ou outra equipe se favoreça do resultado negativo. Já a “mala branca” é o ato de oferecer ganho financeiro, desde que, a equipe vença de outra equipe, favorecendo, de forma indireta, àquela equipe que ofereceu a “mala branca”.

Em 27 de julho de 2010 entrou em vigência a Lei nº 12.299 que alterou a redação de vários artigos do Estatuto de Defesa do Torcedor (Lei nº 10.671/2003), introduzindo a tutela penal, em seu capítulo XI-A, que criminalizam condutas praticadas dentro do contexto desportivo.

Dentre tais condutas, podemos elencar duas em especial, que tratam sobre o tema ora estudado, quais seja, os artigos 41-C e 41-D do Estatuto do Torcedor, que versaremos abaixo.

Art. 41-C. Solicitar ou aceitar, para si ou para outrem, vantagem ou promessa de vantagem patrimonial ou não patrimonial para qualquer ato ou omissão destinado a alterar ou falsear o resultado de competição esportiva: Pena – reclusão de 2 (dois) a 6 (seis) anos e multa.

Art. 41-D. Dar ou prometer vantagem patrimonial ou não patrimonial com o fim de alterar ou falsear o resultado de uma competição desportiva: Pena – reclusão de 2 (dois) a 6 (seis) anos e multa.

Para sua configuração é necessário a presença de uma das condutas: dar ou prometer. Na primeira – dar – tem por sentido a entrega da vantagem (patrimonial ou não), com o intuito de alterar ou falsear o resultado da competição esportiva. Já na segunda – prometer – é a conduta do agente que se obriga e compromete a garantir a vantagem. Ou seja, são as condutas iniciais para que configure a conduta declinada na análise do tipo anterior, que é aceitar.

O crime é formal ou de mera conduta, já que desnecessário para sua consumação que a pessoa aliciada aceite ou não a vantagem dada ou prometida.

Ou seja, acreditamos que pela interpretação de ambos os artigos, a conduta de quem oferece a “mala preta” e quem aceita a mesma estarão incorrendo, respectivamente, nos artigos 41-D e 41-C do Estatuto do Torcedor, pois haverá a possibilidade de “entregar” o jogo, e com isso forçosamente alterar o resultado do jogo. Já entendemos que a chamada “mala branca” se trata de fato atípico, pois não há como prometer ou garantir a vitória, mas tão somente um empenho maior, para tentar vencer a partida.

 

 

Joesley Batista mandou dinheiro para a campanha de Flávio Dino

Propina em forma de doação foi repassado em cheque de R$ 200 mil à campanha de Flávio Dino (PC do B), dinheiro foi usado na véspera da eleição 

A JBS do criminoso confesso, Joesley Batista, repassou à campanha do então candidato ao governo do Maranhão, Flávio Dino, à véspera do pleito de 2014, R$ 200 mil por meio do cheque 850003.   

Como já divulgado exaustivamente aqui no Blog, empresários investigados, presos e corruptos por natureza, se revesaram em mandar dinheiro ao governador, dentre elas, OAS, UTC, Odebrecht e a JBS, em que o dono já declarou que não dava nenhum centavo a políticos sem receber nada em troca – então, e o que teria recebido do governador Flávio Dino ????

Atrás das grades, o executivo da JBS, Ricardo Saud,  revelou ao Ministério Público que a empresa entregou R$ 13 milhões clandestinos ao mesmo PC do B, com o mesmo objetivo de bancar as campanhas de seus candidatos.

Reveja abaixo, o “modus operandi” elencado por Saud para comprar o PC do B

http://epoca.globo.com/politica/lava-jato/noticia/2017/05/aula-do-lobista-sobre-como-comprar-politicos.html

Em tempo: mesmo com todos estes fatores, envio de dinheiro de empreiteiros corruptos para a campanha e Joesley Batista garantindo que as doações entregue eram PROPINAS, as denúncias contra o governador do Maranhão foram arquivadas pelo Procurador Geral, Ricardo Janot.

 

“Sofri calado todo este tempo”, afirma Waldir Maranhão, após ser absolvido na Lava Jato

“Sofri calado durante todo esse tempo. Confiei na justiça e ela está sendo feita. Só posso agradecer a Deus”

A Procuradoria-Geral da República – PGR, pediu o arquivamento de inquérito contra o deputado Waldir Maranhão (PP), que estava sendo acusado de participar de uma organização criminosa pela operação Lava Jato.

A PGR informou que concluiu a investigação contra Maranhão e não foi comprovado seu envolvimento, a investigação durou quase 4 anos e o deputado sendo atingido por adversários de todos os lados.

O pedido de arquivamento foi pelo Procurador-geral, Rodrigo Janot, ao ministro Edson Fachin.

Waldir Maranhão foi alvo de graves acusações dos seus adversários e disse que sofreu calado todos estes anos enquanto durou a investigação.

“Sofri calado durante todo esse tempo. Confiei na justiça e ela está sendo feita. É um momento de alegria, pois fui envolvido em questões políticas que acabaram prejudicando a minha honra. Só posso agradecer a Deus”.

Agora, livre das acusações infundadas e reestabelecidas pela Justiça, Waldir espera contar com o apoio de sua base política e do ex-presidente Lula, para ser Senador pelo estado do Maranhão.

Após jantar de R$ 200 mil à Lula, governo Dino manda sentar o cacete em estudantes

Ordem teria partido do próprio governador Flávio Dino (PC do B), para evitar qualquer tipo de manifestação contra o seu governo desastroso e o ex-presidente

A mando do governo Flávio Dino, a Polícia Militar do Maranhão sentou o cacete em estudantes que realizavam manifestação durante um ato político organizado pelo governo em apoio ao ex-presidente Lula.

Após o jantar “salgado” ao contribuinte, partiu do próprio governador Flávio Dino, a ordem de conter e evitar quaisquer manifestações contra seu governo.

Estudantes do Centro de Ensino Bacelar Portela, localizado no bairro Ivar Saldanha, reivindicavam melhorias estruturais na unidade de ensino, e realizavam manifestação pacífica quando policiais militares com cacetes sentaram a “peia” nos estudantes. No tumulto foram lançados spray de pimenta e bombas contra a estudantada.

A covardia do governador Flávio Dino foi tamanha, que um policial militar puxou bruscamente por um dos braços e chegou a arrastar uma estudante que protestava com o grupo. Uma outra estudante também foi agredida e levadas no camburão da PM.

Denunciado aqui no Blog, o governo Flávio Dino, abriga ainda, um ex-presidente da União Brasileira dos Estudantes – UBES, entidade ligada ao PC do B, como Secretário Adjunto na Secretaria de Estado da Educação – SEDUC.

O governo Flávio Dino está manchado com sangue dos estudantes, dos professores e manifestantes da Vila Nestor, governo comunista corrupto, autoritário e opressor.