Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Membro do PC do B, camarada de Flávio Dino já recebeu quase meio milhão do governo

Permaneceu mesmo o aluguel camarada, feito pelo governo do Maranhão, ao comunista Jean Carlos

O comunista Jean Carlos Oliveira, proprietário de um imóvel situado no bairro da Aurora e que ganhou notoriedade no escândalo nacional conhecido como “aluguel camarada”, já faturou mais de R$ 350 mil no Governo Flávio Dino (PCdoB).

O imóvel de Jean Carlos foi alugado em 2015 pelo Governo para a instalação de um anexo da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac). O prédio só passou a ser utilizado, contudo, em janeiro do ano passado, depois de pagas 17 parcelas.

O mesmo prédio já havia sido utilizado em 2014 como comitê de campanha. Lá eram realizadas reuniões político-partidárias e distribuídos materiais de campanha do partido, que elegeu Flávio Dino governador.

O comunista também conseguiu ser contratado pela Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap). Só foi desligado do cargo no ano passado, após O Estado revelar o vínculo.

Ao todo, Jean Carlos Oliveira faturou R$ 357.569,36 somente com o aluguel do imóvel de sua propriedade.

Em 2015 foram pagos ao comunista, segundo o Portal da Transparência, R$ 72 mil. Já em 2016, Jean Carlos recebeu dos cofres públicos o montante de R$ 144 mil. No ano passado, segundo dados do próprio Executivo, ele faturou mais R$ 141.569,36.

Isso sem contar com as reformas no imóvel que foram pagas com dinheiro do contribuinte.

No ano passado, quando surgiu o escândalo, o secretário de Estado da Comunicação e Assuntos Políticos, Marcio Jerry, presidente estadual do PCdoB, afirmou que o fato de o Governo ter alugado o prédio que serviu de comitê de campanha do partido em 2014, e que pertence a um membro da legenda, não passou de coincidência, dias depois descobriu Jean Carlos era contratado na EMAP.

Com informações de O estado e alterações feitas por este Blog

PF, TSE e Ministério Público vão criar grupo para combater boatos durante eleição

Quem criar ou espalhar notícias mentirosas (fake news), poderá pagar multas pesadas e responder processos criminais

Um grupo de trabalho será criado para desenvolver formas de combate às chamadas notícias falsas (fake news, no termo em inglês). A instância deve ser composta por integrantes da Polícia Federal, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Ministério Público Federal.

O foco do trabalho será a discussão de medidas que possam ser adotadas nas eleições deste ano.

O tema das fake news ganhou visibilidade recentemente pela grande disseminação, especialmente entre usuários e redes sociais. Essa prática causou polêmica como possível influência em processos eleitorais, como nos Estados Unidos e na França.

Esta discussão foi uma demanda do próximo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). O tema entrou nas discussões sobre as regras para o pleito de outubro. Contudo, não foi incluído na resolução aprovada no dia 18 de dezembro pelo TSE e ainda deve ser objeto de regras antes do início do processo eleitoral.

Além da instância, já está em funcionamento um conselho consultivo criado pelo atual presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes no fim de 2017. O grupo desenvolve pesquisas e produz informações sobre a influência da Internet nas eleições, em especial os prejuízos das chamadas notícias falsas e de robôs nas disputa e propor o aperfeiçoamento de normas sobre esses assuntos.

Projetos de lei

No Congresso Nacional, tramitam projetos de lei tratando do tema. Entre as medidas propostas estão a criminalização da criação e difusão desses conteúdos e a obrigação das plataformas de retirar mensagens falsas sob pena de aplicação de multas pesadas.

Riscos

Na avaliação de Francisco Brito Cruz, diretor do instituto de pesquisa Internetlab e pesquisador da Universidade de São Paulo, a tentativa de criminalizar essa prática é problemática. “Essa medida joga pra Justiça Criminal uma tarefa ingrata de definir o que é verdade e de colocar uma pena em que está dizendo alguma coisa, por mais que ela seja perigosa ou odiosa. Se isso se torna regra, pode virar um instrumento de controle do discurso. Além disso, sabemos que acesso ao Judiciário não é democratizado no Brasil”, pondera.

O pesquisador também vê com preocupação a atuação da Polícia Federal nesse tema. “Você vai botar potencialmente sobre a mira da PF aqueles que estão produzindo informação legitimamente, e isso é complicado. Boatos sempre existiram em eleições e nunca precisou da PF para coibir”.

Para Janaína Spode, ativista da Casa de Cultura de Porto Alegre e pesquisadora sobre direitos digitais, um problema é o risco dessas regras e possíveis punições gerarem uma prática intensa de retirada de conteúdos de sites, páginas e perfis na internet, o que pode trazer prejuízos à liberdade de expressão. Para ela, outra questão é transformar isso em uma “caça às bruxas” contra determinados segmentos ou visões políticas, fazendo uso de vigilância e instrumentos como busca e apreensão, que trazem danos a possíveis usuários que podem ser investigados.

A ativista alerta para os riscos de uma movimentação apressada em torno da aprovação de uma legislação ou de regras específicas no TSE sobre o assunto. “Esse tema é muito importante e não pode ser legislado de forma atropelada, sem um debate amplo na sociedade”, defende.

Com informações da EBC

Cagado!!! Acertador da Mega da Virada fez 3 jogos com os mesmos números

Sortudo ou sortuda jogou 3 vezes os mesmos números, cada bilhete vale de R$ 18 milhões, e as apostas levam R$ 54 milhões, do prêmio de R$ 306 mi

A Veja informou que os três apostadores que ganharam a Mega da Virada, na cidade de Parelheiros, zona sul de São Paulo, são na verdade uma pessoa só. O apostador, por engano, jogou os mesmos números três vezes.

Na fachada da lotérica, uma faixa anunciava o sucesso: “Saiu aqui 03 apostas”. Os moradores da região que passavam do lado de fora aproveitavam para tirar uma fotografia ou uma selfie com a lotérica “sortuda”.

Cada uma das apostas vale um prêmio de R$ 18 milhões. O prêmio distribuído no sorteio foi de R$ 306 milhões

A Caixa Econômica Federal confirmou a informação e está auditando os 3 bilhetes.

Escândalo!!! Moradores de condomínio denunciam governo Flávio Dino e Procon

Absurdo, Procon instalou uma placa dentro de um condomínio para se promover de uma ação judicial dos próprios moradores

Moradores reclamam que o governo Flávio Dino (PC do B) tenta se beneficiar de uma luta antiga deles, instalando uma “Placa” do Procon em acordo que foi mediado pelo órgão, mas depois de muita luta dos condôminos do Gran Park Águas.

Gente este desgoverno comunista é uma mentira atrás da outra, deve ser por isso que eles vão gastar quase R$ 1 Bilhão durante os 4 anos de gestão, é uma propaganda enganosa atrás da outra.

Duarte Júnior é declaradamente candidato a deputado estadual e utiliza o órgão da forma mais perversa possível para levar seu nome junto das ações.

Uma confusão generalizada se formou num grupo de whatsapp do condomínio e os moradores querem a retidara da placa, por se tratar de jogada política, propaganda enganosa e promoção pessoal. Veja abaixo!!!

 

 

Lei de autoria do vereador Raimundo Penha garante contratação de Bombeiros Civis

Lei 6.229/2017, aprovada pela Câmara Municipal de São Luís, de autoria do vereador Raimundo Penha, torna obrigatório a contratação de bombeiros civis pelos estabelecimentos comerciais

O Prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), sancionou a Lei 6.229/2017, aprovada pela Câmara Municipal de São Luís, que é de autoria do vereador Raimundo Penha, tornando obrigatório a contratação de bombeiros civis pelos estabelecimentos públicos e privados, comerciais, hospitalares, campi universitários, escolas, creches, etc, na capital maranhense.

A partir de agora, com a lei, os bombeiros civis terão que identificar e avaliar riscos nos locais de aglomeração pública, inspecionar, periodicamente, os equipamentos de combate a incêndio, aplicando testes de manutenção básica em mangueiras e acessórios de alarmes, motores, bombas e instrumentos similares, entre outras diversas funções.

A medida trará mais segurança e comodidade para a população ludovicense que frenquenta diariamente estes espaços públicos. 

Bombeiro civil agora é obrigatório, com a nova Lei

Sabia que, além de apagar incêndios, o bombeiro civil é responsável por inúmeras outras atividades? E esse leque de funções acabou de aumentar ainda um pouco mais, com a entrada em vigor com esta nova lei no município de São Luís que obriga empresas e, na verdade, quaisquer recintos que recebam fluxo grnade de pessoas a terem um bombeiro civil. Você está por dentro dessa legislação? Ficou curioso para saber mais? Então confira agora mesmo as informações abaixo.

As funções do bombeiro civil

A obrigação maior desse profissional é proteger as pessoas e seus patrimônios de riscos que envolvam incêndios e vazamentos, inspecionando e testando equipamentos de segurança. Faz também salvamentos terrestres, aquáticos e em lugares altos, prestando primeiros socorros sempre que necessário. Além de tudo isso, o bombeiro civil ainda treina equipes e brigadas em situações de emergência.

O curso de formação do bombeiro civil

Para exercer a função de bombeiro civil, a pessoa deve fazer um curso específico, que engloba:

  1. Legislação, normas brasileiras e normas regulamentadoras;
  2. Aulas teóricas e práticas de prevenção e combate a incêndios, bem como de primeiros socorros;
  3. Aula com desfibrilador e administração de oxigênio;
  4. Balizamento de helicóptero;
  5. Treinamento prático de combatentes;
  6. Treinamento de sobrevivência em selva e montanha;
  7. Treinamento em rapel, busca e resgate.

As diferenças entre civil e militar

Nem todo mundo entende bem as diferenças entre um bombeiro civil e um bombeiro militar, mas ter essa noção é, sim, importante, veja a seguir:

Bombeiro civil

  1. Integra uma instituição particular, não governamental, não podendo realizar atividades de caráter público ou utilizar uniforme similar ao do bombeiro militar;
  2. Presta serviços a empresas privadas, como shoppings, boates, restaurantes e outros;
  3. É conhecido também como brigadista particular;
  4. Exerce serviço em eventos específicos e áreas delimitadas.

Bombeiro militar

  1. Integra uma organização estatal, dentro da estrutura da Secretaria de Segurança Pública;
  2. É uma força auxiliar do exército;
  3. Tem sua admissão à corporação por meio de concurso público.

O famoso caso da boate Kiss

O incêdio na Boate Kiss em Santa Maria (RS), abalou todo o país e certamente levou muitos estados e municípios a adotarem medidas preventivas mais rígidas no que se refere a estabelecimentos de maior porte. O lamentável evento, ocorrido em 2013, matou 242 pessoas e deixou 680 feridas, tendo acontecido pelo acendimento de um sinalizador dentro do estabelecimento. Foi um caso de imprudência e más condições de segurança que serviu para mudar muitas leis pelo país afora.

As regulamentações cabíveis

A Lei Federal de número 11.901, de 2009, disciplina a profissão de bombeiro civil no Brasil, especificando suas características. E há ainda uma norma regulamentadora – ABNT NBR 14608, de 2007 – que determina que um condomínio a partir de dez mil metros quadrados com elevado risco de incêndio deve ter, no mínimo, um bombeiro civil em atividade. Esse número pode aumentar quando outros parâmetros são considerados. A mesma norma determina que uma indústria ou um estabelecimento que armazene produtos químicos com os mesmos dez mil metros quadrados devem ter, de início, quatro bombeiros civis por turno.

Infográfico do G1 que coloca Flávio Dino como cumpridor de promessas é piada

Levantamentos mostram que alguém mentiu sobre os dados do Infográfico do G1

O Blog está fazendo um levantamento apurado, sobre as “Promessas Cumpridas” pelo governador Flávio Dino (PC do B), de imediato, vamos fazer um paralelo de duas promessas que constam no Infográfico do G1 e contabilizam para a “boa” imagem do pagador de promessas, lembrando que cumprir o que promete não é ato para se vangloriar, é o mesmo que uma pessoa encontrar uma carteira cheia de dinheiro, saber quem é o dono, entregar e pedir recompensa.

Portanto, duas “promessas cumpridas” e elencadas pelo G1, são:

Mobilidade Urbana – Criou a MOB 

O que Dino prometeu:

Flávio DinoCriar a Empresa Estadual de Transportes Urbanos, para captar mais recursos federais, exercer articulação com os municípios de regiões metropolitanas e prestar assistência técnica, com foco prioritário na Ilha de São Luís e entorno (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Raposa, Bacabeira, Rosário, Santa Rita, Baixada); na região de Imperatriz e municípios vizinhos; e no eixo Coroatá-Codó-Caxias-Timon-Teresina.

G1 – A empresa foi criada com o nome de Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB). Segundo o governo, o serviço atende o foco prioritário citado no compromisso: São Luís e entorno, região de Imperatriz e municípios vizinhos. Especificamente sobre o serviço de ônibus, são nove cidades atendidas, segundo o governo. Contudo, não há trabalho desenvolvido ainda no eixo Codó-Caxias-Coroatá, como parte da promessa original.

Blog do Filipe Mota – A Agência muda de secretário como o povo muda de roupa, não tem programas, não há mobilidade urbana, o secretário que estava à frente foi responsável pelo VLT de São Luís. Agora tem um delegado que assumiu o órgão, que não sabe nem o que se trata mobilidade urbana, está lá porque se filiou ao Partido dos Trabalhadores – PT, e o encaixaram.

Mas em que mudou ou melhorou a mobilidade urbana do maranhenses, onde, aonde ????

Transparência 

O que Dino prometeu:

Flávio DinoCriar a Secretaria de Transparência e Controle, sem que seja criado nenhum novo cargo comissionado. A estrutura da nova Secretaria será advinda do remanejamento de cargos do gabinete do governador e da Casa Civil. A secretaria irá realizar o controle interno da administração, garantir o cumprimento da Lei de Acesso à Informação, apurar denúncias e fiscalizar a execução das despesas públicas, inclusive as realizadas mediante convênios. A Corregedoria Geral do Estado e a Controladoria Geral do Estado serão integradas à nova secretaria. Haverá concurso público para ampliação de quadro efetivo estável e independente.

G1 – A secretaria foi criada pelo governador no primeiro dia de mandato. A secretaria se tornou o órgão central do Sistema de Controle Interno, sucedendo a Controladoria-Geral do Estado.

Blog do Filipe MotaA secretaria praticamente não existe, não há controle de nada das outras secretarias, tanto que foi desbaratado pela Polícia Federal, uma quadrilha que desviava dinheiro público da Saúde, e o pior: os membros da ‘orcrim’ presos eram de confiança do governador.

Membros do governo se valeram destas informações do portal da Globo, para afirmarem que Dino é o melhor goverandor do Brasil – quanta sandice e falta de compromisso com a informação.

Deste jeito, o governador do Maranhão, deveria ter cumprido 100% do que prometeu, juntaram o mal feito, o mal acabado e o por fazer como cumprimento de promessas.

Amanhã (4), vamos postar aqui as promessas da Habitação e Segurança Pública. Pelo visto, alguém mentiu sobre os dados do Infográfico do G1.

TOTVS lança app para apoiar empresas de terceirização na alocação de funcionários

A novidade registra entrada e saída, via celular, do colaborador no posto de trabalho, assegurando a presença por geolocalização

O setor de serviços está ganhando força e se preparando cada vez mais para avançar em 2018. Hoje, já são mais de 13 milhões de trabalhadores terceirizados e um alto índice de representatividade na economia brasileira, cerca de 70% do PIB, segundo o IBGE. Diversos segmentos – incluindo transportes, comércio, limpeza, segurança, portaria, alimentação, telemarketing, hospedagem, logística e contabilidade – apoiam esse crescimento.

Pensando em apoiar as empresas de terceirização nesse cenário de expansão, a TOTVS lança o aplicativo Meu Posto de Trabalho. A tecnologia foi criada para ajudar a aprimorar, do ponto de vista tecnológico, a eficiência da operação, trazendo mais mobilidade, agilidade e automação na marcação de chegada dos funcionários, eliminando o retrabalho e minimizando os riscos trabalhistas.

Integrado ao software Gestão de Serviços, ele é direcionado às companhias que oferecem serviços de manutenção, conservação, segurança, limpeza, portaria, locação de equipamentos, entre outros. Com o aplicativo é possível fazer a gestão das rotinas diárias em um único local, como o registro da entrada e saída do próprio funcionário terceirizado via celular, o acesso do roteiro de tarefas do dia e o apontamento de ocorrências ou falhas do posto de trabalho.

Normalmente, o gestor só tem conhecimento da chegada do funcionário na empresa se alguém checa pessoalmente ou por telefone. Muitas vezes, o próprio cliente liga para comunicar se o colaborador compareceu ou não ao local. Agora, o administrador pode realizar as projeções de distribuição dos funcionários de um determinado local, manutenção das agendas, apontamento de faltas (com substituição ou não do colaborador) e, ainda, o controle de carga horária de trabalho.

O Meu Posto de Trabalho também informa a localização exata e a identidade da pessoa. Ao chegar até o local, o funcionário realiza o login em um dispositivo móvel, informa o local em que está e envia uma foto dele ou do posto para sua empresa. Por meio do software da TOTVS, o gestor recebe a informação e tem uma visão rápida e fácil de cada integrante do seu time, podendo atuar rapidamente em caso de faltas ou atrasos. Em uma empresa de segurança, por exemplo, a medida evita não só o desconforto com o cliente, mas também possíveis multas contratuais – já que uma agência bancária só pode iniciar as atividades quando o vigilante está presente.

Mais do que pensar em um app, a TOTVS vem ampliando constantemente o seu portfólio de mobilidade para os prestadores de serviços visando a uma gestão totalmente flexível. Pensando na importância dessas empresas conhecerem bem o seu público em potencial, a companhia oferece também o TOTVS Pocket CRM Mobile e o TOTVS Analytics Mobile. Diretamente do smartphone, o gestor e sua equipe conseguem realizar consultas e verificar atualizações de oportunidades de vendas, garantindo flexibilidade e praticidade a quem está utilizando o app dentro e fora da empresa. Além disso, é possível acompanhar a evolução dos indicadores dos gráficos e dashboards inteligentes em tempo real, trazendo agilidade e produtividade para as análises de resultados.

“Os profissionais terceirizados têm uma rotina de trabalho fora da empresa que o contratou e administrar diversas pessoas em locais diferentes sem tecnologia é um desafio. A mobilidade é a única forma de mudar esse cenário com total segurança e eficiência, tanto para empregado quanto empregador”, afirma Marcelo Cosentino, vice-presidente de Professional Services da TOTVS.

Sobre a TOTVS

Provedora de soluções de negócios para empresas de todos os portes, atua com softwares de gestão, plataformas de produtividade e colaboração, hardware e consultoria, com liderança absoluta no mercado SMB na América Latina. Com mais de 50% de marketshare no Brasil, ocupa a 20ª posição de marca mais valiosa do país no ranking da Interbrand. A TOTVS está presente em 41 países com uma receita líquida de mais de R$ 2 bilhões. No Brasil, conta com 15 filiais, 52 franquias, 5 mil canais de distribuição e 10 centros de desenvolvimento. No exterior, conta com mais 7 filiais e 5 centros de desenvolvimento (Estados Unidos, México, China e Taiwan). Para mais informações, acesse o website www.totvs.com.

Informações TOTVS para a imprensa: 

RMA Comunicação

Viviane Andrade – viviane.andrade@agenciarma.com.br – (11) 2244-5917

Marina Zimmaro – marina.zimmaro@rmacomunicacao.com.br – (11) 2244-5935

Maíra Porto – maira.porto@rmacomunicacao.com.br – (11) 2244-5958

Marina Escarminio – marina.escarminio@agenciarma.com.br – (11) 2244-5984

Regina Sanches – regina.sanches@rmacomunicacao.com.br – (11) 2244-5997

Olivia Nercessian  –  olivia.nercessian@rmacomunicacao.com.br – (11) 2244-5992

Allianz dá dicas para evitar roubos e furtos durante a estadia em casa de veraneio

Allianz dá dicas para evitar roubos e furtos durante a estadia em casa de veraneio; Na casa de praia ou campo é necessário tomar alguns cuidados para aproveitar as férias

O número de roubos e furtos em casas de veraneio aumenta cerca de 10% durante o verão, aponta o diretor executivo de Sinistros da Allianz Seguros, Laur Diuri.

Com base nos sinistros mais comuns, no litoral ou no campo, a seguradora elaborou uma série de dicas que auxiliam o segurado a evitar roubos e furtos durante a viagem.

MÉTODOS DOS LADRÕES

  • Os assaltantes costumam utilizar mulheres e crianças para observar os moradores, em especial, os turistas em suas casas. Para disfarçar, esses “olheiros” geralmente pedem alguma coisa para o morador e vão embora. Eles transmitem tudo o que observaram para os ladrões, como o número de pessoas, o modelo do veículo, se a família mantém o portão aberto e se tem o costume de conversar na calçada.
  • Os furtos geralmente são praticados por assaltantes de bicicletas, motos ou a pé, sempre acompanhados.
  • Nos assaltos a residências, durante o dia ou à noite, os ladrões armados costumam surpreender os turistas na chegada ou saída da residência. Em seguida, após recolherem os pertences de maior valor, utilizam o veículo da família para fuga.
  • Preferem furtar ou roubar eletrodomésticos, armas, vídeo games, dinheiro e celulares.

AO CHEGAR DE VIAGEM

  • Nunca tire seus pertences na rua. Procure descarregar o veículo dentro da garagem para evitar que pessoas estranhas saibam o que você trouxe.
  • Não deixe objetos (bolsas, sacolas, óculos, celular) sobre os bancos.
  • Se possível, mantenha o alarme sempre acionado.
  • Não deixe o carro e vidros abertos, mesmo que o afastamento seja por pouco tempo e de pequena distância.

NA CASA DE VERANEIO

  • Não deixe portões abertos e objetos (bicicleta, brinquedos e bolsas) em locais de fácil acesso.
  • Evite ficar conversando na porta, mesmo que esteja em grupo.
  • Se possível, quando for à praia ou se ausentar da casa de campo ou de praia, deixe alguém na residência ou comunique sua ausência a um vizinho de confiança, deixando seus contatos, como telefone celular.
  • Evite deixar que as janelas da casa sejam “vitrine” para os objetos de valor no interior da casa.
  • Não deixe joias e dinheiro dentro da casa, mesmo que seja em um cofre. No período da viagem, utilize cofres de bancos ou empresas privadas.
  • Ao chegar na residência, tenha atenção e entre rapidamente. Caso haja algum suspeito, não entre. Dê algumas voltas e ligue para a Policia Militar no telefone 190.
  • Feche bem as portas e janelas, mesmo que tenha que sair por pouco tempo. Se for possível, reforce as portas com fechaduras auxiliares.
  • Mantenha uma luz externa ligada durante a noite. Se notar a presença de pessoas suspeitas, ligue imediatamente para o telefone 190.
  • Lembre-se de que os “ladrões de ocasião” optam por residências cujo acesso é mais fácil, com menos itens de segurança.
  • Em hipótese alguma reaja a um assalto.

Sobre a Allianz Seguros

No País há mais de 110 anos, a Allianz Seguros atua no Brasil em ramos elementares e saúde empresarial e está presente em todo o território nacional por meio de suas 63 filiais.

A Allianz Seguros é uma empresa do Grupo Allianz, um dos líderes mundiais em seguros e o maior da Europa, com presença em mais de 70 países. Além de oferecer produtos e serviços, a Allianz também se destaca na área de pesquisa de grandes riscos, estudos de sustentabilidade e nos investimentos em fontes renováveis de energia.

A Allianz SE é membro da Transparência Internacional e apoia os princípios do Pacto Global das Nações Unidas e as Diretrizes da OCDE para Multinacionais por meio de seu Código de Conduta. A organização é uma das líderes do setor de seguros no Índice Dow Jones de Sustentabilidade, listado no FTSE4GOOD e no Carbon Disclosure Leadership Index (Carbon Disclosure Project, CDP6).

 Informações à imprensa

Virta Comunicação Corporativa

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache