Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Escândalo! Flávio Dino é acionado no MP por causa de funcionária fantasma que recebe R$ 9 mil

Governador Flávio Dino foi representado no Ministério Público, por peculato

O governador Flávio Dino (PC do B), foi representado por peculato na Procuradoria Geral de Justiça – PGJ, por manter uma servidora fantasma na Secretaria de Estado da Saúde. Trata-se de Alana Valéria Lopes Coelho Almeida, assessora especial da SES

Allana é advogada e mantém relação próxima com Carlos Lula, secretário de saúde, ela já ocupou vários cargos na gestão comunista e atualmente recebe mais de R$ 9 mil do governo sem trabalhar, enquanto se dedica a tocar um restaurante de sua propriedade.

A denúncia foi feita na manhã de hoje (29), pelo deputado estadual Sousa Neto (Pros), na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado alertou para o ato de improbidade que está sendo cometido pelo governador Flávio Dino, configurado pelo pagamento de alto salário a uma servidora sem que essa esteja comparecendo ao local de trabalho, mesmo com a declaração feita pelo próprio governador de que o Estado enfrenta grave crise financeira.

Sousa Neto afirmou que desde antes do início do atual governo, Allana trabalhava em um escritório advocatício que tinha também Carlos Lula em seu quadro de profissionais. “Os dois mantêm um vínculo de amizade e de trabalho muito forte”, assinalou Sousa Neto.

O deputado recorda que em 13 de janeiro de 2015, quando transcorria, ainda, a segunda semana do governo comunista, Carlos Lula foi nomeado secretário-adjunto da  Casa Civil. No mesmo dia, Allana foi nomeada para a mesma pasta. Depois, continuando a coincidência, no dia 2 de setembro, o governador exonera Carlos Lula e Allana Valéria. Nessa mesma data, Flávio Dino nomeou Carlos Lula subsecretário estadual de Saúde e Allana para o cargo de assessora especial, simbologia isolada, cuja remuneração é maior”, relatou o deputado.

O deputado revelou que a fonte das denúncias são servidores da própria SES, que estão trabalhando muito em troca de um mísero salário e se dizem indignados por saber que uma servidora fantasma ganha muito mais do que eles. “Isso é uma imoralidade para nós, maranhenses, para o povo sofrido do Maranhão, e principalmente para o governador, que diz que não tem um centavo nos cofres públicos”, classificou, lamentando o caos na rede estadual de saúde, enquanto o governo concede tamanho privilégio a uma funcionária que não trabalha e paga um super salário ao secretário Carlos Lula.

O parlamentar revelou, ainda, outra denúncia que recebeu em seu gabinete, de que a Allana Valéria Lopes Coelho Almeida é dona de um restaurante. “Além de receber do erário público sem comparecer à secretaria, ela tem uma empresa”, revela Sousa Neto, informando que isso o motivou a fazer uma representação no Ministério Público contra Flávio Dino, Carlos Lula e Allana Coelho Almeida para exigir a restituição de todo o valor recebido indevidamente pela representada, que chega atualmente à cifra R$ 77.021,84.

Assista abaixo ao pronunciamento de Sousa Neto:

Segue abaixo, os documentos que atestam a denúncia feita por Sousa Neto:

Com informações do Blog do Daniel Matos

 

 

 

 

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Dinheiro na conta!!! Prefeitura de São Luís paga servidores na próxima sexta-feira (1)

Dinheiro deve movimentar o comércio da cidade que, no próximo dia (8), comemora 405 anos

Servidores públicos municipais começam o mês de setembro já com a boa notícia da antecipação do pagamento anunciado para a próxima sexta-feira (1), quatro dias antes da data prevista no calendário divulgado pela Prefeitura de São Luís no início do ano.

O dinheiro deve movimentar o comércio da cidade que, no próximo dia 8, comemora 405 anos.

Mesmo diante da crise econômica instalada em todo o país, a Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), vem cumprindo com o calendário de pagamentos dos servidores para 2017, chegando a antecipar as datas já estabelecidas.

Conforme orientação do prefeito Edivaldo, o pagamento em dia dos funcionários municipais é uma das prioridades da atual gestão que se mantém organizada e vem planejando ações de arrecadação e controle de gastos para continuar desempenhando o melhor para o cidadão.

Os servidores municipais têm acesso às informações de seus vencimentos nos terminais de autoatendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Prefeitura de São Luís abre programa de parcelamento de dívidas

Contribuintes que tem débitos com o fisco municipal podem quitar dívidas de forma parcelada e ficar em dia com a Prefeitura de São Luís

O contribuinte que tem débitos com o fisco municipal pode quitar suas dívidas de forma parcelada e ficar em dia com a Prefeitura de São Luís. A Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), está realizando diversas ações com objetivo de diminuir o quantitativo de cidadãos inadimplentes e consequentemente, melhorar a arrecadação.

Com o programa de parcelamento, o contribuinte deve, inicialmente, quitar 20% da dívida e parcelar, em até 24x, o valor restante do débito. O valor de cada parcela para pessoa física deverá ser de, no mínimo, R$ 60,00; para pessoa jurídica – microempresa, R$ 300,00; empresa de pequeno porte, R$ 500,00; e demais pessoas jurídicas, o valor mínimo estipulado para cada prestação, é de R$ 1.000,00

O contribuinte pode parcelar todas as suas dívidas, de acordo com o Decreto n° 47.500, de 8 de outubro de 2015. Conforme orientação do Prefeito Edivaldo Holanda Jr., a Prefeitura de São Luís vem, desde a gestão anterior, dando oportunidade aos cidadãos de ficar em dia com o município.

O titular da Semfaz, Delcio Rodrigues, destacou que a Prefeitura está engajada em realizar ações que possibilitem aos contribuintes quitar seus débitos com o Município. “Temos nos empenhado em proporcionar ao contribuinte benefícios para que ele possa quitar seu débito junto ao fisco municipal. São ações que beneficiam o cidadão, na medida em que ele se regulariza, e, também, são importantes para aumentar a arrecadação, o que amplia a capacidade de investimento próprio do município em politicas públicas”, assegurou o secretário.

PARCELAMENTO 

O contribuinte que perdeu o prazo para adesão ao Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Municipal de São Luís (Refaz), que ficou vigente no período de 20 de fevereiro a 7 de julho, ainda poderá ficar em dia com a cidade, através do Programa de Parcelamento. O mesmo, deverá encaminhar-se a sede da Semfaz, no posto de atendimento do Viva Beira-Mar ou da Procuradoria Fiscal (direcionado aos cidadãos que já estiverem débitos já inscritos em dívida ativa) para aderir ao programa.

De acordo com a secretária adjunta de Arrecadação de Gestão Tributária, Monique Pontes, o contribuinte pode vir, a qualquer tempo, parcelar seus débitos com o fisco. “O período de adesão ao Refaz chegou ao fim, mas o contribuinte pode aderir ao programa de parcelamento da Semfaz e ficar em dia”, garantiu.

Para aderir ao Programa, o cidadão deverá assinar o Termo de Parcelamento junto a Semfaz com os seguintes documentos:

Pessoa Jurídica: Certidão Simplificada emitida pela Junta Comercial do Estado do Maranhão; Cópia do CNPJ; Cópia do documento de identificação do sócio-gerente; Procuração com firma reconhecida; e documento de certificação de propriedade com débitos.

Pessoa Física: Cópia da Identidade e CPF; Procuração pública com firma reconhecida; e documento de certificação de propriedade com débitos.

Os cidadãos que aderirem ao programa, deverão se manter em dia o pagamento das parcelas, sob a pena de cancelamento do benefício, considerando-se como inadimplemento o atraso de qualquer parcela negociada.

Postos de atendimento:

Sede da Semfaz – Avenida Kennedy, n° 1455, Bairro de Fátima. Atendimento das 8h30 às 16h.

Viva Beira Mar (antigo Casino Maranhense) – Avenida Beira Mar, Centro. Atendimento das 8h às 18h.

Procuradoria Fiscal (direcionado aos cidadãos que já estiverem débitos já inscritos em dívida ativa) – Rua do Sol, n° 83, Centro. Atendimento das 8h30 às 16h.

Com informações: Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Grupo Mateus comemora 31 anos com preços incríveis, nesta quinta-feira (31)

Com uma mega oferta de preços baixos conforme repassaram ao Blog, a promoção de 31 anos do Mateus vai iniciar às 7 e vai até às 22 horas, os valores serão imbatíveis

Grupo, comandado pelo empresário Ilson Mateus, detém a segunda maior bandeira no país no ramo de varejo nacional; atualmente, está presente em três estados, empregando mais de 20 mil funcionários.

O Grupo Mateus vai comemorar, nesta quinta-feira (31),  31 anos de história, nesse dia, todas as lojas estarão em promoção, com mais de 80 produtos vendidos fora do preço de mercado. A ideia é repetir o sucesso do ano passado, quando milhares de pessoas compareceram às lojas para comprar produtos com preços inacreditáveis.

O Grupo é a concretização da visão empreendedora do empresário Ilson Mateus Rodrigues, que se mudou para Balsas em meados nos anos 1980. Na cidade, começou a vender ‘pinga’ em agosto de 1986 e inaugurou uma pequena mercearia de 50 m². Em 1988, a mercearia tornou-se um supermercado de médio porte. Na mesma época, inaugurou também o Armazém Mateus, firmando-se na região como, varejista e atacadista.

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Escola Digna: Estudantes vão às ruas em protesto contra o governo Dino e PM atira bombas

Estudantes saíram da Escola Pio XII, na Vila Palmeira e fecharam a Avenida dos Franceses em protesto contra o governo Flávio Dino

Estudantes do Centro de Ensino Pio XII, revoltados com o descaso do governo do Maranhão, saíram em passeata pela avenida dos Franceses, na Vila Palmeira, na manhã desta terça-feira (29), eles reclamam falta de infraestrura, bebedouros, e principalmente a falta de professores.

Com faixas e cartazes, os manifestantes interditaram os dois lados  da pista, e policiais militares partiram para o confronto com os adolescentes, com spray de pimenta e bombas de gás lacrimogênio, e tomaram o controle da manifestação, o trânsito foi liberado por volta das 9 horas.

Os estudantes se sentem prejudicados, uma vez que gastam com transporte diariamente, e várias vezes ficam sem aula devido à insuficiência da educação no Maranhão Faltam professores de filosofia, história, química.

Outro agravante que eles reclamam é a escola não tem infraestrutura e com a proximidade do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e os estudantes já se sentem prejudicados. Eles relatam que não existem escolas dignas no Maranhão, apenas na propaganda, relatou a estudante Ana Carolina.

“O governador deveria vir visitar a nossa escola, pois, o que ele fala todo dia na propaganda não condiz com a verdade, queria que ele visse a cozinha de nossa escola”, disse a estudante Rebbeca.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Flávio Dino e as evidências de recebimento de dinheiro ilícito

Durante as campanhas de 2010 e 2014 ao governo do Maranhão, restou comprovado os investimentos de empreiteiros corruptos para tornar Flávio Dino (PC do B), governador do estado

Empreiteiros corruptos que figuram como alvo na Operação Lava-Jato, se revezaram em doar muitos milhões à campanha de Flávio Dino ao governo do Maranhão, isto está comprovadamente declarado na prestação de campanhas do governador.

Empreiteiras corruptas por natureza investiram em Dino para que pudessem obter dividendos e benefícios num eventual governo, isto está claro nas delações dos investigados.

Da JBS, do corruptor confesso, Joesley Batista, Dino recebeu o valor que um candidato a governador valia no esquema de financiamento de campanhas, ou seja R$ 200.000,00 (Duzentos Mil Reais).

Da UTC, do corrupto e corruptor, Ricardo Pessoa, o dinheiro caiu na conta da campanha, na véspera do dia da eleição, no total de R$ 300.000,00 (Trezentos Mil Reais).

De um outro corrupto, o Léo Pinheiro, da OAS, Flávio Dino recebeu a maior quantia em dinheiro para a campanha, foram R$ 3.116.606,70 (Três Milhões, cento e dezesseis mil reais). Corrupto confesso, Pinheiro afirmou categoricamente em delação, que não dava dinheiro sem receber nada em troca e que todas as doações, mesmo que declaradas, eram na verdade, Propinas.

Deste modo, as evidências que o governador do Maranhão tinha de fato, um grande entrosamento com os empreiteiros corruptos,  já condenados e presos na Operação Lava Jato, são irrefutáveis, uma vez que contra fatos não há argumentos, e a cada dia que se passa fica claro e evidente a delação ex-executivo da Odebrecht, José de Carvalho Filho, em que confirmou ao Ministério Público Federal que efetuou o pagamento de propina a Flávio Dino, mostrando entre outras provas, planilhas, códigos e até “apelido”.

O modus operandi da Odebrecht foi totalmente desbaratado na Operação Lava-Jato, mostrando assim, que as evidências são fortes e que será muito difícil o não acolhimento da denúncia contra o governador do Maranhão, pelo Superior Tribunal de Justiça – STJ.

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Lava Jato: Ministério Público pede abertura de inquérito contra governador do Maranhão

Governador do Maranhão é acusado de receber R$ 400 mil em propinas da Odebrecht

Segundo a coluna “Painel” da Folha de São Paulo, o pedido de abertura de inquérito contra o governador Flávio Dino (PC do B), foi enviado ao Superior Tribunal de Justiça – STJ, o governador é acusado de receber propinas da ODEBRECHT.

Veja no link abaixo.

http://painel.blogfolha.uol.com.br/2017/08/28/dissidentes-do-psb-pedem-troca-de-comando-do-dem-para-fechar-migracao-demanda-trava-acordo/

Em tempo: se autorizadas as denúncias pelo STJ, em que o comunista teria recebido R$ 200 mil, fora da lei na campanha de 2010, ele pode inclusive, deixar o cargo de governador.

E mais: dos governadores citados na lava-jato, restam apenas os governadores Luiz Fernando Pezão (PMDB-RJ) e Geraldo Alckmin (PSDB-SP).

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Absurdo!!! Campeonato Nacional de Quadrilhas Juninas está a pão e água no Maranhão

Governo do Maranhão deixa Campeonato Brasileiro de Quadrilhas Juninas sem a mínima estrutura para ocorrer o evento

Rapaz, São Luís sedia hoje (26), e amanhã (27), o Campeonato Brasileiro de Quadrilhas Juninas e vai ser transmitido para todo o nordeste, mas as autoridades maranhenses deixaram o evento ao léu, sem estrutura mínima para recepcionar cerca de 1 mil membros das quadrilhas que dão um verdadeiro show, com cenários e uma mega indumentária para abrilhantar o evento.

O governo Flávio Dino (PC do B), se rezervou em apenas conseguir a sonorização e liberar o ginásio Castelinho para realizar o evento.

A prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria de Cultura não está ajudando em absolutamente nada.

Para se ter uma ideia, as caravanas que estão vindo para o campeonato, estão sendo alojadas em escolas e está faltando até colchões, um verdadeiro descaso e absurdo, um estado que se diz rico em cultura, fazer um papelão deste para todo o norte e nordeste.

Os alojamentos estão sendo nas escolas públicas, Governador Archer, no Filipinho e Governador Edson Lobão – CEGEL, no centro da cidade.

A delegação do Amapá que chega em São Luís por volta das 17 horas, não tem alojamento e muito menos colchões.

Para não dizer que tudo está perdido, quem chegou para contribuir com o evento foi o deputado federal Cléber Verde (PRB), que conseguiu a alimentação para os participantes, alguns alojamentos, decoração, segurança  e traslado dos participantes.

Ainda não está garantida a premiação para os participantes.

 

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais