Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Ministério Público deve auditar contrato da Enter Propaganda com a Prefeitura de São Luís

Contrato entre a Enter Propaganda e a Prefeitura de São Luís vem sendo aditivado desde 2013; Montante pago pela prefeitura já ultrapassa R$ 10 milhões

Contrato foi assinado pelo então Secretário de comunicação Márcio Jerry (dir) e a atual secretária Conceição Castro (esq), aditivos são feitos com dispensa de licitação

Contrato com a Enter Propaganda do empresário Evilson Almeida, foi asinado desde 2013, pelo então secretário de comunicação de São Luís, Márcio Jerry, por R$ 9 milhões (Nove Milhões),  atualmente, o contrato com a empresa do Monte Castelo já está no 5º Aditivo, desta feita foi assinado pela atual secretária Conceição Castro.

O Blog recebeu denúncia e averigua documentação, que a Enter Propaganda está pagando cabos eleitorais que simulam prestar serviços de publicidade e propaganda para a Prefeitura de São Luís.

Veja abaixo, quanto a Secretaria de Comunicação de São Luís pagou em 2013 para a Enter, quando da assinatura do contrato, efetivado por Márcio Jerry.

O Blog analisa a documentação dos Pedidos de Inserção – PI da Enter com personagens fantasmas que “prestam o serviço” para a prefeitura de São Luís e publica este escândalo que com certeza deverá ser apurado pelo Ministério Público.

Empresa de Evilson Almeida arrecada cerca de 25% do valor da Nota Fiscal em forma de comissão, valores variam de R$ 1.000,00 (Mil Reais) a R$ 3.000,00 (Três Mil Reais).

Em tempo: Blog publica amanhã todos os aditivos realizados pela secretaria de comunicação de São Luís com a Enter Propaganda.

 

 

 

Bomba: O blog recebeu denúncias que a prefeitura de São Luís pode está cooptando e pagando lideranças comunitárias através de agências de comunicação

O blog recebeu denúncias gravíssimas sobre uma nova modalidade da Prefeitura de São Luís, que seria a de cooptar e garantir apoio de lideranças comunitárias, seria como se fosse um novo “ISEC“, mas de um modus operandi mais simples, essas centenas de lideranças estariam sendo pagas através de agências de comunicação e publicitárias como se prestassem serviços de comunicação para o governo municipal.
Essa “mesada” seria para garantir garantir o apoio da atual gestão e de uma forma bem direta influenciou bastante na eleição passada(2016), iremos apurar as denúncias e nos próximos posts iremos falar mais sobre esse caso gravíssimo.

Pinheiro: Luciano enterra mais uma vez Filuca, Victor, Márcio Jerry, Othelino e Jorge Pavão

Por 11 a 4, a Câmara Municipal de Pinheiro não acolheu os factóides dos golpistas que querem a todo custo tirar o mandato legítimo do prefeito de Pinheiro

A Câmara Municipal de Pinheiro rejeitou por 11 a 4, um novo factóide criado pelos opositores, que agora estão todos juntos contra o povo de Pinheiro e contra a gestão do prefeito eleito nas urnas, Luciano Genésio (Avante).

O povo de Pinheiro faz neste momento um verdadeiro carnaval em apoio ao prefeito e garantindo assim que ele possa cumprir o seu papel de administrar o muncípio durante os 3 anos e 2 meses que ainda faltam.

Numa trama rasteira e nefasta, adversários se juntaram e levaram ônibus com populares de outros municípios, numa clara tentativa de desestabilizar a votação na Câmara municipal. Mais uma vez, agora fora da eleição, Luciano acaba de enterrar o deputado estadual Othelino Neto (PC do B), o ainda secretário de articulação política, Márcio Jerry (PC do B), o ex-prefeito Filuca Mendes e seu filho, o deputado federal Victor Mendes (PV), o ainda conselheiro do TCE, Jorge Pavão, que teve seu nome arrolado em conversas com Victor e Filuca Mendes.

 

 

Escândalo!!! Tentativa de golpe em Pinheiro expõe nome de conselheiro do TCE

O deputado federal Victor Mendes (PV), perdeu a noção da moralidade, da probidade e do estado democrático de direito

“O dinheiro que repassei vai ser coberto pelo prefeito”, estas são as palavras do deputado federal Victor Mendes (PV), num grupo de conversas nas redes sociais. Onde afirma abertamente que está patrocinando uma tentativa de golpe na cidade de Pinheiro.

Filuca e Victor Mendes, assim como Othelino Neto e uma cambada de irresponsáveis ainda não aceitaram a vitória legítima de Luciano (Avante), nas urnas e tentam diariamente criar embaraços na administração.

Até o nome do ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, conselheiro João Jorge Jinkings Pavão, foi citado nas conversas do grupo. Quem claramente expõe o nome do conselheiro é Romulo Nunes, ligado ao ex-prefeito de Pinheiro, Filuca Mendes.

Na mensagem, Rômulo claramente diz que: “Pavão também mandará a mesma quantidade de Santa Helena” – referindo-se a um ônibus cheio de pessoas de outro município para tumultuar a votação na Câmara Municipal de Pinheiro. Uma denúncia-factóide que deve ser votada hoje (7), que foi orquestrada por Filuca, para tentar assumir o cargo de prefeito via tapetão.

Veja o teor das conversas do grupo criado para dar o golpe em Luciano Genésio 

Em tempo: em outra mensagem, Rômulo fala claramente que está vindo 2 ônibus de Cajapió.

E mais: o Ministério Público da cidade de Pinheiro precisa se pronunciar urgentemente sobre estas denúncias.

 

 

Vídeo Escândalo!!! Senador diz que Flávio Dino recebeu propina da JBS

Segundo o Senador Roberto Rocha (PSDB), delação de Ricardo Saud, da JBS, afirma que grupo deu PROPINAS a 16 governadores, sendo que apenas 15 apareceram os nomes.

Ainda segundo o Senador, como mostra o vídeo, o 16º nome é o do governador Flávio Dino do PC do B, partido este que recebeu cerca de R$ 13 milhões em propinas. 

Veja o vídeo da CPMI da JBS e J&F

 

Prefeitura antecipa pagamento dos servidores municipais para amanhã, quarta (1º)

A Prefeitura de São Luís vai antecipar o pagamento dos servidores, que pelo calendário seria efetuado na sexta-feira (3)

A Prefeitura de São Luís vai antecipar o pagamento dos servidores municipais, que pelo calendário seria efetuado na sexta-feira (3) para esta quarta-feira (1°). O pagamento é referente a outubro e é realizado via Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz). O dinheiro estará disponível na conta dos servidores logo nas primeiras horas do dia.

Mesmo diante da crise econômica nacional, por determinação do prefeito Edivaldo vem sendo cumprida a regularidade de pagamentos. A folha de pagamento do funcionalismo municipal é uma das prioridades e está sendo paga em dia, dentro da data estipulada em cronograma ou até antecipando o calendário de pagamentos para o exercício de 2017.

O secretário municipal da Fazenda (Semfaz), Delcio Rodrigues, ressaltou que esta é uma demanda prioritária da gestão. “O prefeito Edivaldo é sensível às necessidades dos servidores, de suas demandas e do quanto é importante que sejam remunerados em dia pelo seu trabalho. Apesar da crise econômica instalada no país, da queda no repasse de recursos federais e das dificuldades para a arrecadação municipal, o prefeito tem reunido todos os esforços para cumprir seu compromisso com o servidor e continuar honrando os pagamentos em dia e investindo na cidade”, pontuou.

Os recursos injetados nas contas dos servidores com os pagamentos vão beneficiar não só o funcionário público, mas também, toda a economia local. “Esse compromisso do prefeito mostra que a gestão está empenhada com a população e a cidade, pagando em dia, sempre antes do quinto dia inútil e promovendo as melhorias que a capital precisa”, enfatizou Rodrigues.

Os servidores municipais têm acesso às informações de seus vencimentos nos terminais de autoatendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico. A informação também pode ser acessada através do site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), no Portal do Servidor, menu do lado esquerdo, informando o número da matrícula e senha.

Com informações da Agência São Luís

ANATEL inicia em novembro, bloqueio de celulares piratas

Aparelhos de usuários notificados pelas operadoras deixarão de funcionar a partir de 28 de novembro

A  Anatel atendendo o pleito das operadoras vai bloquear aparelhos “piratas” em todo o Brasil. As notificações começaram a ser emitidas em 15 de setembro e o bloqueio efetivo ocorrerá em 28 de novembro deste ano. Pelo calendário anterior, a Anatel esperava chegar em novembro com a maioria dos aparelhos piratas fora de circulação.

Segundo a agência, o número de celulares que poderiam ser bloqueados ainda não é conhecido.  Mas as operadoras temem o impacto, pois calculam que 1 milhão de celulares “irregulares” são incluídos nas redes a cada mês.

Somente serão desligados os aparelhos que forem ativados após o início de envio de mensagens pelas operadoras para os assinantes informando que os celulares são irregulares. O desligamento não prejudicará os usuários que de boa fé adquiriram tais aparelhos.

Como será feito
Todo aparelho celular tem um “número de identidade” único. A cada vez que um celular é ativado (ou seja, quando você insere o chip de uma operadora e ele faz a primeira conexão à rede) o IMEI é associado ao número do chip, e essa informação é enviada a um banco de dados de sua operadora.

Para identificar o celular pirata, a ideia é comparar o seu IMEI com o de um sistema montado pelas operadoras, com acesso a um banco de dados da Anatel contendo todos os aparelhos homologados e produzidos no Brasil (ou homologados por entidades internacionais, como a FCC nos EUA). Se o IMEI não constar no banco de dados, trata-se de um aparelho não-homologado, ou pirata. A intenção é eventualmente impedir o funcionamento destes aparelhos, bloqueando sua ativação na rede.

Se você tem um aparelho produzido por um grande fabricante (como Samsung, LG, Motorola, Nokia, Apple, CCE, Positivo) e comprado no Brasil, não tem com o que se preocupar, já que todos estes aparelhos tem que receber a homologação da Anatel antes de chegar às lojas. O mesmo vale para aparelhos importados produzidos por grandes fabricantes (Apple, HTC, Google etc), que foram certificados no exterior. Ou seja, seu iPhone importado, mesmo que seja um modelo diferente do homologado e vendido no Brasil, irá funcionar.

O problema é com o celular pirata (os populares “Xing Ling”). Esses aparelhos certamente não passaram por nenhum tipo de certificação, e podem causar de interferências na rede ao risco de eletrocução do usuário por falhas de projeto. E o pior: a vasta maioria deles não tem um IMEI válido. Na prática eles sequer deveriam estar funcionando pelas normas atuais, e provavelmente irão cair na malha fina do sistema.

Como saber o IMEI
Quer saber se seu “Xing Ling” tem um IMEI válido? O primeiro passo é descobrir o número, o que pode ser feito discando para *#06#. Anote o número de 15 dígitos que será mostradoO consumidor deve comparar se o número IMEI que aparece na tela do celular é o mesmo que consta na caixa do equipamento e também na nota fiscal. Caso os números sejam diferentes é provável que o aparelho não seja regular.

Celular roubado
Hoje, as operadoras já possuem uma base de dados de celulares impedidos de funcionar, em razão de roubos e furtos. Abaixo, disponibilizamos onde você pode consultar se o aparelho está impedido de funcionar pelo bloqueio de IMEI e evitar futuros problemas.

https://www.consultaaparelhoimpedido.com.br/public-web/home?cid=413912

 

Ingrato, Flávio Dino não foi ao encontro da “gratidão”

Eleito deputado federal em 2006 pelo “curral eleitoral” patrocinado pelo então governador Zé Reinaldo, o atual governador Flávio Dino não curtiu o evento da gratidão

Reedição da “frente de libertação” ???

Partiu do então governador José Reinaldo Carneiro Tavares em 2006, a ideia de criar o ex-juíz Flávio Dino de Castro e Costa, deputado federal naquele ano, chamando para apoiá-lo, dois prefeitos de sua confiança, o de Caxias, o coronel Humberto Coutinho e o de Tuntum, Cleomar Tema, não deu outra, curral eleitoral fechado e Flávio Dino conseguiu 20.825 votos em Caxias, e 8.801 votos em Tuntum.

Foram quase 30 mil votos (29.626), em apenas dois municípios, mas o tempo passou, Flávio Dino esqueceu

No encontro, o apagado deputado federal Rubens Pereira Júnior que é do partido do governador (PC do B), lembrou o sacrifício do ex-governador em prol das eleições de Jackson Lago e de Flávio Dino em 2006, e que segundo ele, o ano de 2018 tem que ser do Zé Reinaldo.

O que se viu no Encontro mesmo é que foram poucos caciques partidários e eleitorais, forte mesmo eram o prefeito de Tuntum e presidente da Famem, Cleomar Tema, e os “Leitoas” de Timon.

Uma certa fonte, observadora no evento, afirmou que a não presença de Flávio Dino acovardou muitas outras lideranças que se beneficiam da gestão comunista e com medo de receberem represálias também foram ingratos.

Em tempo: há quem diga, que a briga é entre criador e criatura, outros observam ser o contrário.

E mais: neste jogo de artistas, há que os que digam que não há traidor que traia uma vez só.

Pra fechar: outros, mais experientes, afimam que, “quem com ferro fere, com ferro será ferido”.