Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Absurdo!!! Empresários querem aumentar passagem para R$ 4,16, entenda por que é ilegal

Os empresários querem aumentar a passagem para R$ 4,16. Transporte em São Luís é licitado; Prefeitura diz que não aumenta mais do que R$ 3,10 e discussão deve ir à Justiça 

O tema foi, é e sempre será polêmico quando se trata de aumento de tarifa no transporte coletivo, seja em São Luís ou em qualquer lugar do Brasil, principalmente por se tratar de impacto no bolso de trabalhadores, estudantes, pais e mães de famílias.

Em São Luís, o transporte coletivo público foi licitado e a competência são dos consórcios que operam o sistema, contudo, compete ao poder público municipal, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte – SMTT, gerir, planejar, supervisionar, fiscalizar o serviço público de transporte coletivo urbano.

Está previsto nas cláusulas contratuais do contrato de concessão, o REAJUSTE das tarifas e  com as alterações tarifárias, os níveis I e II, que correspondem ao sistema não integrado, passam a custar para o usuário do setor a quantia de R$ 2,70. Já o sistema integrado passou de R$ 2,90 para R$ 3,10.

Mas, o Sindicato dos empresários, SET, afirma que mesmo após o anunciado reajuste de tarifas do transporte público, o sistema ainda pode parar porque o aumento não é o suficiente para a categoria.

De acordo com o SET, em virtude dos investimentos após a licitação, a tarifa adequada seria de R$ 4,16.

Portanto, como a Prefeitura de São Luís não vai conceder aumento além de R$ 3,10, o que vai acontecer é que o dirimir das cláusulas contratuais vai parar na justiça. Com mandado de segurança para um, liminar para outro, e assim caminhará a discusssão do transporte coletivo de São Luís.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais
  • livia diz:

    não acho absurdo, isso precisa ser feito para que haja melhorias. só não acho provavel esse reajuste acontecer esse ano porque ja foi reajustado

  • Cleiton diz:

    O prefeito está agindo da forma correta, mas os empressarios querem explorar.

  • SEBASTIÃO SANTOS da área ITAQUI-BACANGA diz:

    A CASA CAIU, O PREFEITO EDVALDO HOLANDA NÃO CUMPRE PROMESSA DE CAMPANHA DE SUA REELEIÇÃO.

    Estar caracterizado que são os empresários do sistema de transporte de passageiros de São Luís que mandam no prefeito. Além da prefeitura ter permitido aos empresários tirarem os direitos sociais das comunidades com a implantação do novo sistema, ainda concede a pressão dos empresários para implantar a tarifa única em São Luís sem fazer consulta popular. QUE DECEPÇÃO!!!

    Até que o aumento da tarifa nas linhas integradas pode ser q a população por mais que seja penalizada não concordando com o aumento da tarifa na linha integrada, mas pelo menos não será ilegal a medida do secretário Canindé Barros, isto no aumento da tarifa do sistema integrado que não deixa de ser questionado, pois a população não suporta ser explorada e furtada por um novo sistema que não existe. Já a ilegalidade da medida do secretário Canindé Barros estar no aumento da tarifa das linhas não integradas, como por exemplo as tarifas anteriores de 2,20 e a de 2,50 passaram para um preço único de 2,70. Essa medida é totalmente irregular pelo fato da SMTT de tanta pressão dos empresários não ter formalizada a consulta popular, e para complicar, o legislativo municipal ainda se encontra de recesso parlamentar.

    Bravos e bravas, a única vez que a prefeitura tentou implantar a tarifa única foi na gestão do prefeito Tadeu Palácio quando o Movimento MACAIB com apoio de várias lideranças de São Luís conseguiu derrubar a proposta da tarifa única. Naquela ocasião, já tínhamos o sistema integrado com tarifa diferenciada da não integrada e a SMTT pelo secretário Canindé Barros para cumprir o protocolo constitucional, realizou algumas audiências públicas com o público alvo marcado e foi daí que o Movimento MACAIB descobrindo que o público era maquiado, partiu pra cima e conseguiu derrubar a manobra consolidando a vitória popular ao contrário do que estar ocorrendo no presente que nem mesmo com audiências com público maquiado a SMTT provocou as audiências públicas e com isso determinando tarifa única. Isto é um absurdo. O Movimento MACAIB não vai ficar parado, pois essa medida é irregular.

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Blog do Filipe Mota is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache