Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

O pertinente discurso do deputado Hildo Rocha

Deputado defende que a saída de Michel Temer agrave ainda mais a crise política e institucional brasileira

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB) foi bastante pertinente em sua colocação na Câmara dos Deputados, segundo ele a saída do presidente Michel Temer agravaria a uma crise maior e sem prescedentes na história brasileira, por que o deputado que está na linha de sucessão, Rodrigo Maia, certamente será processado e condenado pela justiça brasileira.

Rodrigo Maia, foi acusado de corrupção e lavagem de dinheiro pela Polícia Federal. Um relatório enviado ao Supremo Tribunal Federal – STF, concluiu que ele beneficiou a construtora OAS em troca de dinheiro para a campanha.

No entendimento de Hildo Rocha, o Procurador Rodrigo Janot, também vai oferecer denúncia contra  Rodrigo Maia, por corrupção e lavagem de dinheiro.

Aí entraremos num verdadeiro caos políticos e econômico, tornando o país sucetível a golpes de toda a espécie. E por isso é necessário se fazer uma clara análise e perguntar: a quem interessa o afastamento do atual presidente???

Em tempo: Rodrigo Maia, em assumindo a presidência, será alvo de denúncias e ações de todos os lados.

E mais: Será apenas mais um que tentará se assegurar no cargo de presidente, por isso, o debate iniciado pelo deputado Hildo Rocha é futurístico e pertinente.

Pra fechar: Os membros da alta corte, Procuradoria Geral da República e os que exercem cargos políticos que criaram este pandemônio no Brasil, com suas regalias e benesses, em nada sofrem, quem sofre mesmo é a camada mais pobre do país, que está desempregada e passando sérios apertos financeiros – para os grandes, tanto faz uma crise a mais uma a menos.

Escândalo!!! Veja os contratos e a relação das prefeituras que pagariam milhões a escritório de advocacia

O Blog fez um levantamento das prefeituras maranhenses que firmaram contratos com o escritório de advocacia João Azêdo e Brasileiro Advogados Associados

Em 2015, a Justiça Federal condenou o Governo Federal a repassar aos municípios que sofreram perdas. Municípios maranhenses tem direito a receber cerca R$ 3 Bilhões.

Para recuperar o saldo do antigo FUNDEF, mais  da metade dos 217 municípios maranhenses firmaram contrato de prestação de serviços com um escritório de advocacia, sem licitação e com vícios contratuais.

Para se ter uma ideia, os honorários advocatícios eram previstos no contrato a serem pagos de 10 a 20%, do valor que cada município receberia.

Contudo, o dinheiro destes fundos, Fundef e Fundeb, são destinados exclusivamente à educação, não podendo ser pago a honorários advocatícios.

Veja as resenhas dos contratos e prefeituras que assinaram contrato com o escritório

Prefeitura Municipal de Água Doce do Maranhão

Prefeitura Municipal de Alcântara

Prefeitura Municipal de Aldeias Altas

Prefeitura Municipal de Senador Alexandre Costa

Prefeitura Municipal de Alto Alegre do Pindaré

Prefeitura Municipal de Anajatuba

Prefeitura Municipal de Anapurus

Prefeitura Municipal de Apicum Açú

Prefeitura Municipal de Araguanã

Prefeitura Municipal de Araióses

Prefeitura Municipal de Bacabal

Prefeitura Municipal de Bacuri

Prefeitura Municipal de Bequimão

Prefeitura Municipal de Boa Vista do Gurupi

Prefeitura Municipal de Bom Jardim

Prefeitura Municipal de Bom Jesus das Selvas

Prefeitura Municipal de Bom Lugar

Prefeitura Municipal de Buriti

Prefeitura Municipal de Buriticupu

Prefeitura Municipal de Cachoeira Grande

Prefeitura Municipal de Cajapió

Prefeitura Municipal de Cajari

Prefeitura Municipal de Carutapera

Prefeitura Municipal de Centro do Guilherme

Prefeitura Municipal de Centro Novo do Maranhão

Prefeitura Municipal de Chapadinha

Prefeitura Municipal de Cidelândia

Prefeitura Municipal de Nova Colinas

Prefeitura Municipal de Davinópolis

Prefeitura Municipal de Esperantinópolis

Prefeitura Municipal de Fernando Falcão

Prefeitura Municipal de Fortaleza dos Nogueiras

Prefeitura Municipal de Godofredo Viana

Prefeitura Municipal de Gonçalves Dias

Prefeitura Municipal de Graça Aranha

Prefeitura Municipal de Grajaú

Prefeitura Municipal de Humberto de Campos

Prefeitura Municipal de Icatu

Prefeitura Municipal de Igarapé do Meio

Itaipava do Grajaú

Prefeitura Municipal de Itapecurú Mirim

Prefeitura Municipal de Itinga do Maranhão

Prefeitura Municipal de Jatobá

Prefeitura Municipal de Jenipapo dos Vieiras

Prefeitura Municipal de Junco do Maranhão

Prefeitura Municipal de Lago do Junco

Prefeitura Municipal de Lagoa do Mato

Prefeitura Municipal de Lajeado Novo

Prefeitura Municipal de Lima Campos

Prefeitura Municipal de Loreto

Prefeitura Municipal de Governador Luíz Rocha

Prefeitura Municipal de Magalhães de Almeida

Prefeitura Municipal de Maranhãozinho

Prefeitura Municipal de Mata Roma

Prefeitura Municipal de Matinha

Prefeitura Municipal de Mirador

Prefeitura Municipal de Governador Newton Bello

 

Prefeitura Municipal de Nina Rodrigues

 

Prefeitura Municipal de Nova Colinas

Prefeitura Municipal de Governador Nunes Freire

Prefeitura Municipal de Olinda Nova do Maranhão

Prefeitura Municipal de Paço do Lumiar

Prefeitura Municipal de Parnarama

Prefeitura Municipal de Paulino Neves

Prefeitura Municipal de Pedro do Rosário

Prefeitura Municipal de Penalva

Prefeitura Municipal de Peritoró

Prefeitura Municipal de Pindaré – Mirim

Prefeitura Municipal de Pinheiro

Prefeitura Municipal de Porto Franco

Prefeitura Municipal de Porto Rico

Prefeitura Municipal de Presidente Juscelino

Prefeitura Municipal de Presidente Vargas

Prefeitura Municipal de Raposa

Prefeitura Municipal de Riachão

Prefeitura Municipal de Governador Ribamar Fiquene

Prefeitura Municipal de Santa Luzia do Paruá

Prefeitura Municipal de Santa Quitéria

Prefeitura Municipal de Santa Rita

Prefeitura Municipal de São Benedito do Rio Preto

Prefeitura Municipal de São Bento

Prefeitura Municipal de São Domingos do Maranhão

Prefeitura Municipal de São Francisco do Maranhão

Prefeitura Municipal de São João Batista

Prefeitura Municipal de São Pedro da Água Branca

Prefeitura Municipal de Senador Alexandre Costa

Prefeitura Municipal de Serrano do Maranhão

Prefeitura Municipal de Sítio Novo

Prefeitura Municipal de Sucupira do Riachão

Prefeitura Municipal de Tufilândia

Prefeitura Municipal de Vila Nova dos Martírios

Prefeitura Municipal de Zé Doca

 

 

 

 

 

 

Nomeado por Flávio Dino foi alvo da Polícia Federal no Porto do Itaqui

Diretor de Engenharia José Eugênio Mendonça Araújo Cavalcante foi nomeado pelo governador Flávio Dino (PC do B) em janeiro de 2015

Um dos alvos na ‘Operação Draga’ realizada pela Polícia Federal, nesta quarta-feira, 12, é o diretor de engenharia da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), José Eugênio Mendonça de Araújo Cavalcante.

Ele é da confiança do governador Flávio Dino (PC do B) e foi nomeado em janeiro de 2015, juntamente com esposa do ex-diretor do Detran José Nunes, a financeira de “confiança” da EMAP, Danielle Câmara Fernandes Nunes.

Segundo a PF, José Eugênio não foi preso, contudo, está proibido de entrar na Emap e exercer seu cargos por 90 dias.

Em tempo: A PF informou que detectou problemas sérios na execução da obra, entre 18 de dezembro de 2014 e 13 de março de 2015.

 

Imperdível!!! Aniversário de Pinheiro terá atrações nacionais

No dia 3 de Setembro (Domingo), a cidade de Pinheiro vai comemorar 161 anos de história com atrações nacionais

O prefeito Luciano Genésio publicou em sua página no Facebook que a cidade balneária contará com shows de Matheus e Kauan e Léo Santana.

Matheus & Kauan é uma dupla de cantores de música sertaneja brasileira formada pelos irmãos Matheus Aleixo Pinto e Kauan Osvaldo P. Rosa, ambos do estado de Goiás.

Leandro Silva de Santana, mais conhecido como Léo Santana, é um cantor e compositor brasileiro. Atualmente, Léo ingressou com a carreira solo após o carnaval 2014, deixando a banda Parangolé.

A realização do aniversário da cidade deverá movimentar a economia do município, uma vez que toda festa realizada gera um grande número pessoas, é assim no tradicional carnaval, foi assim no São João e agora, será no aniversário da cidade.

Com um tradicional slogan “Comigo é dito e feito”, o prefeito Luciano Genésio comemorou nas redes sociais. #avantepinheiro 

O Quê: Aniversário de 161 anos de Pinheiro 

Quando: Dia 03 de Setembro de 2017

Local: Praça José Sarney  #ContruindoUmaNovaHistoria📶

 

Imagens fortes! Justiceiros cortam mão de assaltante na Santa Clara em São José de Ribamar

Onda de ‘Justiceiros’ crescem no Maranhão, principalmente na Região Metropolitana de São Luís

Vários vídeos circulam pelas redes sociais mostrando “punições” a pessoas que teriam cometido assaltos em áreas comandadas por organizações criminosas. A prova disso é que vários muros são pinchados informando a ‘Lei do Crime” em muitas comunidades.

Este vídeo foi no bairro da Santa Clara, localizado na divisa entre São José de Ribamar e São Luís, onde uma pessoa, que ainda não foi identificada teve a mão cortada com facão e ainda foi ameaçado por um homem armado, que não aparece no vídeo.

 

Urgente!!! Polícia Federal faz buscas em empresa do governo Flávio Dino

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta manhã (12), a operação Draga, com o objetivo de apurar fraude na licitação, execução e fiscalização da obra 

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta manhã (12), a operação Draga, com o objetivo de apurar fraude na licitação, execução e fiscalização da obra de dragagem de aprofundamento do P-100 ao P-104 do Porto de Itaqui em São Luís/MA.

Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão nas cidades de São Luís/MA, São José dos Campos/SP e Rio de Janeiro/RJ.

Na capital maranhense a PF cumpriu três mandados: um no Porto de Itaqui, um na residência do coordenador de Projetos da EMAP e um na residência do diretor de Engenharia da EMAP. Além disso, foi determinada pela justiça a proibição de acesso ou frequência do coordenador e do diretor à EMAP, e bem como a suspensão do exercício de suas funções públicas pelo prazo de 90 dias.

Foram também cumpridos três MBA em São José dos Campos/SP: um na empresa FOTOGEO, e dois na residência de seus sócios. E por fim, no Rio de Janeiro/RJ foi cumprido um MBA na Empresa JAN DE NUL.

A obra de dragagem de aprofundamento do P-100 ao P-104 do Porto de Itaqui foi executada pela Empresa JAN DE NUL DO BRASIL DRAGAGEM LTDA de 18/12/2014 a 13/3/2015, com o custo total de R$ 62.127.990,92. A fiscalização ficou a cargo da Empresa FOTOGEO, com o custo de R$ 1.528.658,36.

Delação

A investigação teve início com as declarações de um ex-funcionário da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), empresa estadual que administra o Porto de Itaqui em São Luís/MA.

O ex-funcionário declarou que apesar de ocupar a função de Gerente de Projetos, cargo no qual deveria acompanhar a execução da obra, o andamento da obra foi deliberadamente omitido do ex-funcionário, com o possível objetivo de ocultar fraudes.

A responsabilidade pela execução dos contratos (execução da obra e fiscalização) coube ao Coordenador de Projetos, enquanto que o gestor do contrato foi o Diretor de Engenharia da EMAP.

A fiscalização da execução da obra de dragagem se deu através do processo de batimetria, que consiste na medição das profundidades dos mares e lagos por meio de referenciação por ultrassons.

Sem o processo de batimetria não é possível fiscalizar adequadamente a execução da obra, já que a análise envolve a topografia antes, durante e após a execução. A realização do processo de batimetria apenas após a execução, por exemplo, não permite verificar quantos metros cúbicos de sedimentos foram efetivamente dragados.

Segundo declarações do ex-funcionário e indícios colhidos durante a investigação, a Empresa FOTOGEO não estava realizando a batimetria, mas apenas copiando os dados fornecidos pela própria empresa responsável pela execução da obra, JAN DE NUL, e esses fatos eram de conhecimento do Coordenador de Projetos e Diretor de Engenharia. A lancha, por exemplo, supostamente utilizada pela Empresa FOTOGEO para realizar a batimetria estava alocada para a Empresa JAN DE NUL.

Há também indícios de fraudes na obra de dragagem em si, como a ausência de fiscalização (batimetria) pela Empresa FOTOGEO, a aparente manipulação na sindicância instaurada para apurar os fatos referentes à fiscalização e o sobrepreço dos custos de mobilização/desmobilização e da obra de dragagem em si.

O custo de mobilização/desmobilização da obra foi de R$ 32 milhões, enquanto que o custo da obra em si foi de R$ 28 milhões, ou seja, o custo da mobilização/desmobilização foi superior ao da própria obra.

A Empresa belga JAN DE NUL já foi citada em colaborações premiadas no contexto da Operação Lava Jato, em fraudes similares pelo Brasil.Também foram observados indícios de sobrepreço do material dragado em comparação com obras similares:

Considerando que os recursos empregados na obra são de origem estadual, segundo acórdão do Tribunal de Contas da União, a competência para julgamento dos fatos é da Justiça Estadual, responsável pelo deferimento dos mandados de busca no Porto de Itaqui, especificamente na EMAP e nas Empresas FOTOGEO e JAN DE NUL, além das residências do Coordenador de Projetos e do Diretor de Engenharia da EMAP, e dos sócios da Empresa FOTOGEO.

Com informações do Blog de Gilberto Léda

Governo do Maranhão presta homenagem a Drª Terezinha Rêgo pelos 50 anos de pesquisas com ervas medicinais

Terezinha Rêgo foi a primeira farmacêutica do Brasil a poder prescrever medicamentos fitoterápicos com autorização dos Conselhos Federal e Regional de Medicina

Desde agosto de 2016, o Governo do Estado vem implementando o projeto ‘Farmácia Viva’ nos 30 municípios do ‘Plano Mais IDH’ e, este ano, o programa passou a ser implantado também na região metropolitana de São Luís. Nesta segunda-feira (10), o Governo do Maranhão ratificou a parceria com a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio do Herbário, com a intercessão da Secretaria de Estado da Saúde (SES). O objetivo é o fortalecimento da saúde pública, promovendo uma série de benefícios para a saúde humana.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, em nome do Governo do Estado, visitou o Herbário da UFMA. Na ocasião, foram recebidos pela reitora Nair Portela e a pesquisadora Terezinha Rêgo.

“O projeto Farmácia Viva é um reconhecimento dos estudos da doutora Terezinha Rêgo. Nós chegamos ao projeto Farmácia Viva com 50 anos de atraso, aos 50 anos de estudo da Dra. Terezinha Rêgo e, por isso, pedimos oficialmente desculpas por essa omissão, porque ao longo desse tempo, essa riqueza disponível em nosso próprio território, poderia ser usada de forma mais profunda, a gente poderia estar utilizando esse conhecimento aqui, em prol da saúde do nosso povo”, avaliou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Para a pesquisadora Terezinha Rêgo, o momento além de muito emocionante, é de grande orgulho. “O Farmácia Viva hoje tem um respaldo grande com esse reconhecimento do Governo do Estado. É gratificante ver uma luta de quase 50 anos ser reconhecida e ser levada aos municípios do Maranhão pela Secretaria de Estado da Saúde”, falou.

Cooperação

A reitora da UFMA parabenizou o Governo do Estado pelo Farmácia Viva. “É um projeto muito importante que o Governo do Estado está levando aos municípios, porque a pessoa não só recebe os medicamentos, mas ele também aprende através dos cursos que são ministrados por essa equipe que é muito grande e competente. É uma política que tem mais que ser divulgada e parabenizada, porque é muito importante para o Maranhão”, disse a reitora Nair Portela.

No último dia 21 de junho, o governador Flávio Dino recebeu a doutora Terezinha Rêgo no Palácio dos Leões e pôde acompanhar os resultados que o Programa tem dado nos municípios onde já foi implementado. Na ocasião, ele falou sobre a importância de ter o Farmácia Viva nos municípios de menor IDH do Maranhão.

“O nosso objetivo em destinar políticas públicas nesses municípios é justamente mostrar que é possível mudar realidades com políticas inovadoras nas mais diversas áreas e, na saúde, a gente está tendo o resultado positivo da ação da Força Estadual de Saúde e da Farmácia Viva, permitindo e garantindo mais acesso a saúde”, comentou o governador.

O secretário Carlos Lula ressaltou que o interesse do Estado é que o ‘Farmácia Viva’ chegue aos 217 municípios do Maranhão. “A princípio, nós vamos utilizar o Farmácia Viva em 19 municípios, mas nosso objetivo é utilizar nos 217 municípios. A gente começou nos municípios de menor IDH, com um herbário em cada um, para que a gente possa utilizar em cada um deles o conhecimento que aqui foi adquirido, o conhecimento que aqui foi gerado pra utilizar em prol da comunidade”, finalizou.

Sobre Terezinha Rêgo

A Dra. Terezinha Rêgo, maranhense que há 55 anos dedica sua vida à pesquisa científica em Fitoterapia, Hortas Medicinais, Medicina Popular, Pré-Amazônica, Etnobotânica e Espécies Medicinais, é doutora em Botânica pela Universidade de São Paulo (USP), especialista em Botânica pela Universidade de Havana, em Cuba, Membro – Fundadora da Academia Maranhense de Ciências, coordenadora do Pólo de Biotecnologia do Maranhão, professora do Departamento de Farmácia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e coordenadora do Programa de Fitoterapia da UFMA.

Por ser uma das pioneiras na pesquisa de plantas medicinais, já recebeu diversas homenagens, dentre elas da Câmara do Comércio Brasil/China, como reconhecimento pelo envio de medicamentos produzidos a base de ervas para o combate da pneumonia asiática na China.

Em tempo: Dra. Terezinha foi ainda a primeira farmacêutica do Brasil a poder prescrever medicamentos fitoterápicos com a autorização dos Conselhos Federal e Regional de Medicina.

E mais: Até hoje atende o público em seu consultório localizado no Herbário Ático Seabra, Campus do Bacanga, das segundas às quintas-feiras.

No Maranhão comunista, velórios e sepultamento só acontecem com escolta da PM

A violência está tão grande no Maranhão, que nem nos velórios e sepultamentos se tem segurança, são tiroteios e disputas de grupos rivais que amedrontam até os mortos

Na segunda-feira (10), grupos rivais se enfrentaram no velório que culminou com um tiroteio no sepultamento no cemitério do gavião, em pleno centro de São Luís.

“No Maranhão, além dos vivos, a brava Polícia Militar tem que fazer a segurança até dos mortos”

Ontem (11), outros grupos rivais se enfrentaram durante um sepultamento que teve que ser transferido para outro cemitério, fora de São Luís. Segundo o Blog foi informado, a direção de um cemitério da capital foi informada se o enterro ocorresse no mesmo, um grupo iria fazer um verdadeiro arrastão dentro do “campo santo”.

Como visto, a segurança do governo Flávio Dino (PC do B), fracassou e parece não ter rumo para mudar o quadro de pânico e de terror que se encontra a população.