Blog do Filipe Mota - Notícias de última hora

Justiça condena presidente de sindicato por ter chamado blogueiro de extorquista

Presidente do Sindsalem classificou o blogueiro, na página da entidade de “Extorquista” e para se defender tentou dizer que foi em momento de raiva por causa das críticas do blog, o que não foi aceito

O Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão (Sindsalem) foi condenado a pagar indenização por danos morais ao titular do Blog do Luis Cardoso. A decisão foi da juíza Maria José Franca Ribeiro, do 7º Juizado Especial Cível e das Relações de Consumo.

Em sua decisão, a magistrada, diz que o presidente do sindicato “ultrapassou o direito de opinião e atingiu a esfera de direitos da personalidade do Demandante.”

Sem provas, o presidente do Sindsalem chamou o jornalista na página da entidade de “Extorquista” e para se defender tentou dizer que foi em momento de raiva por causa das críticas feitas pelo Blog, o que não foi aceito por ter sido uma grave ofensa a profissão de um comunicador.

Veja abaixo, a decisão judicial:

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Sob suspeita, governo Flávio Dino esconde R$ 100 mi de déficit na previdência

Informação é do Tribunal de Contas da União (TCU), após auditoria no Maranhão, e foi divulgado ontem pelo jornal Folha de S. Paulo

O Governo do Maranhão deixou de declarar ao Tesouro Nacional, em 2015, pelo menos R$ 100 milhões de déficit da Previdência do Estado. A informação é do Tribunal de Contas da União (TCU), após auditoria em 22 estados e no Distrito Federal, e foi divulgado ontem pelo jornal Folha de S. Paulo.

Segundo a reportagem, o déficit apurado pelo Tesouro Nacional no Maranhão é de R$ 600 milhões. Mas o governo Flávio Dino só declarou saldo negativo de R$ 500 milhões. Veja abaixo!!!

Esse tipo de disparidade e a falta de informações sobre as previdências estaduais fez o TCU concluir que esses dados não são confiáveis e que o déficit desses regimes estaduais pode ser ainda maior.

No Maranhão, o governo também deixou de informar a quantidade de funcionários, cargos comissionados, serviços prestados, contratados e pensionistas.

Cada Estado administra o seu RPPS (Regime Próprio de Previdência Social), ao qual os servidores estaduais estão vinculados. Se as receitas não são suficientes para cobrir as despesas, cabe ao Estado cobrir esse déficit.

O TCU constatou que 16 Estados não informaram o total de pensionistas. Desses, sete também não declararam a quantidade de aposentados. O total de servidores ativos, com a quantidade vinculada a cada órgão, não foi informado por cinco Estados.

“Existe um grande problema de confiabilidade das informações, o que compromete a transparência”, afirmou à Folha o secretário de controle externo da Previdência, do Trabalho e da Assistência Social do TCU, Fabio Granja.

O tribunal aponta que, sem dados básicos, como o total de segurados, não é possível ter “a exata dimensão do problema” no momento em que se discute mudanças nas regras da Previdência.

“Pode estar existindo subdimensionamento do déficit. Ou seja, o problema é ainda mais grave do que está sendo apresentado”, disse Granja.

Aperfeiçoamento – A Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda concorda que as bases de dados dos Estados têm de melhorar, mas argumenta que as avaliações atuarias dos regimes próprios vêm sendo aperfeiçoadas.

O órgão tem a atribuição de supervisionar esses regimes e estabelecer normais gerais.

“Essas bases têm problemas, mas isso não quer dizer que seja algo totalmente inconsistente. Os atuários têm formas de trabalhar com premissas que buscam compensar esses eventuais problemas na base de dados”, disse Narlon Nogueira, diretor da Secretaria de Previdência.

A Secretaria de Previdência informou que iniciou uma auditoria para cruzar os dados e questionar os Estados sobre as diferenças.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Por onde andará Geraldo Vandré ???

Por onde andará Belchior? Por onde andará Geraldo Vandré? As perguntas,  parecidas,  referem-se à perplexidade diante do destino nebuloso de dois dos maiores ídolos da MPB

A primeira indagação foi objeto de um texto deste cronista publicado neste jornal tempos atrás, cujo assunto esgotou-se depois de dissecado por uma reportagem investigativa da tevê descobrindo, por fim, o paradeiro do ídolo. Já a segunda, talvez fosse melhor  expressa de uma outra forma: O que faz Geraldo Vandré? Ou, melhor ainda: O que fez de si Geraldo Vandré?

Essa questão me motivou a adquirir o livro  Geraldo Vandré, o homem que disse não! Espicaçava-me um tipo de curiosidade diferente daquela em relação a Belchior porque, no seu caso, não se tratava de sua localização (fugiu, escondeu-se, está numa ilha deserta, morreu?), mas sim, pelo fato de ele comportar-se, deliberadamente,  como se não houvesse mais espaço para o mito Geraldo Vandré em seu corpo. De outras fontes eu soubera que ele se tornara esquivo aos holofotes e à mídia, e preferira o caminho das sombras.

Por que decidira assim? Qual seria a razão oculta por trás de uma decisão tão radical num momento em que personalidades sem conteúdo e  representatividade,  vendem o  corpo – e a alma -,  por quinze segundos de fama?  No caso específico de Geraldo Vandré, um dos ícones do movimento musical contra a ditadura, razões adicionais se misturavam às teorias conspiratórias: (teria sido torturado e ficara neurótico, em consequência? Decepcionara-se com os rumos do país?).

Dias atrás eu assisti um premiado  filme reportagem sobre a vida da cantora Amy Winehouse onde implode seu drama pessoal  de incompatibilidade com a fama e o sucesso. O filme escorraça a visão mesquinha dos que só se permitem interpretá-la como uma jovem talentosa que teve tudo e se consumiu em drogas, para revelar a face complexa e etérea do compromisso de alguém com a sua própria arte,  e apenas a ela. Teria acontecido algo parecido  com Vandré?

O livro não responde, apenas insinua a insatisfação do artista com o rumo que as coisas tomaram. É pródigo em acumular as raras informações disponíveis no ambiente que o cercou após voltar ao Brasil, depois de exilado, mas a chave da solução permanece inacessível por ser Geraldo Vandré um ser inconclusivo, já que as poucas vezes em que  fala nada esclarece.  O fato é que, aparentemente,   tão  perturbado  ficou com o mito de herói criado em torno de si que se converteu, até mesmo, em  cantor da Aeronáutica,  ao mesmo tempo em que passou a repudiar a suspeita de que havia sido torturado pelos militares.

Numa época  em que cantores (de talento equivalente ao seu e que assumiram a pecha de perseguidos da ditadura como Caetano Veloso e Chico Buarque) continuam colhendo os louros desses méritos, mas  não se constrangem em compactuarem com atitudes de apoio à corrupção,  em nome da ideologia ( caso de Chico), causa espécie que o mais autêntico deles e, portanto,  o mais legítimo , negue veementemente a  violência sofrida e em momento algum busque as vantagens de uma potencial inverdade.

O livro chega  em  boa hora, especialmente para aqueles que, jovens então,  os tiveram como ídolos,  mas  as dúvidas permanecem (aliás, oxalá que jamais se extingam): “ Por onde andará Belchior ? Por onde andará Geraldo Vandré?  Por onde andarão os sonhos da juventude?”.

Com informações de Jose Ewerton Neto, autor de O entrevistador de lendas

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Escândalo!!! Dinheiro que governo Dino pagou em aluguel sem usar, daria para construir um prédio

A incompetência da fraca administração do governo Flávio Dino (PC do B), mostra o que ainda estar por vir, em 1 ano e 11 meses que restam da gestão

Prédio que abrigava a Delegacia do Adolescente Infrator, no Bairro da Madre Deus, de propriedade do governo do estado está abandonado

O titular do Blog esteve nas dependências de um imóvel abandonado pelo governo do estado, que abrigava a Delegacia do Adolescente Infrator – DAI, e que fica há menos de 500 metros de distância de um imóvel que foi alugado e pago mensalmente pelo governo Dino e ficou pelo menos, 12 meses sem ser utilizado.

O valor pago no aluguel daria para construir um prédio na antiga sede da DAI, ao todo, foram pagos com o dinheiro do contribuinte, R$ 720 mil no imóvel  de propriedade da empresa LDA Comércio de Gêneros Alimentícios LTDA.

Se não bastasse pagar esta dinheirama em aluguel, o governo do estado ainda contratou uma empresa para “reformar” um imóvel particular, com dinheiro público. A empresa ENGETECH CONSTRUTORA LTDA,  foi contratada pelo valor de R$ 151.345,80 (Cento e cinquenta e um mil, trezentos e quarenta e cinco reais). Veja!!!

O Blog foi o primeiro a divulgar este escândalo com o dinheiro público, protagonizado pelo governo Flávio Dino, por meio da Fundação da Criança e do Adolescente – FUNAC, Veja abaixo!!!

Mais escândalo!!! Governo do Maranhão paga R$ 45 mil por mês em aluguel de imóvel que não funciona

Até hoje, o Ministério Público do Maranhão não se pronunciou sobre este escândalo, mesmo a imprensa livre denunciando, mesmo com ações de deputados estaduais e até mesmo a denúncia feita pela imprensa nacional. A cada dia que se passa, parece que o órgão  está amordaçado, tolhido e intimidado no Maranhão.

As imagens abaixo, comprovam o descaso e a corrupção praticada pelo governo do Maranhão, onde um prédio público é abandonado e o dinheiro público é investido numa propriedade particular.

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Câmara municipal de São Luís passa por ampla reforma

“Seria uma afronta à população de São Luís, gastar muito dinheiro para a construção de um prédio e o povo passando sérias necessidades, como a gente vivencia todos os dias”

O Blog inicia esta postagem, relembrando o doutor Milson Coutinho, que costumeiramente diz que  “Passados quatro séculos a Câmara Municipal de São Luís, que vivenciara problema no ano de sua fundação, em 1619 (Século XVII), isto é, o velho Senado, que não tinha uma palhoça para se instalar, à falta de uma sede própria, volta a enfrentar o mesmo dilema em pleno século XXI”.

O Imortal da Academia de Letras, sempre questiona a falta de infraestrutura e estrutura administrativa da Câmara Municipal de São Luís, que completa daqui há dois anos, quatrocentos anos de fundação.

Desta forma, Simão Estácio da Silveira, que foi o primeiro presidente, e Astro de Ogum, o atual, enfrentaram o mesmo problema: construir uma sede digna para uma Casa que só tem dignificado nossa História.

É importante destacar na atualidade, que durante o mandato de Astro, já foram feitas significativas mudanças na Infraestrutura da sede do Poder Legislativo de São Luís e o presidente abriu mão de gastar cerca de R$ 50 milhões para construir uma sede nova para Câmara.

“Seria uma afronta à população de São Luís, gastar muito dinheiro para a construção de um prédio e o povo passando sérias necessidades, como a gente vivencia todos os dias. O Povo de São Luís espera da Câmara, medidas importantes que possam melhorar a vida deles, com mais saúde, educação, cultura e sobre tudo, projetos relevantes que ajudem nosso povo”, disse Astro.

Ele falou que está desenvolvendo amplas reformas para atender melhor as demandas da população de São Luís, que tanto espera da Câmara de São Luís.

“Por isso resolvi fazer uma ampla reforma, gastando menos e melhorando os gabinetes para melhor atender as demandas do povo ludovicense, a galeria que é importante espaço para recepcionar a população, o sistema de ar-condicionado, pisos, coberturas, sistema elétrico, estacionamento e área de vivência do poder legislativo”.

Astro informou que até início do ano legislativo, as obras serão concluídas e as adequações servirão para atender melhor a população.

Veja imagens da reforma da Câmara 

 

 

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Escândalo na UPA da Vila Luizão!!!

Moradores da Vila Luizão estão se mobilizando para pedir o afastamento do Diretor da Unidade de Pronto Atendimento – UPA

Moradores e líderes comunitários da Vila Luizão, denunciaram o diretor-geral da Unidade de Pronto Atendimento – UPA da comunidade, segundo eles, o teto da unidade de nutrição desabou há pelo menos 2 meses, o hospital alaga toda vez que chove e persegue os funcionários.

Segundo foi informado ao Blog, Ricardo Lima era diretor de uma Unidade de Saúde no município de Codó, e era fiel escudeiro do xará Ricardo Murad e faz uma tremenda maquiagem na UPA da Vila Luizão.

Os moradores ainda informaram que os maus tratos com quem precisa de atendimento são constantes, segundo eles, o diretor chegou a dizer que o povo é à toa e mal educado. E também proibiu a entrada de pessoas com bermudas, camisetas dentre outros abusos.

A comunidade já articula um abaixo assinado pedindo a saída do diretor e uma manifestação na Secretaria de Estado da Saúde. 

E mais: Com a palavra o secretário de saúde, Carlos Lula!

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

Disputa em Bacabal pode tornar Roseana e João Alberto adversários

Prefeito eleito e empossado, José Vieira tem buscado o apoio da ex-governadora, mas João Alberto trabalha nos bastidores para inviabilizar a gestão, em favor de Roberto Costa, aliado do poder, no governo Flávio Dino

O prefeito de Bacabal, José Vieira Lins (PP), tem tentado o apoio da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) e de seus aliados, para se manter à frente  da prefeitura, na qual tomou pose em 1º de janeiro.

Segundo apurou o blog, Vieira entende que Roseana tem forças para barrar o ímpeto do senador João Alberto de Sousa (PMDB), e do seu grupo, que, segundo o prefeito, estaria atuando para inviabilizar sua gestão.

João Alberto é aliado do deputado estadual Roberto Costa (PMDB), que perdeu a eleição para Zé Vieira, mas aposta em uma decisão favorável da Justiça Eleitoral, devido aos problemas legais que o prefeito apresenta.

Para o prefeito, o fato de Roberto Costa estar muito próximo ao governo Flávio Dino (PCdoB) – inclusive votando praticamente todos o projetos governistas na Assembleia – pode levar Roseana a apoiá-lo.

Embora tenha sido negado pelos aliados do prefeito, ele esteve semana passada com a ex-governadora para tratar exatamente desta aliança.

E esta semana, as contas da prefeitura de Bacabal foram novamente bloqueadas para movimentação…

Com informação do Blog de Marco D’éça

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais

AMABLOG repudia ação do prefeito de Imperatriz contra blogueiros

É com extrema preocupação, que em pleno século 21, onde o próprio Supremo Tribunal Federal-STF tem defendido claramente a liberdade de imprensa e de expressão, que um prefeito do Maranhão, por ser delegado, ameace blogueiros registrando Boletins de Ocorrências em delegacias da sua cidade, numa clara demonstração de censura e de intimidação da forma mais grosseira.

O prefeito de Imperatriz, Assis Ramos (PMDB), além de ter registrado dois BO’s contra o titular do Blog do Rui Porão, ameaça levar até a delegacia outros blogueiros ou jornalistas que criticarem sua gestão, que ele confunde como se fosse contra sua honra pessoal. As postagens do Rui Porão são contra a gestão. O prefeito é um homem público e precisa entender que blogueiros independentes são fiscais de gestões públicas ou empresariais.

Ao contrário de procurar a Justiça, o delegado, que está prefeito prefere a delegacia. Muito sintomático. Ao contrário de responder às críticas, opta pelo poder de polícia.

Temendo que possa acontecer algo de mais grave ao blogueiro em questão, ou a um membro filiado à nossa entidade, e que possam vir a criticar a gestão municipal de Imperatriz, a Amablog solicita ao Secretário de Segurança, Jefferson Portela, que seja garantido a Rui Porão o livre exercício da sua atividade, bem como a tranquilidade de seus familiares.

Quanto ao delegado prefeito, não custa nada recordar as palavras do ministro decano do STF, Celso de Melo, aqui reproduzidas abaixo:

Celso de Mello destacou que a imprensa livre é “condição fundamental” para a solução de conflitos sociais, a promoção do bem-estar e a proteção da liberdade.
“Nada mais nocivo, nada mais perigoso do que a pretensão do Estado de regular a liberdade de expressão (ou de ilegitimamente interferir em seu exercício), pois o pensamento há de ser livre, permanentemente livre, essencialmente livre”, finalizou o Ministro.

Associação Maranhense dos Blogueiros – Amablog

Luís Cardoso – Presidente

Curta e Compartilhe nas Redes Sociais